Arquivo da tag: machismo

Feminista Isadora Freixo, fiha de Marcelo Freixo, fica brava com outras feministas quando atacam o pai dela por “machismo”

Padrão

Sempre postamos aqui dados e fatos contra o feminismo. E uma trama mimizenta feminista mostra mais uma vez por quais motivos ser contra o feminismo nos dias de hoje é um dever.

Resumindo: a ex-namorada do politico do PSOL do Rio de Janeiro, Marcelo Freixo, o acusou de ser machista opresssor e aquela coisa toda. Mas Freixo, como todo bom esquerdista e apoiodor da maluca da Luciana Genro, se diz feminista e defensor das mulheres.

Esta conversa de acusar homens injustamente de qualquer coisa nasceu nos anos 60 e existem relatos de acontecimentos de homens acusados injustamente ainda nos anos 30. Logo, isso NUNCA foi novo e sempre esteve no meio do mundo feminista pois para as feministas fatos pouco importam. O que elas querem? Conflito, briga, tumulto para atrair mais gente para esta nojenta ideologia feminista que ataca inocentes de todos os tipos, inclusive certos homens.

A filha de Frexio, Isadora Freixo, doutrinada pela esquerda e pelas feminazi, agora coloca panos quentes pra defender o pai ao mesmo tempo que sofre ataques das feministas que na luta por mais poder, querem ferrar o pai dela.

Podemos resumir o texto da zumbi feminista que talvez agora tenha acordado para esta seita chamada feminismo? Duvidamos.

Um resumo do textão da Freixinha: A ideologia feminista que ataca inocentes só é gostosa quando é no dos outros. Quando é no do seu pai, seu filho, no seu familiar “mimimii, não é esse o feminismo que eu acredito.”

Texto da menina abaixo (original aqui) e comentaremos no final: 

________________________________________________________________________________

“Diante de tamanha injustiça não posso mais ficar calada. Fui criada para não baixar a cabeça pras injustiças, pro machismo, pra não aceitar nenhuma forma de opressão. Nem mesmo de parentes mais próximos. Se meu pai tivesse cometido qualquer forma de machismo eu jamais iria defendê-lo. Resolvi falar porque o que vem acontecendo é um linchamento nas redes, baseado numa acusação injusta e que utiliza uma luta importante como arma de vingança, deslegitimando as denúncias reais. Quero deixar claro que meu pai não pediu defesa, o que ele pediu foi para que eu não me envolvesse. Mas na primeira “denúncia” de sua ex-namorada, eu fui citada, marcada e acusada a partir de boatos e acabei sendo envolvida publicamente nesta história, mesmo sem querer. Apesar disso, ninguém se interessou em ouvir o que eu tinha a dizer. E agora resolvi relatar um pouco do que vivi durante a relação desta moça com meu pai.

Meu pai e minha mãe se separam quando eu tinha 8 anos. Durante quatro anos meus pais tiveram guarda compartilhada, até minha mãe decidir ir morar em Campos. A partir daí, passei a ir pro Rio pelo menos 1 vez ao mês para ficar com meu pai. Ele sempre foi muito presente e carinhoso. Conheci sua última namorada quando eu tinha 15 anos. No início, não tinha muito contato, já que eles estavam começando a namorar e eu não morava com ele. Mas depois que eles foram morar juntos os problemas começaram.

Os ciúmes dela comigo eram evidentes e apareciam de várias formas. Sempre que eu ia para o Rio ela arrumava um motivo para brigas onde exigia 100% da atenção do meu pai, saia de casa e não parava de ligar para ele, falava que se ele não fosse encontra-la era porque ele não se importava com ela. Durante os 2 anos de relação ela quase nunca foi visitar os meus avós, meu irmão ficou os 2 anos sem pisar na casa do meu pai pois não se sentia confortável. Meu pai errou sim. Errou ao deixar essa situação se prolongar e não mostrar o quanto a família é parte dele, mas em nenhum momento fez as atrocidades que está sendo acusado de cometer.

Lembro-me de um dia que passamos juntos e sua ex-namorada não foi, mesmo sendo diversas vezes convidada. Ela passou o dia todo mandando mensagens para o meu pai e quando chegamos em casa ela começou a gritar com ele, empurrando ele diversas vezes e falando que ele tinha abandonado ela. Meu pai não revidou como ela alega, nem nesta nem nas outras brigas que presenciei. Ele se manteve calmo, respondendo que estava comigo o dia inteiro e que a tinha convidado, mas que ela não quis ir. Ela disputava comigo um espaço que não era de disputa.

