Arquivo mensal: julho 2018

Novo ou velho?Partido Novo defendendo o velho feminismo, ataque a escola sem partido e em defesa da agenda globalista

Padrão

Postamos no Facebook das #mulherescontraofeminismo sobre aquele tipo de pessoa “neutra” que diz ser contra a esquerda e direita por serem “iguais”. Este tipo de pessoa se comporta de maneira desonesta pois existe um abismo que separa a direita e a esquerda.

Muitos destes “neutros” dizem apoiar o Partido Novo. Este partido tem como proposta romper a velha politicagem e diz apoiar pessoas com novos pensamentos. Tem como principal lema o livre mercado, baixos impostos e uma abertura na economia. Bem, conservadores querem a mesma coisa na economia em muitos aspectos.

Pois bem, parece que o tal Novo “neutro e racional” anda seguindo a velha esquerda do Foro de SP que domina o Brasil faz anos em muitos aspectos. E ISTO PARECE SER BEM ESTRANHO para quem diz querer mudar as coisas.

Primeiro, apoiam o feminismo, Ideologia de Gênero e o candidato a presidente do Novo aceita os termos usados pela esquerda. O tal candidato do Novo por sinal ataca Bolsonaro mas fica quieto ao falar da Manuela , Marina e outros. O pessoal do Novo pode saber de economia mas desconhece o aspecto cultural na luta contra a esquerda como podemos ver nos vlogs abaixo.

Segundo, tem candidatas que se dizem contra a #Escola sem partido que negam a CLARA lavagem cerebral que existem nas nossas escolas e universidades.

Terceiro, apoiam a agenda globalista da ONU por completo que tem o patrocinio de George Soros.

Ora, que tipo de partido que se diz liberal (mais a direita em muitos aspectos) apoia tantos movimentos ligados a esquerda?

Bem, pelo visto o NOVO parece o velho PSDB maquiado com um liberalismo fake.

 

MITO: esquerda e direita iguais? Nada. A Globo defende a pedofilia.

Padrão

Ultimamente tem crescido um movimento politicamente ligado ao “centro” aqui no Brasil.

Tal movimento acha que esquerda e direta se comportam de modo similar e que o povo deve se unir contra “radicalismos”.  Consideram-se os “bonzinhos, mimosos” e mais capazes que os demais.

Pois bem, vamos raciocinar aqui:  Quem gostaria de investir em empresas, tecnologias e pagar menos impostos? Ganhar mais com uma moeda forte. Uma sociedade com Estado pequeno.  Quem gostaria que as pessoas ficassem tranquilas por viverem em uma sociedade mais segura aonde bandidos fossem condenados e os policiais tivessem treinamento e fossem valorizados. Quem gostaria de viver em um lugar aonde existisse responsabilidade e nossos familiares e filhos fossem valorizados. Uma sociedade aonde homem e mulher fosse companheiros sem guerra entre classes. Aonde pessoas de todas as cores e credos sejam respeitados pelos bons valores que defendem. Aonde o certo fosse o certo e o errado fosse o errado.

Pois bem, esta sociedade citada tem valores conservadores e liberais (logo, mais a direita).

Mas e a esquerda? Sempre foi boazinha paz e amor, certo?

A esquerda dominar o poder no Brasil faz mais de 12 anos. A esquerda defende pedófilos, sexo entre pais e filhos, Lula bandido, feministas aborteiras que ficam de mimimi oprimidas mas se comportam de maneira infantil querendo mais poder do papai Estado. Feministas estudam teorias loucas, saem peladas nas ruas, defendem funkeiras que queimam o filme do Brasil e da mulher brasileira mundo afora, defendem o BBB do Jean Wyllys e tudo o mais. A mesma esquerda quer se aliar com a ditadura cubana e venezuelana, que apoia o Foro de SP e quer copiar o pior da Europa socialista. A mesma esquerda fica calada quando atores globais de esquerda atacam mulheres contra o feminismo. As mesmas feministas da esquerda querem castrar homens. A esquerda defende o aborto de meninos por serem meninos (foto acima). A esquerda sabota relacionamentos em nome da “igualdade” (mantra esquerdista). A esquerda que “ofende” a rede Globo sendo que os jornais globais defendem a agenda globalista e 95% dos artistas globais defendem o feminismo e todo o resto da agenda esquerdista.

POSTAMOS MUITOS ARTIGOS SOBRE O FEMINISMO E OUTROS MOVIMENTOS NOJENTOS LIGADOS A ESQUERDA.

