Porque o nosso governo quer importar médicos e seguir o modelo de Cuba?

Padrão

Oi, meninas. Tudo bem? Meu nome é Prisicila e queria opinar sobre este assunto dos médicos. Usem o texto se for do gosto da maioria. Obrigada.

————————————————————————————————————————————————————————————

Quem mora ou morou no exterior sabe como é complicado ter o nosso diploma reconhecido em outras terras. Devemos ter uma boa base do idioma, devemos pagar taxas em consulados e conselhos profissionais estrangeiros, devemos fazer testes, escrever cartas, fazer entrevistas, falar com um, falar com outro, etc. E muitas vezes nem mesmo assim conseguimos. Outros conseguem ter o diploma reconhecido mas disso até conseguir um emprego no campo é outra luta. Ou seja, uma batalha nada simples.

Vendo o que acontece no Brasil eu sinceramente fico chocada. Embora discorde de como uns médicos brasileiros protestem contra os seus colegas cubanos, eu apoio os médicos brasileiros e o povo brasileiro pois existe algo estranho nestes acontecimentos.

Algumas perguntas deveriam ser respondidas:

a)      Se para um brasileiro é complicado de reconhecer o diploma no exterior e devemos atender requisitos para atuar e assim passamos por coisas que escrevi acima, porque o governo importa médicos cubanos que nem falam o nosso idioma, nem entendem as nossas leis ou o nosso sistema? E isto sem falar no conhecimento técnico que nem provado foi.

b)      Porque justamente somente médicos de Cuba podem entrar desta maneira no Brasil enquanto médicos de qualquer outro lugar do mundo devem passar por complicados testes do Conselho Federal de Medicina para trabalhar aqui no Brasil? Porque querem dar a entender que o modelo cubano é superior sendo que é uma mentira?

c)       Quem seriam estes médicos que querem trabalhar aqui? Com quais objetivos o governo cubano os enviou aqui?

d)      Como o governo quer que os médicos trabalhem? De graça? A vice-ministra de Cuba disse que o valor total do pagamento dos médicos será repassado direto à ilha e entre R$ 4 mil e R$ 5 mil serão repassados aos profissionais. Ou seja, o governo cubano vai lucrar com isso. Engraçado tanto falarem de Cuba como modelo de liberdade quando isso parece mais trabalho escravo. Estranho, se você não é remunerado por seu trabalho, você não é um trabalhador, você é um escravo. Mas isso em Cuba se chama “justiça social”.

e)      Levando em conta que os médicos sejam médicos de verdade, poderiam eles reclamar que o dinheiro ganho por eles vai na sua maior parte para o governo cubano? Teriam eles tal liberdade? Poderiam eles desistir deste trabalho?

f)       Tanto falaram que os médicos iriam para lugares carentes do Brasil para fazer uma medicina mais “humana”. Mas o que adianta ser humano (como se os médicos brasileiros não fossem) se faltam remédios, equipamentos e um sistema organizado do topo a base para nos atender? Médico cura com magia? Palavras de ordem marxista fantasiadas de humanismo não curam ninguém.

g)      Sobre o item F. O que falar dos médicos cubanos que justamente escolheram trabalhar na sua maioria em lugares nada carentes aqui no Brasil e preferindo as zonas urbanas do sul e sudeste do Brasil.

h)      Muita gente com a “A Mente Revolucionária” no estilo do estuprador, assassino e racista Che Guevara ao invés de pensar nestas perguntas começa a ofender quem discorda delas. Nega uma coisa cristalina: que existe algo estranho no ar com esta vinda de médicos justamente de um lugar sem liberdade, com um ditador no poder faz mais de 25 anos. E o governo brasileiro quer ainda importar professores justamente de Cuba para solo brasileiro. Porque sempra Cuba?

i)        Culpam os médicos brasileiros por tudo agora, mas estes são povo também. Os médicos do Brasil são classicistas de um certo modo assim como o povo brasileiro é. Querem status no seu campo assim como o povo brasileiro adora status quer seja desde o facebook com fotos de tudo o que é futilidade até ao consumo exagerado de importados da Europa ou EUA, etc.  Brasileiro adora festa, praia e pouco trabalho. Mas paga de oprimido. Hoje muita gente que estudou em escola particular e foi criada a toddynho tenta remediar este classicismo apoiando os médicos cubanos por politicamente correto e quer pagar de bom moço/ boa moça.