Além da minha mãe, meu pai teve dois outros casamentos, além deste último relacionamento. Tenho uma boa relação com todas as ex-companheiras do meu pai, mas com a última moça sempre foi diferente, desde o início eu e meu irmão fomos bloqueados em todas as redes sociais dela.

Os últimos dois Natais em que eles estavam juntos foram um caos. Ela ficava brigando com meu pai pelo telefone e ele passava o Natal inteiro tentando fazer as pazes. Em ambos, meu pai teve que ir embora mais cedo para conversar com ela e evitar mais conflitos. Nos picos da depressão dela, havia sempre o fantasma de que ela voltasse a tentar cometer um ato extremo. No reveillon de 2016, eu ia ficar com meu pai do dia primeiro até minhas aulas voltarem, mas tive que ir mais cedo pra casa pois ela sempre arrumava briga quando eu estava por perto.

Sobre as acusações feitas a respeito do meu pai, a primeira ocorreu uma semana depois do seu aniversario de 50 anos, onde ele apareceu publicamente pela primeira vez com a namorada nova. A segunda denúncia foi dois dias depois do dia dos namorados, quando ele e a nova namorada postaram, pela primeira vez, fotos juntos. A terceira e mais recente ocorreu durante a viagem de férias do casal, duas horas depois da sua nova namorada postar uma foto com declarações de amor.

Não aceito que digam que eu não sei quem é meu pai, pois quem sabe é esta moça que conviveu com ele pouco mais de dois anos. Não vou tolerar que falem que eu “também” estou sendo manipulada, porque isso nunca existiu. Não venham dizer que estou sendo instrumentalizada. Sou jovem sim, mas não sou burra nem ingênua. Jamais compactuaria com atitudes opressoras, violentas ou machistas. Nunca vi ou ouvi meu pai cometendo tais atitudes de que é acusado. Nem com sua ex, nem com ninguém. Convivo com ele há quase 19 anos e ele sempre me educou pelos princípios do feminismo. Meu lugar de fala é legítimo e mereço ser ouvida. Na primeira postagem, a moça falou sobre a importância da sororidade, enquanto atacava a mim e minha mãe. Essa compreensão de sororidade que só beneficia a um indivíduo, não se alinha com o que entendo como feminismo. Me irrita que uma bandeira tão importante para mim e outras mulheres seja usada como arma de forma tão egoísta, individualista e vingativa. Toda mulher deve sim ser ouvida ao reivindicar o lugar de vítima. Mas não se pode usar uma luta que não é sobre justiçamento, e sim sobre justiça, para acabar com a vida de uma pessoa inocente por conta de ressentimento de uma relação que não deu certo.

________________________________________________________________________________

O que notamos:

1- Diante do post dela, deixa a entender que a ex do pai fez um denúncia falsa.
Então ela é a favor de que denúncias falsas de agressão e estupro sejam crimes inafiançáveis, indo contra a doutrina feminista de que todo homem é potencial estuprador e quando é denunciado é verdade SIM? Ou que o ato de acusar homens injustamente de estupro sempre foi pregado pelas feministas desde os anos 70?

2-A hipocrisia dessas feministas fede, igual o caráter podre delas. Nojo dessa laia desgraçada. NOJO.

Homem aleatório acusado de estupro = “É culpado, ponto final. Vamos acabar com a vida dele. Pelo fim da cultura do estupro”.
Pai, irmão, ou amigo sendo acusado = “Vamos ter responsabilidade. Não se pode cometer injustiças. Denúncia falsa, é um absurdo, mimimi”.

3- Agora pense nas feministas que estão votando contra a petição que transforma falsa acusação de estupro em crime hediondo e tente ver sentido nisso.

4-Imagina se a acusação fosse contra Bolsonaro. Garanto que já estaria crucificado e torturado de todas as formas pelas feministas.

Bate papo entre mulheres:O que nos escreveram ou achamos na net sobre outras mulheres contra o feminismo?

