Arquivo da tag: mulheres contra o feminismo

Ator que interpreta Super-Homem diz que não flerta por medo de ser acusado de assédio e estupro

Padrão

O (muito lindo) ator britânico Henry Cavill conhecido por interpretar o Super-Homem nos filmes mais recentes da DC Comics –O Homem de Aço (2013), Batman vs. Superman e Liga da Justiça  recentmente afirmou que não flerta por medo de ser acusado de assédio e estupro durante uma entrevista à GQ Australia.

– As coisas têm de mudar, absolutamente. É importante também manter as coisas boas, que eram uma qualidade no passado, e se livrar das coisas ruins – destacou Cavill sobre o comportamento dos homens.

O ator de 35 anos prosseguiu com seu raciocínio:

– Há algo de maravilhoso em um homem indo atrás de uma mulher. Eu acho que uma mulher deveria ser cortejada e perseguida, mas acho que eu sou tradicional por pensar assim.

warner / Divulgação

Na entrevista para a publicação, Cavill expôs suas inseguranças.

– É muito difícil fazer isso se há certas regras no lugar. Porque é assim: “Bem, eu não quero levantar e ir falar com ela, porque eu serei chamado de estuprador ou algo assim”. Então você fica, tipo: “Esquece, eu vou chamar uma ex-namorada, e depois voltar para um relacionamento que nunca funcionou de verdade”. Mas é mais seguro do que eu me jogar nas chamas de um incêndio, porque eu sou alguém que está sendo observado pelo público, e se eu flertar com alguém, quem sabe o que pode acontecer? – divagou. – Agora você não pode tentar persuadir alguém que disse “não”. É tipo: “Ok, tá bom”. Mas depois é: “Ah, por que você desistiu?”, e eu penso: “Bem, porque eu não queria ir pra cadeia?” – concluiu.

O ator foi atacado pelas feminazi e justiceiras sociais por justamente mostrar os fatos sobre a vida de um homem. Aquela censura feminsta de sempre. Hoje em dia não se pode falar certas verdade.


Mulheres contra o feminismo: O ativismo feminista e o politicamente correto estão conseguindo que casais não sejam formados na sociedade. O foco sempre foi e sempre será o ataque direto e indireto ao projeto chamado família. Certas mulheres não podem se queixar que os homens não chegam mais pois foi isso que conseguiram ao apoiar esse ativismo feminista que acha um simples “oi” um estupro ao mesmo tempo que apoiam o ativismo gay sendo que reclamam que falta homem no mercado.

Depois das feminazi terem agora o direito de pagar a mais na balada, do direito de apanhar de traveco no MMA e do direito de levar bolada de homem no vôlei, parece que agora as feminazis conseguiram mais uma conquista: a de morrerem sozinhas e sem filhos. George Soros e sua família tradicional que vai perdurar séculos continuam dando risada do fato que seus cãezinhos obedientes chamados feministas acham que quanto mais repetem mantras politicamente corretos que só passaram a existir ontem estão sendo “livres”.

As feministas com seus mantras politicamente corretos conseguiram que casais não sejam formados e deixam de procriar e hoje mais pessoas andam ficando sozinhas. Mas querem que gays tenham filhos e pessoas casem com cachorros, pontes ou madeira. A Europa parece ser um exemplo decadente neste caso e inclusive pessoas como o bonito ator acima igualmente sentem na pele os efeitos da sinistra onda feminista.

 

Impeachment de Dilma Rousseff: Janaína Paschoal tem muito a ensinar a homens e mulheres. Mas onde estão as feministas nesta hora?

Padrão

Janaina-Paschoal

O Brasil hoje precisa de lógica antes de qualquer coisa. Se você usa lógica ajude uma amiga ou amigo a pensar sobre a política brasileira e este momento que vai afetar quem você ama e as futuras gerações aqui no Brasil.

A autora do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, professora de Direito Penal da USP, a dra. Janaína Paschoal, chamou atenção do país ontem pela brilhante defesa de sua argumentação defendendo o impeachment da atual presidente da nação. Janaína pede a saída de Dilma por n motivos que qualquer pessoa decente pediria. Collor caiu por muito menos do que os absurdos que a turma de Dilma fez. Turma esta que elevou a pratica da corrupção ao nível mestre . Sabemos pelas inúmeras provas mostradas que agora está muito pior que a época de Collor, as cifras são incomparáveis. Agora, o escândalo é de valores bilionários, não tem nada de (Fiat) Elba como foi na época do Collor.