j)        Fotos e textos de grupos que apoiam os cubanos tem fundo marxista- socialista- comunista. Pregam a guerra entre classes e uma mentalidade antiga de “mundo melhor, igualdade, liberdade” tudo isso vindo de uma ilha comandada por um ditador que apoia aborto, matou homossexuais e ocupa o poder faz muito tempo. Propaganda socialista made in Foro de São Paulo.

k)      Porque os médicos cubanos chegam ao Brasil na mesma época que o governo brasileiro apoia o ato médico (que tira a liberdade de outros profissionais da área da saúde e que tanto estudaram para serem melhores nos seus respectivos campos?) depois de anos de luta. Seria isto uma barganha por ter deixado os cubanos virem ao Brasil?

Eu  pessoalmente passei no vestibular de medicina e estudei na universidade por 3 anos. Abandonei o curso por ver que não era para mim. Mudei para a psicologia e depois de formada trabalhei um tempo no exterior aonde conheci o meu marido que é engenheiro. Sabemos o que é lutar para ter o diploma reconhecido e outras batalhas que envolvem se adaptar a cultura local sem esquecermos nossas origens, sabemos como é aprender um novo idioma, entender novas leis e tudo o mais.

Sou mulher, tenho familiares negros, li muito sobre estes assuntos e sei diferenciar esta propaganda marxista da realidade que mais tenta nos colocar uns contra os outros do que avaliar os fatos em si. Aqui no Brasil tudo é usado para gerar revolta entre o povo (racialismo, feminismo, etc). Este caso dos médicos é mais um exemplo.

Ninguém precisa concordar comigo em tudo mas por favor pensem nas perguntas acima (MCF: E nem iremos concordar com tudo mas as perguntas nos fazem pensar) . O Brasil caminha com passos largos em direção ao modelo cubano com o apoio de pessoas como Marta Suplicy, Jean Wyllys e tantos outros que doutrinam nossos estudantes com sementes socio-comunistas. A revolução faz um bom tempo se encontra nas univerisdades e aos poucos o governo nos molda como Cuba. A vinda de médicos cubanos tem um objetivo claro. Somente é cego que quer.

OBS: 4/9/2013- Este médico cubano fala umas verdades o que talvez sirva de alerta para quem questionou o texto da leitora Priscila . Este movimento dos médicos tem algo a mais além de simplesmente “ajudar o Brasil”. Simples assim. Pensem.

»

  1. Está passando nos jornais há algum tempo, situações – ou farra – em que alguns médicos na rede pública de saúde batem os cartões e simplesmente vão embora para casa ou voltam para seus consultórios particulares. Médicos esses que estão pouco se “lixando” para a saúde da população, limpando a bunda com o juramento de Hipócrates. Esses são provavelmente alguns dos médicos que vão para as ruas de roupinha branca e cartazes desfavoráveis a vinda de médicos estrangeiros. Mas qual o motivo alegado? Falta de revalida? falta de estrutura para o atendimento? incompetência? Acho que é isso. A revalida não haverá não adianta espernear, a falta de estrutura existe, mas não é somente ela que impede os médicos-shopping irem para o interiorzão e para Norte e Nordeste onde se acumula a parte mais carente da população brasileira, é a falta de humanidade e sensibilidade mesmo. Incompetência? E os INCOMPETENTES daqui? Eles não existem?
    Sou totalmente contra o trabalho semi-escravo, sou contra médicos cubanos ganharem uma mixaria enquanto o governo desonesto de Cuba engorda seus bolsos.
    Mas sou mais a favor da população carente do Brasil.

    • Ninguém aqui afirmou que os médicos brasileiros se comportam como santos. Inclusive falamos sobre o tal ato médico que é uma rasteira no povo dado por médicos metido a elite. O post em si levanta perguntas sobre o elo Cuba- Brasil e movimentos que usam das mesmas estratégias.

  2. MulheresContraOFeminismo. Vocês perderam a chance de não se meter num assunto que nada tem a ver com o combate ao tumor feminista.

    1º O Brasil não está importando médicos apenas de Cuba.

