O lixo feminista da Escandinávia: feministas suecas baixam a cabeça para líder muçulmano e colocam véu.

Padrão

feminismo-suecia

Todas sabemos que as feministas dominam a Escandinávia. Tal lugar é dominado pelo politicamente correto e feministas usam de muita engenharia social para desmasculinizar meninos e masculinizar meninas. Tudo isso em nome da “igualdade e usando de muita ideologia de gênero”. Pobres crianças deste lugar.

As mesmas feministas tanto falam de poder que mesmo por lá as poderosas mulheres feministas ainda deixam os trabalhos duros para os homens (assistam este excelente documentário) . Mesmo por lá as feministas querem ainda mais depender do governo e medidas como bolsas e cotas existem para qualquer grupo que elas considerem minoria.

As poderosas feministas que tanto odeiam homens, que são incapazes de comprar uma pílula e um preservativo querem usar o aborto como modo contraceptivo. E claro quem paga é o Estado.

Os índices de natalidade na Europa andam em baixa. Tudo que visa destruir o relacionamento homem e mulher anda em alta.  O aborto é pregado como uma um remédio para uma doença e mais homens e mulheres vivem sozinhos.

Ao mesmo tempo imigrantes ilegais (muitos refugiados muçulmanos) estupram mulheres e nações da Escandinávia escondem os dados.

Mas fora isso as feministas deste lixo chamado Escandinávia preferem ser estupradas que salvas por um homem sueco.

No lema “um dia por vez”, a esquerda européia (principalmente na Escandinávia, França e Alemanha) vai se revelando cada vez mais desonesta e cínica, desumana ao ponto de apavorar até mesmo alguns psicopatas.

Segundo o Barritrad, grupos feministas da Suécia iniciaram uma campanha não contra os imigrantes islâmicos que estupram as mulheres suecas, mas contra os homens suecos que decidam protegê-las.

Mas agora em fevereiro de 2017 a coisa ainda piora. Feministas por motivos claros (o feminismo é um movimento esquerdista) ficaram de mimimi contra Trump. E como postamos aqui inclusive protegeram um rapaz que bateu em uma mulher que questionava esta marcha das mulheres (que é liderada por uma muçulmana).

As feministas suecas postaram fotos fazendo cara feia contra Trump.

Isso foi no dia 8. Menos de uma semana depois, no dia 13, em visita ao Irã, podemos ver Isabella e suas colegas do “primeiro governo feminista do mundo” cabisbaixas, amuadas, se submetendo a usar hijabs, chadors e casacos longos e pesados para esconder seus corpos e cabelos. Em terra de sharia, feministas baixam a cabeça e ficam caladas.

Ou seja, atacam Trump que é casado com uma imigrante e que tem o apoio de muitas mulheres. Mas baixam a cabeça, colocam véu e tudo o mais para lideres de lugares aonde a mulher é um ser de segunda classe.

Ou seja: As feministas são as AMÉLIAS do partido que sempre obedecem como ovelhas cegas que sempre foram. Feminismo nunca foi para defender as mulheres e sim sempre foi um movimento com um agenda que vai sempre contra tudo que é relacionado ao Ocidente. O governo feminista da Suécia e do resto da Escandinávia é somente mais um exemplo da subserviência feminista ao islamismo.

Falta de valores familiares: A deputada feminista Maria do Rosário, aparentemente não tem capacidade de criar a própria filha, mas quer ditar como famílias devem educar seus filhos.

Padrão

maria-do-rosario-diz-que-vai-acionar-pf-por-causa-da-filha-google_1164291

Quer saber como o feminismo ajuda a destruir a nossa civilização? Compre este livro antecipadamente. Clique neste link.

Atualidades envolvendo uma deputada feminista: A filha de Maria do Rosário, M. L., menor de idade,  aparece em fotos no seu Instagram (fotos da própria menina) com mensagens e imagens que deixam a entender que ela passa por anorexia severa e usando drogas. Muitos comentários deixam a entender exatamente a mesma coisa. Isto estava nas redes sociais da própria menina.

