Arquivo mensal: junho 2014

Feministas e simpatizantes defendem bandido (estuprador??) por acharem ele bonito.

Padrão

As leitoras e leitores do nosso blog e do nosso facebook provavelmente ouviram falar do perigoso bandido que andou causando na internet por ser visto como “gato”. Simpatizantes do feminismo e feministas em si ficaram com a vagina o corpo pegando fogo e muitas afirmaram que querem “pegar” o bandido, que aguentam umas porradas, uns tapas e estupro pelo criminoso. Isto aconteceu no Brasil, Europa e EUA. Realmente, chegamos ao fundo do buraco no quesito valores morais e bom senso.

Existe no Ocidente uma cultura de idolatria a bandidos (No Brasil isso piora ainda). Muita feminista e simpatizante do feminismo apoia isso. Tais mulheres doentes que nos evergonham usam da liberdade sexual e estão preferindo se relacionar cada vez mais com homens violentos e com tendências sociopatas e desprezam homens bons que as respeitam, o resultado disso é o aumento cada vez maior da criminalidade social, existem bandidos que dizem que entraram na vida do crime exatamente por causa do status que recebem das mulheres e da facilidade de obterem sexo delas. Feministas defendem os criminosos usando da guerra entre classes como sempre. Elas nunca pensam nas pessoas que sofreram com estes marginais. E são elas mesmas que se envolvem com marginais ou similares e aparecem mortas nos jornais, depois põem a culpa no machismo quando o que faltou foi responsabilidade ao escolher uma pessoa para se relacionar.

Tais mulheres egocêntricas não tem respeito nenhum por elas mesmas e nem pela vida de outros, uma vez que esses bandidos tem as mãos sujas do sangue de milhares de inocentes (muitas vezes outras mulheres sendo agredidas por tais tipos).

Esse é o tipo de mulher que defende o bandido é aquela  que sai com plaquinha na mão “eu não mereço ser estuprada”, ou que vem falar em lei Maria da Penha. Elas escolhem o companheiro/ parceiro pensando com a vagina e depois ficam surtadas quando apanham de um psicopata desses.  Elas quere pegar, liberar geral sem ter que escolher muito, qualquer um sem valor moral nenhum entra na roda. Mas claro, a culpa nunca parece ser delas.

As feministas sempre usaram do relavismo moral, cultural e guerra entre classes para pregarem das suas e defenderem este tipo de gente. Isto atrai muitas mulheres que gostam de uma coisa: falta de responsabilidade e assim elas simpatizam com o feminismo por isso ao mesmo tempo que possuem o total apoio das feministas. Podemos chamar este tipo de mulher de simpatizante do feminismo. Ela pode se dizer conservadora, de esquerda, de direita, do que for. No fundo ela vai sempre usar de truques feministas para escapar da responsabilidade.

Enfim, cada um tem aquilo que pede, e que merece.

Detalhe: o bandido da foto parece ter sido condenado por estupro no passado. A tatuagem ao redor do olho dele na linguagem da cadeia indica que ele foi um estuprador.

Detalhe 2: as simpatizantes ficaram assim pelos olhos do bandido. Mas e o resto??

 

 

A jornalista feminista do yahoo que defende rolezinhos do sexo e guerra entre classes

Padrão

carol patrocinio feminista marxismo cultural

Alguns setores da mídia defendem umas coisas bem absurdas. Muitas pessoas nem se dão conta e vão na onda pois acham isso moderno. Isto acontece porque muitas feministas e simpatizantes não amadureceram mentalmente e hoje escrevem para portais da internet,  jornais, etc. Foram doutrinados no passado e doutrinam hoje. ESTE TIPO DE FEMINISTA ATACA A NOSSA CULTURA E NOSSOS VALORES PAGANDO DE INTELECTUAL. O bom e velho marxismo cultural.

Este tipo de feminista defende idéias básicas do feminismo como guerra entre classes, liberdade usado como desculpa, marxismo-socialismo x capitalismo, vitimismo,  culpam homens e mulheres conservadoras, o Ocidente ,etc e para variar elas colocam sexo em qualquer coisa. Tudo isso de modo moderno e amiguinho. Também defendem pessoas como Jean Wyllys, Marta Suplicy, Valesca Popozuda, Andressa Urach, etc. Ou seja, a opção esquerdista pelo Lumpenproletariado só podia mesmo acabar lumpenproletarizando a mentalidade popular inteira e isto é pregado pelas nossos e nossos “intelectuais”.