Padrão

Desde que abrimos  a nossa página no Facebook e nossos blogs no wordpress e blogspot estamos recebendo mensagens e e-mails de muitas mulheres contra o feminismo.Sim,outras como nós existem e também acham o feminismo uma piada.E quem sabe, o feminismo moderno seja a piada mais engraçada de todas,comentando com amigas sobre esse movimento e o seu fanatismo que diz lutar pela”nossa liberdade”.Mas o que pensam e comentam essas mulheres sobre temas comuns do feminismo e o seu modo de tratar  nós mulheres como crianças,sendo sempre vítimas ou como se fizessemos algo por sempre culpa de alguém?Será que somos tolas e sem capacidade de iniciativa a pensar ou agir como as feministas pensam?

O que falaram outras mulheres contra o feminismo e que tiveram a paciência testada por feministas e o seu fanatismo-ditadura fantasiado de liberdade e democracia?Leiam abaixo:

“Porque feministas detestam ser contrariadas? Que fanatismo absurdo.E muitas ainda questionam crenças religiosas quando o fanatismo feminista é absurdamente maior e questionado por fortes argumentos.Tanta revolta nessas garotas.Que tal achar alguém legal e namorar um pouco?Tentem viver um pouco e aprendam saber conviver com o diferente, garotas feministas 🙂 “

“Não vejo como ridicularizar locais de culto e simbolos religiosos contribui para a igualdade que as “vadias” dizem querer. Lamentável.”(Sobre feministas que invadiram igrejas na sua marcha).

“Não abortei (porque não fui descuidada a ponto de esquecer a pílula), não fui idiota a ponto de escolher como parceiro um cara que me bata, meu emprego paga salários iguais para homens, mulheres, travestis e o que quer que você consiga imaginar em termos de gênero. Nunca ganhei menos que alguém por ser mulher. A diferença salarial reside principalmente no grau de especialização do profissional. Não quer ganhar menos? ESTUDE. Me recuso a ver o mundo da forma como vêem as feministas. As pessoas são diferentes e essas diferenças são determinadas por muitas coisas, incluindo o gênero. Estou feliz assim. Posso? Na cabeça das feministas, não.”

“Para que direitos iguais 100% e a todo custo se somos diferentes?Odeio o feminismo pois praticamente afirma que nós mulheres devemos ser iguais aos homens e ao mesmo tempo deixa a enteder que nós somos os anjos e eles os demônios.E basta ligar a TV para ver que isso é mentira.A favor da diversidade e CONTRA o feminismo”.

“Vocês queimaram sutiãs em praça pública. Agora mostram os peitos na mesma praça. Agradeço o esforço (como se tirar a roupa fosse muito nobre e difícil), mas não me sinto representada pelo movimento. Não quero servir o exército, não quero jogar futebol e nem trabalhar em obra. Não quero ser igual ao gênero masculino, não quero romper com o padrão de beleza que diz q eles tem músculos e eu tenho ossos. Não acho que um mundo de pessoas iguais seja divertido. Agora vão lá, me chamem de sexista.”

“Viva a diversidade.A mulher é companheira do homem e este é companheiro dela embora possuam diferenças naturais.Isso chama-se respeito e saber viver em paz.”

“Acreditamos que crenças religiosas deveriam ser postas de lado nesse debate para evitar desentendimentos ou fanatismos.Respeitamos a Deus, a Buda e outros credos,embora concordemos que o feminismo e suas seguidoras talvez pensem ser acima de tudo por terem o ego muito grande.”

” A face negra do feminismo que preferem continuar a tapar, eu estou com vocês, tal como muitas mulheres, outras continuaram sem querer saber o que de facto é o feminismo. Aliás, se o machismo é uma coisa ruim, porque é que o feminismo há-de ser algo bom?”

” E os seus exemplos concretos “não votar nas eleições, não dar sua opinião em casa ou fora da tua casa, não vestir jeans ou saia no joelho ou acima, não beijar alguém que tu ache interessante, não escolher com quem casar, não trabalhar, não viajar quando quiser fazê-lo,etc.” acontecem ainda em muitos países, e não apenas contra mulheres, chamam-se ditaduras!”

” Se antigamente as mulheres não podiam casar-se com quem queriam, acha que os homens eram livres de escolher com quem casavam? Os casamentos eram na sua maioria arranjados pelos pais de ambos, eram contratos, era errado? Era, mas era errado para ambas as partes.”

“Eu acho que as muçulmanas que escolhem usar véu (nem estou falando da burca, mas existem as que escolhem isso também) e qualquer outra mulher que escolha se vestir e se portar com um mínimo de respeito para com o seu corpo e os outros que não precisam ser expostos à sua sexualidade (até porque isso não é do interesse de ninguém) estão fazendo mais ativismo que qualquer “vadia”. Essas sim estão indo contra a ordem social numa cultura onde expor o corpo é moda, negócio e até desculpa esfarrapada.”