    2º Os médicos cubanos são “exportados” (como se fossem mercadorias esse termo?) para mais de 70 países, sendo bem recebidos em todos.

    3º São profissionais especializados em atenção básica à saúde, uma área deficientíssima da saúde brasileira, juntamente à deficiência em estruturas de saneamento básico.

    4º Vocês com certeza nunca conheceram um cubano, são pessoas que têm em sua formação familiar e educacional o humanitarismo.

    Mas vou contra-argumentar o seu texto, querida.

    -> O diploma brasileiro tem sim dificuldades de ser reconhecido no exterior e isso se deve à deficiência na qualidade do ensino brasileiro; universidades particulares caça-níqueis, universidades públicas (citando o meu caso, federal) com professores que na verdade desejam ser pesquisadores, pouco incentivo à pesquisa no âmbito particular (sem contar que o financiamento público às vezes nem dá para adquirir o material de fomento à pesquisa), programas de pós-graduação nível mestrado e doutorado em qualidade aquém à de países considerados de terceiro mundo, como irã, áfrica do sul, índia, honduras. Quem quer um profissional desses? Mal e mal o Brasil quer.

    a) Além do que já te argumentei acima, são médicos com um alto índice de pós-graduação e especialização (para ter ideia, do montante vindo até agora, 20% detém títulos de mestre – diversos se graduaram mestres na Europa), têm o conhecimento de, no mínimo, três distintas línguas e passaram por processo seletivo. São na maior parte profissionais com 15 anos de experiência em atuação na atenção básica de países da Europa, América Central, América do Sul, Ásia e até da África. Cito como exemplo é a médica Wilma Salmora Louis, com mestrado em gestão hospitalar, tem 45 anos de idade e 23 anos de experiência médica, inclusive já tendo trabalhado em Tocantins nos anos de 2001 e 2002.

    b) Porque não serão apenas médicos cubanos, serão também médicos de outros países irmãos do Brasil e aqui não estarão passando pelo revalida pois nenhum destes profissionais está recebendo visto definitivo ou certificação definitiva para trabalhar em solo brasileiro. Serão apenas três anos de serviço em terras tupiniquins; o REVALIDA é exigido para profissionais extrangeiros que desejam tornarem-se profissionais médicos brasileiros, com diploma devidamente reconhecido no Brasil e volto a afirmar: Nenhum dos profissionais do programa Mais Médicos está pretendendo ter seu diploma reconhecido em solo brasileiro, eles querem trabalhar no solo brasileiro com seu diploma de país de origem.

    c) Seres humanos,.

    d) Sim, a “exportação” de médicos para outros países é um dos meios que Cuba obteve para driblar os encargos e sanções financeiras que os EUA impõem à ilha. Para se ter uma ideia, a Venezuela paga pelos médicos cubanos em petróleo, o Brasil irá pagar em dinheiro. Quanto ao resto, me recuso a entrar em detalhes e mais discussão pois até hoje conheci poucos cubanos e ainda não conheço a ilha para embasar minha argumentação além do mérito antes abordado.

    e) Eles ganham, trabalhando na ilha, 100 dólares americanos por mês. Dois mil dólares para trabalhar em outro país com certeza está ótimo para eles. O pagamento DEVE ser feito diretamente ao governo cubano, cumprindo com acordos internacionais (principalmente lavrados pela OPAS, órgão da ONU) e todo pagamento dos demais médicos advindos de outros países será realizado da mesma forma: pelo país de origem dos médicos!

    f) Bem, você no mínimo não tem o básico de conhecimento acerca de atenção em saúde ou sequer conhecimento limiar das áreas da saúde. Os médicos cubanos estão vindo ao Brasil trabalhar na Atenção Básica à Saúde. O que isso significa? Que eles não vão sair por aí dando pontos e fazendo neurocirurgias, eles não vão realizar procedimentos de aplicação de quimioterápicos, exames diagnósticos complexos ou consultas especializadas. Eles irão trabalhar na PREVENÇÃO, na atenção básica da saúde destas populações:
    -conscientização de correta alimentação e prevenção da desnutrição infantil
    -prevenção de gravidez indesejada
    -prevenção de doenças carenciais
    -prevenção da obesidade
    -prevenção de doenças sexualmente transmissíveis
    -prevenção de verminoses
    -prevenção do consumo de água insalubre
    E para isso não é necessário sequer um comprimido ou estetoscópio para tal. Exemplo? Zilda Arns combateu os alarmantes índices de desnutrição infantil com a multimistura, Frei Paulino assassinou a mortalidade infantil com o pó-de-arroz.

