Arquivo do autor:Mulheres contra o feminismo

O caso do Leo Stronda e outras imagens que desmascaram o feminismo e movimentos simpatizantes

Padrão

15937217_995403210603749_5390709738526121468_o

Vazam nudes do Léo Stronda (sim, nem sabemos quem é mas o assunto é relevante pra mostrar a hipocrisia das mulheres simpatizantes do feminismo). A página do rapaz está cheia de mulher (aquelas que depois dizem serem objetificadas e usadas mimimi)  elogiando o ### do rapaz. Um monte de gente fazendo piada e ele mesmo levou na brincadeira.

Lembram quando vazaram fotos de celebridades NUAS? Foi mimimi machismo aqui, mimimi opressaummmm pra todo lado e etc. Sim, se fosse de alguma mulher, já teria protesto feminista e todos os homens que estivessem comentando seriam taxados como estupradores. As mulheres que estão lá elogiando ele, devem ser as mesmas que lutam contra a “objetificação do corpo da mulher”, e que dizem que todo homem é um estuprador em potencial.

Outra coisa: mais de 90% das mulheres simpatizantes do feminismo adoram dizer odiar um cara bombado pois preferem a inteligência e a sensibilidade do homem feminista. Pois bem, o rapaz é bombado e este bando de mulher afetada pelo feminismo ficou em polvorosa pelo rapaz. E os homens feministas sensíveis? Sendo humilhados como capachos que sempre foram.

Aquela coisa, né? Feminismo e coerência nunca andam juntos.

Funciona assim: feministas e simpatizantes sempre culpam alguém para fugir da responsabilidade dos próprios atos.

Se acham um cara bonito se comportam como cadelas no cio mas mesmo assim culpam o patriarcado se alguém (com sérios problemas visuais) achar elas bonitas. E se ninguém achar elas bonitas, a culpa vai ser do patriarcado e do mundo pois toda mulher é bonita. Mas elas podem decidir qual homem e qual mulher é bonita. Pode julgar. Outras pessoas, segundo elas, não podem opinar em nada. Afinal, feministas se acham superiores a todo o mundo.

Gostaríamos também de parabenizar as imagens bem feitas da India Capitalista Opressora. Ela usa de muito bom humor para desmascarar o feminismo e suas simpatizantes. Um excelente trabalho ilustrativo do  Emerson – desenhista e ilustrador. Curtam eles no facebook.

15107217_956231934520877_2282908321219214781_n15134601_956819867795417_7297974267409244264_n15253381_963638347113569_8441077126919813918_n15267822_966385566838847_5940700806354797167_n15271764_964300010380736_574519422192132886_o15288696_964512227026181_8176386922176292462_o15433778_971058309704906_4380371479017636089_n15590768_976676522476418_651441064863630070_o15622220_975485295928874_6062659902841591541_n15672513_978949542249116_7736406877553103970_n15724779_980431245434279_3779774237226216635_o15896129_989495031194567_1412504664990013942_o15937217_995403210603749_5390709738526121468_o16107460_995160180628052_7904938226249939635_o

 

Profissional da saúde feminista defende nojeiras com a menstruação e que homens nunca saibam se são pais dos próprios filhos

Padrão

fisioterapeuta-feministafeminista-da-saude

Uma leitora nos enviou o print de uma conhecida/ amiga feminista. Pelo que a leitora comentou, a feminista é uma profissional da saúde. Pois bem, a feminista acha que a menstruação foi amaldiçoada e concorda que homens nunca devem saber se são pais dos próprios filhos e outros absurdos. Enfim, coisa de mulher louca. Isto que fez curso superior na área da saúde, imaginem se tivesse feito humanas….

Vamos escrever palavra por palavra do texto de mais uma feminista imbecil e desmascarar estas mentiras de uma mulher com sério problemas mentais (o que parece ser o caso de toda feminista). Nossos comentários em negrito:

——————————————————————————————————

……Recebi esse texto maravilhoso de uma amiga muito querida. Gostaria de compartilhar com as amigas do face!

Mulherescontraofeminismo: mais uma louca que fica de mimimi na internet com amigas azedas e mal amadas.

Antigamente,bem antigamente, as mulheres eram os seres mais sagrados dentro de uma tribo ou comunidade.

