Arquivo da tag: nacionalismo socialista

Reclamações de feministas e justiceiros sociais durante as Olimpíadas Rio 2016.

Padrão

esporte-rio-2016-volei-de-praia-egito-alemanha-20160808-01

Nunca apoiamos as Olimpíadas no Rio de Janeiro que logo chegam ao fim. Achamos que o Brasil necessita de outras coisas antes de arrotar ser primeiro mundo perante ao planeta. Foi por isso que Lula (o maldito corrupto bandido de 9 dedos ) trouxe as Olimpíadas para o Rio. Falamos arrotar porque hoje quase todo mundo vira nacionalista ufanista com suporte do socialismo mas na próxima semana tudo isso vai acabar e a realidade vai voltar com tudo.

Ontem (20 de agosto de 2016) o Brasil estava na 15ª posição com 16 medalhas, sendo cinco ouros, seis pratas e seis bronzes. Os Estados Unidos estavam na primeira com 111 medalhas, sendo 40 ouros, 36 pratas e 35 bronzes. E Cuba e Coréia do Norte estavam em colocações piores. ( A esquerda pira rsrsrs).

Foi a melhor colocação do Brasil (parabéns aos atletas) mas ainda estamos bem longe de sermos os top 5.

Ao mesmo tempo que torcíamos por nossos atletas percebíamos que as Olimpíadas no Rio de Janeiro foram usadas descaradamente como pão e circo (e mais de uma) vez feministas e guerreiros da justiça social ao invés de aproveitar os jogos ou fazer alguma critica com lógica (algo impossível para quem NUNCA usou o cérebro) ficaram de mimimi culpando fantasmas como “patriarcado, machismo, capitalismo”.

Vejam abaixo alguns exemplos de choro das feminazi:

1-Mulheres objetificadas com o traje do vôlei de praia. Homens usam roupas normais. Isto é machismo mimimi.

Mais um mimimi feminista de mulher com inveja de ter um pinto. A confederação internacional de vôlei de praia vem usando este traje para mulheres faz anos. Muitas mulheres fazem parte da confederação de vôlei de praia e as jogadoras poderiam se unir para tentar usar um bermudão. Mas o fato é que ninguém se importa ou talvez isso faz parte do esporte.

Somente as feministas, militantes gays e justiceiros sociais ficam incomodados com isso. Se ficam incomodados com o vôlei de praia basta olharem o rugby feminino (aonde mulheres masculinizadas imperam). Nunca vi as jogadoras tendo chilique por usarem roupas justas (homens usam roupas justas também em muitos esportes e nunca ficam de mimimi).

2-Não vejo negros vencendo na natação. Isto é racismo mimimimi.

Esta afirmação é de uma imbecilidade absurda e responderemos com uma pergunta: Se negros não vencem na natação é racismo o que dizer então do atletismo nos 100, 200 metros e corridas de longa distancia ou boxe aonde negros vencem na quase maioria dos casos e nenhum branco quase nunca vence. O que seria isso?

13925122_271220249928586_5553210387910819663_n

3-Marta ganha menos que o Neymar. Isto é machismo mimimi.

Olhem o nosso artigo passado sobre este assunto. Neymar merece ganhar mais que Marta por um simples motivo: o livre mercado e a lei de oferta e procura. Leiam nosso post aqui.

esporte-rio-2016-volei-de-praia-egito-alemanha-20160808-01

4-Mulheres de todas as raças e cores são oprimidas pelo machismo mimimi.

A foto da egípcia Doaa Elghobashy e a alemã Kira Walkenhorst, durante uma partida do vôlei de praia fez as feminazi terem um orgasmo por terem visto “opressaummmmm”. Na verdade a foto mostra um contraste cultural entre os valores Ocidentais  e cristãos que permite que uma mulher hoje vista o que quiser e uma cultura antiga e selvagem que dita o que as mulheres devem usar para cobrir o seu corpo. Estranhamente as feministas atacam os valores ocidentais e acham normal ou paz e amor culturas que ditam que mulheres se cubram. Ou se comportam de maneira desonesta e enxergam machismo em tudo.

5-Homens gringos querem fazer turismo sexual com a mulher brasileira. Isto é machismo mimimi.