Este post fala sobre uma destas pessoas “estudadas”. Carol Patrocínio, a blogueira  jornalista feminista do yahoo que defende rolezinhos do sexo e guerra entre classes. Ela publicou um texto um tempo atrás aonde  coloca adolescentes como oprimidos, justifica os rolezinhos que além de ostentar servem para os jovens fazer sexo e usar drogas, coloca a culpa nas religiões, nos adultos e na sociedade “consumista”. Praticamente ela defende os adolescentes  e joga a culpa sobre os pais e a mídia.

https://br.mulher.yahoo.com/blogs/preliminares/rolezinho-sexo-por-que-pessoas-est%C3%A3o-t%C3%A3o-chocadas-100157670.html

A tal blogueira do site Yahoo Brasil somente fala de sexo da pior maneira ao defender muitas das idéias absurdas como fazem as feministas e simpatizantes. Defende sempre sexo sem compromisso, traição, promiscuidade, aborto, movimento gay e afins, feministas,  etc. Rolezinho em biblioteca decente ou para procurar emprego ninguém quer, né?

 

Os tipos de pessoas mais irritantes na Internet ( pior, muitas ainda feministas).

Padrão

Este post é um pouco off  sobre o feminismo mas vocês vão reconhecer aqui muitas feministas pois quase todas fazem estas coisas:

A pessoa que não sabe separar argumentos e mistura isso tudo com ” a culpa é dos políticos”:

O post: Alguém posta sobre um assunto em especial defendendo ou condenando: gastronomia, moda, arte, relativismo moral, dicas de saúde ou qualquer outra coisa. A pessoa sem noção responde dizendo que  nada disso é importante e tudo é culpa dos políticos . (?????????)

A pessoa defensora do EUPIRISMO ou EGOPIRISMO -“Não generalize” / “eu sou diferente pois comigo…… etc”.

O post: Alguém posta sobre um assunto em especial e afirma algo que é fato comprovado. Ex: a maioria dos chineses possuem olhinhos puxados, a maioria dos brasileiros gostam de futebol, etc. A pessoa sem noção responde “não generalize” e se esquece que GENERALIZAR MUITO DIFERE DE TOTALIZAR. Para acabar, esta pessoa afirma que no caso ela “é diferente” e ela generaliza ou tenta totalizar todas as pessoas baseando-se em si mesma rsrsrsrssr.

A pessoa que pede argumentos, fontes e lógica mas não segue nada disso pois nem sabe o que é.

O post: inicia-se um debate. Qualquer pessoa normal usa de fatos, dados, os analisa, repensa/mantém os seus conceitos para então continuar o debate. A pessoa sem noção responde “E os argumentos, fatos e lógica???”.  Tal louca/o nem prestou atenção no que o argumentador/a mostrou, nas fontes, nos argumentos, etc. Nada. E além disso elas/eles nunca possuem um dado que possua algo como argumentos, fontes e lógica.  Isso acontece conosco direto. Mostramos fontes de muitas coisas nas palavras das próprias feministas e mesmo assim as burras defensoras desta seita exigem provas. Doença é pouco. Fanatismo mesmo.

A pessoa egocêntrica : “Na minha opinião….”

O post: inicia-se um debate. Qualquer pessoa normal usa de fatos, dados, os analisa, repensa/mantém os seus conceitos para então continuar o debate. A pessoa sem noção responde:  “Tudo errado, nada presta pois na minha opinião…”

A pessoa sem noção que é covarde ao condenar algo absurdo e acha que tudo pode ser permitido pois tudo é liberdade e nada é proibido (defensora do relativismo moral).

O post: inicia-se um debate. Alguém posta sobre um assunto em especial (estupro infantil, crimes cometidos por menores, sexo com animais, etc) e afirma que algumas medidas devem ser tomadas. Os valores sociais são questionados assim como educação familiar, responsabilidade individual, penas severas, etc. A pessoa sem noção responde: “moralista, ninguém pode julgar nada ou ninguém, tudo é relativo, ninguém pode controlar a liberdade, etc”.

Este mesmo tipo de pessoa que em geral pode se dizer contra o feminismo ou a agenda feminista, na verdade apoia diretamente o feminismo. Tal pessoa em geral é a mesma que reclama da violência, dos valores invertidos mas é a primeira a defender que nada é certo ou errado e acaba colaborando com o que ela diz “luta contra”..

Mais pessoas irritantes que defendem a torta lógica que apoia o feminismo? Postem aqui nos comentários.

A festa universitária xereca satânica: feminismo misturado a drogas, relativismo moral e satanismo.

Padrão

festa1

Detestamos falar de uns absurdos das feministas mas este aqui não tem como deixar de comentar desmascarar.

Depois das nojentas feminazi gaúchas putinhas aborteiras e o discurso pra lá de marxista, agora as feministas nos brindam com algo muito pior.

Alunos e alunAS da Universidade Federal Fluminense (UFF) realizaram uma festa universitária, nesta quinta-feira,28,na unidade de Rio das Ostras,RJ.  O nome da festa é xereca satânica e demonstra que é organizado por feministas que assim como Valesca e tantas outras feministas querem chocar. Nada mais “chocante” que para elas que misturar lesbianismo, sexo e o ódio a qualquer tipo de religião e em especial ao cristianismo.

