Artistas e jornalistas contra o povo brasileiro: Museu de Arte Moderna de SP faz exposição onde crianças são forçadas a tocar homem nu

Padrão

Image may contain: 1 person, smiling, meme and text

Muita vezes a gente se pergunta se realmente é capaz de entender arte ou se somos preconceituosos. Afinal, parece que para entender arte a pessoa deve ser um “intelectual que enxerga tudo de modo diferente”. Pelo menos é assim que artistas ligados a esquerda deixam a entender com muito malabarismo intelectual adicional de relativismo moral e cultural na Globo e outros meios. Nossos jornais e imprensa adoram fingir serem “intelectuais e pensadores diferentes” do povo simples e trabalhador.

Mas se muitos pensam que o pessoal de Porto Alegre fez algo degradante (realmente fez e postamos sobre isso) com imagens de menores fazendo sexo com animais, outros em poses sensuais  e atacando costumes ocidentais, São Paulo agora parece ter feito algo muito pior.

O Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) está realizando o “35º Panorama da Arte Brasileira – 2017“, exposição com curadoria de Luiz Camillo Osorio – diretor do Departamento de Filosofia da PUC-RJ – iniciada no último dia 26 de setembro e com término em 17 de dezembro.

Em uma das instalações, os visitantes – incluindo crianças – são convidados a tocar o coreógrafo Wagner Schwartz, o qual se encontra nu na instalação. De acordo com o site do MAM, “o coreógrafo apresenta La Bête, performance em que ele se torna um Bicho de Lygia Clark e pode ser manipulado pelo público”.

Em um registro feito pelo público, é possível ver que uma menina é incentivada por uma mulher a tocar um homem nu. No vídeo, fica CLARO que a criança não quer participar e tenta sair duas vezes. Mas a mulher a obriga a tocar o homem novamente. Enquanto isso, adultos filmam e assistem tudo calmamente.

Não vai demorar para começarem a defecar nos cantos e chamarem de arte ou de conceito fecal contra o preconceito ou passar o sangue menstrual na boca como fazem na Europa. A esquerda deixa a entender querer que voltemos a ser animais selvagens sem regras sem moral sem ética alguma com tudo “sendo liberado”. Que nojo dessa gente e jornalistas desta laia que defendem este absurdo.

Valores invertidos e pervertidos de todas as maneiras se infiltraram na nossa sociedade pregados por artistas charlatões que queimam o fime dos verdadeiros artistas.

Mas como pensa os artista da esquerda?

Criança sendo obrigada por uma mulher a apalpar homem nu é arte…..
Crianças vendo quadros pornográficos é arte…

Agora assistir “Pernalonga” ou cantar “Atirei o pau no gato” não pode, incentiva a violência! Uma modelo ser paga e tirar foto virou abuso!

Podemos ver a mentalidade doente das feministas e artistas ligados a esquerda.

Claro que a arte tem um papel importante na sociedade e de fazer questionar pois o ato de criar arte diferencia o homem dos animais. No Brasil, talvez arte seja uma prioridade distante visto a falta de recursos para outras coisas importante embora os artistas brasileiros tanto falem mal do capitalismo mas adoram um dinheiro da lei Roauanet. Algo muito sinistro acontece hoje pois o verdadeiro talento e arte se perderam no relativismo. Destruíram qualquer padrão e senso estético das pessoas para que lixos como esse sejam aceitos como arte. Depois se perguntam por que há discussões sobre se pichação é expressão cultural ou não. Uma vez que se desvincula a arte das noções de beleza e virtuosismo, qualquer coisa pode ser arte, até mesmo crime (pichação, pedofilia, etc). É por isso que as pessoas não vão mais aos teatros e museus. Hoje, arte não é mais sobre arte.

Mas devemos focalizar no ato feito contra a menina. Em resumo: abuso infantil e crime. Fontes revelam que esta atrocidade foi patrocinada com dinheiro público (Lei Rouanet). Estes artistas vagabundos lutam contra o povo que trabalhar e rala pra pagas as contas. Estes artistas querem afrontar e desafiar a sociedade, o povo e os valores morais que por anos criaram a sociedade. Parece alguma coisa orquestrada querendo nos fazer reagir somente com instintos  em meio ao caos que se instalou no mundo e no Brasil, em todas as esferas.

Estes artistas de esquerda, de alta do seu ego, esquecem que outras pessoas fazem arte sem abusar de menores e selvagerias maquiadas de diferentes.

Pois mais que nos taxem de xingamentos baseados na mente psicopata de um artista esquerdista sabemos que arte tem pouco a ver com abusar de uma menina. Isso não nos faz incultas, ignorantes ou preconceituosas que exigem censura. Existe um certo limite que a esquerda passou faz tempo e qualquer artista que ainda pense nunca vai precisar de abusar de menores para justificar uma arte nojenta e escrota.

Reais artistas deixamos um recado:  artistas charlatões queimam o fime dos verdadeiros artistas. O povo anda cheio destes intelectuais esquerdistas com teorias malucas. Basta olharmos nas redes sociais que o povo hostiliza os artistas cada vez mais. Hora dos artistas de verdade se unirem para desmascarar os charlatões que pensam serem os donos do mundo por votarem na esquerda. A população que quer somente viver em paz e pagar as contas não acha “fofo” colocar crianças para “brincar” com o corpo de um homem estranho nu num museu, em nome da “arte”. As pessoas estão é revoltadas, escandalizadas, chocadas.

O mesmo vale para os jornalistas: o povo deixou de acreditar nas mentiras contadas pela imprensa que vive em um mundo de fantasia. Hora dos bons se separarem dos charlatões.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s