Mulherescontraofeminismo: Mulheres sempre foram protegidas pois para uma tribo sobreviver  era arriscado colocar uma mulher para caçar ou guerrear contra invasores (embora uma ou outra ajudasse SEM FEMINISMO) a lutar. Se uma mulher viesse a falecer a sobrevivência da tribo estaria comprometida. Nada tinha a ver com feminismo e estas besteiras. A mulher tinha um papel social (proteger no ventre uma criança, amamentar e cuidar do ambiente doméstico). O papel social do homem era proteger e lutar para preservar a sua tribo (incluindo mulheres). E isto estamos falando em um período anterior a  civilização, sem conforto, acesso a comida e vivendo com animais selvagens aonde a vida era bem pior.

Porque elas geravam a VIDA. Só elas.

Mulherescontraofeminismo: MENTIRA. Homens também geram vida. Para uma vida ser gerada, o óvulo precisa do espermatozóide. Biologia básica. Por isso um casal de gays ou lésbicas nunca vai conseguir ter filhos. Somente casais hetero podem gerar filhos.

Nas sociedades mais primórdias a sexualidade era instintiva e resumindo: todo mundo transava com todo mundo. Ninguém era de ninguém. E as mulheres engravidavam e seus filhos eram de todos, criados pela aldeia. Por muito tempo os homens não sabiam que tinham participação naquilo que era então visto como algo sobrenatural, um presente dado pelos deuses e as mulheres seu abençoado meio.

Mulherescontraofeminismo: Nas sociedades primitivas, estupro em mulheres de uma tribo perdedora era algo normal. Matar crianças consideradas fracas? Normal. Isso entre outras coisas mais. Feminista sempre tentando romantizar a sociedade com mentiras socialistas e coletivistas. Em 2017 ainda acham que ser hippie funciona.

Nesta época, tecnologia e luxos pouco existiam. Tudo era para sobreviver, querida. E em muitos casos atos selvagens eram tolerados.

Em algum momento porem os homens perceberam que a mulher não engravidava sem eles. Foi mais ou menos na mesma época em que foram deixando de ser nômades, passaram a se instalar fixamente em um lugar e a partir dai surgiu a propriedade privada.

Mulherescontraofeminismo:Os homens deixaram de ser nômades por outros motivos mais relacionados a obter alimentos (desenvolvimento da agricultura. Sou da roça e sei como agricultores tem e tiveram um papel importante da sociedade). As pessoas podiam ter acesso mais fácil aos alimentos sem precisar caçar e arriscar a vida para obter comida. A propriedade privada é uma das bases da civilização ocidental. Isto pode ser passado para os familiares (marido, mulheres, filhos). Caso contrario, tudo vai para outra pessoa (hoje em dia, O ESTADO).

E com ela a noção de herança. E com ela a necessidade dos caras de assegurarem sua prole.

Mulherescontraofeminismo: Dificil de entender as feministas. Se o homem quer assumir a sua prole e deixar herança, bens e outras coisas, é machismo mimimi. Se ele foge da mulher e deixa de assumir a prole (segundo elas, machismo e mimimi de novo) e o ESTADO e as feministas obrigam ele a pagar pensão.

Hora de se decidir, feministas?

Mas como eles poderiam saber se um filho é dele? A mulher sabe que o filho dela mas e o homem? Só havia uma forma: se a mulher só transasse com ele e mais ninguém. E a partir dai surgiu o casamento, a monogamia, o patriarcado e o conceito de propriedade se estendeu às mulheres.

Mulherescontraofeminismo: A monogoamia consiste também que o homem se relacione somente com a própria mulher.  Isto vale para mulheres e homens. Novamente as feministas indecisas:

1-Se o homem se relaciona com muitas é “machista, galinha, pegador” (mas o que tem de mulher afetada pelo feminismo que adora este tipo ao invés de achar um homem honesto visto como chato é de ficar surpresa).

2-Se o homem se relaciona somente com a  própria mulher agora é machismo também.

Lógica?

Aos poucos foram trancadas em casa, servindo apenas a função de gerar e cuidar da prole. A historia que a gente ja conhece.

Mulherescontraofeminismo: Mulheres tinham um papel social como foi explicado antes. Homens também possuíam entre eles irem trabalhar para sustentar a casa e familiares. Outro papel consistia de ir lutar em guerras. Na segunda e primeira guerra, os homens europeus foram praticamente dizimados enquanto as mulheres ficam em casa PROTEGIDAS. Claro que algumas ajudavam como enfermeiras e outras mais audaciosas eram usadas como espiãs.