Embora isso seja um fato durante a Copa tinha mulher afetada pelo feminismo liberando a perereca para os gringos e contando vantagem que tinha pegado homem estrangeiro. Estranhamente, as mesmas que falavam mal do homem europeu branco estavam procurando liberar a perereca para homens europeus e brancos e esnobavam homens negros de lugares como a África.

Durante as Olimpíadas sabemos que levaram atletas gringos para ver mulatas e em bailes funks. Estes lugares aumentam ainda mais a fantasia e estereotipo de Brasil terra de prostitutas e sexo.

Ao mostrar bundas e baixaria para um gringo obviamente que o Brasil nunca vai ser conhecido por sua tecnologia ou gastronomia. Tudo o que o gringo vai lembrar do Brasil é: BAIXARIA.

6- Militantes gays e feministas lutam por igualdade mimimi

Somente inocentes ou imbecis acreditam nesta mentira.

Durante a Rio 2016, militantes gays e feministas condenaram um homem quando este pediu a colega em casamento (um casamento hetero).

Os mesmos militantes gays e feministas ficaram ensandecidos de alegria quando uma mulher pediu outra mulher em casamento. (um casamento gay).

7-Fora Temer golpista patrocinado pela CIA que sabotou a Dilma mimimi.

Outra mentira.

Aproveitando que o Brasil estava na moda, estes militantes pagos com mortadela e muito antiamericanismo tentaram criar a fantasia que o mundo estava contra a Dilma e por isso ela caiu. Na verdade: estes militantes ao votarem em Dilma também votaram em Temer que era vice.

8- Jornal norte-americano critica um biscoito de polvilho do Brasil?A imprensa nacional esquerdista diz que ” Isto é coisa da CIA mimimi”  e justiceiros sociais criam teorias muito loucas para defender um biscoito e mostrarem “serem cariocas de verdade”.

O biscoito de polvilho Globo, algo popular nas praias cariocas foi criticado por jornalistas norte-americanos que acharam o biscoito sem graça durante as Olimpíadas. Nada mais. Imaginem a briga que deu quando cariocas ufanistas que tem orgulho de serem cariocas (mas adoram comprar e viajar para Miami ou morar nos EUA ilegalmente) decidiram reagir para mostrar um nacionalismo ufanista.

No dia que este povo se unir para abrir o mercado, criar empresas, trabalhar ao invés de ficar na praia, gerar tecnologia e cobrar que o governo seja eficiente do mesmo modo que ficou defendendo um biscoito que nem todo mundo gosta, o Brasil vai ser primeiro mundo. Enquanto isso, seremos piada aonde divertimos todos mas sem termos o respeito de ninguém.

Mais alguma outra mentira que devemos postar aqui? Nos envie via Facebook.

Atualidades: 10 coisas que a mídia não vai mostrar sobre as Olimpíadas no Rio de Janeiro (Mas você deve saber)

Padrão

Curtam nosso facebook aqui.

Em poucas semanas as Olimpíadas no Rio de Janeiro iniciam. Depois dos fatos que polemizaram ainda mais o evento, muita gente vai falar sobre as Olimpíadas mas a a mídia não vai mostrar fatos relevantes vistos de modo pragmático. Na verdade, estejam preparados para muito nacionalismo de pessoas que acham que ser brasileiro é achar tudo relacionado ao Brasil legal, aceitar sem questionar por ser verde-amarelo e sem ter pensamento critico. Mesmo que reclame dos nossos problemas durante todo o ano.

Em eventos assim sempre surge nacionalismo brega e selvagem para peitar o mundo. 

Vamos entender fatos sobre este evento:

1- Olimpíadas no RJ existem por causa do Lula, o molusco bandido de 9 dedos com ego grande nacionalista socialista.

As Olimpíadas no Rio de Janeiro nasceram do desejo de Lula e de outros ligados ao governo que queriam mostrar como o Brasil é “poderoso” perante ao mundo. Naquela época, perto de uma crise mundial, o Brasil aparentava estar bem perante ao mundo pois o governo havia maquiado os dados da nossa economia, a China estava crescendo e comprando matéria prima do Brasil (O Brasil sobrevive de fornecer matérias primas pois na nossa cultura é quase que inexistente a mentalidade de desenvolver tecnologia que funcione de fato. Por isso o Brasil passa longe de se desenvolver). A crise atingiu outros lugares mas com a mentira de Lula e dados maquiados, a crise deixou de afetar o Brasil de modo severo na época. Bem, o Brasil vive em crise desde que o golpe da Republica foi dado.

Continuando…..Lula do ego grande queria arrotar para o primeiro-mundo que um partido nacionalista, socialista, aliado do Foro de SP e defensor do Estado corrupto brasileiro poderia se mostrar (na verdade, ostentar) perante o planeta que o Brasil poderia sediar um evento assim mesmo sem antes saber se poderia administrar os gastos e planos para sediar o evento.

Resultado? Dinheiro desviado e obras vergonhosas para os jogos. Valeu, Lula bandido dos 9 dedos.

2- Olimpíadas irão ser fonte de uma guerra entre brasileiros nacionalistas “Brasil, ame-o ou deixe-o” e de brasileiros deslumbrados com síndrome de vira-latas.

O brasileiro nacionalista acha que os jogos irão ajudar o Brasil mostrar a sua força ( falsa) perante o mundo. Este tipo de brasileiro tem forte cunho nacionalista de amar tudo relacionado ao estereotipo do Brasil (bunda, futebol, funk, carnaval e outras besteiras) e é em geral justiceiro social que diz lutar pelos mais pobres mas ofende quem faz serviços humildes (como este imbecil da foto). Ele para não ir contra esta ideologia, apoia Lula e evita criticar o governo que mente “lutar pelo Brasil do progresso”. Pode ter ido morar fora e visto algumas maravilhas (fique atento, nem todo lugar é melhor que o Brasil) mas a sua cegueira nacionalista o impede de ver falhas claras no sistema brasileiro. Ele é em geral adepto de energia positiva, acha que tudo é otimismo e acha todo mundo que mostra as falhas do Brasil um vira-lata puxador de saco de estrangeiro.

O outro tipo de brasileiro é o REAL brasileiro deslumbrado com síndrome de vira-latas. Uma pessoa revoltada e amargurada acha que todo lugar no estrangeiro é melhor que o Brasil. Fala mal do Brasil sem motivo e com motivo pois não sabe diferenciar o que deve ser criticado.

Ambos os tipos são danosos para o Brasil pois falam com emoção e sem razão.

3- Turismo sexual com o apoio das mulheres brasileiras.

Olimpíadas no Rio de Janeiro irão propagar ainda mais a imagem da mulher brasileira vulgar e prostituta.

Mulher brasileira tem fama de put@ perante o mundo e provamos aqui com muitos posts sobre o assunto, quer seja por dormir com gringos para carimbar o passaporte de mulher viajada e moderna “prazamiga”, quer seja por se mostrar de modo vulgar. A mulher brasileira tida como “forte, moderna e poderosa” na verdade pouco tem noção do mundo afora que nos cerca pois ela em geral é burra, vende-se por qualquer passaporte ou coisa do exterior, é mal vista no exterior e deslumbrada (por isso eu sempre evito de dizer que sou desta laia mesmo por um acaso do destino ter nascido no Brasil. Nunca fui piriguete e vulgar como 97% das mulheres do Brasil demonstram).

Mas adivinhem quem vai acabar abrindo as Olimpíadas e mostrando a imagem do Brasil perante ao mundo? A funkeira Anita, conhecida por sua vulgaridade.

E depois queremos acabar com o turismo sexual, né? Isto nunca vai acabar pois a mulher brasileira se comporta de modo vulgar e o Brasil, tendo tantas coisas boas gosta de mostrar somente lixo e vulgaridade para o mundo.

4- Obras mal feitas e super faturadas. A ciclovia Tim Maia foi inaugurada em 17 de janeiro e custou R$ 44 milhões. O local foi atingido por uma forte onda. 2 pessoas morreram e uma 3ª vítima é procurada. Isto é algo comum que acontece no Brasil por falta de planejamento, frieza e esta maldita cultura de praia, sol, carnaval e achar que tudo é brincadeira. Somente brasileiro nacionalista vai defender isso com mil e uma desculpas. Sinceramente, é revoltante.

Aprendam a ser sérios e planejar as coisas sem viver de improviso. Seriedade no trabalho sem esta idiotice de brasileiro bobo alegre mas fingindo ser feliz. FOCO E OBJETIVIDADE.

5-Governo distribuirá na Olimpíada 9 milhões de camisinhas ( e vai gastar uma banana de dinheiro com isso).

