Arquivo da tag: odiar carnaval

Porque toda mulher brasileira e homem brasileiro deveriam odiar carnaval.

Padrão

eu odeio carnaval

Talvez por saber que muitos turistas sexuais venham ao Brasil encontrar prostitutas ou piriguetes e que assim a fama da mulher brasileira no exterior seja a pior do mundo. E porque o feminismo com o seu relativismo moral de “nada é certo ou errado” apoia isso indiretamente.

Talvez por que o carnaval represente aquela mentalidade que todo mundo detesta mas ninguém faz nada para mudar. A mentalidade de minimizar problemas, fugir deles e fingir que a responsabilidade é de alguém. Talvez porque o estado brasileiro domine o povo através da propaganda cultural de nunca levar nada a sério pois “é Carnaval, Copa do Mundo,etc”. E isso atrasa o Brasil sempre sem nunca nos permitir crescer.

Talvez por saber que tendo esta mentalidade de “somos os alegres e possuimos a simpatia do mundo”, sejamos na verdade os palhaços do mundo e não tenhamos o respeito de ninguém. Sim, possuimos a simpatia de todos mas o respeito de ninguém.

Talvez por saber que esta mentalidade de carnaval e de fazer piadinhas sobre assuntos sérios como a tragédia de Santa Maria, a seca no Nordeste, corruptos e tudo o mais seja vista como algo “normal de pessoas bem humoradas”. Na verdade é uma mentalidade coletiva de um povo idiota, arrogante, que não sabe respeitar nada e que nunca lutou por nada mas quer tudo pronto. Por isso uns vão morar em ALGUNS lugares mais desenvolvidos no exterior (nem todos o são).

Talvez  por saber que é uma festa que estagna a economia do país, fazendo-o ficar anestesiado durante os seus dias de festa. O carnaval é uma doença coletiva que nem brasileira é. Hoje é baixaria e vulgaridade. Mas quem é contra por motivos simples e racionais é definida como uma pessoa “preconceituosa e com vergonha de ser brasileira”. Quem teria orgulho de ser terra de vagabundo, prostitutas e aonde todos param para esta festa cada vez mais degradante e vulgar?

Talvez por detestar homens e mulheres que amam se afirmar dizendo que “pegaram tantas/ tantos” e trocaram saliva (aquilo nem beijo é) em lugares que nos representam no exterior (péssima propaganda) que viraram turismo de baixaria entre turistas sexuais.

Talvez por detestar as feministas piriguetes que querem pegar porque os homens pegam e depois mentem nos representar.
Talvez  por saber que a violência aumenta drasticamente durante os seus dias de festa.
Talvez  por saber que o carnaval é a páscoa dos traficantes brasileiros. É quando o consumo de drogas entre os jovens do país aumenta assustadoramente.
Talvez eu odeie o carnaval por saber que é a festa mais explorada pela indústria pornográfica, que aproveita para exportar a imagem do brasileiro para o exterior, como sendo um povo promíscuo e da mulher brasileira como vadia e vulgar. É também no carnaval onde aumenta assustadoramente o número de doenças sexualmente transmissíveis, gravidez precoce, gravidez indesejada, violência sexual. É como se o povo perdesse os seus princípios éticos e morais durante os dias de festa do carnaval e se deleitasse no banquete de Baco.
Talvez por saber que aqui isso virou tradição e se alguém discorda desta tradição é taxado de pessoa preconceituosa e que não é verdadeiramente brasileira.

Talvez por saber que o Ministério do Turismo do Brasil sempre associa esta droga de festa ao Brasil e que ela é associada com as coisas citadas acima.

Talvez por saber que durante os seus dias de festa o consumo de álcool aumenta muito e junto com isso aumenta o número de brasileiros mortos no trânsito. Durante os seus dias de festa, morre-se mais pessoas do que em alguns país que estão em guerra. A polícia militar do Estado de São Paulo proíbe que qualquer policial tire férias, ou licença prêmio, durante o carnaval para tentar conter a fúria de um povo ensandecido, encharcado de álcool e drogas, que toma conta das ruas, enquanto que a maioria dos brasileiros, que assim como eu, tem nojo dessa festa, vai procurar refúgio em cidades pacatas do interior.
Talvez  por ser uma festa que divulga, no exterior, a imagem da mulher brasileira como sendo prostitutas e o homem como sendo um néscio festivo, que não leva nada a sério e que jamais ameaçará a hegemonia da elite global.

Talvez porque aquela festa ingênua, com fantasias criativas, acompanhadas das marchinhas alegres, deu lugar para uma festa bizarra, engolida pelas drogas e o álcool, onde as mulheres trocaram as fantasias criativas pelos seios expostos. O desfile de carnaval atual nada mais é que um palco de exibicionismo, cheio de mulheres vulgares dispostas a tudo para conseguirem contratos com revistas masculinas.

Talvez porque ele revela um Brasil do qual qualquer um se envergonharia.
Talvez  porque há muitos anos sepultaram… o verdadeiro carnaval.

Talvez pelas mentiras ditas para as pessoas: “Uma festa que representa a “cultura brasileira” por todo o mundo? Afinal… o Brasil é conhecido como o país do futebol, bunda, mulher e carnaval (Ops, agora do MMA também). Uma festa tão cheia de alegria, que mal pode haver nela para que eu a odeie tanto?”

Bem, alguém ainda acredita nesta mentira que engana gente inocente de que o intuito do carnaval é alegria?

tumblr_lxiqfiM1MQ1qcimjpo1_500

é-carnaval!que-merda!