E as feministas? Eram todas de classe alta, ricas e esquerdistas, fazendo campanhas para homens menores de idade e analfabetos irem pra guerra (leiam sobre a pluma branca).

Para garantir a submissão em várias esferas a mulher foi diminuída e reprimida. Sua sexualidade considerada pecado, até mesmo se tocar, até mesmo pensar nisso. A mulher deve se cobrir, se esconder. Sua vagina é horrível, fedida, a menstruação suja. Nojenta. Impura. Feia.

Mulherescontraofeminismo: As feministas que dizem que se relacionar com homens é coisa de mulher traidora, ué?

Sobre a menstruação……. Estes costumes que ainda hoje existem em  tribos primitivos que a feminista defendeu anteriormente. Se menstruação fosse esta coisa linda e cheirosa seria perfume, feministas? Mas esperar o que de feministas que fazem coisas nojentas deste tipo.

Menstruação.
Será que existe algo mais feminino que isso?
Será que existe algo mais natural para uma mulher do que menstruar?

Mulherescontraofeminismo: Mas não são as feministas que dizem que qualquer pessoa pode vir a ser mulher? Mas que preconceito? Algo natural? Hora ir no banheiro fazer o número 1 ou 2, louvar aos deues e fazer textão no facebook também.

E quantas opressões existem em torno disso?

Mulherescontraofeminismo: mimimi feminista.

Por quanto tempo tivemos vergonha de menstruar. Vergonha de pedir um absorvente.

Mulherescontraofeminismo: defende a menstruação e diz que não tem vergonha mas quer usar absorvente pra cobrir a menstruação. Bem coerente? Se tem tanto orgulho faça como as feministas que passam o sangue menstrual na boca, oras. Esta defesa da menstruação como algo de pessoas escolhidas por um ser superior é mais uma falácia feminista que existe desde a década de 70 (texto aqui). Sim, pessoas o feminismo moderno é fruto do igualmente lixo, nojento e doentio feminismo antigo.

Em muitas culturas a mulher “naqueles dias” (ate a palavra era evitada) não saia de casa e seu estado era limitante a coisas inusitadas como lavar a cabeça, comer determinados alimentos, fazer sexo e outras atividades,dizia-se certas coisas azedavam se manipuladas por mulheres menstruadas.
O que era benção virou maldição, o que era normal virou obviamente um incômodo. Algo indesejado.
Quando surgiram medicamentos capazes de controlar e ate mesmo nos livrar daquilo a adesão foi enorme. A desagradável obrigação de menstruar junto com tantas outras coisas fez com que muitas mulheres odiassem ser mulher.

Mulherescontraofeminismo: Mais uma conversa vazia sem lógica. Acham menstruação normal e algo maravilhoso mas depois querem absorventes e medicamentos como a pílula. Agora afirmam que coisas como a pílula e absorventes oprimem a mulher.

Este é o maior mal do feminismo: formou uma geração de mulheres infantis e mimizentas que reclamam de tudo, enxergam machismo em tudo. Defendem uma idéia e depois condenam a idéia que antes defendiam. Falta de responsabilidade, mal caratismo e lógica é o que define uma feminista.

Quantas vezes ja ouvimos mulheres bradarem desejar ter nascido homem?!

Mulherescontraofeminismo: São as feministas que querem COPIAR OS HOMENS EM TUDO, INCLUSIVE COMO OS HOMENS FAZEM XIXI. Vejam neste nosso post antigo

A história da desconexão da mulher com seu feminino não aconteceu em pouco tempo, levou anos, séculos.

Mulherescontraofeminismo: mimimi feminista.

Mas hoje estamos voltando…..
As mulheres estão falando sobre isso em suas rodas, desejam sentir seu corpo, conhecer seu ciclo natural sem influência de hormônios externos, se olharem e se amarem como são. Naturalmente.
É mais fácil ser homem? Num mundo machista como o nosso parece que sim.

Mulherescontraofeminismo: mimimi feminista.

Mas ja podemos olhar para o organismo de alta complexidade que é a mulher, tanto em nível físico quanto emocional, seus pensamentos amplos, sua profundidade, sensibilidade e intuição…. e admirar imensamente…. Achar lindo, muito lindo…..

Eu tenho orgulho de ser mulher.

Eu amo ser mulher.
Eu não queria ter nascido homem.