    g) Não tenho conhecimento ainda de profissionais que foram trabalhar em lugares nada carentes – mesmo que das zonas sul e sudeste do Brasil. Tudo bem, eu posso lidar com o preconceito mas moro na região amazônica, estado do Acre.

    h) De novo, novamente não é só de Cuba. Agora eu defendo que o governo trouxesse também músicos cubanos para salvar a música brasileira do funk & sertanejo universitário. Quanto a Che Guevara eu novamente não entrarei no mérito.

    i) Me recuso novamente a entrar nestes méritos. Isso é uma questão de classe e admiro muito a união da classe médica, apesar de ser uma união podre.

    j) Sem comentários, querida. A mesma viseira que feministas, femistas, marxistas, neonazistas, noepentescostais, ateus e cristãos usam, você está usando!

    k) Você sequer leu na íntegra o atual texto do ato médico? Pois é, mais da metade de quem é contra também não leu. Apenas repete o que ouviu. E falar todo mundo fala, até papagaio fala e Brasil é a terra do papagaio =-)

  3. Suas perguntas me fizeram pensar que você não conhece o assunto sobre o qual dá palpites. Vamos comentar suas questões.

    “a)”

    Os médicos brasileiros (com poucas exceções) falam o nosso idioma, entendem nossas leis e o nosso sistema. Nem por isso trabalham como devem. Em sua maioria, não passam de uma elite arrogante, incompetente e corporativista (ficam salvando os rabos dos próprios colegas). Querem apenas ganhar muito dinheiro em centros urbanos consolidados. Ou seja, não têm qualquer formação humanista e não estão nem aí para a saúde dos pacientes, pois só pensam em contas bancárias gordas. Portanto, precisamos importar médicos de verdade. Sobre o conhecimento técnico, os médicos cubanos atuam em dezenas de países há décadas. Não é possível que tenham construído sua imagem de ótimos profissionais em cima de desconhecimento técnico de sua profissão.

    “b)”

    O Brasil está importando médicos de quaisquer países, não apenas de Cuba. Quanto aos “complicados testes” do CFM, quem tem um mínimo de informação sabe que estes foram inventados apenas para barrar a concorrência e manter os privilégios corporativos da pequena elite de “médicos” brasileiros. O modelo cubano não é superior nem inferior, mas pode complementar o nosso. O nosso é curativo, o deles é preventivo. Um não anula o outro, somam-se.

    “c)”

    Médicos cubanos são formados sem a obsessão pela grana (como os nossos), até porque em Cuba não tem grana mesmo. Portanto, há de se ter vocação para ajudar a saúde do próximo (o que não se observa nos nossos médicos). E os objetivos do governo cubano são irrelevantes, desde que tenhamos assistência médica DECENTE para TODA a população.

    “d)”

    Médicos cubanos são formados por recursos do governo cubano – ou seja, por impostos da sociedade cubana. Não vejo nenhum mal em pagar à sociedade cubana pelo serviço que virão nos prestar.

    “e)”

    Imagino que eles não sejam tão egocêntricos quanto você. Se escolheram a profissão médica, é porque querem ajudar pessoas, e não “ganhar dinheiro”.

    “f)”

    O que é pior? Um lugar carente com médicos sem uma completa e perfeita infraestrutura para atenderem, ou um lugar carente sem médicos e sem tal infraestrutura? Dê uma chance para os lugares carentes, ora bolas (pela sua lógica, médicos que atuam em conflitos ou guerras não poderiam estar lá também, já que não contam com a tal estrutura “da base ao topo” e blablabla…

    “g)”

    Haja má-vontade com os cubanos, heim? Se alguns médicos cubanos preferirem as zonas urbanas do sul e sudeste, você poderá tratá-los como quase todos os médicos brasileiros. Simples.

    “h)”

    Eu já não me ofendo mais com atentados à inteligência, ao bom senso e à informação correta.

