Arquivo da tag: feminismo e marxismo cultural

Banco Santander de Porto Alegre promove exposição com quadros de pedofilia, zoofilia e similares

Padrão

Vejam as fotos acima aonde em uma delas 2 CRIANÇAS fazem sexo com um animal e outras mostram CRIANÇAS em poses sensuais e mensagens relacionadas ao movimento gay. Isto foi considerado arte em Porto Alegre.


Mais uma vez o Rio Grande do Sul se supera em atos nojentos. Mas o que esperar de quem possui faculdades de idiotas zumbis do Estado, pessoas que possuem o sonho de virarem concurseiros e figuras como Luciana Genro que apoiam ditaduras? E nem iremos citar a Maria dos Bandidos aqui que nem cuidar da filha sabe…..

Mas tudo isso foi superado…….e para a pior.

A exposição Queermuseu, feita no Santander Cultural de Porto Alegre/RS chamou a atenção não apenas pelos quadros com pedofilia e zoofilia, como também por seu financiamento: R$ 800.000,00 financiados por meio da Lei Rouanet.

A exposição foi  cancelada após mobilização da sociedade nas redes sociais pois algumas pessoas questionaram as mensagens das obras.

Detalhe: Tal amostra nojenta era destinada a CRIANÇAS. Leiam o edital da captação de recursos e esta lá  a quem foi destinado: escolas e crianças.

Muito preocupante o que consideramos como “Arte”. Hoje em dia qualquer imbecil pelada e gritando xingamentos virou arte (Funk carioca, que inclusive se trasnformou em tese de mestrado neste Brasil aonde tudo que for errado se torna modelo). Mais preocupante é não ter filtro algum ao selecionar o que será exposto ao público.

A fonte do financiamento, entretanto, foi pouco comentada: o próprio Grupo Santander Brasil financiou a obra por meio da Lei Rouanet, doando com isenção fiscal para que fosse realizada em suas dependências. Em outras palavras: o grupo deixou de destinar o valor – tirado de seus clientes pagadores de impostos – ao governo, destinou para uma exposição nas suas próprias instalações e obteve retorno com o capital “investido” por meio da venda das entradas. Um “negócio da China” que tem sido um padrão do grupo no Brasil. Fonte: ILSP

O editor do Zero Hora, jornal local do sul, inclusive quer “meter bala” em quem quiser boicotar esta tal amostra de arte. O rapaz para variar defende o esquerdismo total.

Mas relativistas morais, justiceiros sociais e idiotas esquerdistas de todo o Brasil agora iniciam a falar de ditadura e censura….Nudez e atos sexuais sempre foram usados como arte em pinturas e esculturas lindas que visavam mostrar a habilidade do artista com tintas, madeira e pedra. A nudez e o sexo pouco tem a ver com a revolta do povo contra esta atitude imbecil do banco Santander. O maior problema aqui é deixar a entender que tudo é possível em nome da arte. Incluindo as mais perversas ideias do ser humano pode ser exposto em nome da arte. Pode-se fazer peça teatral com pessoas sendo abusadas em nome da arte, podem ter animais abusados em nome da arte. Ou como fizeram os atores da obra de arte “macaquinhos” cheirar e enfiar o dedo na bunda alheia. E tudo se agrava quando destinamos esta obra paga com o nosso dinheiro  e visando atingir menores e escolas. Um objetivo sinistro existe com certeza.

Os relativistas morais que acham tudo liberdade, vivem na ilha da fantasia e chamam questionamentos objetivos de censura demonstram a mais baixa desonestidade intelectual. A falta de empatia ao notar um menor de idade sendo obrigado por professores zumbis da esquerda a visitar uma amostra dessas aonde um outro menor faz sexo com animais e outro se veste de forma sensual deixaria qualque familiar revoltado, mas este bando de idiotas acha tudo liberdade. Podem afirmar serem intelectuais defensores da liberdade sem limite, mas este grupo duvido que deixa os filhos sem limites. Acabam sendo manipulados pela esquerda que tanto dizem odiar.