“Magreza é imposição machista, moda é feita por homens para oprimir as mulheres, depilação é imposição do patriarcado, o exército reconhecer que a mulher é mais frágil e não obriga-la a prestar serviço militar é sexismo, alisar o cabelo é fruto da segregação ….AH, VÃO TREPAR SUAS GORDAS CABELUDAS!”
 
“Gente! Elas estão ficando piores. Depois de dizer que lutariam por mim, pobre, sexista e indefesa, elas agora me perguntam se eu gosto de me depilar e alisar o cabelo. SIM, EU AMO! Porque faço tudo isso de graça! Beijos pra sociedade feminista, proletária e de perna cabeluda.”
 
“Eu tenho ouvido isso dessas pseudo feministas que não tem mais sutiã pra queimar e vão pra rua se intitular vadias e mostrar as tetas pra reivindicar seus direitos (e vadia tem direito a alguma coisa?). Essas meninas são tão engraçadinhas…”
 
“Eu não preciso de um namorado. Só sexo casual.(ironia).Porque o namoro é uma imposição do patriarcado machista. Pelo menos na cabeça dessa mulherada que não se depila por ativismo”
 
“Machismo? Por acaso é aquele negócio que faz a mulher parar de se depilar para parecer um macho?”
 
Sobre feministas quererem imitarem homens:”Um cara vai numa festa pega todas, e é taxada de gostosão/pegador, já uma mulher, com igual conduta, de vadia/puta) merecem respeito e que SIM Deus/Jesus ama essas mulheres TAMBÉM.” (por que as pessoas insistem em colocar Jesus em seus desejos pelo que é errado?)
Pode ATÉ haver vida inteligente e pensante em meio a estas denominadas feministas, mas que suas ideias comprovam o contrário, é fato!
Sem a menor definição do que é a mulher, do que esta quer, de o que a fará feliz e realizada dentro de sua PRÓPRIA condição e gênero, elas saem a protestar contra o comportamento dos homens com razões semelhantes as dada por Freud: inveja de quem tem um pênis.Deviam procurar tratamento: não sabem o que são nem o que querem!!”
 
“Vamos lá…eu não acredito em UMA VIRGULA do que diz a Igreja Universal. Dou risada dos programas de exorcismo que eles transmitem de madrugada e acho o Edir Macedo um grande salafrário. Mas isso não me dá o direito de me vestir do que quer que seja ridicularizar um local de culto, seja ele de que religião for. Não porque aquilo não seja sagrado para mim, mas porque é sagrado para alguém e eu tenho OBRIGAÇÃO de respeitar o direito que as pessoas tem de acreditar no que quer que seja. Acontece que não é isso o que as feministas tem feito. Hoje mesmo fui expulsa de uma comunidade feminista porque defendi o fato de que a mulher, por ter menor massa muscular e portanto, menos força física não deve prestar serviço militar. A guerra é uma instituição puramente masculina (desde o Velho Testamento, quem ia para a guerra eram os homens). Não me sinto representada pelo movimento feminista. “
 
” Esse grupo não é da minha religião,detesto a lavagem cerebral que fazem com os outros mas fora alertar isso não me da o direito de ridicularizar e desrespeitar os outros não porque aquilo é sagrado para mim, mas porque é sagrado para outras… pessoas e eu tenho dever de respeitar o direito que as pessoas possuemm de acreditar no que quer que seja.Isso é democracia. Mas o fanatismo feminista quer sempre impor com suas verdades.Isso é liberdade,democracia ou ditadura?Também fui expulsa de um debate contra feministas que não sabem respeitar idéias diferentes,mesmo de mulheres que pensam diferente delas.Sugiro a dona desse grupo de começar a pensar sobre a expulsão essas garotas acima.Em grupos feministas todos que discordamos delas,homens ou mulheres, teriamos sido expulsos no segundo post.”
 
“se querem tanto ser homens,porque nao deixam os pelos da periquita crescer,dos braços,pernas…e vao assim de bikini na rua e tentam flertar com um cara??? AHHHH ai sao super delicadas e feministas…. -_-“
 
“Machismo? é por um acaso aquela vontade doida que mulher tem q imitar o homem e ser igual a ele em tudo?? é preciso bom senso né gente? mulheres não têm o mesmo fisico que os homens,logo….não conseguem fazer o mesmo…da mesma forma que homens nao fazem o mesmo que as mulheres. Feminismo e machismo? não…apenas realidade.”
 