    E só existe “algo estranho no ar” para quem tem pavor de comunistas, para quem fica vendo comunas em todo lugar, embaixo da cama etc.

    “i)”

    Chame um médico brasileiro de “povo” que ele irá se ofender. Povo? Eu? Com meu jaleco branco, minhas viagens cotidianas para a Europa e meu importado no estacionamento? Você deve estar me confundindo com algum enfermeiro, moça.

    “j)”

    Palpite puro cada um tem os seus. Não dá para comentar.

    “k)”

    As duas coisas estão relacionadas, é óbvio. Ambas fazem parte de uma política pública que tentará melhorar minimamente o estado deplorável da saúde no Brasil. Estado este causado pelos médicos brasileiros que você tanto ama (eu detesto quase todos: o que achar de um sujeito que, se você paga em cash, te recebe rapidinho, mas se tem plano de saúde, te faz esperar como um mendigo esmolando na rua?). Nenhum cubano foi responsável por este lixo que é o sistema de saúde brasileiro. Virão aqui para tentar minimizar esta barbaridade.

    k) Porque os médicos cubanos chegam ao Brasil na mesma época que o governo brasileiro apoia o ato médico (que tira a liberdade de outros profissionais da área da saúde e que tanto estudaram para serem melhores nos seus respectivos campos?) depois de anos de luta. Seria isto uma barganha por ter deixado os cubanos virem ao Brasil?

  4. Em Cuba é formado 200 a 300 médicos por ano, se 4 mil médicos cubanos vem para o Brasil, isso dá quase 20 anos de médicos formados em Cuba. Esvaziaram todos os médicos dos hospitais cubanos para enviarem para o Brasil?

    Vejam essas noticias:

    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidiano/126609-prefeituras-vao-demitir-medicos-para-receber-equipes-do-governo.shtml

    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidiano/126612-disseram-que-eu-tinha-que-dar-lugar-a-um-cubano-diz-demitida.shtml

    Esse mesmo programa que era para trazer médicos para cá, já começou a demitir para dar lugar para os cubanos. O programa era para aumentar os médicos e não causar demissão.

    Ninguém aqui é cego para não perceber que o governo do PT tem laços ideológicos com Cuba. Tudo isso é apenas manobra política para garantir a reeleição do PT no nordeste e ainda desviar dinheiro brasileiro para Cuba “legalmente”.

  5. Ao invés de arrumar a saúde do Brasil, que é um caos generalizado, o governo espertamente trás profissionais de Cuba, pois suas intenções na realidade são outras…

    Logo virão também professores sob a mesma desculpa esfarrapada. Ao invés de colocar ordem nas escolas, vão trazer profissionais de fora.

    Atentem para o fato de que médicos e professores também podem estudar outras coisas e possuírem formações em outros campos…preciso dizer qual?

    • Arrumar a saúde? Ô abutre, se liga: os médicos brasileiros NÃO QUEREM TRABALHAR nos lugares em que os cubanos irão trabalhar. E não querem porque só ligam para dinheiro e status, estão pouco se lixando para os pacientes. Por mim os médicos cubanos deveriam ocupar tudo.

  6. lUCAS seu comunista safado, dê valor ao seu país,argumento falho em, então vamos fazer o seguinte…vou importar 4 mil malasianos para o Brasil e distribui-los na empresa onde você trabalha,como eles vão ganhar muito menos da metade do que você ganha playboizinho, e vão trabalhar o dobro pois são muito melhores que você, eu vou te demitir sem nenhuma dó, e nem adianta chorar, olhe para a china meu amigo, voc~e quer que o Brasil trabalhe neste sistema? Falar é fácil, depois que começar a vivenciar esta realidade não venha se rebelar contra esses cubanos depois, você não passa de massa de manobra,tenho pena de argumentos como o seu!

    • Eu, comunista safado? Sou um dos maiores capitalistas neoliberais que existem e não preciso xingar você um usar termos que o denigrem para tornar meu argumento melhor ou superior. Não sou um valentão de internet como você.

      Seu exemplo foi totalmente falho e inconclusivo.