Vejam todas imagens neste link aqui. Esta é a filha da deputada feminista Maria do Rosário (PT-RS) que dita regras pros outros mas esquece da própria filha. Olhem o infeliz estado da menina 😦 Que triste.

Vejamos, pessoas: A deputada feminista Maria do Rosário, aparentemente não tem capacidade de criar a própria filha, mas quer dar pitaco nacionalmente em como outras famílias devem educar seus filhos. Esta deputada é envolvida em muitos projetos e leis com uma agenda esquerdista aonde quer DITAR como pais devem cuidar dos filhos.

 

A filha da deputada feminista é menor de idade e postou estas fotos sexualizadas no próprio Instagram dela, que antes dessa publicação, estava publico para todos verem. Esta é a deputada que nos quer dar aula de como devemos educar crianças.

E como fica a deputada agora? Vai acusar a sociedade do que? Meu corpo minhas regras vai valer pra própria filha? Ou vai falar da objetificação da mulher quando a própria menina postou isso na internet?

E agora, feministas?

Dizem que os filhos pagam pelos pecados dos pais. Infelizmente este parece ser o caso da menina que teve o infeliz destino de ser filha desta feminista gaúcha chamada Maria do Rosário que entre outra coisas acha o ditador Fidel Castro uma pessoa boa.

Os familiares da Maria do Rosário parece que sempre foram problemáticos. De uso de drogas a pedofilia a coisa é macabra. #NandoMoura (se inscrevam no canal do Youtube dele)  fala muito bem sobre este tema:

 Fotos com feridas e machucados são frequentes no Instagram da menina. Outra imagem  tirada do Instagram da garota é de tema tenso aonde um cachorro  é visto com um cigarro de maconha na boca. “Essa emma que é igual a mãe dela”, diz um usuário da rede social. Aonde se encontram os veganos e defensores dos direitos dos animais nestas horas?
O que achamos?
Vergonhoso e criminoso é o abandono e negligência da mãe (deputada feminista Maria do Rosário) dessa menina, que vendo o estado deplorável da própria filha nada fez. Isto nunca surge de uma hora para outra. A própria menina está pedido socorro ao fazer estes posts! Cadê o Conselho Tutelar e MP? A menina é menor e está visivelmente negligenciada pelos responsáveis.
Se uma jovem menor de idade que não trabalha, não tem renda própria e é dependente dos pais, quem financia a compra das substâncias ilícitas que ela consome? Fica a pergunta.
A deputada feminista sempre arrotou ordens, quis destruir a família e colocar o Estado no meio para cuidar das nossas criança renegado os pais. Pois bem, em nome da sociedade perfeita esquerdista esqueceu da própria filha. Que tipo de mãe é essa? Uma feminista, uma esquerdista, uma psicopata.

Mas isso é normal esperando desta deputada que foi eleita por gaúchos zumbis e idiotas.

Maria do Rosário é aquela mulher que passou a vida inteira dizendo que o estado tem que interferir na vida das famílias.

Maria do Rosário é aquela mulher que pregou a lei das palmadas para destruir ainda mais o já conturbado e sagrado circulo familiar.

Maria do Rosário é aquela pessoa que apontou o dedo em riste para a figura paterna sempre que pode, tudo para fins políticos.

Maria do Rosário está se vitimizando porque a sua filha postou fotos em suas próprias mídias sociais e as pessoas se chocaram com o fato da menina visivelmente estar abandonada. A menina tem a sua dose de responsabilidade e talvez seja até uma patricinha. Mas é visível a falta que amor e uma família fazem para esta moça. Bom lembrarmos que de Norte a Sul existem jovens da mesma idade que tem que trabalhar, parar de estudar e muitas vezes ajudar os pais a manterem as suas famílias.

Do jeito que a menina se comporta fica a dica para os relativistas morais: ISSO NUNCA VAI SER NORMAL. Esta menina necessita de ajuda.

Infelizmente a Maria do Rosário está fazendo política e atacando as pessoas ao invés de se olhar no espelho, renunciar e ir cuidar da própria filha. Culpa o vento, o céu, a lua para fugir da responsabilidade e mostrar o povo o que ela é: uma mãe ausente e incapaz. Deveria se preocupar com a filha que infelizmente se encontra em um estado nada saudável. Seria este ataque da deputada um ato para fugir do remorso que sente?