Janaína, uma mulher que tem o apoio de homens e mulheres, viu, feministas?

lula feministra grelo duro

Mas quem ainda defende a feminista Dilma depois dos seus discursos que fazem um viciado da cracolândia parecer um doutor em ciências exatas? Quem ainda defende Lula, com seu palavreado chulo, seu amor por cabritas e o seus discursos de ódio que incitam terroristas como os do MST a atacar quem pede por democracia? Vejam abaixo:

partidos politicos feministas

feminismo é comunismofeministas apoiam incestoluciana genro feminista

Feministas, jornalistas socialistas, o MST, professores que doutrinam alunos com a mentira da “esquerda paz e amor” e BBBs como Jean Wyllys. A Deputada Federal feminista e comunista Jandira Feghali, que lidera o coro de ser contra a corrupção é agora “golpe”, é filiada ao PCdoB, partido que apoia publicamente a ditadura mais assassina do nosso tempo, a da Coréia do Norte. Todos os artistas e intelectuais que estão em campanha a favor de Dilma enxergam grande beleza na ditadura cubana. São essas pessoas que ousam chamar os outros de golpistas.

Realmente a esquerda é ótima:

-Nunca deram certo em lugar nenhum do ponto de vista econômico pois vivem de utopia. São contra o livre mercado, interferem em tudo e somente pregam ódio entre as pessoas;

dilma-lenin

-Possuem em 2016 as ditaduras mais antigas do planeta (Cuba e Coréia do Norte).

desmascarando esquerdistas sobre ditaduras

-Chamam os outros de reaça quando os ditadores esquerdista de Cuba e Coréia do Norte ocupam o poder nos lugares que comandam por longos anos e sem chance de eleições;

-Estes mesmos ditadores tem acesso a bens de consumo enquanto o povo não tem. (E a igualdade???)

-Isso sem falar nos direitos humanos que inexistem nestes lugares esquerdistas para gays, feministas e outros “movimentos sociais” (movimentos estes que são esquerdistas em outras nações mas inexistem aonde a esquerda domina. Em terras não esquerdistas estes movimentos incomodam tanto e possuem sempre apoio financeiro de partidos de esquerda).

-E nem iremos citar aqui as Gulags (campos de concentração) usado pela esquerda para eliminar professores, intelectuais e gays….Basta estudar um pouco de historia para ver que aonde chega o esquerdismo, liberdade, paz, harmonia e desenvolvimento desaparecem. E se você for fazer uma pesquisa, vai descobrir que o Foro de SP, um movimento de partidos da esquerda para crescer ainda mais na América Latina é uma coisa continental.

Sem democracia e sem liberdade. Tudo para o partido, pessoas.

12932821_490420677816420_4918718998220048892_n

Mas em pleno 2016, jornalistas que ganham dinheiro com a lei Rouanet (compra votos de pessoas metidas a intelectuais) como a Socialista Morena ainda defendem um regime assassino e macabro como o socialismo /comunismo ou resumindo, o esquerdismo.

 

jornalista socialista

A esquerda com a sua conversa mentirosa de paz e amor pode cometer os mais variados tipos de absurdo. Ou melhor, podia pois agora as pessoa que ainda usam de lógica questionam esta conversa que difere muito da pratica. O que faz a esquerda?

-Defende corruptos envolvidos em escândalos como o da Lava-Jato, fim da Petrobras (empresa das mais ricas do Brasil ,etc)

-Aquele mesma esquerda do presidente Lula e Dilma, que faz piadas com estupros e que chama as feministas de seu partido de “mulheres do grelo duro”;

-Prega a pobreza alheia mas vive no conforto;

-Tem militantes como a Socialista Morena, uma mulher que vende mentiras e que ontem repercutia a campanha “IstoéMachismo. Sim, esta imbecil publicou um texto porco e adolescente acusando Cascão e Cebolinha de machismo e “gordofobia”. Isso mesmo, ela fez um texto atacando aqueles personagens infantis de Mauricio de Souza.