Um ponto positivo: Finalmente a sociedade reage a revolução marcuseana. O engenheiro social Herbert Marcuse foi um sinistro iniciador de obras assim e cita a teoria no seu livro que ainda modela o pensamento de professores de universidades infelizmente.  É um alento para uma socidade de valores invertidos que  o povo democraticamente reagiu.

Queremos dar os parabéns para todos que se mobilizaram para mostrar que ali, no Santander Cultural, não se tratava de arte coisíssima alguma; muito menos de algo relacionado a “liberdade de expressão”, como alguns querem fazer parecer e assim triunfar no seu limpismo virtual, o que estava a disposição de excursoes de crianças naquele banco, é a continuidade de um plano nefasto.

Questionar, denunciar esse plano, boicotá-lo e dar nomes aos culpados. Este sempre vai ser o caminho. Arte boa deve ser louvada. Lixos deste tipo, boicotados.

A sociedade finalmente ainda respira um pouco de ar puro e senso comum. Obras de “arte” deste tipo deve ser boicotadas e achamos que o dinheiro deveria ser melhor usado.

 

Socialista morena: mais um caso de jornalistas e artistas feministas que querem lavar o nosso cérebro com idéias esquerdistas

Padrão

Existem jornalistas que defendem toda o kit esquerdista (feminismo, comunismo, socialismo, etc) e a sua agenda assassina que apoia ditaduras esquerdistas mas colocam palavras bonitas na frente como “igualdade, movimentos sociais, liberdade” para mentir para um publico inocente e desinformado. Mas as pessoas não estão caindo mais nessa.

Uma destas é a feministas socialista quem em prol do seu mundo perfeito e melhor socialista comunista apoia o estupro, ditaduras assassinas, o foro de SP, o PT, PSOL e toda e qualquer pessoa que defenda a agenda esquerdista. Empregada do panfleto petista Carta Capital, Cynara Menezes ficou famosa na Internet por conta do blog, batizado com a alcunha de “Socialista Morena”, no qual expõe seus pensamentos sobre política e economia (ou, no caso, a ausência de algum). No ambiente virtual, ela concorre pari passu com Leonardo Sakamoto pelo troféu marxista cultural do ano.

Ela na sua “bondade” defende que pessoas sejam estupradas e que quem goste de ir a praia sofra arrastões.

Ela afirma que quem tem medo de rolezinhos deve deixar de ir ao shopping center.

Ela defende fuzilamentos de pessoas e sempre surge uma pérola de uma feminista esquerdista revoltada e amargurada. Esta jornalista faz parte do mesmo grupo de jornalistas que seguem a agenda esquerdista. Falamos sobre os jornalistas do yahoo e tantos outros sites que transbordam feminismo e marxismo e negam o senso comum defendendo crimes absurdos e valores invertidos. Vamos ficar alerta e denunciar estes criminosos.

Mulheres contra o feminismo ao redor do mundo (não precisamos do feminismo e nem das feministas)

Padrão

mulheres anti feminismo

Muita feminista adora pensar que é o exemplo de “mulher maravilha perfeita-intelectual-diferente-vimimista-forte bla bla bla e acha e/ou finge que é impossível existirem mais mulheres contra as terroristas do movimento feminista,quer seja este desde o feminismo mentirosamente mais calmo “paz e amor” até as radicais do Femen. Nos EUA e no resto do mundo muitas outras mulheres se manifestam contra o femininsmo com postamos no passado aqui no blog. Existem inclusive n outras mulheres fazendo vlogs no You Tube CONTRA o feminismo. Mas as feministas gurus e as massa de manobra adoram ficar criando desculpas, adoram ofender quem discorda delas e fazer patrulhamento ideológico e tentar censuras outras pessoas (algo comum de grupos marxisas culturais que fazem a propaganda de “liberdade” da boca para fora). Elas podem tentar, mas elas não vão nos calar.

