Arquivo da tag: aborto

Loucura: Nova Iorque aprova o aborto até 9 meses de idade

Padrão

Sempre avisamos aqui a olhar com cautela muitos modelos de conduta vindo do exterior.

Pois bem, o Senado do Estado de Nova York (Estados Unidos) aprovou por 38 votos contra 24 uma nova lei do aborto que permitirá esta prática durante toda a gravidez. Ou seja, o ser humano no ventre da mulher pode ter sido completamente formado e a mulher tem o direito de abortar um dia antes desta pessoinha nascer.

A Lei de Saúde Reprodutiva foi aprovada na terça-feira, 22 de janeiro, depois de uma disputa legal que começou em 2007.

Esta norma permitirá aos profissionais de saúde, como praticantes de enfermaria e médicos assistentes, que realizam abortos. Além disso, endossa o aborto tardio em qualquer momento.

Isto sempre foi defendido pela esquerdista americana Hillary Clinton e o seu grupo de feminazi.

O estado americano assim se torna o ícone da barbárie mundial com direito a comemoração com luzes rosas em prédios da cidade.

Voltamos a era dos Maias e nazistas, que matavam os deficientes ou indesejados assim que nasciam. Uma amostra clara de eugenia pura.

As “luzes” deveriam ser da cor vermelha, de sangue.

Enquanto isso na Europa os seguidores do Islam possuem muitos filhos que seguem a lei da Sharia e os europeus tem poucos filhos ou preferem ter cachorro, gato e assistir Netflix.

Quem vai herdar a terra?

Repitimos: SEMPRE BOM olhar com muita CAUTELA muitos modelos de conduta vindo do exterior. 

Evitem a propaganda das assassinas feminiazi que fogem da responsabilidade. Aborto sempre vai ser assassinato.

Aborto não é questão de saúde pública: desmascarando mentiras feministas sobre o aborto

Padrão

Dicas de filme da mulheres contra o feminismo: assistam o filme O grito silencioso. O vídeo que fez o maior médico abortista do mundo a lutar contra o aborto.

Desde que iniciamos o blog alguns anos atrás sempre sofremos ataques de feministas. E muitas usam das maiores mentiras e vitimismos para isso. Outras se dizem “contra o feminismo” mas usam de desonestidade intelectual e profunda falta de caráter e capacidade de pensar pois defendem a agenda feminista que inclui o aborto. Estamos acostumadas e basta usar um raciocino lógico para questionar as mentiras feministas.

Alguns exemplos abaixo:

1-  Aborto é questão de saúde pública

Sinceramente, aborto não é questão de saúde pública. Em uma nação como o Brasil aonde pessoas morrem aos milhares comprovadamente devido a falta de verbas, corrupção e outros fatores é infelizmente comum vermos pessoas internadas em corredores e com falta de suprimentos médicas básicos. E também poderíamos falar da prevenção de problemas de saúde e até como se prevenir de gravidez. Isso sim é questão saúde pública.

2- Milhares de mulheres morrem todos os anos por fazer abortos.

Se for verdade aonde se encontram os corpos delas? Ninguém consegue esconder tantos corpos assim…

3- Mas os abortos eram clandestinos.

Como as feministas sabem que eram milhares se os abortos eram clandestinos?

4- Mas eu sou alérgica a preservativos com látex e tenho problemas com a pílula. Sou especial.

Sentimos muito mas seu caso é uma MINORIA e aborto nunca vai ser método de controle de natalidade. Quem pensa assim é uma psicopata. Existem preservativos sem látex e tantos outros meios como bem sugerem as mulheres contra o feminismo do Reino Unido.

5- A mulher que aborta deve fazer o que quiser com o próprio corpo.

Correto, porém, o feto é um outro corpo e nunca vai fazer parte do corpo dela.

6- Mas o aborto deve ser liberado e pago pelo Estado.

Esta é uma das diferenças das feministas e mulheres contra o feminismo.

Mulheres contra o feminismo se responsabilizam pelo que fazem enquanto feministas sempre serão irresponsáveis e zumbis do estado.

