Arquivo da tag: deslumbramento

Não aceitem que jornalistas estrangeiros esquerdistas vendam mentiras sobre o Brasil.

Padrão

Depois da posse do Presidente Bolsonaro fomos ler certos jornais estrangeiros como a BBC, um dos antros do esquerdismo e globalismo mundial, entre tantos outros jornais e sites internacionais.

15464339485c2cb59cf35d9_1546433948_3x2_md

Pois bem: salvos alguns casos eles repetem o que o jornalismo esquerdista dita. Mimimi nutricionista, eletricista entre aquela coisa de sempre.

Infelizmente, certas brasileiras e brasileiras sofrem de deslumbre por tudo que for estrangeiro e assim aceitam tudo o que for escrito por um estrangeiro como verdade absoluta.

HORA DE ACORDAR PARA A REALIDADE, LEITORAS E LEITORES.

1546361496_407537_1546372381_noticia_normal

O Brasil possui n defeitos assim como qualidades. O mesmo vale para o exterior e nem todo estrangeiro que diz amar o Brasil realmente o faz (que o digam os turistas sexuais, homens que as feministas dizem odiar enquanto defendem as piriguetes que queimam o nosso filme sendo na maioria das vezes no carnaval e ano novo).

Muitos destes jornalistas estrageiros “intelectuais” possuem uma agenda e querem estereotipar o Brasil. Sempre pregamos que os impostos fossem reduzidos e tantas outras coisas que nunca foram feitas pelos governos do Brasil. Sempre desmascaramos feministas que doutrinam nossos filhos e defendem bandidos . Se for para criticar coisas que realmente devem ser melhoradas aqui no Brasil devemos fazer sem piedade e sugerir o que mudar.

No entanto, notamos que estes jornalistas menosprezam Bolsonaro e Trump assim como todo liberal-conservador. Estes mesmos jornalistas ficaram calados durante os governos corruptos do PT. Ficam calados na hora de falar sobre ditaduras esquerdistas. Taxam de populistas ou qualquer outra coisa ao mesmo tempo que fecham os olhos para os seus problemas da Europa aonde suas mulheres sofrem estupro por imigrantes ilegais. Os franceses em geral tem uma mentalidade mais esquerdista e notamos muito esquerdista brasileiro que tanto fala mal do Ocidente ficar postando artigos de franceses como isso qualificasse mais um argumento do que um artigo brasileiro.

Existe muito estrangeiro ignorante e esquerdista, pessoal.

Como exemplo postamos este excelente texto da #canetadesquerdizadora aonde um jornalista de esquerda norte-americano (sim, existe esquerdista em todo o planeta) posta um texto mentiroso sobre a primeira-dama aonde transformou o discurso de Michelle Bolsonaro em “saudação militar”. Desonestidade intelectual de esquerdista das piores que foi desmascarada pela caneta desquerdizadora.  Vejam aqui.  

Ou quem sabe este esquerdista da Nova Zelândia aqui que quer ensinar brasileiro sobre a vida no Brasil. O rapaz gay  esquerdista repete como um papagaio aquela palavras de sempre: nutriocinista, eletricista, etc. Na Nova Zelândia, terra liberal e capitalista e com dinheiro é mole tentar ser “resistência”. Este tipo de imbecil existe no mundo todo e fede a hipocrisia, pessoal. Repetimos: Existe muito estrangeiro ignorante e esquerdista. Podem falar outro idioma mas isso não quer dizer que sejam melhores por isso. Por favor, saibam filtrar com cautela o que um estrangeiro quer falar sobre o Brasil.

Curtam #mulherescontraofeminismo no Facebook.

Mark Manson, você pediu esta resposta….

Padrão

 

 

Se você não vive em Marte provavelmente viu alguém compartilhar no Facebook o texto “Uma carta aberta ao brasil”de Mark Manson. Um texto que viralizou na Internet por algum motivo. Devemos analisar com muita calma textos escritos no achismo por “gurus” de auto-ajuda como este, e principalmente, sem nacionalismos de “orgulho brasileiro cego” ou “raiva do Brasil por termos problemas de nos aceita” e cair no deslumbramento de achar que todo estrangeiro é um Deus (como foi o caso de pessoas que apoiam este tal Mark).