Mulherescontraofeminismo: Mentira. São as feministas que querem COPIAR OS HOMENS EM TUDO, INCLUSIVE COMO OS HOMENS FAZEM XIXI. Vejam neste nosso post antigo

E você?

Texto: Ginecologia Natural

Mulherescontraofeminismo: Somos contra o feminismo e sempre iremos combater este movimento que é um câncer na nossa sociedade. Este texto é mais um  mimimi feminista de uma profissional da saúde bipolar incoerente sem a mínima noção de higiene e que em 2017 usufruindo do máximo conforto da civilização defende costumes selvagens. Mas depois reclama e depois defende. E reclama de novo.

Ou você é inteligente ou é feminista. Impossível ser as duas coisas pois o feminismo é desprovido de lógica.

Alezzia x Clarice Falcão – a patricinha carioca feminista do Porta dos Fundos deve responder: mulher pode ou não usar nudez para vender?

Padrão

a-bela

Se alguém aqui uma vez já estudou um pouco de publicidade sabe que aquela campanha bonita que aparece na TV não aparece porque alguém achou o cachorro bonito ou aquela imagem linda. Quem trabalha com propaganda faz pesquisa de mercado para saber como transmitir uma mensagem que venda o produto aos consumidores. Oferta e procura e leis de mercado. O mercado é amoral. Quem decide tudo é o consumidor. Simples lógica.

Uma coisa é certa: usar mulher em propaganda vende em quase a maioria dos casos.

Mulher aparecendo em propaganda vende produtos femininos e em muitos casos, também masculinos.

Os consumidores decidem isso e por isso profissionais da propaganda usam mulheres. Isso passa longe do sexismo machismo opressor mimimi de feminista suja e porca do medo de se depilar.

As modelos e atrizes de propagandas por sinal ainda são pagas pois elas TRABALHAM COM ISSO. Elas concordam com o trabalho que fazem honestamente.

logo-alezzia8

A loja de móveis Alezzia, alguns dias, foi acusada de “machismo” pelas porcas peludas das feministas por usar modelos em suas propagandas de móveis pelo site Catraca Livre (aquele mesmo site que tentou usar a tragédia com o avião da Chapecoense para faturar). A Alezzia é uma loja gerida por mulheres. A loja fez um desafio em resposta à campanha de difamação e boicote do Catraca Livre, que se ganhasse ainda mais curtidas após o boicote do site de extrema-esquerda, iria fazer uma doação de móveis para a AACD. O Catraca Livre pediu para a AACD não receber doações da loja, prejudicando as crianças que a instituição ajuda por não gostar da loja.

Ou seja, as feministas atacam mulheres que contratam outras mulheres para trabalho honesto e uma campanha que iria doar dinheiro para crianças da AACD. As feministas atacam porque uma mulher com pouca roupa é algo do “capitalismo opressor” e outra babaquices de feminista porca e suja.

Entretanto, as feministas apoiam feminista que tira a roupa e usa sexo para vender feminismo.

HIPOCRISIA.

Do lixo do funk carioca ao samba até a marcha das vadias o que mais se acha na internet é feminista louvando a sua sexualidade pelada. E elas passam dos limites em usar a nudez para vender. De passar o sangue menstrual na cara até enfiar crucifixo no…..enfim.

vadias-livres

De sair de peitos de fora até se autoproclamarem putas e vadias.

Mas coita da mulher que for modelo e aparecer de calcinha.

20161221-clarice-falcao

Olhem o caso de Clarice Falcão é mais um exemplo de hipocrisia. Clarice Falcão é aquela patricinha carioca feminista do Porta dos Fundos, ex do socialista de I-phone Gregório Duvivier, que segundo dizem, traiu a moça feminista com uma outras mais nova. A feminista  e ex-Duvivier, lançou um clipe para “causar” com a família no Natal, onde tudo o que aparece são genitálias para lá e para cá (nenhuma negra).

O musico Nando Moura explica o caso:

 

Feministas e outros esquerdistas são piores que cães adestrados. Para o feminismo, o lugar da mulher é “onde ela quiser”, assim como “o corpo é dela”? MENTIRA.

Ora, até onde sabemos a modelo utilizada na propaganda da loja Alezzia fez exatamente isto: utilizou seu corpo como quis, de forma livre e voluntária para um trabalho. Em síntese, uma mulher só pode fazer o que quiser com o próprio corpo se o ato estiver, digamos, catalogado previamente numa lista aprovada pelas feministas.

Vai entender estes movimentos feministas…Enfiar crucifixo na genitália para protestar, pode. Defecar em praça pública para protestar, pode. Fazer o que bem entender com o corpo e depois abortar, pode. Ter suvaco cabeludo e sabe-se mais o que, pode. Agora ter um rosto lindo, tirar fotos de maiô, exercer um trabalho digno e ganhar seu dinheiro honestamente, é o fim do mundo.

Feministas NUNCA LUTARAM POR NOSSOS DIREITOS.

Basta a mulher ser contra o feminismo para as feminista atacarem com raiva e rancor.

O feminismo nunca foi paz e igualdade: passou da hora de mostra a verdade sobre esta mentira.

Parabéns a loja Alezzia pelo bonito gesto com os crianças da AACD.

Fátima Bernardes e as pessoas que escolhem salvar traficantes: valores invertidos e notícias falsas pregadas pela mídia brasileira

Padrão

fatima-bernardes-policiais-traficante

Muitas pessoas dizem que o melhor do Brasil é o brasileiro. Embora possa ser verdade, o oposto também é um fato: o pior do Brasil pode ser o brasileiro.O Brasil passa longe de ser somente corrupção como dizem uns (link aqui) e talvez a nossa crise seja mais moral do que qualquer outra.

Senso comum, leitoras e leitores. O Brasil tem coisa boa mas também possui muito lixo em todos os sentidos. Muito lixo humano inclusive como demonstrou o Encontro Com Fátima Bernardes

No programa Encontro Com Fátima Bernardes, a apresentadora global apresentou uma versão “carioca pseudo intelectual relativista moral” e perguntou a um grupo de pessoas:  quem deveria ter prioridade em um hospital, um “traficante em estado grave” ou um “policial levemente ferido”?

A maioria das pessoas decidiu salvar o traficante. Sim, os cariocas que sofrem com traficantes armados com granadas e fuzis ao responderem uma pergunta decidiram salvar os bandidos.

O Brasil e em especial o RJ hoje vivem uma guerra não declarada por políticos mas que é real e atinge o povo. Uma guerra que passa longe de ser convencional pois é uma guerra irregular (leiam este excelente livro sobre o tema e entendam o caso do RJ).

Sabemos dos violentos crimes cometidos no RJ, a linda cidade brasileira que era modelo na época do Império brasileiro mas hoje é uma favela ao céu aberto e cuja propaganda baseia-se somente em belezas naturais ou lindas obras realizadas pela monarquia brasileira.  Hoje o RJ sofre com a violência quase sempre ligada a traficantes. Tim Lopes, colega de trabalho de Fátima Bernardes foi queimado ao vivo ao tentar demonstrar como traficantes atuavam, muitas vezes usando menores de idade  Mas mesmo assim o povo carioca escolheu salvar bandidos neste caso.

Uns comentam sobre ética médica, triagem hospitalar e pagam de hippies como se a vida de um traficante que ajuda a destruir vida de pessoas e familiares valesse o mesmo que a vida de um policial. O fato é que tais pessoas fazem o maior malabarismo para tentar defender o indefensável. Tem inclusive feminista estuprada que defende o próprio estuprador.

Este malabarismo é sempre ligado a esquerda que sofre em ser objetiva e prefere teorias de um universo paralelo. Estes jornalistas que lavam cérebros são tão criminosos quanto os traficantes.

Ora, na Globo e na maioria do jornalismo nacional (outro câncer do Brasil) defender o indefensável sempre foi regra. Defendem Fidel, defendem o socialismo- comunismo, defendem o feminismo e tudo que é lixo. O programa Esquenta que afirma ser popular colocou mulher policial militar se esfregando em traficante como se isso fosse algo legal e moderno. Este programa romantiza a favela, o malandro, o traficante e o bandido.

Seu Jorge, cantor e ex-favelado cita a verdade sobre a favela neste artigo que questiona a favelização da cultura brasileira ou como o Brasil vende a favela como sinônimo de Brasil.