A socialista Morena é uma imbecil que defende os maiores absurdos do planeta. Basta ver o que esta sociopata que fala em democracia e respeito mas defende ditaduras coniventes com a assassina ideologia socialista prega:673ed-fuzi01

dd5d8-1535626_10202977459947363_736402907_n

Enfim, esta é a esquerda que diz ser hippie e mente ser “contra a corrupção e ser paz e harmonia” da boca para fora mas basta alguém agir contra um dos seus e os zumbis cegos pagos com a lei Rouanet (artistas e jornalistas como Gregório Duvivier e a Socialista Morena) ou tendo o cérebro lavado em universidade por professores brasileiros que fazem o Brasil ser insignificante no meio acadêmico. Professores estes que pregam um nacionalismo socialista brasileiro e antiamericanismo/anti-estrangeiro mas vão morar no exterior e passar férias nos Estados Unidos/ Europa.

12472638_1708758929399188_5408592113216656182_n

Esta é a esquerda que relativiza a moral e ofende mulheres como a Janaína Paschoal ou ameaça outras mulheres contra o feminismo de estupro. Quando você é um negro, um gay ou uma mulher sem ficha no partido que não cai nesta lorota de esquerda “paz e amor”, a coisa piora ainda mais. Perguntem aos gays de direita ou ao Smith Hays (que desmascaram o movimento gay e esquerdismo). Perguntem aos negros contra o movimento negro  que igualmente desmascara o esquerdismo do movimento negro). Pergunte a qualquer mulher contra o feminismo. Agora quem sofre com isso é Janaína Paschoal , que teve a coragem de pedir o impeachment de Dilma Rousseff, a feminista terrorista que faliu o Brasil e é pau mandado de Lula, um sociopata.janaína antonio gordo

 

Se Janaína tivesse enfiado um crucifixo na vagina, colocado o sangue menstrual na boca ou tivesse pintado os pelos das axilas de vermelho, quem sabe aí ela tivesse o respeito da esquerda que acha um oi  símbolo do “capitalismo machismo mimimis” mas é conivente quando um político ladrão de mesma ideologia rouba e corrompe mas nada acontece.

Esta é a esquerda . Boazinha, né?

Fica uma pergunta: Quem ainda que usa de lógica e é esquerdista depois de cada dia mais provas que esquerdismo é uma seita doentia?

Feminista brasileira enfia estátua cristã na vagina em “apresentação artística”

Padrão

feminista envia santa na vagina e se masturba em apresentação artística

Cada dia mais as feministas se superam no quesito falta de respeito, escrotice e agressividade. E usam a sexualidade para causar usando a cartilha de Herbert Marcuse.

Algumas inocentes/mal intencionadas/ burras ainda fingem acreditar na propaganda feminista mas se estimularem os neurônios  em 2% verão que o feminismo tem uma agenda maluca e feministas são mulheres desequilibradas, doentes, esquizofrênicas e sociopatas que defendem esta agenda. Sim, toda feminista não presta. Elas tem idéias tortas e destrutivas desde a primeira onda do feminismo e seguem estas idéias como zumbis cegos.

Durante a “peça teatral” da ‘Cooperativa Caráter Invertido’, da Cidade do México, que contou com a ‘valorosa’ participação e contribuição da brasileira Lígia Maria (feminista levantando aquela triste fama da mulher brasileira), feministas como a Lígia enfiam uma imagem cristã na vagina e se masturbam. Vejam o filme adulto neste link http://midiapop.net/brasil/jeffersonulisses/veja-feminista-se-masturbando-com-santa-em-apresentacao-artistica/

Sempre postamos fatos e fatos que desmontam as teorias feministas. Procurem no nosso blog. Divulgamos isto como um alerta para que as pessoas parem de cair na mentira das feministas de “igualdade e coisinhas boas”. Esquerdismo nunca foi isso e o feminismo como movimento esquerdista nunca vai ser também.

Por favor, parem de cair nas mentiras de outras feministas como “isto não é feminismo”. Estas feministas querem limpar a barra das mais agressivas. A feminista ou simpatizante do feminismo que usa o relativismo moral, o deixa disso ou qualquer teoria maluca para justificar ou inocentar a psicocaptia de outra feminista é tão culpada quanto.  Feministas deixa disso NUNCA irão atacar as mais agressivas e irão fazer o papel da turma do deixa disso pois defendem a mesma matriz e e agenda feminista.

