Filhas de Marcuse: Estudantes feministas fazendo vandalismo na UFRN

Padrão

 

 

 

 

 

 

 

Não bastam as feministas defenderem o sexo entre pais e filhos e irmãos, não bastam as feministas ameaçarem de estupro quem discorda delas, não bastam elas defenderem o assassino regime marxista, não bastam elas querer ameaçarem injustamente qualquer homem de estupro. Claro, que não. Para psicopatas e sociopatas como as feministas qualquer tipo de crime e destruição nunca é o bastante.

Uma “estudanta” feminista decidiu fazer vandalismo no banheiro masculino da UFRN. O que uma doente destas acha que vai conseguir alguma coisa invadindo e vandalizando (o que é um delito, só para deixar bem claro) um banheiro masculino de uma universidade que é paga com os nossos impostos? Tem coragem de mostrar os peitos, a bunda e um pedacinho da vagina, mas não tem coragem de mostrar a cara para a família se orgulhar?

Isso tudo é no mínimo frustração em todos os quesitos aonde uma gangue de dois destrói patrimônio coletivo  e dificulta o serviço de um trabalhador /uma trabalhadora digno/a que vai ter que limpar a porcaria desta feminista.

Este é o tipo de estudantes que professores universitários marxistas que pregam Gramasci e Marcuse adoram doutrinar. Este é o tipo de profissional que vai ser formado. Não é de assustar que Lola ensine nas universidades e a piora cada vez mais da educaçao e da sociedade.

»

  1. Elas tem coragem de fazer toda essa porcaria mas não tema mínima coragem de mostrar a cara de bater de frente com as consequências.
    Tenho pena dessas feministas, pena!

    • isso que eu iria falar agora a pouco…. tirou as palavras da minha boca.. tem coragem para fazer isso mas nao tem coragem para mostrar a cara.. por mim essa gentalha nao valem UM PEIDO SE QUER

  2. Depois de derrubar inúmeras páginas no facebook, porque não aceitam serem refutadas, agora fazem vandalismos e escondem o rosto.

    Minha nossa, como são corajosas as femimiministas.

  3. Senhoras do MULHERES CONTRA O FEMINISMO, antigamente ninguém namorava nem mesmo euquimanando (apertando mãos ou estando de mãos dadas), existiam palmatórias nas escolas, existiam toques de recolher para menores de 18 anos diariamente, entre as seis da tarde e as seis da manhã do dia seguinte e assim sucessivamente. Tinham pessoas cultas, como Ayn Rand, Bach, Carlos Gomes, Cecília Meireles, Einstein, Gabriel Fauré, Hannah Arendt, Laubach, Mozart, Villa-Lobos e outras. Nosso Brasil tinha uma das melhores Educações do Mundo até a Década CXCVIII, no máximo. Ninguém passava o ano burro. Não existia recuperação. Os professores eram muito respeitados. Não tinham estas ondas de ideologias nas escolas. As matérias eram: Artes, Ciências, Educações Físicas, Geografias, Gramáticas, Histórias, Literaturas, Matemáticas e Músicas. Por isso, façam uma pesquisa sobre a educação de antigamente no Google Images, principalmente. Agradeço-lhes de todo o meu coração! Obrigado!

  4. Mostra a cara, princesa! Tenha coragem! E eu odeio esse X que elas ficam colocando no meio das palavras… Lembram daquela época de adolescentes emos retardados no orkut que escreviam “Bjoxx” e “Voxe”? Esta igualzinho! Chama-se: QUERER CHAMAR A ATENÇÃO!

  5. Trabalhar não quer neh, acho que os empregados que vão ter que limpar o banheiro não vão ficar nem um pouco putos da vida não é mesmo?

    Bota esta vagaba pra limpar esta bagunça toda e pagar 1 ano de serviços comunitários pra aprender um pouco de cidadania, se quer fazer a pepeka piscar, que faça mostrando o rosto pra galera da facul dela saber!

  6. Pingback: Satanás domina as Uiversidades m/ - Senso Incomum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s