– Quem gosta de pobreza é intelectual.
Seu Jorge

-Favela não é lugar para ninguém. Favela não é legal. Não tem segurança, não tem saneamento, não tem hospital, não tem porra nenhuma. Favela só sofre preconceito. Eu quis sair mesmo. Eu não quis ficar enterrado na favela. Nasci lá, mas não quis ficar enterrado lá. Favela não é meu mundo, meu tudo, porra nenhuma. A favela é o abandono que o governo deixou pra gente. E hoje eu não quero tocar na favela para não me envolver com tudo que está errado lá dentro.
Seu Jorge

-O patrulheiro que fica me enchendo o saco, dizendo “Pô, o Jorge agora mora nos Estados Unidos”, tem que se lembrar do seguinte: eu era morador de rua, um fodido e meu dinheiro eu fiz centavo por centavo sem sacanear ninguém, sem roubar ninguém. O Brasil em que eu acredito é esse que está na Avenida Paulista ralando; é o Brasil do motoboy, das mães solteiras fazendo faxina como diaristas, dos garçons, dos seguranças. Esse é o meu Brasil, eu vim daí. Agora, vem essa galerinha de Facebook e de Twitter [falar de mim]. Pô, morre e nasce de novo para poder chegar perto de mim, morou?
Seu Jorge 

Este programa da Fátima Bernardes é mais um caso claro de apologia ao crime e de vergonha nacional e em especial vergonha do povo carioca. O que esperar de um país que a maioria escolhe salvar um traficante? E toda essa violência que vemos por aí? Tais programas idiotas somente são superados pelos idiotas que parecem ser maioria atualmente: as pessoas que escolheram salvar os traficantes. Deveriam fazer um passeio nos morros cariocas ou visitar a favela que somente é idolatrada pela esquerda que visualiza estes lugares como uma comunidade socialista.

E como esta mídia progressista publica noticias? Sempre defendendo bandidos.

A mídia progressista paz e amor deve acordar. OLHEMOS OS FATOS E A SOCIEDADE AO NOSSO REDOR. Ninguém combate o crime com pombinhas brancas e abraços ou  passeatas perto da Lagoa. O crime deve ser combatido de 3 modos: sem relativismo moral de certo ou errado, educando as pessoas e crianças e quando tudo piorar, com pessoas de bem e policiais armados e treinados lutando contra bandidos.

Ou seja, a esquerda caviar e relativistas morais podem chorar mas o policial é fundamental para a sociedade e deve ter o apoio do povo.

Fica o alerta as pessoas para controlarem o que os filhos e familiares assistem na TV. DESCONFIEM DESTA MÍDIA MANIPULADORA QUE DEFENDE SEMPRE O LADO ERRADO.

Para os relativistas morais e imbecis que apoiam este lixo de programa da Fátima Bernardes….Imaginem este caso agora:

1-Fátima Bernardes e os filhos trigêmeos são sequestrados no carro da família, na fuga o sequestrador bate o carro e fica gravemente ferido. Fátima e os trigêmeos ficam levemente feridos! Os policiais chegam no local quem eles devem socorrer primeiro? Fátima e seus filhos levemente feridos ou o bandido gravemente ferido?

2-Marginal rouba o carro da mãe de Fátima Bernardes e leva ela de refém e bate o veículo em um poste.
A PM chega. O marginal está muito machucado, mas a mãe da Fátima está levemente ferida. Quem devemos socorrer primeiro ?”

Outro artigo interessante sobre este vergonhoso acontecimento.

Fátima Bernardes e o dilema do salvamento do traficante

Trump e outra coisas mais: precisamos falar da mídia esquerdista, alunos zumbis doutrinados e a mentira da esquerda paz e amor.

Padrão

sorria

Trump venceu as eleições nos Estados Unidos. Podemos ler aqui no blog Povo Deslumbrado os motivos que levaram uma brasileira, mulher, negra e imigrante a votar em Donald Trump.

Temer aqui assumiu o comando (era vice de Dilma) depois do povo democraticamente ter tirado Dilma do poder. Neste meio tempo alunos que dizem protestar por um melhor estudo (uma minoria), atacam e impede outros alunos (maioria) de querer estudar.

E a mídia o que diz? Ela fica achando tudo “golpe, racismo e machismo”. Hoje em dia fatos deixaram de ser levados em conta. O truque para um mundo melhor, segundo a esquerda, é se fechar em uma bolha, fazer vitimismo e usar de chantagem emocional ao invés de usar fatos.

A nossa popular mídia o que fez sobre os acontecimentos acima? Fontes como a Globo e outros canais continuam mentindo sobre praticamente tudo.