“…serei eu a unica mulher que acha legal sentar para fazer xixi? gente…vc senta,passa um baton,limpa sua cara,penteia seu cabelo,e ainda se fizer o nº 2 descalça os sapatos e descansa o pé, vê se a meia ta furada e tira se for necessario… eu sou muito pratica ou é muito errado ser feminina?”
 
“Mas algumas preferem tonificar os músculos na academia, levantando peso. Porque é sempre bom ser uma cavala musculosa no baile funk. De repente você pode virar até ícone feminista.”
 
” ahhh porque no funk eles podem te chamar de vadia… agora um homem nao pode nao… Ou vc mesma pode mostrar as tetas na rua, dizer que é ativismo e admitir que é uma…”
 
Mulher contra o femismo ao ser perguntada por uma feminista se Jesuse   nãoamava as vadias:  

“A pergunta somos nós quem fazemos: por que dizer que Jesus as ama? Acaso tem alguém dizendo o contrário?Agora, se vc não entende que um pai ame o filho bandido, mas não aceita o que ele faz, é aí que questiono a insistência em se colocar …Deus/Jesus em questões de safadeza comportamentais.“Deus ama a todas as suas criaturas, MAS ENTENDA, que o amor dele NÃO SIGNIFICA legitimar o pecado. Quem legitima, aplaude e instiga ao pecado, a desordem, a destruição, etc, etc, é o diabo, não Deus!!”
 Mulher contra o feminismo sobre um livro escritora feminista: “Outra ainda escreveu um livro heterossexualidade compulsória(obrigatória) que basicamente nos explica como mulheres na verdade nascem lésbicas e são obrigadas a serem héteros, a macular seu “templo sagrado”(isso mesmo) o pênis maldito”.

Sobre a funkeira feminista: “Muito me espanta as feministas condenarem a exploração sexual e apoiarem alguém que vive de pornografia (sim, porque o que ela faz é pornografia cantada).”

“Como o feminismo entristece a vida dessas mulheres.Absurdo.”

” Eu conheço o feminismo. Já tentaram me doutrinar várias vezes. Sempre o mesmo papinho de vitimismo e em nome do “bem comum feminino”.
Dizem que aborto é “problema de saúde pública”.
Só se for a “saúde pública” financeira das ONGs que são financiadas pela indústria abortista. Elas não se contentam com o dinheiro público que recebem.”

“Feministas querem copiar os homens a todo o momento.Podemos sempre notar isso que a preocupação  e fanatismo delas é se igualarem aos homens em tudo.Mas e quem disse que os homens fizeram e fazem tudo certo?”

“Feministas com essa preocupação de quererem ser iguais aos homens estão esquecendo de serem mulheres”

Conversa de mulher:motivos para não se tornar ou apoiar mulheres do movimento feminista

Padrão

As feministas descobriram o nosso blog e como sempre ameaçam mulheres que são contra as suas idéias.Embora saibam que muitas mulheres discordam delas,insistem em afirmar que mulher que questiona ou luta por algo é feminista ou que elas são as reais representantes das mulheres, numa clara amostra de ego e mentiras vazias. Pois bem,afirmamos em claro e bom tom: Não apoiamos feministas ou simpatizantes desse movimento vergonhoso, nojento que afirma falsamente representar nossas idéias e necessidades como mulheres. E aqui embaixo iremos escrever os motivos desta atitude:

a)Feminismo não prega a paz embora diga ser um movimento contra pessoas violentas. A verdade é que o feminismo e muitas de suas “gurus” pregam atitudes violentas contra homens por serem homens, contra crianças(fetos), contra outras mulheres que discordam delas, taxando-as de submissas ou isso ou aquilo. Para conseguir mais apoio tentam unir forças com outros grupos, sem realmente apoiar ou pensar nesses.

Leiam o que as gurus feministas dizem (vergonha de saber que tais seres dizem ser mulher):

Valerie Solanas-“Subsistem ainda fêmeas com mente cívica, responsáveis, em busca de emoções fortes e prontas a subverter o governo, eliminar o sistema monetário . . . . e destruir o sexo masculino.”