As perguntas que não querem calar são:

Cade os arautos do estatuto da criança e do adolescente? Quando o estado vai tirar a guarda da deputada? Quando ela vai renunciar o mandato para cuidar da menina? Quando ela vai admitir que ela parece ser uma mãe ausente e incapaz e pedir desculpas a filha? Dar amor quem sabe?

Ficar papagaiando e gritando fascistas (que quer mais Estado, coisa de esquerdista que é um zumbi do Estado) pra lá e pra cá é algo para tirar o foco do fato. Nosso grupo de mulheres somos vacinadas contra este tipo de mentira.

Maria do Rosário passou a VIDA inteira falando da família dos outros.  Xingou todo o mundo. Agora provavelmente o destino vai cobrar dela.

Aos conservadores e liberais que ficam com pena da Maria do Rosário fica um alerta sobre como a esquerda age: Alguns textos de direitistas condenam falar sobre este fato que DEVE SER FALADO SIM. Uma pessoa que é paga com nossos impostos e julga todo mundo dando aula de moral mas tem isso em casa passa longe de dar exemplos. Uma pessoa publica como esta deputada que defende valores invertidos deve ser desmascarada. Ela quer nos ditar como cuidar dos nosso filhos mas é incapaz de fazer o trabalho de casa.

Iremos lembrar: Esquerdista nenhum pediu desculpas pelo bullying pesado que fizeram com o filho autista do Donald Trump. O PSDB é um partido esquerdista frouxo mas a família de Aécio foi severamente atacada pela esquerda PT, PSOL e similares esquerdistas mais radicais. Nenhum pediu desculpa. O líder da Coréia do Norte mandou matar o próprio irmão envenenado. Ninguém pediu desculpas.

A esquerda desconhece o significado de amor e valores. Família é algo inexistente para este povo.

  A única coisa que eu esperamos é que agora alguém ajude a menina que está em apuros. A deputada feminista Maria do Rosário em por dever moral renunciar pra cuidar da filha que infelizmente parece estar a mercê da própria sorte. Ou alguém tem que agir e tirar a menina da guarda da deputada. Adolescentes podem ser rebeldes mas as coisas passaram dos limites como sugerem as fotos da menina.

Toda força a ela. (Bom lembrarmos mais uma vez que de Norte a Sul existem jovens da mesma idade que tem que trabalhar, parar de estudar e muitas vezes ajudar os pais a manterem as suas famílias)

Porquices feministas do Catraca Livre: Feminista ensina yoga sem absorvente higiênico para “quebrar tabu”.

Padrão

c40owd1waae1-ct-jpg-large

O site Catraca Livre (um lixo livre na verdade) recebe subsídios do George Soros, um dos maiores globalistas do planeta que também apoia feministas. O Senhor Soros definitivamente passa longe de ser uma boa pessoa e tem uma agenda bem maligna.

Nesta de fazer propaganda feminista, o Catraca Livre apoiou uma feminista que ensina yoga sem  absorvente higiênico para “quebrar tabu”. Esta idéia de louvar a menstruação como algo sagrado é popular entre feministas desde a segunda onda. Umas pregam que as mulheres saboreiem o sangue menstrual.

Sim. NOJENTO.

Decididamente… isso é doença mental! Só camisa de força! Que coisa de péssimo gosto. Isso é realmente a falta de argumentos em junção com a falta de higiene.

Pedimos as leitores e leitores para descurtir o Catraca Livre e a ajudar a desmascarar tal page. Com postagens que defendem os maiores absurdos escondido com frases bonitas o Catraca Livre apoia regimes ditatoriais como a Venezuela entra outras tantas coisas.

Para saber de outras nojeiras feministas….leia aqui.

Feministas africanistas destilam raiva e rancor contra menina que sofre com o câncer. Motivo? A mentira da apropriação cultural.

