Arquivo mensal: outubro 2013

A mulher ocidental X mulher que sofre com a Islamismo/ Comunismo.

Padrão

feminism sluntsFeministas se autodenominam vadias. Mas se chamadas de vadias dizem ser oprimidas. Lógica?

 

Texto recebido por e-mail da leitora Larissa Couto.

“Conversava com uma  amiga esta semana sobre opressor x  oprimido. Ela disse uma frase e eu concordei “…fico feliz em ter nascido no Brasil  (Ocidente ). Imagina se eu tivesse nascido no Iraque?…”

Algumas pessoas querem comparar os direitos e valores da mulher ocidental  com a mulher oriental sem se apegar a realidade.  As feministas adoram isso. Vitimismo sempre foi com elas pois adoram fugir do bom senso. Embora pese um pouco o fator cultural e os valores de cada lugar, podemos perceber absurdos fora do Ocidente que uns teimam em justificar como “cultural” e outras pessoas questionam isso de modo errado. As feministas apoiam isso indiretamente pois adoram relativizar tudo, inclusive a cultura.

Embora isso seja objeto de debate uma coisa fica cada vez clara: A mulher ocidental NUNCA foi totalmente oprimida/ escravizada como feministas pregam . E hoje EM DIA principalmente a mulher ocidental PASSA LONGE de ser oprimida. Enquanto a mulher a que vive em certos lugares governados por regimes como Islamismo/ Comunismo….SOFRE MUITO mas as feministas passam longe de fazer algo por tais terras.

O chocante de tudo isso é que as mulheres possuem pouco valor em lugares dominados pelo Islamismo ou pelo ateismo (regimes comunistas e socialistas) ao mesmo tempo em que as  mulheres ocidentais criadas em leis baseadas no cristianismo tem um grande valor para a sociedade. Mas enquanto as mulheres que vivem sobre regimes comunistas/ socialistas e muçulmanos são praticamente esquecidas pelas feministas que por polticamente correto ou utopia ainda apoiam diretamente/ indiretamente tais regimes (relativismo cultural) no Ocidente tudo se libera, se permite. No Brasil…bem..funks, vulgaridades, baixarias. Mas aqui elas fazem vitimismo como se toda mulher ocidental fosse oprimida. E o cristianismo sempre sofre ataques por isso, muitas vezes ataques injustos.

Toda esta jogada feminista que mistura vitimismo, leis especiais, utopia e a dualidade desta conversa “sou forte/ sou oprimida” nada mais é que a luta por poder feminista. Pouco importam as mulheres ou homens ou quem seja. Vimismo puro e simples.

Vejamos. Enquanto a mulher vive em alguns lugares dominado pelo Islamismo sofre com a falta de liberdade e a mulher que vive em qualquer lugar comunista  é somente mais uma que forma o sistema e deve abortar quando o estado manda e possui pouca liberdade como pessoa, no Ocidente a mulher possui um tremendo valor. Mas mesmo sendo valorizada e protegida na cultura Ocidental baseada no cristianismo, o feminismo conseguiu propagar a imagem que o Ocidente nos oprime. Sabemos que isso sempre foi mentira e inclusive muitas outras mulheres contra o feminismo escaparam desta mentira feminista e postam no facebook muitos exemplos disso.

Podemos dizer mais. Enquanto aqui no Ocidente em lugares como Brasil, EUA, Espanha, Irlanda, Reino Unido, etc podemos cada vez mais ver e ler absurdos pois a liberdade se tornou desculpa para tudo, desde legalizar prostitutas, defender criminosos, abortar, etc.. No Brasil isso chega ao exagero enquanto aqui sobra libertinagem, lá, falta bom senso e liberdade. Fato muito simples.

Gostariamos de ver a Valeska Popozuda questionar os Talibans e afins ao cantar as os funks nojentos que aqui no Brasil politicamente correto virou tese de mestrado.

Eu gostaria de ver as feministas das marchas das vadias tentarem ofender o islamismo como adoram fazer aqui no Ocidente com quem na verdade as protege com os civilizados valores ocidentais.

Eu gostaria de ver as feministas que adoram ficar nuas e se comportam como biscates e piriguetes fazer tudo isso em regimes comunistas ou  baseados no Islamismo.

Já pensaram os talibans aqui no Brasil? Vendo como as coisas são levadas por aqui ? Como as pessoas se vestem e mostram a bunda por qualquer motive? Vulgaridade tem o apoio de feministas com a frase “meu corpo, minhas regras” Como aqui  é bonito botar chifres uns nos outros? Como a midia (novelas e afins) concede glamour na banalidade do sexo?

Como o Ocidente nos oprime se muitas fazem estas coisas porque QUEREM? Na verdade a moda hoje parece ser ficar pelada por nada. A que ponto chegamos. A luta para deixar de ser objeto parece ser nos transformarmos cada vez mais em objetos. Nos transformamos em um modelo feminino do Mc Catra com o apoio da Valesca, das vadias. O feminsmo e a sua hipocrisia nunca me representaram.

O FEMINISMO SEMPRE FOI UMA MENTIRA VITIMISTA LIGADA AO MARXISMO E SEMPRE VAI SER.

Fonte das fotos acima: https://www.facebook.com/BumoftheDay.net