6- As pessoas se comportam de modo responsável e podem fazer aborto.

Fale isso em lugar que tem carnaval e é conhecido mundialmente por baixaria e turismo sexual. O numero de abortos iria ser 10 vezes o normal.

7- Aborto como tudo que que existe deve ser liberado. A moral é relativa.

Ok. Vamos liberar o uso de drogas, assassinato e zoofilia então?

8- O aborto deve ser liberado pois muitas pessoas fazem clandestinamente.

Como as feministas sabem se isso é feito clandestinamente. Se este argumento de todo mundo faz vale, vamos pregar a corrupção e outra coisas imorais, afinal todo mundo faz, né?

9- Sou feminista paz e amor. Muitas crianças crescem sem pais. O aborto é uma alternativa.

Muita boa essa feminista que se inspirou no Tico Santa Cruz. Antes de deixar um ser humano nascer para ele viver e poder viver o seu destino, as feministas querem mata-lo antes deste ser nascer. Que bondade das feministas #SQN

10- O aborto liberado pelo governo é para proteger a mulher.

Diga isso na China comunista aonde meninas são abortadas aos milhares pois como medida governamental o governo chinês prefere meninos. Ops, o movimento feminista é esquerdista e fica calado sobre isso.

11- Mas na Europa o aborto existe. Coisa de primeiro mundo.

A taxa de natalidade anda em baixa na Europa. Décadas de lavagem cerebral feminista masculinizaram as mulheres e deixaram os homens efeminados. Relacionamentos e casamentos foram afetados. Isso e mais o aborto geraram uma baixa taxa dos índices de natalidade. E quem esta ocupando estes espaços? Os muçulmanos, os mesmo que tratam mulheres como escravas.

Image result for the new europeans muslim

Hora de acordar, meninas.

 

 

 

 

 

 

O terrorismo psicológico sobre estupro: feministas usam a pesquisa do Ipea e manipulam dados mais uma vez.

Padrão

Sophia-Costa-enganada-Ipea

 IPEA pode querer causar por uma pesquista manipulada por feministas. Mas não nos engana não 🙂

No Brasil e em grande  parte do Ocidente (talvez mundo) estupro é tratado como um crime grave. Penas severas. E o estuprador sofre muito na cadeia. Os brasileiros têm horror de estupradores. Querem vê-los mortos ou presos para sempre. (Até os demais bandidos muitas vezes os condenam.) Qual familiar decente quer que a sua filha ou filho sejam estuprados? Nenhum. Qual pessoa com a mente normal seria a favor do estupro de mulheres ou qualquer outro ser?

Pois bem. Quem pensa assim ainda enxerga os fatos  e a realidade.  Mas as feministas para variar inventam das suas. Elas devem achar que somos burras,  completamente idiotas e que qualquer dado pode nos manipular. Se enganam e sempre postamos  sobre as mentiras feministas aqui para servir de alerta sobre o terrorismo psicológico das teorias feministas sobre estupro, aborto e tudo o mais que feministas adoram usar para fazer vitimismo.

Todo mundo sabe que feministas adoram manipular dados para defender suas teses loucas. Dizem que milhares de mulheres morrem por fazerem aborto clandestino para assim defenderem o aborto  (rsrsrsr mas nunca achamos os milhares de  túmulos das milhares de mulheres mortas rsrsrs).

Acontece mais uma vez. Mais dados manipulados.  O Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) recentemente divulgou os resultados de uma pesquisa que mostra que a maioria dos entrevistados (quase 60%) acreditam que usar roupas comportadas pode ajudar a evitar estupros. Pronto. As feministas ficaram felizes para assim provar que “todo homem estupra raivosamente as esposas e filhas e a cultura do estupro existe” e que “todo homem maldito defende o estupro”. As conclusões da pesquisa para o Ipea são de que vivemos em um “sistema social que subordina o feminino ao masculino”, e que “a violência parece exercer um papel fundamental”.

Gabriela Barcelos

É isso mesmo: em uma manobra fantasiosa e  ilógica, o Ipea distorceu a conclusão de que se vestir modestamente pode ser uma medida que ajuda a evitar estupros, e conseguiu colocar a culpa de tudo no “sistema patriarcal do homem branco capitalista machista”. Faltou dizer no final: somos feministas.