Padrão

16729406_1358786177526686_5847656718558213281_n

Informe-se e avance na luta contra o feminismo. Garanta este excelente livro que junto com o Outro lado do feminismo vai ampliar os seus horizontes sobre o maligno movimento feminista.

Agora o nosso post….

Uma pessoa que sofre com o câncer enfrenta uma grande batalha. Muitas vezes até políticos pegam leve nestas horas ao falar com adversários. Mas as feministas e SJWs passam longe de serem normais e mostrar empatia.

16708633_1358786247526679_2462440615612807538_n

Na verdade, tais grupos se mostram de uma crueldade sem procedentes ao atacar quem nem conhecem.

16473578_1358786280860009_4115155360473558510_n

Mas o que esperar de grupos esquerdistas que defendem regimes ditatoriais e matam milhares por um mundo melhor?  Os atos se diferem mas a fonte é sempre a mesma: a esquerda dividindo para causar e conquistar. E atacam até pessoas doentes para atingir tal objetivo.

16649277_1358786204193350_1818129590981021261_n

Thauane Cordeiro é uma mulher que luta contra o câncer. Faz tratamento e perdeu os cabelos por isso. Como muitas pessoas que passam por isso fazem, cobriu a cabeça com algo. Um simples turbante. A moça foi atacada e hostilizada por feministas africanistas porque, segundo elas, Thauane é branca e esta usando indevidamente o turbante, que é um objeto de origem africana.

16754808_1338598066161362_1635030307_n

A última moda entre frescurentos de Facebook, que aprendem revolução em faculdades de extrema-humanas, é acusar brancos de praticar apropriação cultural quando estes utilizam algo da cultura negra.

Para esta turma de infelizes é  apropriação cultural usar dreadlocks no cabelo ou turbante na cabeça. E seria apropriação cultural ouvir rap. Comer acarajé e jogar capoeira? Apropriação cultural. Outras formas de apropriação cultural não costumam ser elencadas no balaio e não viram ensejo para chiliques porque alguns negros dependem delas, como comprar artesanato com cores da bandeira da Jamaica em feiras hippie.

Ao mesmo tempo estas pessoas dizem o bom mesmo é o multiculturalismo e cada pessoa usa o que quer. Notaram mais uma vez a incoerência da esquerda.

A estupidez é tão estúpida que ultrapassa as raias de qualquer ridículo anteriormente proposto por comunistas e progressistas. Eles sempre falam de amor e paz mas pregam o inverso. Mas neste caso mostram a frieza e crueldade ao atacar uma menina que sofre de uma doença terrível. E atacam por um motivo banal.

Mas é claro que a apropriação cultural somente funciona se for do jeito que estes justiceiros sociais querem. Negros africanistas, falando português ou inglês (línguas européias), postam no Facebook (inventado por um judeu, parte de um povo outrora perseguido e escravizado por africanos no Egito), usando notebooks (inventados por brancos) que estão ofendidos porque algum branco fez dreadlocks ou usa turbante. Estes mesmos negros comem pizza, sushi, fazem jiu jitsu e usam ternos e gravatas entre outra coisas sem querer serem julgados pois o “mundo deve a eles”.

Beyoncé, a musa feminista que tem orgulho de ser negra, alisa o cabelo e pinta de louro. Querem falar de apropriação cultural? Queimem seus sapatos Loubotin, Prada e até as Havaianas. Os negros andavam descalços e enrolados em trapos. Considera-se africano? Qual é a sua tribo? Fala algum idioma africano? O ônibus, avião e carros não foram inventados na África. Ande a pé.

Uma destas africanistas que é sempre desmascarada pelo (recomendamos curtir) Negros contra o movimento negro – 2 é uma feminista que ofende homens negros que se relacionam com brancos. Ela prega isso em nome do orgulho da raça . Isto é racismo escancarado. Mas ela vai longe. Ela faz isso e se relaciona com um russo que é branco como a neve.

Imaginem a treta que seria se ficarmos nesta de brigar por pureza de raça (algo nacional socialista, nazista)  em um lugar como o Brasil aonde o povo é mestiço?