Elas deveriam ver estas fotos abaixo, além de lerem sobre outras pensadoras, intelectuais, escritoras, etc, contra o feminismo  neste nosso post antigo aqui.

i dont need feminism

mais mulheres anti feminismo

nao precisamos do feminismo 5

nao precisamos do feminismo

outras mulheres anti feminismo

nao precisamos do feminismo 2

nao precisamos do feminismo 4jpg

nao precisamos do feminismo 3Nao precisamos do feminismoNao preciso do feminismo

E aqui no Brasil? Embora o marxismo cultural e o feminismo queiram calar as nossas bocas, também protestamos contra o feminismo (para a raiva das feministas que querem nos censurar usando n estratégias, ofensas, ameaças, mentiras sobre o passado, etc).

197664_527348463978499_487028591_n

Lembram de uma Primeira-Ministra que nunca deveu nada as feministas?

margareth thatcher feminismo feministas

Para finalizar sempre surgem umas feministas loucas- sem saber do que falam nos chamando de machistas por discordarmos delas, mesmo que elas afirmem de pés juntos que o oposto de machismo nunca foi feminismo. Esta é uma técnica manipulativa feminista ( a estratégia da falsa dicotomia) que é usada quando convém para muitos fins: atrair mais seguidoras, censurar quem discorda das feministas, propaganda e vitimismo. Por isso a falta de objetividade em delimitar o assunto pois nem elas acreditam mesmo no movimento feminista. Comportam-se como pura massa de manobra burra e barata. As que acreditam realmente no feminismo negam a realidade e a hipocrisia das frases prontas que o movimento mete nas cabeças delas. Falam uma coisa e fazem outra. Afinal, toda boa feminista adora se contradizer e colocar a culpa em alguém.

hipocrisia feminista mulheres contra o feminismo

Isto é o feminismo e a sua tradicional falsa dicotomia usada quando convém.

Mulheres antifeminismo: Como feministas querem que nós mães eduquemos nossos filhos e filhas.

Padrão

 

Como já foi dito antes, muitas de nós somos mães e possuímos filhos  e filhas. Além de outros motivos, o fato de sermos mães é o que nos levou a criar um blog de mulheres anti feminismo ou contra o feminismo que combate a agenda feminista (que prega toda uma agenda marxista socialista). Esta agenda feminista prega absurdos que beiram ao inacreditável e usa de artimanhas intelectuais aliado a truques marxistas como o politicamente correto, vitimismo, guerra entre classes, noção de minorias,  propaganda feminista, revolução cultural para mudar os valores ocidentais (no Brasil usando Paulo Freire e Gramsci), etc. Podemos notar que utilizando de técnicas marxistas e socialistas as feministas criaram a absurda ideologia de gênero.

Uma coisa parece ser fato:  pessoas inocentes, ignorantes ou desonestas apoiam o feminismo. Quem entende este movimento possui o dever moral de ser contra ele.

O feminismo usa de técnicas e táticas marxistas nos seus debates. O capitalismo é “horrível” para os socialistas e comunistas mesmo que estas e estes residam em países capitalistas. O que as feministas fizeram foi levar este conceito de conflito interno de  eles contra nós para a família e a sociedade. O capitalismo “opressor” no modelo familiar ficou representado pelo homem enquanto a mulher seria o lado “socialista oprimido”.  Leiam abaixo o que dizem as líderes feministas pensam sobre o socialismo- comunismo:

1-”O Cáucaso das mulheres sanciona o pensamento marxista-leninista. (Robin Morgan, Sisterhood is Powerful, p. 597)“
2-O feminismo, o socialismo e o comunismo são a mesma coisa, e o governo socialista/comunista é o objectivo do feminismo.(Catharine A. MacKinnon, Toward a Feminist Theory of the State (First Harvard University Press, 1989), p.10).

3-Um mundo onde o homem e a mulher seriam iguais é fácil de visualizar uma vez que foi isso que a revolução soviética prometeu. (Simone de Beauvoir, The Second Sex (New York, Random House, 1952), p.806)”

Nada por acaso estas mulheres defendem o marxismo pois o feminismo em si sempre foi marxista/ comunista/ socialista. Usando de psicologia, coletivismo, propaganda e vitimismo as feministas criaram este movimento que “quer mudar o mundo” assim como quis a revolução cubana, revolução russa (todos movimentos socialistas). Elas se autointitularam as trabalhadoras salvadoras  da humanidade (mesmo que tenham vindo da aristocracia e de famílias ricas) assim como Marx nunca tiveram que trabalhar. Aliado a isso, as feministas levaram a amargura do seu lado pessoal para o lado político-social. A também antifeminista Erin Pizzey cita isso neste vídeo aqui embaixo assim como as ameaças de morte contra ela. Tudo obra do movimento feminista. Vejam:

Nesta luta para  mudar o mundo optaram por  engrossar o movimento feminista com mais pessoas que compartilhasssem a ideologia marxista de guerra entre classes e se aliaram ao movimento  LGBTTQI ( vistos por eles mesmos  como “oprimidos” pelos heterossexuais e pelo sociedade cristã ocidental). O mais engraçado é que a mulher e os homossexuais possuem respeito e liberdade nas sociedades cristãs ocidentais enquanto que em sociedades ateístas (em geral, comunistas) e não cristãs a mulher quase não tem valor.  Como o movimento feminista e LGBTTQI  são anticristianismo eles irão sempre condenar a sociedade que mais os protege e irão sempre defender sociedades não cristãs.

Reparem que no ponto de vista delas é tudo guerra entre classes como Marx prega. As feministas e o movimento LGBTTQI  adicionaram o sexo na equação assim como prega a obra “Eros e Civilização” do pensador socialista  Herbert Marcuse (Por favor, leiam sobre marxismo cultural para entender mais). Assim surge o embrião da ideologia de gênero,  da revoluçao sexual sempre com cunho marxista e dos conceitos feministas de marcha das vadias, sou puta, sou vadia, funks feministas, etc. Um interessante vídeo sobre a ideologia de gênero pode ser visto aqui embaixo:

A ideologia de gênero é um dos pilares do feminismo assim como do movimento LGBTTQI e é uma grande fraude. Vocês podem ler mais aqui e assistir este vídeo e ler este excelente artigo clicando aqui ou aqui

http://lucianoayan.com/2013/08/13/para-levar-a-loucura-as-feministas-radicais-e-o-movimento-lgbt-como-harald-eia-abalou-a-ideologia-de-genero/

Aqui neste ponto a biologia é vista como opressora e o mundo real deve se adequar ao ideologia e não o inverso. Tudo é assim no movimento feminista. Nesta fuga da realidade feminista, mulheres nascem sem vagina (?), homens nascem sem pênis (?), uma pessoa negra nasce branca e vice-versa (?), uma pessoa baixinha é oprimida pela gravidade e não se transforma em alguém de 1,95. Para elas é tudo somos o que queremos. O ponto é:  Isto funciona na realidade para tudo? Devemos ser todas/os iguais porque as feministas querem por acreditaram na mentira marxista da igualdade e que devemos ser todas/os iguais?  E o respeito pela própria individualidade? Isso nunca é considerado pelo movimento feminista que dita a igualdade como regra por ser um movimento marxista coletivista. Muitas mulheres que lutam contra o feminismo sofrem ameaças por não se deixarem ser levadas pela onda coletivista deste movimento que ameaça quem luta contra ele e seus absurdos.

 

Muitas pesquisadoras e pesquisadores possuem um passado marxista e assim defendem o feminismo. Lembram do caso da Tatiana Lionço que se declara feminista, defende a pornografia e direitos sexuais de menores de idade? Leiam mais aqui. Tais manipuladores e manipuladoras criam obras de pura engenharia social e comportamental para justificar atos que condenam a infelicidade menores de idade. Jean Wyllys, Tatiana Lionço, Lola e tantos outros DOUTRINAM jovens e menores desde a mais tenra idade como pregado por Gramsci e outros pensadores marxistas culturais. As artes, as universidades brasileiras e de outros lugares foram tomadas por estas/es psicopatas. A guerra se tornou cultural. Pouco importa se absurdos como pregar o incesto, a pedofilia, se mutilam menores de idade, etc. Pela “causa” estes grupos atacam tudo e quem lutar contra.

