Arquivo da tag: relativismo cultural e social

MITO: esquerda e direita iguais? Nada. A Globo defende a pedofilia.

Padrão

Ultimamente tem crescido um movimento politicamente ligado ao “centro” aqui no Brasil.

Tal movimento acha que esquerda e direta se comportam de modo similar e que o povo deve se unir contra “radicalismos”.  Consideram-se os “bonzinhos, mimosos” e mais capazes que os demais.

Pois bem, vamos raciocinar aqui:  Quem gostaria de investir em empresas, tecnologias e pagar menos impostos? Ganhar mais com uma moeda forte. Uma sociedade com Estado pequeno.  Quem gostaria que as pessoas ficassem tranquilas por viverem em uma sociedade mais segura aonde bandidos fossem condenados e os policiais tivessem treinamento e fossem valorizados. Quem gostaria de viver em um lugar aonde existisse responsabilidade e nossos familiares e filhos fossem valorizados. Uma sociedade aonde homem e mulher fosse companheiros sem guerra entre classes. Aonde pessoas de todas as cores e credos sejam respeitados pelos bons valores que defendem. Aonde o certo fosse o certo e o errado fosse o errado.

Pois bem, esta sociedade citada tem valores conservadores e liberais (logo, mais a direita).

Mas e a esquerda? Sempre foi boazinha paz e amor, certo?

A esquerda dominar o poder no Brasil faz mais de 12 anos. A esquerda defende pedófilos, sexo entre pais e filhos, Lula bandido, feministas aborteiras que ficam de mimimi oprimidas mas se comportam de maneira infantil querendo mais poder do papai Estado. Feministas estudam teorias loucas, saem peladas nas ruas, defendem funkeiras que queimam o filme do Brasil e da mulher brasileira mundo afora, defendem o BBB do Jean Wyllys e tudo o mais. A mesma esquerda quer se aliar com a ditadura cubana e venezuelana, que apoia o Foro de SP e quer copiar o pior da Europa socialista. A mesma esquerda fica calada quando atores globais de esquerda atacam mulheres contra o feminismo. As mesmas feministas da esquerda querem castrar homens. A esquerda defende o aborto de meninos por serem meninos (foto acima). A esquerda sabota relacionamentos em nome da “igualdade” (mantra esquerdista). A esquerda que “ofende” a rede Globo sendo que os jornais globais defendem a agenda globalista e 95% dos artistas globais defendem o feminismo e todo o resto da agenda esquerdista.

POSTAMOS MUITOS ARTIGOS SOBRE O FEMINISMO E OUTROS MOVIMENTOS NOJENTOS LIGADOS A ESQUERDA.

Logo, chapas brancas em cima do muro, aprendam uma coisa: acreditar isso por ser inocente em 2018 parece ser algo bem duvidoso. Existe um mar que separa pessoas de direita e esquerda. Desde a economia a valores morais e culturais.

A direita nunca defendeu pedófilos como a esquerda faz. E detalhe: Olavo de Carvalho preveu isso faz muito tempo.

E se você pessoa de centro- neutra fica em cima do muro para evitar debates racionais com seus amigos de esquerda mas ao mesmo tempo trabalha duro para deixar impostos para um governo corrupto esquerdista que paga o MST, as feminazi aborteiras e defende bandido, minha amiga/ meu amigo, você faz parte do problema por se omitir e negar fatos. Você tem pouco a reclamar quando um grupo ligado a esquerda como o Estado grande via impostos ou um bandido armado vierem a atacar você.

O relativismo sempre deixa a porta aberta para esquerdistas nada bem intencionados.

 

A feminista atriz-pornô:bolo de feto e striptease para animais.

Padrão

A artista sueca Joanna Rytel tornou-se famosa por fazer um vídeo onde ela se masturba na frente de um gato e mostra os peitos para os macacos no zoológico. É também a diretora do pornô feminista  Flasher on Tour (a história de uma exibicionista que se exibe no metrô, se masturbando em uma ponte durante a passagem da balsa, e ela enfia um vibrador no banco de trás de um táxi), e é a única que terminou abruptamente a final ao vivo do Miss Suécia em 2000, com uma placa dizendo: “Gubbslem” (que em sueco significa “homem decrépito muco velho”). Tudo isto, em nome de feminismo radical.

Por suas outras apresentações artísticas fez coisas como vestir-se como uma prostituta e oferecer sexo a rapazes bonitos, rejeitando os feios, o lançamento do  site Abortion Graveyard(Cemitério do aborto), onde os pais aspirantes podem enviar os seus cumprimentos aos seus filhos que nunca nasceram. Ah sim, ela também organizou festas de aniversário para fetos abortados com bolos e tudo mais. Dokument, uma editora sueca, acaba de publicar um livro intitulado Rytel Art Vídeo, contendo imagens, texto e vídeo de todas as atividades de Joanna mencionado acima e muitos, muitos mais. No outro dia eu apareci a apresentação do livro para obter uma cópia para mim e comer uma fatia de bolo de feto.

Primeiro vimos dois de desempenho de Joanna em que ela dança em frente das ovelhas e, em seguida, em um celeiro. Com risadas constantes, eu diria que o público pareceu gostar. Em seguida, vimos o seudocumentário Unplay , no qual enfoca sobre as regras de ambos os sexos, dorme com o melhor amigo de seu namorado e, em seguida, compará-los na frente de uma câmera. Você pode ver um trecho em seu site.

Vice: Olá Joana, como é que você venha com todas essas loucuras?

Joana: Bem, “minha intenção é ir contra as regras e noções preconcebidas de como uma pessoa deve se comportar.

OK … Por exemplo, por que você decidiu se despir para animal?

Eu queria entreter animais de laboratório, porque eles ficam entediados tanto em suas gaiolas pequenas, mas nenhuma me permitiu. Disseram-me que os macacos foram infectados com HIV – eles me deram um monte de desculpas vagas como este. Então eu pensei em fazer uma performance para qualquer animal que eu encontrasse. Eu pensei que seria interessante ver o significado que o público teria dado. A razão de eu ter me despido para os macacos é porque ele é o animal com o qual nós humanos nos identificamos mais.

O que os espectadores atribuíram aos animais?

Muitos acreditam que os animais em meus vídeos estão lá para simbolizar os homens, mas eu lhe disse que “Não, não, eu não faço comparações entre animais e homens. Animais são seres maravilhosos, os homens são pequenos monstros.

Joanna enquanto posa como uma prostituta em sua série Doctor withh quiser jogar o seu Dick?

Desde que você usa a própria imagem a trabalho, é difícil distinguir o artista Joanna da Joanna pessoa privada?

Eu não me vejo como uma pessoa privada em meus filmes. Eu sempre faço referência “a menina no filme”, ​​como se pudesse ser qualquer um. Mesmo que certas coisas são muito pessoais, eu nunca dar a impressão de ser privado. Nunca me sinto exposta. Eu sou apenas uma atriz em minha arte.

Além de seu novo filme pornô onde as Barbie estupram um homem bêbado e entrou em colapso em um quarto de hotel com um vibrador de duas pontas, o que mais você espera?

Eu estou escrevendo um roteiro sobre infertilidade masculina. Merda, agora eu sei tudo infertilidade masculina!

Fonte: http://www.vice.com/it/read/striptease-per-animali-e-porno-femminista

Mulheres contra o feminismo:Sem palavras.Isso é respeito,paz,educação,igualdade?Ou pensando sem o relativismo social e cultural feminista poderiamos chamar isso de maluquice com o fanatismo de um movimento que mente nos representar e lutar pelos nosso direitos?