Em resumo: A partir do momento que alguém comprou algo com o seu dinheiro, esta pessoa tem o direito de usar como e quando quiser. Estas sociopatas deveriam mostrar empatia com pessoas que sofrem com câncer. As pessoas tem que se unir para doar e fazer pesquisas para combater esta doença que nos tira pessoas queridas.

Feministas da marcha contra Trump defendem rapaz esquerdista que agride mulher

Padrão

liberdade-de-expressao1

Recentemente vocês devem ter visto um caso de uma mulher que foi agredida por um rapaz do movimento contra Trump lá nos EUA. As feministas (que protestam contra Trump por ele cortar verba do movimento feminista), ao invés de defendê-la, fizeram uma barreira para proteger o tal agressor.

O canal Rebel Media foi cobrir a “Marcha das Mulheres contra Trump”, que ironicamente ocorreu no Canadá, país que não é governado por Trump. Isto sem falar dos americanos esquerda caviar que diziam que iriam se mudar para o Canadá caso Trump vencesse. Mas porque ninguém quis se mudar para o México ou Cuba, hein?

Durante uma das entrevistas, um homem esquerdista socou a repórter Sheila Gunn Reid, e depois disso ele foi protegido pelas feministas que estavam por perto, provando, mais uma vez, que esquerdistas não se importam com violência contra as mulheres, mas com a própria agenda totalitária.

Isso é mais comum do que se imagina, muitos esquerdistas defendem a sua causa através daquela frase: os fins justificam os meios. Vimos isso com a desculpa de uns petistas sobre o roubo da Petrobrás ser para o projeto de país.

Infelizmente a hipocrisia e falsidade desse pessoal, acaba até atingindo uma criança, que nada tem a ver com a situação, não pediu para estar ali e mesmo assim segue sendo atacada de forma covarde. Feministas atacaram o filho de Trump (um criança) e teve gente chamando ele de futuro estuprador.

Mas nós já deveríamos estar acostumados, pois, eles (feministas e o resto da esquerda se comportam como ovelhinha cegas) só defendem aqueles que pensam iguais. Os outros, são marginalizados e atacados por eles que fingem pregar aquela tolerância mais intolerante que todas sabemos.

Mais uma vez o movimento feminista mostra a sua face:

1-O movimento feminista nunca vai aceitar debater com fatos que desmascaram o que o movimento feminista é: um movimento esquerdista que odeia ser questionado e adora depender do Estado (feminismo é fascismo de saias);

2-Pouco importa se uma mulher é agredida para o movimento feminista. Basta ela ser contra o feminismo ou neutra para as feministas virarem a cara e ainda proteger o agressor.

Confira o vídeo:

O caso do Leo Stronda e outras imagens que desmascaram o feminismo e movimentos simpatizantes

Padrão

15937217_995403210603749_5390709738526121468_o

Vazam nudes do Léo Stronda (sim, nem sabemos quem é mas o assunto é relevante pra mostrar a hipocrisia das mulheres simpatizantes do feminismo). A página do rapaz está cheia de mulher (aquelas que depois dizem serem objetificadas e usadas mimimi)  elogiando o ### do rapaz. Um monte de gente fazendo piada e ele mesmo levou na brincadeira.

Lembram quando vazaram fotos de celebridades NUAS? Foi mimimi machismo aqui, mimimi opressaummmm pra todo lado e etc. Sim, se fosse de alguma mulher, já teria protesto feminista e todos os homens que estivessem comentando seriam taxados como estupradores. As mulheres que estão lá elogiando ele, devem ser as mesmas que lutam contra a “objetificação do corpo da mulher”, e que dizem que todo homem é um estuprador em potencial.

Outra coisa: mais de 90% das mulheres simpatizantes do feminismo adoram dizer odiar um cara bombado pois preferem a inteligência e a sensibilidade do homem feminista. Pois bem, o rapaz é bombado e este bando de mulher afetada pelo feminismo ficou em polvorosa pelo rapaz. E os homens feministas sensíveis? Sendo humilhados como capachos que sempre foram.

Aquela coisa, né? Feminismo e coerência nunca andam juntos.

Funciona assim: feministas e simpatizantes sempre culpam alguém para fugir da responsabilidade dos próprios atos.