Já vimos casos de feministas que estimulavam seus filhos a agirem como meninas, transformando a pobre criança em algo completamente contrária a sua natureza, tudo em prol do fanatismo feminista cujas mães pregavam hábitos afeminados por moda ou modernismo e mutilando a mente e o corpos de filhos meninos. Já presenciamos feministas tentarem nos coagir para educar nossos filhos como meninas e dizendo isso ser igualdade e respeito, sem respeitar a diversidade de gêneros e a natureza humana. Nossa reação obviamente como mãe e mulher de verdade foi igual de uma leoa quando algum animal tenta atacar o seu filhote. Somos orgulhosas de sermos mulheres, com todas nossas qualidades e defeitos. Tentamos mostrar a verdade para as feministas sem sucesso pois elas são fanáticas demais e pregam tanto ódio que sua cegueira as deixa incapazes de diferenciar a verdade da mentira. Assim como qualquer grupo marxista, elas querem adequar a realidade a fantasia e nunca o inverso. Claro,  sabemos também que homens possuem qualidades e defeitos. Isso não nos torna escrava ou que odiamos homens. Simplesmente sabemos respeitar os outros e outras, algo que as feministas abominam pois pregam a raiva até contra mulheres que discordam deste movimento terrorista marxista que prega a guerra entre classes. Leiam mais aqui. Os homens  sofrem mais ainda com elas (leiam aqui). Igualdade? Nada, isto sempre foi pura propaganda.

As meninas e sua educação tampouco escaparam de serem atingidas por essa visão unipolar e fanática. Feministas como já citamos antes, odeiam serem mulheres na verdade e querem ser vistas como homens de saias.  Elas  conseguem odiar as mulheres e os homens ao mesmo tempo. A fala marxista sobre igualdade sempre foi propaganda, nada mais. Qualidades como sensibilidade, intuição, empatia, caridade, perseverança entre outras são vistas como defeitos nas mulheres pelas feministas pois “devemos ser iguais aos homens”.. Então elas tentam modificar a mentalidade de mães e meninas através do espírito coletivo e afirmam que tais características são fraquezas. As garotas crescem e muitas negam suas qualidade naturais e acabam agindo como homens. Como resultado podemos ver hoje adultos homens que agem como mulheres e mulheres que agem como homens. E o pior, infelizes e sem saber de onde nasce essa infelicidade. Nesta luta marxista por igualdade sem fim, lutamos contra a biologia e afastamos homens e mulheres ocidentais uns dos outros gerando uma baixa taxa de natalidade no Ocidente. Ao mesmo tempo as feministas pregam o multiculturalismo e podemos pegar como exemplo os muçulmanos que possuem uma alta taxa de natalidade. Quem lucra com isso? Escreveremos sobre isso no futuro.

Algumas de nós já foram feministas e acordaram para a falsa mentira da igualdade, da cultura ao ódio ao diferente que o feminismo prega, da igualdade forçada entre meninos e meninas sem respeitar os seus corpos e a biologia e da luta para transformar o menino em uma menina e a menina em um menino. Tudo isso é pregado com a mentira deslavada que o feminismo é para defender a mulher. Isso é uma mentira pois as feministas condenam as qualidades da mulher, o dom da maternidade, fazem apologia ao aborto, vivem em um mundo que criam a violência contra meninos e hoje já podemos ver garotas e mulheres complexadas, infelizes que caíram nessa conversa mentirosa em prol de meia dúzia de mulheres que dizem pregar a liberdade mas na verdade pregam o ódio ao diferente e a diversidade. Detalhe: muitas  gurus feministas são lésbicas e NUNCA TIVERAM FILHOS. Estas mulheres criam teorias sem fundamento e deixamos elas nos dizerem como devemos educar os nossos filhos.

Muitas de nós em sua grande maioria possui uma profissão, muitas tem mestrado, outras escolheram ser donas de casa mas isso não quer dizer que somos idiotas, ignorantes ou que quem priorizou a vida profissional seja superior a quem escolhe a vida do lar. A maternidade nunca foi vista como uma doença como feministas pregam e a promiscuidade nunca foi algo nobre bastando um aborto para dormir bem novamente. Respeitamos as mulheres de bem e homens de bem, cada um com a sua verdade, o seu caminho e é por essa diversidade que lutamos. Nunca seremos iguais. Isso parece ser fato. Somos na verdade diferentes e complementares.