      1º Seres humanos não são bens comerciais para serem importados ou exportados;
      2º Proletário que trabalha mais e ganhe menos é um dos maiores trunfos do capitalismo, veja aí a fraqueza do seu argumento;
      3º No seu hipotético exemplo, eu caso não tivesse investido na minha educação, simplesmente passaria a me preparar para o mercado de trabalho competitivo;
      4º China está vivenciando um fenômeno de acúmulo de capital entre a população jamais visto em qualquer outro país, pare de acreditar no que a imprensa diz – que tal fazer uma visitinha ao país e ver com seus próprios olhos? Viajar de avião para lá é bem barato, com menos de 5 mil reais você garante ida, volta com translados e estadia por 2 semanas.
      5º Não sou playboyzinho (Boy vem de garoto na língua inglesa, portanto usa-se 2 “y”). Sou graduado e titulado mestre em universidades federais, alterno minha renda entre 30h semanais de funcionalismo público e minha microempresa;
      6º Sou patriota e nacionalista ao extremo, diga-se de passagem. Cumpri meu serviço militar obrigatório e voto conscientemente, participando inclusive das decisões da minha cidade e estado por meio de presença ativa nas respectivas câmaras;
      7º Não sou amigo de extremistas ideológicos.

  7. E só pra te lembrar..junto com a nacionalidade cubana, também vem muito da mente comunista deles, eles com certeza terão o direito de dupla cidadania votando aqui, que tal mais de 4 mil votos pro PT…tudo jogada política, tsc tsc tsc!

    • Uau! O PT então importou 4 mil votos e ninguém disse nada? Estes 4 mil votos, espalhados pelo país, “com certeza” farão uma diferença enorme, em um colégio eleitoral estimado em 140 milhões de pessoas aptas a votar no Brasil. Hahaha, é cada um que aparece… Fala sério, isso foi uma piada, né? E eu, aqui, levando a sério, hehehe…

      • Rapaz…você deve ser um dos que apoiam os direitos humanos e o bolsa família, vai trabalhar rapaz, ou se muda pra Cuba se gosta tanto de lá, vai ver como a família Castro trata pessoas como você!

      • Sou, sim, um dos que apoiam os direitos humanos, como se faz em qualquer país civilizado. Se você não gosta de direitos humanos, se mude para o Sudão e vai lá ver como é que agem os que não conhecem os direitos humanos. E meu ideal de vida não é Cuba, senhor, mas sim Suécia e Canadá. Se liga, velho!

      • Lucas…vai pescar meu irmão, não quero saber sua formação acadêmica, isso não faz de você melhor do que ninguém…e quanto à servir o exército, bela bosta não fez merda nenhuma lá, se tivesse ido pra uma guerra queria ver se teria orgulho de dar a vida pelo seu país, falar é fácil, mas levar uma bala de ak-47 no peito não quer não ne, pseudo intelectual institucionalizado, você é o típico boneco robotizado, não tem ideologia própria só repete como papagaio o que te ensinaram nas instituições educacionais deste país1 ABRAÇOS CARA!

      • É vão poder votar sim, pois vão se naturalizar rapidamente, pois depois de um certo “tempinho” irão pedir naturalização, e duvido que será negada!

  8. Sid Vicious…tenho pena de você, seu ideal é Canadá e Suécia, você gosta é de defender bandido, deve ter algum parente estuprador sofrendo na cadeia, por isso defende essa merda de direitos humanos…você não é a madre Tereza de Calcutá não rapaz, você vive de “ego”, quer provar o que? Direitos Humanos no Brasil= Bosta…No Sudão se você defendesse um bandido qualquer com esse papinho você iria dormir juntinho com ele na cadeia, civilidade é defender bandido?

    • Você é um selvagem, vive na selvageria e responde à selvageria com mais selvageria. Se admira tanto o Sudão, se lá eles tratam bandido como merece, então se mande pra lá. Meu ideal é Canadá e Suécia, lá a criminalidade é baixíssima (segurança total em andar por lá) e eles nem precisam torturar criminosos para isso. Sou civilizado, vivi e admiro lugares civilizados, com pessoas e instituições civilizadas. Você jamais entenderá isso, na sua selvageria você para mim está como um chimpanzé para um humano letrado.

  9. E pensar que tenho que aguentar pessoas jogando diploma na minha cara, sendo que o Lula que governou este país nem saber escrever direito sabia…huhauah, vão ser intelectuais em outro país bando de papagaios de pirata!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s