Se acham um cara bonito se comportam como cadelas no cio mas mesmo assim culpam o patriarcado se alguém (com sérios problemas visuais) achar elas bonitas. E se ninguém achar elas bonitas, a culpa vai ser do patriarcado e do mundo pois toda mulher é bonita. Mas elas podem decidir qual homem e qual mulher é bonita. Pode julgar. Outras pessoas, segundo elas, não podem opinar em nada. Afinal, feministas se acham superiores a todo o mundo.

Gostaríamos também de parabenizar as imagens bem feitas da India Capitalista Opressora. Ela usa de muito bom humor para desmascarar o feminismo e suas simpatizantes. Um excelente trabalho ilustrativo do  Emerson – desenhista e ilustrador. Curtam eles no facebook.

15107217_956231934520877_2282908321219214781_n15134601_956819867795417_7297974267409244264_n15253381_963638347113569_8441077126919813918_n15267822_966385566838847_5940700806354797167_n15271764_964300010380736_574519422192132886_o15288696_964512227026181_8176386922176292462_o15433778_971058309704906_4380371479017636089_n15590768_976676522476418_651441064863630070_o15622220_975485295928874_6062659902841591541_n15672513_978949542249116_7736406877553103970_n15724779_980431245434279_3779774237226216635_o15896129_989495031194567_1412504664990013942_o15937217_995403210603749_5390709738526121468_o16107460_995160180628052_7904938226249939635_o

 

Profissional da saúde feminista defende nojeiras com a menstruação e que homens nunca saibam se são pais dos próprios filhos

Padrão

fisioterapeuta-feministafeminista-da-saude

Uma leitora nos enviou o print de uma conhecida/ amiga feminista. Pelo que a leitora comentou, a feminista é uma profissional da saúde. Pois bem, a feminista acha que a menstruação foi amaldiçoada e concorda que homens nunca devem saber se são pais dos próprios filhos e outros absurdos. Enfim, coisa de mulher louca. Isto que fez curso superior na área da saúde, imaginem se tivesse feito humanas….

Vamos escrever palavra por palavra do texto de mais uma feminista imbecil e desmascarar estas mentiras de uma mulher com sério problemas mentais (o que parece ser o caso de toda feminista). Nossos comentários em negrito:

——————————————————————————————————

……Recebi esse texto maravilhoso de uma amiga muito querida. Gostaria de compartilhar com as amigas do face!

Mulherescontraofeminismo: mais uma louca que fica de mimimi na internet com amigas azedas e mal amadas.

Antigamente,bem antigamente, as mulheres eram os seres mais sagrados dentro de uma tribo ou comunidade.

Mulherescontraofeminismo: Mulheres sempre foram protegidas pois para uma tribo sobreviver  era arriscado colocar uma mulher para caçar ou guerrear contra invasores (embora uma ou outra ajudasse SEM FEMINISMO) a lutar. Se uma mulher viesse a falecer a sobrevivência da tribo estaria comprometida. Nada tinha a ver com feminismo e estas besteiras. A mulher tinha um papel social (proteger no ventre uma criança, amamentar e cuidar do ambiente doméstico). O papel social do homem era proteger e lutar para preservar a sua tribo (incluindo mulheres). E isto estamos falando em um período anterior a  civilização, sem conforto, acesso a comida e vivendo com animais selvagens aonde a vida era bem pior.

Porque elas geravam a VIDA. Só elas.

Mulherescontraofeminismo: MENTIRA. Homens também geram vida. Para uma vida ser gerada, o óvulo precisa do espermatozóide. Biologia básica. Por isso um casal de gays ou lésbicas nunca vai conseguir ter filhos. Somente casais hetero podem gerar filhos.

Nas sociedades mais primórdias a sexualidade era instintiva e resumindo: todo mundo transava com todo mundo. Ninguém era de ninguém. E as mulheres engravidavam e seus filhos eram de todos, criados pela aldeia. Por muito tempo os homens não sabiam que tinham participação naquilo que era então visto como algo sobrenatural, um presente dado pelos deuses e as mulheres seu abençoado meio.