E estranhamente, alunos zumbis, artistas mal intencionados cujo passatempo é fumar maconha e pedir dinheiro da lei Rouanet falam mal da Globo mas querem trabalhar/ trabalham na Globo e também falam mal de jornalistas que convidem a mesma ideologia política.

Cada lugar tem a sua Globo. Na Inglaterra é a BBC, nos Estados Unidos é a CNN. Podemos ir além: a mídia mundial é em torno de 80% canhota e apoia qualquer movimento ligado a esquerda.

Interessante este povo falar de “paz, amor, liberdade e respeito”. Eles devem viver em uma bolha ou mundo paralelo.

As maiores ditaduras do planeta hoje existentes tem como ideologia base a esquerda.

A esquerda construiu os maiores muros do planeta.

A esquerda perseguiu gays e hoje apoia regimes islâmicos aonde mulheres e gays são vistos como de segunda classe.

A esquerda é que nega fatos como o caso de estupros na Alemanha, aonde refugiados estupram mulheres e uma mulher esquerdista defende os estupradores e culpa as vitimas.

Que tipo de justiça e paz e amor é essa? Respondam, esquerdistas?

Precisamos falar da mídia esquerdista, alunos zumbis doutrinados e a mentira da esquerda paz e amor.

Precisamos começar a questionar este mito e qualquer pessoa desonesta/ inocente que ainda age acreditando nesta lorota.

Antes de opinar estude e avalie fatos. Intelectualidade sem fatos e vida real é desonestidade intelectual. Saia da sua bolha do mundo da fantasia e olhe o mundo real.

A feminista Madonna oferece sexo oral para quem votar para Hillary Clinton

Padrão

91gr7uvqutl

Madonna é uma feminista. Assim como é Hillary Clinton, a candidata a presidente dos Estados Unidos. Hillary é uma espécie de Dilma mais inteligente e maldosa, candidata pelo partido democrata, algo como PT e todos partidos de esquerda americanos. Milo Yiannopoulos, o gay conservador que apoia Trump sempre denunciou a feminista Hillary e seus artistas esquerda caviar. Nos Estados Unidos, as mulheres antifeministas hoje apoiam Trump ao invés de apoiar a feminista Hillary, que diz lutar pelos oprimidos, mas defendeu um estuprador uma menina de 12 anos e ainda culpou a menina pois “ela havia pedido”. Um absurdo para qualquer pessoa, mas na mente doentia de uma feminista que defende a agenda de um movimento coletivo algo normal.

Assim, nadam mais esperado que um suporte absurdo de Madonna, a feminista pop. Feminista ajudando feminista para ter mais poder.

Porém, mais uma vez as feministas passam dos limites e apelaram para a vulgaridade e mal gosto.

Madonna sempre usou sua sexualidade para vender assim como fazem as feministas que se taxam de vadias. Na verdade, as feministas usam o sexo para promover a sua agenda. Sexo se tornou uma arma para atacar as mulheres contra o feminismo, homens em geral e para doutrinar as crianças. Por isso, não deve ser uma surpresa que Madonna fez recentemente uma ousada oferta para qualquer homem que votar para a sua candidata presidencial favorita, Hillary Clinton.

Madonna subiu ao palco antes do show de Amy Schumer no Madison Square Garden na terça-feira. “Só mais uma coisa antes de eu introduzir este gênio da comédia,” ela disse, “Se você votar em Hillary Clinton, vou dar-lhe um boquete, OK?” Leia isso aqui

“Juro por Deus,” ela continuou, “E eu sou boa nisso. Eu chupo e olho nos olhos. E eu engulo. ” Disse a feminista Madonna

Madonna é o exemplo perfeito de “mulher moderna”: velha, triste, usando o sexo para vender, renegada pelos filhos que decidiram ficar com o pai. Mas a mídia acha que Madonna está habilitada a ser um modelo de mulher para os nossos filhos. Acham ela “poderosa”.

Que poder é esse?

Que tipo de mulher é essa que luta pelo empoderamento das mulheres mas se comporta como uma prostituta barata para apoiar a sua companheira? Uma mulher idosa que é detestada pelos filhos e ainda assim se comporta como uma piriguete funkeira?

Este é o futuro das feminsitas. Poderosas da boca para fora mas tristes e mal amadas. Maddona é apenas uma feminista que deve ser exposta  como tantas outras que existem pelo mundo.

