Arquivo da tag: homem feminista

Homem feminista espanhol tatua o ânus em protesto contra Trump

Padrão

De Jean Wyllys aos artistas “interectuais” e outros que existem nas redes sociais sabemos como se comporta o maior capacho de todos os tempos: o homem feminista, que nem de longe é respeitado pelas próprias feministas. Aqui, mais um exemplo de homem feminista militante gay.

Nossos comentários em negrito temperam o texto 🙂

Com uma ‘intervenção artística’ controversa, o espanhol (A Espanha enfrenta índices de baixa natalidade graças as feministas e movimentos globalistas) Abel Azcona chocou uma plateia ao tatuar o principal slogan da campanha de Donald Trump no ânus. Sim, Abel tatuou a frase ‘Make America Great Again’ em volta do orifício anal na frente dos visitantes da Defibrillator Gallery, em Chicago. A sessão durou cerca de duas horas.

Abel, cujo trabalho já percorreu mais de 45 países (sim, pessoas, o mundo enlouqueceu) comparou as políticas de Trump às suas experiências sexuais quando foi abusado na infância:

— Fui adotado por uma família ultra-conservadora, e com múltiplas experiências de abuso sexual e infantil. O lema que eu tatuei no meu ânus é um lema fascista (fascismo é a luta por mais Estado, burrinho). Um lema que faz com que a Igreja, o patriarcado (homem feminista ateu detectado) e as pessoas desprezíveis como Trump possam usar e abusar de nós quando quiserem. É o mesmo que fizeram comigo quando eu era criança — contou ao site “Pink News”.

 Ativista LGBT (amigo espanhol do Jean Wyllys??), o “artista” explicou ter escolhido o ânus para a tatuagem por causa do forte simbolismo da região:

— O ânus é uma terra de prazer e empoderamento para muitos. E nós não vamos nos calar. Toda vez que eu cagar ou alguém me penetrar, eu passarei essa frase racista e homofóbica.

Esta não é a primeira polêmica promovida protagonizada por Abel. Em 2016, ele fez uso de Ketamina, droga que causa paralisa temporária, para uma performance.

Um europeu que nem vota nos Estados Unidos dando “openeaum”. Esses são os heróis dos eleitores da Hillary? Está aí mais uma explicação para a derrota dela. Reparem que tudo e todos são responsáveis pelos problemas dele. O mundo é coisa terrível para este rapaz que como diz Erin Pizzey usa dos seus traumas pessoais para atacar qualquer um. Ele se recusa a ver que Trump tem o apoio de gays anti-LGBT como Milo Yiannopoulos, finge ser cego ao achar o feminismo uma coisa linda, hippie e pacifista quando na verdade o feminismo é um movimento para mulheres de esquerda. E ataca o Cristianismo mas finge ser cego quando regimes ateus e islâmicos abusam de menores e maltratam gays.

Achamos que esta tatuagem no orifício anal dele não vai mudar o mundo em nada mas é assim que este bando de idiotas úteis se comporta. Passou da hora de desmascarar este tipo de homem feminista, uma criança mimada que faz birra para chamar atenção.

Violência por procuração: Os homens que sempre defendem as mulheres (Todas as mulheres)

Padrão

homem feminista

No nosso facebook muitas vezes aparece este tipo de pessoa para comentar. Perfil geral: Homem que enxerga as mulheres como seres perfeitos, sem falhas e que nunca devem ser responsabilizadas por nada. Eles conseguem defender todas as mulheres, todas, pois para eles sempre seremos perfeitas e isentas de culpa. Muitos destes rapazes possuem um trauma em relação a mulher por algum motivo ou cresceram idealizando fantasias de contos de fadas.

Como mulher, claro que em um primeiro momento fico feliz com isso. Acho isso convidaditivo como muita coisa que existe mundo afora. Mas nem sempre o convidadivo é a coisa certa a ser feita e se realmente queremos igualdade e justiça, devemos por um momento ignorar estas pessoas manipuladas pelo movimento feminista e pensarmos de modo imparcial. Toda mulher é um ser perfeito e sem erros? Isto é realmente verdade? Seria este o modo certo de pensar?

Em geral, estes homens que defendem todas mulheres a todo custo a qualquer preço são feministas ou simpatizantes e lutam para punir o sistema como todo grupo marxista cultural faz. Bem, na verdade existem homens violentos sim como também existem mulheres violentas. Ambos devem ser punidos. Também existem homens que defendem mulheres indefesas com razão e as salvam em momentos de perigo como aconteceu no acidente em Santa Maria.  Estes comportam-se como heróis, como nossos companheiros que se importam realmente conosco. Mas destes o feminismo nunca fala, afinal todo homem segundo as feministas “é um estuprador em potencial, um bandido, um maldito psicopata”. Grande amor pelo lado masculino da humanidade (ironia). E os manipulados apoiam isso.

O problema do homem feminista, simpatizante ou que acha que toda mulher é perfeita é defender TODA E QUALQUER mulher simplesmente porque ela é mulher. E sendo imparciais isso nunca foi justiça e pode inclusive gerar injustiças. Se somarmos isso com a propaganda feminista que “todo homem não presta”, possuimos um falha que pode gerar coisas absurdas se não pararmos para analizar tudo com calma. Se formos passionais iremos criar a fantasia de um grupo que vai ter sempre defesa e é isento de responsabilidade. Um exemplo disso é o caso de mulheres que estupram, cometem pedofilia e tudo o mais como postamos aqui mas ninguém fala nelas. Feministas negam que elas existem e crianças, mulheres, homens e outras pessoas continuam a serem abusadas. Erin Pizzey, a ex-feminista que trabalha com casos de violência doméstica sempre alerta para estes fatos :Mulheres podem ser até mais violentas que os homens.