Mulherescontraofeminismo: Nas sociedades primitivas, estupro em mulheres de uma tribo perdedora era algo normal. Matar crianças consideradas fracas? Normal. Isso entre outras coisas mais. Feminista sempre tentando romantizar a sociedade com mentiras socialistas e coletivistas. Em 2017 ainda acham que ser hippie funciona.

Nesta época, tecnologia e luxos pouco existiam. Tudo era para sobreviver, querida. E em muitos casos atos selvagens eram tolerados.

Em algum momento porem os homens perceberam que a mulher não engravidava sem eles. Foi mais ou menos na mesma época em que foram deixando de ser nômades, passaram a se instalar fixamente em um lugar e a partir dai surgiu a propriedade privada.

Mulherescontraofeminismo:Os homens deixaram de ser nômades por outros motivos mais relacionados a obter alimentos (desenvolvimento da agricultura. Sou da roça e sei como agricultores tem e tiveram um papel importante da sociedade). As pessoas podiam ter acesso mais fácil aos alimentos sem precisar caçar e arriscar a vida para obter comida. A propriedade privada é uma das bases da civilização ocidental. Isto pode ser passado para os familiares (marido, mulheres, filhos). Caso contrario, tudo vai para outra pessoa (hoje em dia, O ESTADO).

E com ela a noção de herança. E com ela a necessidade dos caras de assegurarem sua prole.

Mulherescontraofeminismo: Dificil de entender as feministas. Se o homem quer assumir a sua prole e deixar herança, bens e outras coisas, é machismo mimimi. Se ele foge da mulher e deixa de assumir a prole (segundo elas, machismo e mimimi de novo) e o ESTADO e as feministas obrigam ele a pagar pensão.

Hora de se decidir, feministas?

Mas como eles poderiam saber se um filho é dele? A mulher sabe que o filho dela mas e o homem? Só havia uma forma: se a mulher só transasse com ele e mais ninguém. E a partir dai surgiu o casamento, a monogamia, o patriarcado e o conceito de propriedade se estendeu às mulheres.

Mulherescontraofeminismo: A monogoamia consiste também que o homem se relacione somente com a própria mulher.  Isto vale para mulheres e homens. Novamente as feministas indecisas:

1-Se o homem se relaciona com muitas é “machista, galinha, pegador” (mas o que tem de mulher afetada pelo feminismo que adora este tipo ao invés de achar um homem honesto visto como chato é de ficar surpresa).

2-Se o homem se relaciona somente com a  própria mulher agora é machismo também.

Lógica?

Aos poucos foram trancadas em casa, servindo apenas a função de gerar e cuidar da prole. A historia que a gente ja conhece.

Mulherescontraofeminismo: Mulheres tinham um papel social como foi explicado antes. Homens também possuíam entre eles irem trabalhar para sustentar a casa e familiares. Outro papel consistia de ir lutar em guerras. Na segunda e primeira guerra, os homens europeus foram praticamente dizimados enquanto as mulheres ficam em casa PROTEGIDAS. Claro que algumas ajudavam como enfermeiras e outras mais audaciosas eram usadas como espiãs.

E as feministas? Eram todas de classe alta, ricas e esquerdistas, fazendo campanhas para homens menores de idade e analfabetos irem pra guerra (leiam sobre a pluma branca).

Para garantir a submissão em várias esferas a mulher foi diminuída e reprimida. Sua sexualidade considerada pecado, até mesmo se tocar, até mesmo pensar nisso. A mulher deve se cobrir, se esconder. Sua vagina é horrível, fedida, a menstruação suja. Nojenta. Impura. Feia.

Mulherescontraofeminismo: As feministas que dizem que se relacionar com homens é coisa de mulher traidora, ué?

Sobre a menstruação……. Estes costumes que ainda hoje existem em  tribos primitivos que a feminista defendeu anteriormente. Se menstruação fosse esta coisa linda e cheirosa seria perfume, feministas? Mas esperar o que de feministas que fazem coisas nojentas deste tipo.

Menstruação.
Será que existe algo mais feminino que isso?
Será que existe algo mais natural para uma mulher do que menstruar?