Cultura e arte no Brasil? O fiasco de Anita e Paula Fernandes no show com Andrea Bocelli

Padrão

paula-fernandes-andrea-bocelli-vergonha-fiasco

Vamos falar de cultura e arte no Brasil e como o show de Andrea Bocelli com Anita e Paula Fernandes mostram o nível brasileiro em arte e cultura? Feministas e guerreiros da justiça social usam e usam de manobra para relativizar a arte e cultura por sinal.

Vamos esclarecer o que é cultura e o que é arte.

Cultura significa todo aquele complexo que inclui o conhecimento, a arte, as crenças, a lei, a moral, os costumes e todos os hábitos e aptidões adquiridos pelo ser humano não somente em família, como também por fazer parte de uma sociedade da qual é membro. Inclui desde a dieta, modo de relacionar, se vestir e outras coisa mais, incluindo a arte.

Arte (do latim ars, significando técnica e/ou habilidade) pode ser entendida como a atividade humana ligada às manifestações de ordem estética ou comunicativa, realizada por meio de uma grande variedade de linguagens, tais como: arquitetura, desenho, escultura, pintura, escrita, música, dança e cinema, em suas variadas combinações. O processo criativo se dá a partir da percepção com o intuito de expressar emoções e ideias, objetivando um significado único e diferente para cada obra.

Recomendamos assistir estes vídeos do professor de canto maluquinho Marcio Guerra que analisa muito bem e tecnicamente o fiasco da Anita e Paula Fernandes.  E também adicionamos um vídeo do Nando Moura que também é musico. Ambos sabem e entendem de arte (técnica e/ou habilidade) no campo musical.

A cultura pode ser julgada como melhor ou pior embora exista alguma polêmica com relativistas culturais que acham toda cultura igual. Mas a arte definitivamente pode ser julgada. Nem toda arte é boa pois a arte tem a ver com habilidade, talento.

Mas o que isso tem a ver com o show de Andrea Bocelli com Anita e Paula Fernandes? Não queremos comentar aqui como fãs de uma ou outra/ outro que cegos por fanatismo deixam de ver os fatos sobre o cenário cultural do nosso Brasil. Bom lembrar que talentos temos de sobra. A mídia valoriza o fútil, por isso escolheram duas figuras que envergonharam o país ao lado de Andrea Bocelli.

Entretanto, vale lembrar que a mídia segue o mercado (amoral) que é dirigido pelo que as pessoas valorizam. As pessoas fazem escolhas baseadas em valores e estes valores refletem muito a cultura de um povo. Causa e efeito.

A cultura do brasileiro em geral é aquela do improviso, falta de planejamento e estudo. Falamos a grosso modo é claro pois sabemos que existem pessoas que planejam, estudam e focalizam nos seus objetivos. Mas isso passa longe da nossa cultura. Quem planeja e estuda aqui é visto como pessoa chata, certinha e amante da monotonia.

No Brasil queremos o atalho e a mentalidade vergonhosa que impera é: Para que estudar musica e ser um músico ( ou qualquer outro profissional de verdade) dominando a arte se posse ser um famoso? Esquecemos que a arte na sua base significa habilidade. E habilidade sempre necessitou de estudo, mesmo entre pessoas com talento. Wolfgang Amadeus Mozart, um talento nato, ESTUDAVA MUITAS HORAS POR DIA desde criança.

Falta de estudo e fama sem bagagem técnica: este foi o retrato do show que envergonhou o Brasil. Nossas “cantoras” neste show com Bocelli mostraram que são nada mais que pessoas desinibidas com muita vontade de aparecer que tentaram pegar carona nas costas de um músico famoso de real talento. Uma pessoa que realmente estudou a arte musical.

Esta mentalidade do improviso sem estudo, querendo criar atalhos ou  arrogantemente revolucionar um mundo complexo sem conhecimento e uma base de verdade arte é o que fazem que todo mundo hoje seja “cantor” e que funk vire arte. Nem o tal conhecido funk na verdade funk é. A falta de estudo fez com que arruinassem o que é realmente funk.

Enfim, fica este alerta, cara leitoras e caros leitores. Isto vale para qualquer campo profissional. Neste mundo online aonde todo mundo arrogantemente se acha “cantor, artista e intelectual”, o grande truque é ESTUDAR, ESCUTAR QUEM SABE MAIS E APRENDER sem se render a modas que usam de atalhos.

A arte agradece.