Ser uma pessoa violenta não quer dizer somente bater no outro com socos e chutes. Uma pessoa violenta pode usar de objetos para machucar, usar de psicologia para manipular e fazer outra pessoa violentar alguém por ela, etc. Ninguém pode negar que existem mulheres manipuladoras e psicopatas, assim como existem homens assim. Ninguém pode negar que existem assassinas, estupradoras assim como homens. E querer criar desculpas para um porque o outro também faz, algo muito usado por feministas, demonstra-se algo extremamente criminoso.

Muitas pessoas dizem que por sermos mulheres contra o feminismo somos iguais aos homens feministas. Grande mentira. Enquanto eles defendem (por serem manipulados e gostarem de serem manipulados) uma classe de mulheres extremistas que odeiam /possuem inveja de homens, por repetirem frases antigas com um mundo hoje bem diferente do que reclamam, o nosso grupo é feliz por sermos mulheres, gostamos das nossas qualidades e defeitos femininos, encaramos os homens como nossos companheiros, sabemos que existem estupradores malucos mas existem homens legais, bons maridos, namorados e que nos complementam. Estamos muito longe de sermos usadas como massa de manobra por um movimento que mente nos representar e coloca pobres seres manipulados para lutar por elas, com promessas mentirosas e propagandas revoltadas por uma vida infeliz. E se hoje podemos fazer muita coisa foi sem dever nada ao feminismo. NADA.

Mas porque o homem que defende todas as mulheres age assim. Vejamos:

o) Passar pelo amigo querido para ser aceito entre um grupo de mulheres;

1) diz que estamos sempre certas por algum interesse;

2) Usar de tal estratégia para conseguir sexo mais facilmente conosco;

3) Pousar como o homem moderno. Uns inclusive adoram dizer que se comportam de maneira muito feminina e fazem tudo o que uma mulher faz;

4) Por ser manipulado, ser massa de manobra e combater alguém por procuração da violência. Explicando, se A agride B e B bate em A, isto é um caso violento direto. Se A agride B e B avisa C que foi agredido para ser defendido por este, isto demonstra-se um caso de procuração da violência aonde alguém estimula outra pessoa a lutar por ela. Isso pode ser justo ou não. Um dos problemas do homem que defende todas as mulheres é que ele é manipulado e pode cometer muitas vezes um ato violento contra outra pessoa sem pensar e analizar o caso com calma. Ele se comporta de maneira passional assim como fazem as feministas que fazem eles comprar a briga delas. Ou seja, os homens feministas se comportam como escravos e massas de manobra barata.

O que os homens feministas deveriam saber? Respondendo o que afirmamos acima:

0) Nenhuma mulher quer um inimigo ou psicopata do lado, queremos um companheiro mas existe um limite entre ser amigo para ser um namorado, esposo. Nenhuma mulher se sente realmente atraida por alguém que ela é amiga 100%. Cada pessoa tem a sua individualidade e ela deve ser respeitada e isto vale para ambos;
 
1) Puxar o saco é falta de caráter e atitude. Ninguém gosta de ser contrariada somente por ser mas muito pior é ter alguém que não demonstre opinião ao defender um ponto de vista. Talvez (repetimos talvez) isto explique porque algumas prefiram bad boys. Atitude e confiança no taco para algumas é muito mas atraente que um papagaio que sempre diz sim para tudo;
 
2) O golpe do homem amigo funciona com meninas desavisadas e carentes. Além disso demonstra que o homem “amigo” é extremamente canalha ou até pior que o bad boy que nunca omitiu suas atitudes (não estou defendendo aqui os bad boys, ok?) ;
 
3) Você pode se passar por homem moderno quase afeminado mas ainda gostamos do masculino, de homem que seja homem e que cultive o seu lado masculino com características masculinas que é justamente o que nos atrai em vocês. Feministas, ninguém aqui falou de namorar um psicopata maluco mas sim de homens com jeito de homem ao invés de pessoas inseguras que adoram fingir agradar;
 
4) Entenda uma coisa: somos diferentes. Você é homem e nós somos mulheres. A graça é justamente esta. Existem inclusive mulheres psicopatas, doidas, malucas, estupradoras assim como existem homens que agem deste modo. Existe o inverso também, mulheres boas e homens bons. Tenha orgulho de ser homem assim como possuimos orgulho de sermos mulheres e deixe de ser manipulado por feministas marxistas cultuais que enxergam vocês como estupradores em potencial e tudo o mais. Inclusive se pararmos para pensar de modo imparcial perante as leis brasileiras talvez vocês saiam perdendo. Cade a igualdade e justiça nisso tudo? Seria o meu filho um futuro criminoso por ter nascido homem e que deve ter vergonha de ser o que é? Deveria ser ele jogado as cobras porque feministas dizem que isto é certo?
 
OBS: Post enviado por e-mail pela leitora Patrícia Marinho (editado)
 
Vejam mais sobre violência por procuração abaixo: