O surfista assassinado, o assassino drogado e a comoção nacional por um traficante na Indonésia

Padrão

assassino surfista ricardo dos santos

Vivemos em um mundo violento. Para piorar vivemos em uma nação violenta, Brasil. Não somos o lugar mais violento do mundo ou o mais corrupto como muitos mentem. Mas sofremos com a violência. Os fatos atuais trouxeram isto a tona mas o que mais surpreende é a reação das pessoas que perderam a capacidade de pensar. Todos opinam sem raciocinar e analisar fatos reais. Com a democracia da sociedade Ocidental ( algo muito bom) mas a perda de valores e lógica (péssimo) surgem absurdos na internet sobre casos atuais. Citamos aqui o caso do surfista catarinense Ricardo dos Santos que foi assassinado pelo criminoso Luiz Paulo Mota Brentano e a comoção nacional dos brasileiros pelo traficante brasileiro que foi morto na Indonésia.

Muitos se perguntam como melhorar a nossa segurança e evitar injustiças? Como melhorar o Brasil? Com autocrítica e bom senso, palavras que hoje são vistas como “opressoras, machistas, capitalistas” pelos herdeiros de Marcuse que pregam os seu valores invertidos no Brasil. Afinal, nada é errado ou certo, lembram? No final da contas até estes imbecis e idiotas úteis se lamentam da violência e valores invertidos que atingem todo mundo incluindo eles também.

Este é um alerta para muita gente que anda apoiando a turma dos valores invertidos sem saber.

1) Estão malhando o assassino que matou o surfista pelo fato dele ser policial só que não foi esse o motivo dele ter matado o surfista.  Sabe qual foi o real motivo? DROGAS!!! Sim, DROGAS!!! Aquelas que todos vivem pedindo pra legalizar.

2) Sempre defendemos os policiais e desmascaramos pessoas como a Maria do Rosário. A policia é necessária. Mas um tempo que postamos no nosso Facebook um vídeo de uns policiais similares ao BOPE em uma cerimônia sem fundamento. Muitos vieram defender este tipo de tradição pois “policial bom é o cara que atira antes e investiga depois”. Pesquisamos em blogs e sites e estes idiotas que acham que o negocio é chegar atirando sem pensar não sabem o que é investigação, inteligência, contra-inteligência e guerra irregular. Estes imbecis querem usar os músculos mas sem usar o cérebro. Claro que com a realidade brasileira a policia deve ser dura com os criminosos. O ponto antes é: DEVEMOS INVESTIGAR E SABER QUEM SÃO OS CRIMINOSOS  E NÃO ATACAR QUALQUER PESSOA. Não é por acaso que a policia brasileira muitas vezes peca por não saber como lidar com o crime e não saber diferenciar um ladrão de galinhas de um criminoso perigoso. Os esquerdistas, a imprensa e os criminosos adoram isso. Isso serve de propaganda. A culpa  muitas vezes não é do policial mas do sistema brasileiro arcaico que seleciona mal e prepara mal os policiais. Simples.

3) No Brasil  para selecionar tanto militares como policiais e até a nossa agencia de inteligência ( nem na teoria similar a CIA ou MI6) o sistema usado é somente o concurso publico. ABSURDO. Existe coisa mais arcaica que isso? Podemos selecionar qualquer imbecil para trabalhar na segurança desde que seja um concurseiro e responda as perguntas certinhas. Que profissional vai ser este? Um zumbi concurseiro do estado.

4) O Brasil tem uma tradição no coronelismo (complexa estrutura de poder que tem início no plano municipal, exercido com hipertrofia privada (a figura do coronel) sobre o poder público (o Estado), e tendo como caracteres secundários o mandonismo, o filhotismo (ou apadrinhamento), a fraude eleitoral e a desorganização dos serviços públicos arcaísmo da estrutura agropecuária no interior remoto do Brasil). Por isso aqui tem gente com um certo poder que pensa ser acima da lei pois não sabe lidar com pessoas, com o poder em si e nada entender da guerra assimétrica na sociedade brasileira. Isso existe em muitos lugares mas podemos notar que é uma coisa bem brasileira.

5) Valores invertidos.

Outra coisa, este assassino estava usando drogas na frente da casa do surfista, e ele, pediu para o assassino se retirar. O criminoso que não sabe lidar com poder, que Deus sabe como foi selecionado para ser policial e estava drogado, atirou para matar. Então, não adianta chorar pelo surfista e depois ir protestar pedindo pra legalizar a maconha, cocaína, LSD, etc e etc. Este assassino deve pagar caro pelo que fez.  Só que poderia ter sido qualquer outro drogado que se fosse do time das “minorias” seria inocentado. Este por ser policial vai ser crucificado pela esquerda e os nacionalistas militaristas lambe botas sem a mínima auto critica  irão ainda apoiar o criminoso por ser “militar”. Criam assim um efeito cascata apoiando a esquerda.

Ricardo, o surfista era  um atleta que representava a nossa nação tendo derrotado campeões em torneios de surf. E nada de clemência, de comoção de luto da nossa presidência do país. Agora um traficante de drogas que se orgulhava de nunca ter trabalhado, que vendia o maldito estereotipo de malandragem, festas, drogas, gandaia e que graças à Deus foi preso em outro país pois por lá foi feita justiça, a presidência coloca a bandeira a meio mastro? Sabemos o porque desta inversão de valores. O atleta virará mais “um” na estatística enquanto o traficante internacional mereceu luto de uma nação?

Bom lembrar que a nossa presidenta já foi uma terrorista armada, nossos políticos na sua maioria andam de mãos dadas com o crime e nossos valores andam invertidos. Um policial concurseiro que se droga é mais do que esperado se pensarmos bem. Entendam. Se não combatermos a causa de tudo isso, usar de autocrítica, bom senso e tentar procurar o porque muitos outros irão continuar morrendo.

 

.

Uma resposta »

  1. Senhoras do MULHERES CONTRA O FEMINISMO, sinceramente as quero avisar que quem comete crimes, exordialmente os hediondos, seja rico, seja pobre, seja quem for, tem de ser punido draconianamente, como Drácon fazia na Grécia. Nem tudo deve ser estatizado, da mesma forma que nem tudo deve ser privatizado. Nem todos os cidadãos podem portar algumas armas ou nenhumas delas. Normalmente, evitemos os todos os extremos, mas Amores sem Justiças são Conivências ou Impunidades, pois as Justiças devem estar acima dos Amores. Vossas Senhorias deveriam pesquisar sobre outros crimes notórios, como os dos Absolutismos, os das Cruzadas, os dos Impérios, os das Inquisições e outros. Por isso, quero-as avisar que o melhor Estado é o Estado Draconiano, pois combate a criminalidade com mão de ferro, não importando nenhumas condições humanas (etnias, procedências, raças, religiões, sexos, socialidades e outras). Agradeço-lhes de todo o meu coração! Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s