O nome da festa é maquiado como é apresentado no Facebook como “Festa de confraternização do Seminário Corpo e Resistência e – 2° Seminário de INVESTIGAÇÃO & CRIAÇÃO do Grupo de Pesquisas/CNPq Cultura e Cidade Contemporânea”. Enfim aquela coisa de sempre: pessoas amarguradas e revoltadas com o sistema que levam a sua revolta para a sociedade com fins políticos e se apoiando no marxismo, relativismo moral e negando os valores ocidentais. A especialista em violência domestica Erin Pizzey sempre disse isso sobre o feminismo.

A página da festa satânica feminista classifica o evento de perfomático. “As xerecas já sangram biologicamente, isso não nos basta, nós queremos fazê-la sangrar socialmente. As xerecas são satânicas porque elas precisam ser des-santificadas, o diabo precisa deixar de ser demonizado e o mundo precisa ser menos homogêneo”,diz parte de um  manifesto na página publicado no  perfil Jokasta Bom Peixoto.

festasatanica2

Vazaram as fotos na internet. As cenas são absurdamente chocantes. Em uma delas universitárias costuram a vagina de uma mulher visivelmente dopada. Na imagem seguinte ela aparece sagrando. Nos comentários fica evidente o discurso feminino que versa sobre a mulher como dona do próprio corpo. Aquela coisa “sou vadia, ninguém pode me julgar, etc” ou seja  PURO FEMINISMO. Observem as imagens abaixo:

festa10

festa3

festa4

Detalhe: bandeira do Brasil queimada.

festa5

festa8

festa9

Nos comentários fica evidente o discurso feminista que versa sobre a mulher como dona do próprio corpo, sou forte, aborto, sou puta e variações. Fica também claro o relativismo moral e a liberdade sendo usada como muleta pois “nada é certo ou errado”. Observem o que dizem os defensores e defensoras de tal “movimento” que forma nossos/as profissionais do futuro:

” Quanto drama… Este não é um país laico, como disse o rapaz acima? Ao contrário do que ele comentou em seguida, o país é laico portanto qualquer manifestação ideológica é válida e não deve ser imposta à sociedade. Não há nada de insanidade nisto. Todos são livres para acreditarem e praticarem o que quiserem.”

“O estado é laico. Se eles não estão causando danos a terceiros, a única coisa que os penaliza é apenas o uso de drogas.”

“Se conseguimos nos livrar, pelo menos em parte, desses problemas foi graças ao enfraquecimento da igreja e adoção do estado laico e não podemos deixar essas topeiras medievais acabarem com as conquistas do pensamento secular, o que é um risco crescente num país onde há uma “bancada evangélica” que legisla pautada não no bem comum e liberdade individual, mas em preconceitos e ignorância.”.

“Logo se vê que as pessoas não estão minimamente preparadas para discutir sobre corpo e gênero sem cair em choque por causa de demônios. Ah… faça-me o favor”.

Perguntas que DEVEM ser respondidas:

– Como surgiu a idéia da Festa?
– O uso de material de corte em ambiente inadequado não é oportuno para a transmissão de possíveis doenças?
 – Vaginas sendo cortadas? Não seria isso  violência e preconceito contra a mulher? Depois querem ficar de mimimi quando mutilam mulheres em países no Oriente?

– Que tipo de profissionais a sociedade pode esperar destas pessoas? Que profissionais serão? Irão ensinar coisas úteis ou doutrinar os nosso filhos?

O que pensamos?

-Muitas universidades fazem vistas grossas pois os professores/as são de uma geração anterior a essa e também defensora do relativismo moral, ateísmo, feminismo e marxismo;

– O padrão de comportamento é o mesmo sempre desde o feminismo antigo até o mais atual: pessoas amarguradas e revoltadas com o sistema que levam a sua revolta para a sociedade com fins políticos e se apoiando no marxismo, relativismo moral e negando os valores ocidentais.

-Relativismo moral e liberdade: liberais e libertários que acham que tudo é liberdade e cada um faz o que quer acabam sem querem querendo apoiando tais absurdos. Ao mesmo tempo, choram pelo caos moral e valores invertidos da sociedade.

– Estamos diante de pessoas perigosas e insanas que precisam ser combatidas e desmascaradas. Tais psicopatas estão realizando atos criminosos e inconstitucionais. Nessa conversa de revolucionar a história está repleta de acontecimentos macabros provocado por humanos desumanizados.

-Devemos entender o que tais pessoas valorizam e combater. Qual o objetivo deste movimento que quer desconstruir tudo desde o modelo familiar, o certo e o errado, o ser homem x ser mulher e principalmente OS VALORES OCIDENTAIS?  Qual o objetivo destes grupos feministas que inclusive utilizam a liberdade para mãe fazer sexo com filho, filha, pai com filho e filha, irmão com irmão, etc?