Feministas suecas afirmam que preferem ser estupradas do que serem salvas por um homem

Padrão

feministsWomenRatherRaped-1024x535

Ultimamente, a Europa tem sido uma festa aonde o estupro é liberado para os migrantes (imigração é algo bom, mas a imigração descontrolada é um pesadelo). Incentivados pelo governo, os homens locais têm sido enviados para proteger as mulheres dos estupros em alguns lugares. A maioria das mulheres se sentiria aliviada ao saber que pelo menos alguém está oferecendo ajuda em casos de estupro. Em uma situação de vida ou de violação, as pessoas normalmente tomam qualquer ajuda que possam obter. Mas não as feministas. 

Feministas suecas criaram a hashtag #inteerkvinna (traduzido como #naosousuamulher), onde vomitaram  ódio contra o “racismo, o fascismo, os homens brancos, machismo” e muitas outras coisas que podem ser vagamente ligados aos eventos com alguma dissonância cognitiva. Em suma, eles fizeram um acesso de raiva coletiva na mídia social sobre o fato de que os homens brancos europeus estão lutando contra estupro de mulheres por refugiados. (Ou seja, as mulheres serão protegidas por homens).

Sim. As feministas estão com raiva novamente. Não porque as mulheres estão sendo agredidas sexualmente, não porque as mulheres não podem legalmente defender-se, não porque os seus governos negam a conexão entre disparada números de estupro e migrantes (mais artigos aqui ). E elas estão indignadas porque os homens querem protegê-las destes estupros (???).

Se essas feminazi realmente se preocupam com o bem-estar das mulheres, por que não há nenhum grupo de vigilantes feministas para proteger ativamente candidatas a vítimas de estupro? Elas poderiam armar-se com dildos. Eles parecem ter uma abundância desses, é o que eles atiram em pessoas que não gostam delas. Hashtags não irão fazer muita coisa para parar ogros islâmicos que querem estuprar mulheres.

Para finalizar, as feministas suecas dizem que preferem deixarem-se ser estupradas por estupradores do que salvas por um homem branco, europeu.

Mulheres contra o feminismo do Reino Unido: Uma mulher que diz que ela prefere ser estuprada do que salva provavelmente NUNCA foi estuprada.  Temos certeza de que as mulheres que foram violadas teriam amado ter alguém para protegê-las. Estes SJW  e feministas são nada, mas umas ativistas de poltrona. Sempre colocam um alvo fácil (homens brancos heterossexuais), porque eles não sabem nada vai acontecer com eles como bucha. Feministas nunca irão defender os direitos das mulheres na Europa, porque isso significa que elas teriam que assumir uma pequena quantidade de perigo pessoal.

O feminismo é uma doença mental. Acorde

Traduçao parcial do blog Mulheres contra o feminismo do Reino Unido

Mulheres contra o feminismo: feministas podem vender a propaganda que forem com definições de dicionários, mimimis mas sempre vamos olhar os fatos. FATOS. Postamos sempre aqui posts sobre as loucuras feministas (por favor, divulguem isso para amigas e amigos) mas as feministas se superam a cada dia. Somente pessoas sem cérebro ou inocentes ainda acreditam no feminismo. Quem estuda sobre feminismo, nunca vai ser feminista.

Toda pessoa merece ser respeitada? Feministas dizem que sim, nós achamos que não

Padrão

respeito mulheres contra o feminismo

Feministas fazem sempre malabarismos intelectuais e morais para defender idéias tortas desde que suportem a agenda feminista. Muitas vezes em conversas feministas afirmam que toda pessoa (em especial, mulher) merece respeito. Tudo isso para mostrar como o feminismo é aquele paz e amor usando de muito relativismo moral e outros truques.

Uma feminista postou isso no facebook: “Nós só achamos que não importa se a mulher é “vadia” ela pode e deve lutar pelo que ela quer , e que converterá essa vadia tem uma história e tem que ser respeitada , aí vc fala mais ela tem que se dar o respeito , lógico que não.  Toda mulher merece respeito. Porque o respeito é dela por direito.”

Vejam a imagem abaixo de uma mulher contra o feminismo que foi atacada por uma feminista.