Logo, chapas brancas em cima do muro, aprendam uma coisa: acreditar isso por ser inocente em 2018 parece ser algo bem duvidoso. Existe um mar que separa pessoas de direita e esquerda. Desde a economia a valores morais e culturais.

A direita nunca defendeu pedófilos como a esquerda faz. E detalhe: Olavo de Carvalho preveu isso faz muito tempo.

E se você pessoa de centro- neutra fica em cima do muro para evitar debates racionais com seus amigos de esquerda mas ao mesmo tempo trabalha duro para deixar impostos para um governo corrupto esquerdista que paga o MST, as feminazi aborteiras e defende bandido, minha amiga/ meu amigo, você faz parte do problema por se omitir e negar fatos. Você tem pouco a reclamar quando um grupo ligado a esquerda como o Estado grande via impostos ou um bandido armado vierem a atacar você.

O relativismo sempre deixa a porta aberta para esquerdistas nada bem intencionados.

 

Feministas apoiam o Islam, a religião que mais maltrata as mulheres.

Padrão

Foto de Hipocrisia Feminista.

Mas um exemplo de hipocrisia feminista. Fica clara a agenda feminista que ataca somente valores ocidentais com mimimis politicamente corretos. Feministas ficam caladas com qualquer ato cometido por selvagens do Islam. Notem isso.

Feministas tem problemas. Uma imagem vale por mil palavras.

Ator que interpreta Super-Homem diz que não flerta por medo de ser acusado de assédio e estupro

Padrão

O (muito lindo) ator britânico Henry Cavill conhecido por interpretar o Super-Homem nos filmes mais recentes da DC Comics –O Homem de Aço (2013), Batman vs. Superman e Liga da Justiça  recentmente afirmou que não flerta por medo de ser acusado de assédio e estupro durante uma entrevista à GQ Australia.

– As coisas têm de mudar, absolutamente. É importante também manter as coisas boas, que eram uma qualidade no passado, e se livrar das coisas ruins – destacou Cavill sobre o comportamento dos homens.

O ator de 35 anos prosseguiu com seu raciocínio:

– Há algo de maravilhoso em um homem indo atrás de uma mulher. Eu acho que uma mulher deveria ser cortejada e perseguida, mas acho que eu sou tradicional por pensar assim.

warner / Divulgação

Na entrevista para a publicação, Cavill expôs suas inseguranças.

– É muito difícil fazer isso se há certas regras no lugar. Porque é assim: “Bem, eu não quero levantar e ir falar com ela, porque eu serei chamado de estuprador ou algo assim”. Então você fica, tipo: “Esquece, eu vou chamar uma ex-namorada, e depois voltar para um relacionamento que nunca funcionou de verdade”. Mas é mais seguro do que eu me jogar nas chamas de um incêndio, porque eu sou alguém que está sendo observado pelo público, e se eu flertar com alguém, quem sabe o que pode acontecer? – divagou. – Agora você não pode tentar persuadir alguém que disse “não”. É tipo: “Ok, tá bom”. Mas depois é: “Ah, por que você desistiu?”, e eu penso: “Bem, porque eu não queria ir pra cadeia?” – concluiu.

O ator foi atacado pelas feminazi e justiceiras sociais por justamente mostrar os fatos sobre a vida de um homem. Aquela censura feminsta de sempre. Hoje em dia não se pode falar certas verdade.


Mulheres contra o feminismo: O ativismo feminista e o politicamente correto estão conseguindo que casais não sejam formados na sociedade. O foco sempre foi e sempre será o ataque direto e indireto ao projeto chamado família. Certas mulheres não podem se queixar que os homens não chegam mais pois foi isso que conseguiram ao apoiar esse ativismo feminista que acha um simples “oi” um estupro ao mesmo tempo que apoiam o ativismo gay sendo que reclamam que falta homem no mercado.

Depois das feminazi terem agora o direito de pagar a mais na balada, do direito de apanhar de traveco no MMA e do direito de levar bolada de homem no vôlei, parece que agora as feminazis conseguiram mais uma conquista: a de morrerem sozinhas e sem filhos. George Soros e sua família tradicional que vai perdurar séculos continuam dando risada do fato que seus cãezinhos obedientes chamados feministas acham que quanto mais repetem mantras politicamente corretos que só passaram a existir ontem estão sendo “livres”.

As feministas com seus mantras politicamente corretos conseguiram que casais não sejam formados e deixam de procriar e hoje mais pessoas andam ficando sozinhas. Mas querem que gays tenham filhos e pessoas casem com cachorros, pontes ou madeira. A Europa parece ser um exemplo decadente neste caso e inclusive pessoas como o bonito ator acima igualmente sentem na pele os efeitos da sinistra onda feminista.