Mulherescontraofeminismo: Mas não são as feministas que dizem que qualquer pessoa pode vir a ser mulher? Mas que preconceito? Algo natural? Hora ir no banheiro fazer o número 1 ou 2, louvar aos deues e fazer textão no facebook também.

E quantas opressões existem em torno disso?

Mulherescontraofeminismo: mimimi feminista.

Por quanto tempo tivemos vergonha de menstruar. Vergonha de pedir um absorvente.

Mulherescontraofeminismo: defende a menstruação e diz que não tem vergonha mas quer usar absorvente pra cobrir a menstruação. Bem coerente? Se tem tanto orgulho faça como as feministas que passam o sangue menstrual na boca, oras. Esta defesa da menstruação como algo de pessoas escolhidas por um ser superior é mais uma falácia feminista que existe desde a década de 70 (texto aqui). Sim, pessoas o feminismo moderno é fruto do igualmente lixo, nojento e doentio feminismo antigo.

Em muitas culturas a mulher “naqueles dias” (ate a palavra era evitada) não saia de casa e seu estado era limitante a coisas inusitadas como lavar a cabeça, comer determinados alimentos, fazer sexo e outras atividades,dizia-se certas coisas azedavam se manipuladas por mulheres menstruadas.
O que era benção virou maldição, o que era normal virou obviamente um incômodo. Algo indesejado.
Quando surgiram medicamentos capazes de controlar e ate mesmo nos livrar daquilo a adesão foi enorme. A desagradável obrigação de menstruar junto com tantas outras coisas fez com que muitas mulheres odiassem ser mulher.

Mulherescontraofeminismo: Mais uma conversa vazia sem lógica. Acham menstruação normal e algo maravilhoso mas depois querem absorventes e medicamentos como a pílula. Agora afirmam que coisas como a pílula e absorventes oprimem a mulher.

Este é o maior mal do feminismo: formou uma geração de mulheres infantis e mimizentas que reclamam de tudo, enxergam machismo em tudo. Defendem uma idéia e depois condenam a idéia que antes defendiam. Falta de responsabilidade, mal caratismo e lógica é o que define uma feminista.

Quantas vezes ja ouvimos mulheres bradarem desejar ter nascido homem?!

Mulherescontraofeminismo: São as feministas que querem COPIAR OS HOMENS EM TUDO, INCLUSIVE COMO OS HOMENS FAZEM XIXI. Vejam neste nosso post antigo

A história da desconexão da mulher com seu feminino não aconteceu em pouco tempo, levou anos, séculos.

Mulherescontraofeminismo: mimimi feminista.

Mas hoje estamos voltando…..
As mulheres estão falando sobre isso em suas rodas, desejam sentir seu corpo, conhecer seu ciclo natural sem influência de hormônios externos, se olharem e se amarem como são. Naturalmente.
É mais fácil ser homem? Num mundo machista como o nosso parece que sim.

Mulherescontraofeminismo: mimimi feminista.

Mas ja podemos olhar para o organismo de alta complexidade que é a mulher, tanto em nível físico quanto emocional, seus pensamentos amplos, sua profundidade, sensibilidade e intuição…. e admirar imensamente…. Achar lindo, muito lindo…..

Eu tenho orgulho de ser mulher.

Eu amo ser mulher.
Eu não queria ter nascido homem.

Mulherescontraofeminismo: Mentira. São as feministas que querem COPIAR OS HOMENS EM TUDO, INCLUSIVE COMO OS HOMENS FAZEM XIXI. Vejam neste nosso post antigo

E você?

Texto: Ginecologia Natural

Mulherescontraofeminismo: Somos contra o feminismo e sempre iremos combater este movimento que é um câncer na nossa sociedade. Este texto é mais um  mimimi feminista de uma profissional da saúde bipolar incoerente sem a mínima noção de higiene e que em 2017 usufruindo do máximo conforto da civilização defende costumes selvagens. Mas depois reclama e depois defende. E reclama de novo.

Ou você é inteligente ou é feminista. Impossível ser as duas coisas pois o feminismo é desprovido de lógica.