Sinceramente, é o fim e de causar vergonha alheia. Camisinhas custam pouco e cada um pode comprar. Nunca vi em nenhum outro lugar do mundo, de Londres a Barcelona, esta idéia imbecil de distribuir preservativo para o povo durante os jogos. Para os atletas, embora ache de mal gosto até vai mas para o povo?

Passa a idéia que o RJ, o seu povo  e Brasil em geral  vivem em uma zona ao céu aberto. Ou realmente o RJ é assim e gosta de ser visto deste modo?

6- Falta de segurança e planejamento das obras entregues no ultimo momento. Vai sobrar falta de segurança do trabalho e risco de acidentes.

Respeitamos muito os trabalhadores e apostamos que estes terão o sangue sugado pelo governo para acabar as obras em tempo (duvidamos que irão ser fiscalizadas em tempo e aprovadas). Muita corrupção rolou ou vai rolar para aprovar as obras.

7- O RJ vai se vender como um sinônimo de favela, selva e zoológico humano aonde alguns gringos pagam para se sentirem pobre por um dia. A mídia adora vender a favela como sinônimo de um paraíso socialista (né, Regina Casé).

Alguns atletas e artistas para serem mais populares com o povo brazuca que adora um vitimismo mentem que eram favelados e tudo o mais para terem mais seguidores. Quanto mais miserável, mais exemplar a pessoa na torta cabeça de um brazuca vitimista. Muitas destas pessoas eram pobres, classe média baixa mas nunca foram faveladas mas mentem para causar mais emoção no emotivo povo brasileiro que adora reclamar de ser mal visto no exterior mas adora mostrar crime, favela, carnaval, desorganização, bundas e futebol como exemplo. Mostrar as coisas boas que existem ninguém quer.

Dilma, nossa ex-presidenta que fala coisas sem pé e nem cabeça assim como outros presidentes traz governantes internacionais aonde: na favela.

Gringos ricos, classe média ou pobres, para tirarem um peso da consciência e se sentiram mais “humanos e legais”, adoram dizer que a favela é legal, excelente e tudo o mais para passar férias mas SEMPRE VOLTAM  para a própria terra natal aonde possuem uma base firme sem passar extrema necessidade. Os cariocas provavelmente irão adoram dizer que a favela é um lugar perfeito para morar durante as Olimpíadas.

O fato é: pobreza, miséria, campo livre para o crime e falta de qualidade de vida é stress, risco de vida e nunca vai ser ser coisa boa. E isto é o existe na favela. Pouco importa a paisagem linda para o mar, o povo trabalhador e gentil ou qualquer outra desculpa.

Aprendam com Seu Jorge (um ex-favelado): Favela não é lugar para ninguém. Favela não é legal. Não tem segurança, não tem saneamento, não tem hospital, não tem porra nenhuma. Favela só sofre preconceito. Eu quis sair mesmo. Eu não quis ficar enterrado na favela. Nasci lá, mas não quis ficar enterrado lá. Favela não é meu mundo, meu tudo, porra nenhuma. A favela é o abandono que o governo deixou pra gente. E hoje eu não quero tocar na favela para não me envolver com tudo que está errado lá dentro.

😯 uniforme de Olimpíadas mais jeca do mundo em nome deste nacionalismo imbecil aonde o brasileiro de ego grande pensa ser diferente.

Enquanto umas pessoas querem coisas discretas, de bom gosto para mostrar sem se mostrar e dar um tom neutro e agradável em um evento, o governo nacionalista socialistas do Brasil quer causar e ser o diferente.

Resultado: um uniforme feito, de mal gosto e brega que passa longe de ser algo digno de uma Olimpíada. Parece coisa de São João mal feita.

9-Baía de Guanabara contaminada e mosquitos a solta.

O Brasil teve 8 anos (repetimos, (8 ANOS) para descontaminar a Baía de Guanabara, lugar aonde atletas irão competir em esportes aquáticos. Nada disso foi feito.

Fora isso mosquitos que transmitem a zica estão a solta no RJ e nada foi feito. Fora colocar a saúde dos atletas e pessoas em risco. E aonde foi parar o dinheiro para para limpar a Baía de Guanabara?