Robin Morgan-“Sinto que o ódio aos homens é um acto político nobre e viável, e que os oprimidos possuem o direito de ódio de classes contra a classe que os oprime.”

Andreia Dworkin:”Quero ver um homem espancado até sangrar e com um salto alto enfiado na sua boca, tipo uma maçã enfiada na boca de um porco.”

Movimento feminista prega a paz?Aonde?

 b)O feminismo na verdade detesta e odeia a diversidade.Suas idéias são contra o diferente, principalmente o homem e a relação entre homem e mulher. Como postamos anteriormente, o feminismo tem gurus que pregam o fim do sexo masculino. E aqui entra o fato da maternidade sobre filhos homens. Leiam mais sobre isso abaixo.

c) Feministas odeiam na verdade serem mulheres.

Quando uma pessoa sente-se bem, é alegre,emociona-se,diverte-se e não precisa tentar racionalizar tudo. Assim é a vida. Se uma mulher é assim e sente-se bem, se cuida, é moderatamente vaidosa, carinhosa, meiga e mesmo assim trabalhe,cuide da casa e é feliz,para as feministas tais atitudes são uma afronta. A sua infelicidade é sempre competir com um homem, copiar tudo o que um homem faz,etc. Querem vestir-se como homens, não se depilar, não usarem maquiagem, não saberem fazer tarefas domésticas, renegam a maternidade,etc. E tentam passar esse rancor para muitas outras mulheres. Quando não proclamam-se profetas mesmo vivendo sozinhas, mal humoradas, com raiva do mundo e fingindo sere as coitadas que ninguém consegue entender;

Recomendamos procurar na internet um texto sobre a feminista Alice Walker chamado “A história de Rebecca Walker e da sua mãe feminista.” Tal monstruosidade que essa mulher faz com a sua filha para provar o seu ponto de vista é algo que somente feministas malucas conseguem explicar com sua frieza animal e seu ego arrogante.

 d) Feministas querem mudar o modo de educar as crianças baseadas na sua falsa idéia de igualdade. A igualdade feminista na verdade é transformar a todo o custo o menino em uma menina, inibindo a sua masculinidade com a mentira da igualdade. Garotos afeminados é o verdadeiro sonho das feministas ou então homens que nunca discutam com elas. E ainda sobra para as meninas..;

e) Criam uma sociedade com meninas sofrentes por tentarem serem homens,sem ter sucesso.Feministas com suas idéias e seu fanatismo hoje criaram um novo tipo de criança: meninas que deveriam estar brincando com jogos e brincadeiras infantis mas que graças ao feminismo devem tentar se igualar ou competir com os garotos. Como cada um dos sexos possui qualidades e defeitos por serem diferentes, as garotas em alguns casos não irão ter sucesso por causa dessa fixação feminista que não deixa as garotas aceitarem-se como são por causa do racionalismo e fanatismo feminista e sua obsessão em querer ser homem;

f) A marcha das vadias, um falso movimento que não representa a mulher e sim as feministas. Não importa se o nome foi ironia. Muitas mulheres que estão conosco não consideram-se vadias,vagabundas,etc. E muitas dessas mulheres não acham justo protestar tirando a roupa, mostrando os seios por qualquer motivo e dizer que isso é ser mulher. Além disso, tal marcha desrespeita quem deveria brincar(crianças),quem fica na sua(religiosos), quem gosta de ser uma pessoa discreta(muita mulheres),etc

g)Feminismo fala de falta de liberdade mas….

Sinceramente,sejamos francas, existe essa tal falta de liberdade que o feminismo diz existir?

As feministas com sua liberdade, apoiam a funkeira Valeska cuja liberdade é cantar vulgaridades, baixarias, pornografia, mostrar o corpo a toda hora e diz que isso é ser mulher de verdade. Nada contente, a tal funkeira é parceira do “compositor” Mc Catra, um homem realmente machista que canta a mesma sonoridade bizarra. Mas nos parece estranho uma feministas se aliar a um machista para cantar bizarrices e ainda ser a inocente do sistema. E não são as feministas que a imagem da mulher como objeto? Como apoiam uma mulher vulgar dessas? Faltam apoiar as BBB e dizer que a vulgaridade de tal programa é culpa de alguém como mulheres de bem e não das participantes pois isso é feminismo.

h) Sexo e orgasmos.

Claro que nós mulheres gostamos de sexo e temos orgasmos. A grande diferença é que nós mulheres de verdade,que sabemos escolher os nossos parceiros somos discretas e não precisamos ficar contando para amigas ou gritando para todo mundo sobre a nossa vida sexual.

I)Feministas usam as mulheres que entram nessa conversa feminista e não se importam nenhum pouco. O coletivismo feminista não possui espaço para casos diferentes da ideologia feminista. Algo similar a uma ditadura que quer provar o seu ponto de vista custe o que custar. Aqui podemos falar sobre o aborto, sobre casos de mulheres que querem afeminar filhos homens e masculinizar meninas, sobre campanhas para promover partos mais inseguros, sobre a vulgarização da nossa imagem como mulher, sobre misandria, sobre o eterno vitimismo que nega a responsabilidade pelos seus atos, sobre a guerra que ajuda a aumentar entre mulheres e homens, sobre o combate a diversidade,etc.

j)Todas feministas pensam igualmente pois foram doutrinadas para pensarem de modo padronizado. Logo assim feministas radicais pensam semelhantemente a feministas menos radicais porque o pensamento feminista é radical. Podem tenter justificar dizendo que feminismo é diferente de femismo ou que algumas feministas  são menos radicais mas pensando na vida como ela é, nada muda.

Enfim, podemos afirmar que o machismo é violento e criminoso, mas o feminismo não deixa por menos.

Primeiro post sobre nós,mulheres contra o feminismo

Padrão

Oi.

Hoje,dia 30 de maio de 2012 é o começo de quem sabe uma longa jornada aos nossos leitores e leitoras.

Somos um grupo de mulheres que decidiram escrever esse blog e divulgamos algo que as pessoas pensam não existir: mulheres que querem combater o feminismo. Algo que existe nos EUA e outrs lugares do mundo e que também existe aqui no Brasil.

Grupos como esse nosso existem ao redor do mundo,possuem uma forte base nos EUA e trocando e-mails com pessoas de diversos lugares acabamos nos reunindo por esse assunto em comum.

Feminismo não quer dizer ser mulher e pelo que podemos notar hoje esse movimento é algo completamente estranho, para não dizer bizzaro. O feminismo hoje na verdade acaba mais nos causando traumas e infelicidade que outra coisa.

Estamos começando devagar com o blog e iremos postar sempre algumas coisas idéias para combater quem tem vergonha de ser mulher e quer se tornar um homem vestido de saias.

Texto de uma mulher anti-feminista:

“As an anti-feminist woman (yes I AM a woman, yes I do identify in the outside world as anti-feminist) I have to say that I don’t hate feminists. I totally disagree with about 90% of their beliefs. I dislike just about everything that is to be found in the feminist propaganda. I despise the feminist movement.
It is my contention that feminism has hurt women far more than anything men have done. I believe that the de-feminisization of women has been a major factor in the rise of depression in women and in the divorce rate. I believe that the emasculization of men has harmed men singularly and as a gender within our society. I am sick to death of reading all the little girlies spouting their feminist dogma when they haven’t even left their parents homes to experience real life. And I can clearly see how much harm feminism has caused in our families and hence harmed our children and continues to harm our children. Therefore, I will always speak out against feminism, here and in the real world. And I further think that men speak out less becuase they are so vilified if they dare to raise their voices in their own defence.”

Suzanne Venker: “O feminismo é a pior coisa que já aconteceu às mulheres”

Padrão
 
O livro de Suzanne Venker com o título de “The Flipside of Feminism” enumera alguns dados que demonstram o quão prejudicial o feminismo é para as mulheres.
 

PONTOS PRINCIPAIS:

  • 1) O feminismo não emancipou a mulher. Na verdade, o feminismo prejudicou a mulher ao colocá-lo numa prisão de pensamento negativo e ao promover um beco sem saída de promiscuidade.

     

  • 3) As mulheres não devem tudo às feministas. O feminismo não conferiu às mulheres o direito de votar ou de ir para a universidade. Estes direitos já existiam ANTES da “Segunda Vaga Feminista” dos anos 60.
  • 6) As mulheres deveriam ignorar as prescrições feministas institucionalizadas que desvalorizam a maternidade e o casamento. Elas deveriam organizar as suas vidas de modo a que coloquem a família como a experiência mais importante e significativa das suas vidas.
  • 7) O feminismo é um movimento acabado nos EUA.

**Retirado do blog marxismo cultural.