Arquivo da tag: feminista

Feminista no Facebook acha os filhos de Bolsonaro bonitos e é censurada por outras feministas.

Padrão

O movimento feminista é mesmo uma piada feita por mulheres fracas e choronas prostitutas da esquerda.

Feministas odeiam o Bolsonaro e o resto dos seus familiares por serem mais a direita com muitas idéias conservadoras e até liberais (menos Estado). Todas deputadas e senadoras feministas tem o apoio de partidos comunistas e socialistas. Feministas, que sempre fora as prostitutas baratas da esquerda, as apoiam sem pensar e atacam qualquer um que bata de frente com a esquerda .

Claro, tudo isso através da internet e usando I-phone mamando nas tetas deste governo esquerdista.
Uma feminista postou em grupo no Facebook que acha os filhos de Bolsonaro bonitos e é censurada por outras feministas. Na foto podemos ver Bolsonaro e seus filhos e uma feminista comentando que pena que os homens ao redor do Bolsonaro sejam muito bonitos tirando fotos com um “fascista” ( a esquerda chama todo mundo de fascista quando eles na verdade querem mais poder ao Estado, o verdadeiro fascismo).

Imediatamente a feminista foi censurada por outras feministas.

Mas a Nossa Senhora dos Prints mais uma vez fez o seu trabalho.

Pois é: este movimento de mulheres de esquerda chamado feminismo que querem forçar um lesbianismo esquerdista goela abaixo muitas vezes cai por terra quando naturais substancias hormonais entram em atividade.

Mas é a natureza: os homens da esquerda tem aquela masculinidade do BBB Jean Wyllys. A esquerda em si é coisa de gente frouxa. Inclusive os gays conservadores como Milo Yiannopoulos mesmo sendo gays possuem mais masculinidade que o mais hetero dos homens esquerdistas.

Caso de gênero e ditadura feminista I: generalizando pelas minorias.

Padrão

Diapositiva1

Esta é uma foto estranha que gerou o post. Feministas adoram subir nos tamancos para falar sobre gênero. De renegar a biologia, pois para as feministas homens e mulheres DEVEM ser iguais, DEVEM ser isso ou aquilo baseados no mundo politicamente correto feminista de igualdade segundo as feministas.  Pois bem, tal mentalidade relativista moral em tudo traz a tona as vezes coisas um tanto estranhas.

Um destes casos é Barbara Baird que possuimos dificuldade em definir como homem ou mulher e podemos ver a foto acima.

Ok, Barbara pode ou não ser uma pessoa boa, excelente professora e um excelente ser humano. O assunto não é este. Porém, ainda segundo a nossa sociedade imperfeita (mas melhor que qualquer socidade feministas nascida da utopia) a grande maioria das pessoas precisa se definir por ser homem ou mulher por n motivos: burocracia, segurança, identificar maternidade e paternidade, porque ainda existem leis diferentes para homens e mulheres e embora as feministas discordem, hoje possuimos vantagens neste quesito em relação aos homens (mas elas afirmam lutar por igualdade). Precisamos definir quem é homem ou mulher para serem modelos para as nossas crianças pois para elas é importante, precisamos definir isto preservar nossas identidades como espécie, para preservar costumes, para demonstrar que sabemos viver com pessoas diferentes ao invés de forçar uma igualdade da sociedade feminista nascida da utopia, etc. Algumas pessoas podem discordar disso pois querem viver em um mundo utopia modo ON para sempre, sem regras, sem leis, sem fronteiras, sem nomes. Mas as coisas não funcionariam. Esta é a verdade.

Devemos aceitar o diferente para ajudar e proteger as minorias de VERDADE, pois muitos podem ficar desprotegidos e se estes ficarem , em muitos casos  a lei do mais forte vai imperar e provavelmente iremos seguir o exemplo da natureza na sua parte mais cruel.

Devemos respeitar as minorias como seres humanos que são e sempre foram pois isto é o que se espera de uma democracia e sociedade civilizada. As minorias devem (ou deveriam) respeitar as leis igualmente, sem regalias por serem minoria. Deveriam ser protegidas somente se injustamente atacadas e não privilegiadas. Pessoas como Barbara devem ter o direito como tem hoje de viver sem sofrer. Mas não é porque Barbara provavelmente apoie o feminismo é que ela é ora quem sofre (vitimismo), ora é a  super alguma coisa ou não tem defeitos que devem ser criticados.

Aqui entra um porém. Em grande parte da sociedade de hoje politicamente correta feministas, grupos como o feminismo generalizam baseando-se em si mesmas ou em uma minoria como Barbara, extrapolando seus objetivos e querendo impor perante uma maioria os seus desejos, gostos e interesses. Querem impor perante outras pessoas suas teses mascaradas de “igualdade, liberdade, amizade e todas coisas bonitinhas”. Todo este discurso de coisas bonitinhas é para atrair mais seguidoras e seguidoras, em uma espécie de populismo de ideologias. Observe a falta de objetividade em muitos casos do feminsmo sobre isso. Nada é certo ou errado segundo as feministas como citamos em posts anteriores mesmo em casos claros. E aqui, estas ditas intelectuais invertem o jogo e querem que pessoas como Barbara (que deve ser respeitada) vire a regra quando não são e nunca foram maioria. A maioria real? Deve se envergonhar de ser o que é. Homem deve ter vergonha de ser homem, mulher de ser mulher. E quem pensa assim é taxado de uma pessoa “preconceituosa”.

Uma pergunta deve ser feita baseada no que as feministas demonstram com seus discursos: elas querem copiar homens em tudo. Tudo, sem questionar se é certo ou errado. Um homem faz, elas querem fazer também. E a foto bizarra talvez explique isso, talvez explique esta idéia cega de acabar com o diferente, de socialmente criar um gênero somente.  Talvez o relativismo moral delas seja para evitar que sejam julgadas por quererem se transformar em homens de qualquer modo, mediante cirurgias, aparelhos,etc Seria isso um sentimento de inveja feminista sobre os homens? Seriam as feministas aquelas que querem agir como homem em uma relação? Seria o feminismo uma raiva complexada com fundo de amor? Ou seria o feminismo a exaltação do masculino em um corpo diferente, sendo elas mais misóginas que qualquer cara problemático, visto quererem acabar a qualquer custo com qualidades tidas como femininas com a falsa propaganda de “igualdade, liberdade, amizade, alegria e tudo o mais”?

Na verdade é tudo uma farsa das feministas. Poucos se preocupam com mulheres, crianças, homens ou até mesmo a Barbara. Usam tudo isso como propaganda e criam uma revolta e raiva de um grupo de pessoas contra o outro. Algumas pessoas com cérebro lavado (massa de manobra barata) ou que possuem interesses mais obscuros para conseguir os seus interesses fazem este movimento andar porque uma parte ainda se nega a falar a verdade ao que enxergar este movimento “amiguinho de todos” que defende alguns e algumas.

O feminismo mediante feministas nada mais é que uma propaganda que vende o mundo perfeito segundo elas para todo o mundo. Na teoria é um movimento mentiroso, baseado em utopia e que nunca foi o que prometeu ser, perdeu os seus objetivos ao decorrer do tempo e quer ditar como as pessoas devem se comportar baseando em um modelo DITATORIAL de minorias. Sim, o feminismo é uma DITADURA. Herdaram todo esse modo de agir marxista cultural do famoso Karl Marx, que nunca foi chegado a responsabilidades, de viver no mundo real e nunca foi muito adepto de aceitar o diferente.