Olhem como o feminismo nos respeita. Basta discordarmos das feministas para afirmarem que merecemos ser estupradas.

E fica aqui  a pergunta. Toda pessoa merece ser respeitada? Toda mulher merece ser respeitada? Qual pessoa é ainda imbecil ou inocente o bastante para acreditar nas mentiras das feministas?

Segundo as feministas estas pessoas abaixo tem direito ao respeito por serem pessoas.

Respeito é uma via de mão dupla. Conquiste o respeito e será respeitada.

Mas”o respeito é dela ou de alguém por direito” ?

Claro que não.

Esta  geração acha que há direitos sem nenhum dever. Ninguém tem direito ao respeito. Este é adquirido conforme as atitudes. Uma pessoa com conduta exemplar no que a sociedade valoriza adquire respeito pelo reconhecimento do bem-moral presente em suas condutas. As vezes a sociedade é corrompida por valores tortos e incorretos (acontece pelo mundo e inclui o Brasil mas isto é outro papo).

Se toda conduta escrota como ser vagabunda ou ser um criminoso deve ser respeitada então o ser humano deverá respeito a todos os piores seres humanos possíveis, como as feministas, criminosos e corruptos. Por isso as feministas defendem o relativismo moral sempre. Elas não tem moral para nada e usam de qualquer pessoa para engrossar a camada de idiotas que as seguem.

Será que as feministas pensam que devemos respeitar aquelas malucas que protestam peladas ou que fazem vandalismo com igrejas? Que saem com as calças sujas do sangue menstrual? Que apoiam sexo entre pais e filhos? Respeitar pra elas significa idolatrar mulheres que praticam amor livre, poliamor, promiscuidade, adultério (feministas adoraram a Fabíola né?).Quanto pior for um ser humano (e em especial se for feminista) mais elas exigem algo que nunca fornecem: respeito. E chamam de “mente pequena” quem desmascara esta imbecilidade chamada feminismo.

Feministas também usam o golpe do “Eu não fico julgando ninguém , eu não cuido da vida alheia”.

Claro, podemos ver isso aqui de novo. Feministas não julgam, né? Que mentira.

Basta você ser contra a agenda feminista e contra o feminismo e você vai ser julgada. Pior, a sua família vai ser julgada, seus filhos vão ser julgados e elas irão te atacar. Porém, antes algumas tinham medo e hoje graças as #mulherescontraofeminismo muitas perderam o medo e a censura feminista e receio do ataque coletivo das feministas tem uma rival a altura.

Você que luta contra o feminismo não esta mais sozinha 🙂

O feminismo é tão poderoso que deixou algumas mulheres mais burras sem capacidade de contra argumentar pela falta de lógica, responsabilidade e abuso de feminismo + esquerdismo.

Quem tem mente pequena e fraca é mulher feminista que não refuta nada por ser um zumbi cego e burro.

Carnaval-Copa do mundo: Mulher brasileira é prostituta, Brasil é terra de bundas e as camisas da Adidas.

Padrão

Como muitos já sabem, a Adidas resolveu fazer camisas “homenageando” a  nossa cultura. Claro, com bundas. Vejam a imagem abaixo:

Ou seja, o estrangeiro enxerga o Brasil assim e o Brasil se VENDE assim pois  ser brasileiro ou brasileira é “adorar carnaval, futebol, samba e praia”. Observem:

Nossas escolas que deveriam educar relativizam o certo e errado e afirmam que isso é ” nossa cultura”. Vejam abaixo:

Este post passa longe de querer comandar a vida sexual alheia. Ele tem como objetivo questionar esta hipersexualidade pregada por feministas que querem se comportar como o cafa que elas dizem odiar amparadas na muleta da liberdade (como se vivessem no Oriente Médio rsrsrs), na total falta de responsabilidade aliadas a lógica  e principalmente o resto nada prazeroso disso tudo: a fama do Brasil de terra do turismo sexual e a fama de prostituta da mulher brasileira mundo afora que atinge qualquer mulher brasileira.

E sobre as camisetas?? O governo brasileiro fingiu um ataque de histeria com tal fato das camisetas. A patrulha politicamente correta saiu da toca, deixou o ufanismo tomar conta das emoções, e bradou: “Isso não. Somos “o império brasileiro agora na moda com a Copa aqui no nosso quintal”. Mas o fato é: A bunda feminina brasileira é um dos grandes atrativos nacionais no mercado de turismo internacional. Mulher brasileira no exterior é vista prostituta, vulgar, fácil. Todos sabem disso basta uma rápida procura na internet. E não é obra que se constrói em pouco tempo não…Enquanto alguém viaja para o exterior para ver a natureza, fazer compras, provar novos pratos, etc, o turista estrangeiro na sua maioria sabe que o Brasil é terra de bundas, sexo com um certa facilidade, futebol, carnaval, praias, turismo sexual e mais bundas.

Mas devemos ir procurar a fonte do problema….sem cair na coletivismo ufanista.

O Carnaval vem aí. A nosso cultura e nossos valores são relativizado e estereotipados ao extremo. Mais algumas toneladas de bundas de fora, rebolando, para todos apreciarem, a começar pela Globeleza (daquela Globo “conservadora”demais, né?). Os cartões postais são conhecidos: aquele bundão da mulata com o Pão de Açúcar ao fundo. Liga a TV: bundas rebolando, em tudo que é programa, desde Chacrinha, até Faustão, Caldeirão do Hulk, Pânico, etc. Baile funk: bundas, e mais bundas, descendo até o chão ao som de tá-tá-tá-tum-tum. Funkeiras louvado o seu feminismo e dizendo que surram com a bunda, adoram dar e distribuir. Há bunda pra todo lado. Somos o país das bundas. E tal imagem reflete algo ainda mais forte visto aos olhos de uma pessoa estranha a nossa cultura: o Brasil é uma terra de mulheres no cio e de extrema facilidade no assunto sexo. E tudo isso com o APOIO das feministas “meu corpo, minhas regras, fortes e modernas”. Vejamos:

Se alguém dizer que detesta carnaval (que nem uma festa brasileira é), ufanistas defensores de samba, axé e funk irão dizer que quem não gosta destes estilos musicais não é brasileiro de verdade. Hermes e Renato fazem piada com este assunto (veja abaixo) e lembram muito a feminista que postou aqui dizendo que brasileiro de verdade detesta rock por este ser capitalista opressor machista reaça (vejam o post aqui). Pois é, feminismo é doença mesmo….

O BBB deputado feminista Jean Wyllys e outros socialistas acham legal dar curso curso de inglês para prostitutas para melhor servirem durante a Copa do Mundo. Enquanto isso para taxistas, donos de restaurantes, pessoas que lidam com turistas, etc ….nada. Coisa de governo socialista que vive fora da realidade e pensa que ser mulher brasileira forte e moderna é ser piriguete, prostituta.

Outras feministas como a Tatiana Lionço querem que as crianças entrem na brincadeira e tenham direitos “sexuais”. Postamos sobre isso no passado. Procurem no blog.

E o que falar da prostituta-piriguete que pegou o turista sexual cantor teen Justin Bieber e postou na internet mundo afora? Feministas amam defender este tipo de garota e relativizam elas colocando-as no mesmo patamar de uam dona de casa, nutricionista, professora, etc. O piriguetismo é total filosofia feminista total “corpo dela, regras dela, faço o que quero, mulher forte e moderna”. Tal “jenia que pegou o Justin” quer copiar o comportamento do tipo de homem que deveríamos evitar. Nosso post sobre o tema pode ser lido aqui.

Em épocas de carnaval podemos ver em aeroportos e outros lugares cheios de turistas propagandas como: “Nesse carnaval o Brasil estará distribuindo X milhões de camisinhas gratuitamente. Com AIDS não se brinca.” E este é o mesmo tipo de propaganda que vai ser feito durante as Olimpíadas pois como disse a nossa presidente “Vamos trazer uma escola de samba e arrasar na abertura”. Ou seja, mais bundas. Nessas horas ninguém fala nada.

No Brasil, fora escola aonde alunas dançam funk,  feministas fazem tese de mestrado defendendo a funkeira Valesca que canta “traz a bebida que pisca, parei de dar e vou distribuir, hoje virei put@, etc.” Vejam:

Se alguém residiu ou reside no exterior sabe o que é o Brazilian day. Nele podemos ver brasileiras que adoram mostrar a bunda e toda a festa é feita em homenagem ao axé, samba, carnaval e mais bundas. Ser brasileira é sempre algo a ver com bunda e o pior, isso trazido por parte de mulheres também.

Se alguém for em algum salão de beleza feminino no exterior ou no Brasil vai saber que o que mais acontece é ter mulher brasileira alimentando o turismo sexual de um modo bem feminista. “Faço o que quero com o meu corpo e peguei muitos gringos ontem na balada, etc”, “Adoro ter marido GRINGO ou somente quero me casar com GRINGO, etc”. Mulher brasileira que vai viajar no exterior adora pegar-dar-distribuir para estrangeiros para contar para as amigas depois. Uma parte da mulher brasileira “feminista, forte e moderna” hoje faz turismo sexual. Do outro lado temos o turista sexual que tem na mente aquela fantasia da brasileira fácil, do carnaval, das bundas e nestas horas um alimenta o outro.

Ah, mas a culpa é do machismo? Sério.  Tentem  em um salão de beleza feminino falar de mulher para mulher e condenar estas mulheres acima como piriguetes, falsas conservadores e prostitutas que jogam a nossa imagem no lixo e que são vistas como modelos de comportamento em TVs, desfiles, na sociedade . Condenem as funkeiras nos bailes funks. Questionem o carnaval. Tentem dizer para todas elas mostrarem mais sobre o lado bom do Brasil ao invés de estereótipos para estrangeiro ver. Se você for homem como pai, marido, namorado, irmão tente  falar com uma destas criaturas para maneirar na sua “brasilidade” bundalizada. Elas irão taxar vocês de machistas rsrsrsrs. Entenderam? Nós também não.

Em resumo, possuímos os turistas sexuais de verdade, possuímos a falsa brasilidade de que temos que amar samba, axé, funk, carnaval pois para ufanistas isto é ser brasileiro ou brasileira ( o povo alegre que todos gostam mas ninguém respeita) e por outro lado temos todo um aparato construido por relativistas morais e feministas que abusam da falta de responsabilidade, invertem valores, usam de coletivismo barato, propaganda feminista e vitimismo aliados a impunidade.

Sem hipocrisia. Um país que faz de tudo para colocar a bunda das mulheres no topo da hierarquia dos valores nacionais com apoio de feministas que vandalizam a nossa cultura e nossos valores sociais e familiares, um lugar que prega a falsa brasilidade do samba, carnaval,  agora querer ser moralista e fingir não saber a causa do problema? Vamos acordar, meninas e ver que o problema parte de uma parte do povo brasileiro e da parcela tanto masculina como feminina. E as feministas apoiam isso com relativismo moral e falta de responsabilidade pelos próprios atos.

Globo, bossa nova, rock n’roll opressor capitalista racista e as meninas ensinadas a odiar a sua feminilidade.

Padrão

Feminista pelo jeito fã da global Regina Casé

Lendo as mensagens de um tempo atrás no blog notamos feministas  protestando odiar o rock n’roll por ser “opressor capitalista racista norte-americano”. Sim, pessoas, para elas este estilo de música é coisa do mal. Lembram muito os intelectuais brasileiros e artistas da esquerda caviar do tipo Gil, Caetano e afins que na década de 60 faziam protestos para abolir a guitarra elétrica da música brasileira e rock n´roll em si pois para estes jumentos que cobram o olho da cara por um show a música brasileira deveria ser “cavaco, pandeiro, banquinho, violão” e a alegre bossa nova que causa aquele sono zzzzzzzzzzzzzzz. Ou seja, para estes lunáticos bom mesmo é a imagem fantasiosa do brasileiro macaco de circo-palhaço dançando samba e fingindo uma falsa alegria ou o intelctual introspectivo metido  a gênio.

Como FEMINISTAS NUNCA ACREDITAM NO QUE FALAM,  a nada conservadora Globo (que rede conservadora apoiaria putaria,  prega aborto, traição, apoia movimento GLBT, feminismo como faz a Globo em novelas??) publica em um site seu uma reportagem aonde feministas doutrinam crianças.

Nestes últimos dias saiu no site da Globo uma reportagem de meninas que eram praticamente doutrinadas por feministas usando o estilo de música que as mesmas feministas dizem detestar por ser norte-americana, capitalista, opressora, mimimi. Entenderam? Nem nós. Cobrar coêrencia de uma feminista é tarefa impossível.

O que dizem as professoras (ops, doutrinadoras) sobre esta escola de rock? Elas em itálico e nós em negrito:

“Nosso foco é o empoderamento feminino. O objetivo não é formar bandas nem revelar talentos, mas mostrar que as meninas podem fazer o que elas quiserem, inclusive ter uma banda de rock. Mostrar que elas são iguais aos meninos e não precisam depender deles para nada”, explica Flavia Biggs, socióloga, guitarrista com mais de uma década de estrada na cena do rock independente e diretora do evento.

MCF: Reparem nesta doutrinadora. Nada de igualdade o negócio é ter mais poder para o lado feminino. Ela provavelmente se acha igual ao Anderson Silva e talvez tenha um pênis no lugar de uma vagina (ou talvez seja este o seu sonho) ou desconhece o significado da palavra igualdade pois esta é distorcida pelo movimento feminista. Também deve não saber que todo mundo precisa de alguém e homens e mulheres precisam um do outro para gerar pessoas e sobreviveram por milhares de anos trabalhando juntos.Enfim, feministas usando de truques marxistas para pregar na “conservadora” Globo. 

Flavia se inspirou no Girls Rock Camp americano, criado em 2001 e que ela frequentou em três ocasiões. Depois de organizar diversas oficinas específicas de guitarra para meninas, ela organiza um evento de temática feminista óbvia, mas sem explicitar a palavra “feminismo”. “As meninas em geral têm uma formação individualista, de competir umas com as outras, além de passiva, ou seja, de esperar que outra pessoa tome a atitude.” Por isso, explica, a ausência de meninos: “Se eles estivessem aqui, provavelmente tomariam a frente para organizar e liderar tudo. Por isso, para que a gente possa treinar essa atitude independente, é que o evento é feito só de meninas”, completa.

MCF: Uma feminista se inspirando em um evento norte-americano de música “rock  opressora capitalista racista”? Coerência nunca, né? Depois podemos ver que feministas querem na verdade É DOUTRINAR meninas a se comportarem como meninos e a negar as suas características que fazem delas tão especiais. Marxismo cultural agindo desde a infância como é pregado por Gramsci e outros. Outra, renegam os meninos pois segundo as feministas eles  seriam mais líderes. Hum, mas não são as mesmas feministas que renegam a biologia e dizem que meninas e meninos são iguais? Se os meninos fossem colocados na banda eles não seriam tão líderes assim segundo as próprias teorias feministas que ELAS mesmas NÃO ACREDITAM.

Também estão no “currículo” aulas de defesa pessoal, para prevenção de situações de assédio e violência. Elas se dividem em grupos e metade representa meninos em posição ofensiva, enquanto outras colocam a mão na frente do rosto para afastar o “oponente” enquanto gritam “não” em voz alta.

MCF: Novamente a igualdade feminista (na verdade a falta dela) inspirada em Marx e na guerra entre classes. De um lado meninas boazinhas e ao mesmo tempo frágeis, dóceis e do outro lado meninos malvados psicopatas. E ainda existem pessoas que digam que o feminismo luta pelos direitos dos homens rsrsrsrs.

Em resumo: do mesmo jeito que novelas de Rede Globo apoiam o estereótipo do brasileiro palhaço no programa Esquenta, do mesmo jeito que a Globo prega a revolução cultural nas suas novelas  aonde putaria, prostituição, traição, aborto, gayzismo e tudo o mais também acontece no BBB, tal reportagem comprova e mostra a cara da nada conservadora Rede Globo que tem o poder de doutrinar e ditar o que os brasileiros e brasileiras devem pensar. A Globo apronta mais uma das suas e tenta afirmar que todo o Brasil se resume a uma fantasia de estrangeiro do Rio de Janeiro. Quem discorda não é brasileiro. Essa turma andou bebendo da mesma fonte da esquerda caviar que odeia o rock e a guitarra elétrica por serem ” uma simbologia capitalista opressora”.

Quem não reparou nos nossos valores invertidos ainda e a sua relação com a Globo corre o risco de ser vítima de tal falta de conhecimento. A crise no Brasil faz um bom tempo deixou de ser econômica e se tornou moral.