Mark Manson é um estrangeiro que veio ao Brasil atrás de festas e da imagem da mulher brasileira put@, jeitinho que ele agora critica e carnaval (bem, aquela que possuímos no planeta todo e que o blog Povo Deslumbrado mostra aqui). Mark tem textos no esquerdista Huffington Post e é um blogueiro que cria teses muito estranhas para ganhar dinheiro. E nas suas vindas e idas ao Brasil ele achou provavelmente terem sido suficientes pra entender nossa história e nossos problemas. Desculpe, pessoas, mas Mark não teve sucesso.

Os problemas do Brasil são:

1-Relativismo moral: desculpas do povo ou teorias de intelectuais/professores universitários para defender o indefensável (de crimes, roubos, corruptos, obras de engenharia social, lavagem cerebral em escolas por esquerdista, etc). Isto gera um grande abismo moral aonde sobra falta objetividade e leis duras para todos. O jeitinho surge aqui: e nem todo brasileiro adora o jeitinho;

2-Falta de liberdade econômica e alta intervenção estatal do Governo (impostos, burocracia). Cultura de depender do Estado ao invés de ficar livre dele;

3-Cultura do carnaval, samba, festa, praia e bundas que é defendida por nacionalistas como símbolo do Brasil. Mark, você por sinal veio para o Brasil procurando isso. E sua esposa ou namorada provavelmente “se apaixonou” por você como tantas outras fazem em Copacabana;

4-Negação dos valores base de uma sociedade como liberdade – responsabilidade, direitos- deveres. Negação das bases da civilização Ocidental como uma afronta nacionalista contra o sistema;

5-Culto ao passado como causa dos problemas: “somos assim por causa dos portugueses”, etc como se não tivéssemos tido tempo  o suficiente para iniciar uma nova fase.

6-Culto ao esquerdismo aonde intelectuais e políticos ainda acham o esquerdismo como melhor sistema. Os políticos oposicionistas (salvo Bolsonaro e alguns outros raros) não são nada mais ou menos que coronéis dos tempos modernos.

Em resumo, Mark. Isto nos falta e em nenhum caso você acertou. Tudo isso que citamos acima é o que faz uma nação desenvolvida e faz a sua nação ser o que é. O que você fez foi criar um post de achismos taxando brasileiros. Existe muito brasileiro e brasileira que detesta carnaval, baixaria que você veio procurar aqui e outros ainda trabalham muito.

Mark, você confessa que veio aqui atrás de sexo e carnaval, aquela imagem estereotipada que os gringos acham e piriguetes, funkeiras, feministas, nacionalistas e carnavalescos ajudam a divulgar (mas depois se fazem de vitimas). Mark inclusive você é autor do livro “Models: Attract Women through honesty”, e  se tornou sub-celebridade de internet pois uma pessoa “aleatória” lhe ofereceu dinheiro para ajudá-lo a conversar com garotas.

Você veio ao Brasil atrás daquele estereotipo do jeitinho. Irônico, não?

Engraçado. Agora você e um brasileira estão a se casar (golpe do passaporte??) e esta brasileira o ajudou a escrever um texto  demagogo, preconceituoso, cheio de rótulos sem noção, atravessado por avaliações fajutas de quem tem conhecimento igual a 0 sobre história, economia e sociologia.

Lindo que neste texto você, Mark, fala de tudo menos dos fatos em si que são a causa dos problemas do Brasil.

Muitos brasileiros numa dessas irão dizer que “Mark apenas generalizou a triste verdade, que o problema do Brasil está no DNA, nascido desde os tempos de colonização”. Por outro, lado os brasileiros esquerdistas que pregam um antiamericanismo irão culpar agora qualquer estrangeiro por tudo. E Mark vai ganhar dinheiro com mentiras polêmicas e vai ter o status de guru para desinformados.

Ambos os grupos de brasileiros erram feio. E basta ser um pouco perspicaz, segurar o nacionalismo ou revolta e pensar.

Para finalizar, Mark….

Mark os problemas do Brasil existem em qualquer outro lugar no mundo. Porém, em muitas nações isto vai ser pior ou melhor.

Mark, você era (ou é) um turista sexual. Sua mulher provavelmente se “apaixonou” por você para ter direito de entrar nos EUA.

Sua vaidade , amor pela demagogia e falta de conhecimento em criticar os fatos que são os nossos reais problemas podem lhe dar fama para desinformados. Mas para quem ainda pensa, você é somente mais um trambiqueiro e turista sexual.