Este povo que defende idelogias e a tese da guerra entre classes possui uma mente psicopata e que nega fatos comuns. São “pensadores/as” e formadores/as de opiniões prontas incapazes de notar a realidade e usam de casos extremos para dizer que todo homem estupra, mulher contra o feminismo é  uma idiota mandada ao mesmo tempo que defendem regimes e leis que realmente nos violentam. Lembram do caso da feminista que foi estuprada e defendeu o estuprador?? Procurem nos nossos posts antigos.

Camila IPEA

Feministas e toda esta gente doida defendem sempre os falaciosos argumentos sociais. Tudo virou social e relativismo moral. Trata-se da velha síndrome de inocentar o bandido e culpar a sociedade,  gerar medo e tumlulto para vir algo “pronto e perfeito” para resolver tudo. Algo que o nosso governo e os militantes de esquerda (como as feministas) defendem tão veementemente. O fato real se demonstra mais simples. Estupradores existem desde que o mundo é mundo, e eles continuarão existindo por todo o futuro da humanidade. Eles sabem muito bem o que estão fazendo, sabem que é errado, mas não se importam. E, assim como quase todo criminoso, eles não se importam com seus direitos, eles não se importam se é ilegal ou errado e eles certamente não se importam se estuprar alguém vai destruir sua vida. Eles se importam apenas com o desejo doente em suas mentes, goste você ou não. E devemos lembra que igualmente existem ESTUPRADORAS QUE VIOLENTAM menores de idade de ambos os sexos. Mas como isto fere o feminismo, elas omitem tal fato.

Photo: A Patricia Grah também #NãoMereceSerEnganadaPeloIPEA, valeu Patricia *_*

Estas pessoas com seu discurso abstrato de “desigualdade”, “direitos humanos” ou “função social” culpam a “cultura de estupro”, e não o estuprador – da mesma forma em que culpam “as condições sociais”, e não assaltante, o assassino. Assim, todos os que não fazem parte de sua patota são automaticamente os piores vermes a rastejarem sobre este Vale de Lágrimas até prova em contrário – mesmo quando eles são as vítimas das maiores violências já perpetradas pelo ser humano. Por outro lado, se a/o psicopata for do lado desta turma, a realidade dos fatos desparece  e surge sempre uma desculpa: “era oprimido/a por ser pobre, rico, negro, azul, amarelo, cubano, isso… aquilo”.

Manchetes como “Maioria acredita que mulher tem responsabilidade em casos de estupro, diz Ipea” estão aí apenas para confundir e fazer terrorismo psicológico do estupro.

Thaís IPEA

Feministas como progressistas, por outro lado, só conclamam à responsabilidade individual por conivência – geralmente para culpar seus desafetos, para culpá-los encaixando-os à força na “cultura de estupro” mesmo que sejam odiadores de estupradores e para dizer que eles “protegem seus interesses” – como se o progressista fosse um monge tibetano que fez voto de pobreza, obediência e castidade, não tem desejo nenhum em relação ao mundo, sabe que todas as palavras são uma ilusão, é constituído de pura energia e se alimenta apenas de cores. Sem nenhum preconceito entre o azul e o marrom. Feministas defendem coisas como transar com pai, filho, filha, etc e acusar pessoas de estupro injustamente e todo um conjunto de teorias loucas.

E se ousarmos  ser contra transar com pai, filho, filha, etc e acusar pessoas de estupro injustamente? Mandadas, burras.

Lamentamos dizer que as feministas se enganam. Muitas outras mulheres são contra o fanatismo psicopata do movimenteo feminista e não irão cair nestas mentiras e nem nesta mentira da IPEA, puro terrorismo psicológico feminista.

Leiam mais no nosso facebook e aqui embaixo:

https://www.facebook.com/pages/Eu-n%C3%A3o-mere%C3%A7o-ser-enganada-pelo-IPEA/555532114561708

Excelente texto da Bruna aqui