Arquivo mensal: julho 2019

Síndrome de Tieta: a fama das brasileiras de serem prostitutas e garotas de programa mundo afora

Padrão

Related image

Capa de uma revista de Portugal.

Recentemente postamos sobre a Luana Piovani e umas suas apoiadoras que moram no exterior ficaram revoltadas com o que postamos.

Pois bem, a verdade é que faz muitos anos que as brasileiras tem fama de vagabundas e prostitutas na Europa. Comportamentos como de Luana e de funkeiras como Valesca Popozuda somente pioram a nossa fama.

Na verdade, existe um certo tabu no meio feminino sobre o assunto. Sabe-se que existe mas poucas falam sobre as reais causas desta infeliz imagem. A desculpa mais mentirosa que vi na internet é culpar o “capitalismo, machismo, racismo, etc” como faz qualquer feminista esquerdista.

A fama de vagabuda da mulhere brasileira se baseia na imagem do Brasil que é passada pelo povo do Brasil e em especial pelas mulheres brasileiras. Muitas possuem a Síndrome de Tieta, frase que se relaciona com a personagem de Jorge Amado que sai da sua cidade, vira prostitua de luxo e volta pra casa empoderada dando aula de meu corpo, minhas regras. O Brasil tem mania de celebrar o errado e com muito relativismo moral renegar o certo.

Fatores abaixo que apoiam a nossa infeliz fama:

0- Casamentos com gringos por interesse (mulheres golpistas);

1- Prostituição brasileira: Grande parte das prostitutas da Europa em geral tem como “trabalhadoras” mulheres do Brasil;

2- O lixo do nosso carnaval, aonde grande partes mulheres saem peladas/ roupas curtas e se comportam como se estivessem no cio (principalmente se aparecer um gringo a briga para engravidar, passaporte vai ser enorme);

3- A facilidade da mulher brasileira deslumbrada em eventos internacionais (Copa do Mundo, Jogos esportivos, etc)

4- Estilos musicais como o funk que queimam a imagem do Brasil em geral e tem o amplo apoio de muitas mulheres que acham o estilo “divertido” mesmo que nos ofenda;

5- A facilidade da mulher brasileira que viaja ao exterior e tem como meta dormir como homens de diversas nacionalidades para provar e contar para as amigas;

6- O Brasil ainda é infelizmente um destino para turistas sexuais (maioria italianos e portgueses) mas as mulheras brasileiras na verdade ainda toleram este tipo de homem por achar o sotaque divertido, de novela, acham que se relacionar dar status, etc.

7- A ideologia feminista que diz que tudo pode ser feito sem regras, o corpo é dela, etc. No final das contas as brasileiras dormem com o gringo turista sexual por empoderamento, ele vai embora, posta na internet, queima o filme dela e ela se revolta com o pai visto como “opressor” que queria que ela se preservasse.

8- A pornografia brasileira no exterior;

9- Na Europa tem muita prostituta estrangeira se passando por brasileira para o pessoal ver como andam as coisas;

10- A mídia espanhola é terrível, eles noticiam sempre mulheres brasileiras como prostitutas e quando a polícia flagra uma casa de prostituição, na Espanha;

11- Na baixaria da TV italiana e revistas de fofoca as brasileiras gostam de mostrar vulgaridade;