10- O péssimo trabalho do Ministério do Turismo do Brasil que vai vender ainda mais uma imagem fantasiosa do Brasil

O Brasil não vai conseguir acabar com esse estereotipo de como é visto no exterior (algo importante, pessoal) e apesar dos nacionalistas metidos a otimistas negaram o evento vai ser uma vergonha. Os gringos talvez gostem por conseguir vir transar com as brasileiras de graça loucas para engravidar de um gringo e pegar um passaporte dando o golpe da barriga. Brasil (e em especial o RJ do funk) é sinônimo de zona bagunçada aonde o povo tem orgulho nacionalista de acha bagunça tudo engraçado porque é malandro. E graças a eles e elas (piriguetes afetadas pelo feminismo) que os estrangeiros vem com a esperança de pegar alguma mulher brasileira e contar pros amigos (algo que se repete em cascata). Lembram quando o Van Damme veio para o Brasil e a Gretchen fez uma dança sensual para ele? Porque em todo programa de TV, entrevista e afins com estrangeiros, alguma jornalista ou repórter  pergunta “O que achou da mulher brasileira?”. Isto é que o estrangeiro gosta do Brasil, a zona aonde ele pode usar, abusar e inclusive cometer crimes que é tudo bem e o povo aplaude. Dura realidade.

Indo além, hoje até técnicas de cirurgia e depilação no traseiro e genitais recebem o nome Brazilian no meio: é Brazilian Boot (aumento de nádegas com gordura corporal), Wax Brazilian, Bikini Brazilian (calcinha fio dental)…Isto diz muito sobre como somos vistos e vistas mundo afora.

O Ministério do Turismo do Brasil faz um péssimo trabalho pois não faz um trabalho de turismo gastronômico, cultural, de aventura ou experiências. Fazem na verdade o oposto. A imagem que vendem do Brasil é sol, praia, futebol, carnaval e prostitutas.

O estrangeiro que quer conhecer as belezas naturais está mentindo. Pode ser que um ou outro queira se aventurar no Amazonas e realmente conhecer a nossa rica cultura, mas para ver praia bonita, cultura e historia da América Latina basta ir para outros lugares porque o nosso Ministério do Turismo nunca vendeu isso. Eles vendem é selvageria, coisas bregas, vulgaridade e sinônimo de ser vagabundo- prostituta- bandido. O Ministério do Turismo do Brasil somente vende turismo sexual e inclusive as mulheres competem para ver quem pega mais estrangeiros no carnaval e eventos assim. Medalha para prostitutas oficiais ou via Tinder. Complicado.

Deveríamos aprender alguma coisa como o pessoal dos esportes como o Judo que ganhavam algumas medalhas no passado e hoje possuem um exército visando medalhas, tudo resultado de planejamento. Estes atletas mostram uma certa seriedade e profissionalismo que passam longe do Oba-Oba selvagem nacionalista do Brasil em geral. Talvez seja por se originarem das forças armadas ou pelo próprio esporte ensinar disciplina e planejamento desde jovens. Mas se um deles honrar de onde veio, os nacionalistas socialistas zumbis acham que é “ditadura”.

Vou adicionar uma nova feita pelo prefeito do RJ Eduardo Paes que demonstra que o coronelismo não existe somente no Nordeste de Ciro Gomes e que certos brasileiros são incapazes de lidar com criticas, possuem falta de educação, arrogância e em eventos assim ficam mais cegos por causa deste nacionalismo socialista. O time australiano fez certos comentários sobre a falta de estrutura, sujeira e segurança da vila Olímpica. Em um evento deste porte aonde atletas são as estrelas nada mais justo reclamar. Pois bem, o prefeito arrogantemente desdenhou do time australiano (como se o Brasil fosse melhor que a Austrália) e falou que iria trazer cangurus para deixar os australianos mais felizes.

Uma pessoa assim pode comandar um evento deste tipo? Nunca.

O que falta nestes jogos é acabar com aquela imagem maldita e que atrasa a nação de Brasil mato, praia, futebol, carnaval, prostitutas, sorriso fácil que beira a idiotice e improviso. Quando me perguntam sobre a diferença maior entre os Estados Unido e o Brasil sempre cito isso. No Brasil, ser um bobo alegre, sem planejamento de nada, vagabundo que vive na praia, com longos feriados todo o ano e com esta imbecilidade de falta de planejamento e improviso é algo tido como normal. Tudo mascarado com esta fantasia de tenho problemas mas antes de resolve-los vou fingir que sou feliz. Nossos governantes mostram incapacidade de lidar com criticas, possuem falta de educação, arrogância e em eventos assim ficam mais cegos por causa deste nacionalismo socialista.

Sinceramente, o problema do Brasil é esse. Perdoem as duras palavras mas nunca fui a favor das Olimpíadas no Rio de Janeiro e nunca irei tapar o sol com a peneira. Fatos vencem emoções nacionalistas e hipocrisia.

Fonte original: Povo deslumbrado

NOTA das mulheres contra o feminismo: O artigo é de outro blog chamado ‪#‎Opovodeslumbrado‬ e estamos somente reproduzindo.

A feminista e sambista Beth Carvalho que acha que a CIA dos Estados Unidos quer acabar com o samba: esquizofrenia feminista

Padrão

Beth Carvalho feminista doença feminista CIA

A esquizofrenia feminista-esquerdista não tem fim.

Vejam o caso da feminista e sambista Beth Carvalho. Antiamericana, anti-Europa e defensora de um nacionalismo socialista latino-americano esta “interectuar” lunática afirma que a Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados Unidos quer acabar com o samba:

“A CIA quer acabar com o samba. É uma luta contra a cultura brasileira” – Beth Carvalho

A sambista também é inequívoca defensora do regime venezuelano e cubano (aqueles que matam o povo de fome ou torturam em nome do “mundo melhor”),  de Che Guevera (aquele que odiava negros e homossexuais, que matou muitos por prazer e estuprou mulheres) e do Fidel Castro, aquele ditador branco que ocupa o poder faz mais de 50 anos e dita o que o povo come, bebe e faz.

Beth faz parte daquele grupo de artistas que pregam o socialismo e o pobreza alheia mas vivem no conforto. Defendem liberdade da boca pra fora mas apoiam ditaduras. Pregam a pobreza alheia como algo bom do alto dos seus apartamentos confortáveis. Pregam a favela como algo exemplar e fosse um grupo de pessoas “boazinhas e sem maldade” que vivem na utopia coletivista de uma sociedade baseada no mito do bom selvagem. Negam a realidade de falta de recursos que o povo sofre diariamente para manter esta utopia esquerdista.

Beth, como feminista que é não nega a agenda que defende. A coisa triste é que pagamos para esta analfabeta, estúpida e sem talento que vende uma falsa brasilidade mentirosa. Pagamos com nossos impostos que nos são roubados via o lixo da Lei Rouanet. Pagamos os caches desta artista que apoia psicopatas. Pagamos o dela e de tantos outros “artistas de um Brasil com uma falsa brasilidade” aonde o lixo do tal funk carioca, esta mentira de samba, carnaval, praia e felicidade mentirosa maquiadas com futebol fossem sinônimos únicos de ser brasileiro.

A feminista Beth Carvalho é aquele tipo de pessoa que é racista, maluca e vive fora da realidade como todo esquerdista. Ela tem raiva dos europeus que colonizaram o mundo. Sabe ela que guerras , dominantes e dominados também existem na África? Interessante ela ser branca e usar notas musicais criadas na Europa. Oh, A CIA querendo acabar com o samba? Isto é a coisa mais maluca que alguém pode pensar. Beth  é aquele tipo que condena o Ocidente e homem branco opressor machista. Hum. Os familiares dela oprimiram quantas pessoas ou isso vale somente para os familiares dos outros? Seriam os estupros e crimes algo inventados  pelo homem branco? Negros e outras etnias nunca cometiam nenhum tipo de crime ou violação antes de ter contato com as culturas européias? O mundo era uma utopia pacifista, paz e amor e os europeus abriram a caixa de Pandora, liberando todos os males no mundo? Que pessoa idiota acredita nesta mentira?

Enfim, estes são alguns dos artistas esquerda caviar do “Braziu” (nos perdoem os artistas que ainda não se venderam ao esquerdismo).

Não apoiem este tipo de gente. Boicotem e exponham ao ridículo estes sociopatas.

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/cultura/musica/beth-carvalho-a-cia-quer-acabar-com-o-samba/n1597382636665.html

http://spotniks.com/eles-apoiam-dilma-publicamente-e-estrelaram-projetos-que-receberam-essas-verbas-publicas/