Caso de gênero e ditadura feminista I: generalizando pelas minorias.

Padrão

Diapositiva1

Esta é uma foto estranha que gerou o post. Feministas adoram subir nos tamancos para falar sobre gênero. De renegar a biologia, pois para as feministas homens e mulheres DEVEM ser iguais, DEVEM ser isso ou aquilo baseados no mundo politicamente correto feminista de igualdade segundo as feministas.  Pois bem, tal mentalidade relativista moral em tudo traz a tona as vezes coisas um tanto estranhas.

Um destes casos é Barbara Baird que possuimos dificuldade em definir como homem ou mulher e podemos ver a foto acima.

Ok, Barbara pode ou não ser uma pessoa boa, excelente professora e um excelente ser humano. O assunto não é este. Porém, ainda segundo a nossa sociedade imperfeita (mas melhor que qualquer socidade feministas nascida da utopia) a grande maioria das pessoas precisa se definir por ser homem ou mulher por n motivos: burocracia, segurança, identificar maternidade e paternidade, porque ainda existem leis diferentes para homens e mulheres e embora as feministas discordem, hoje possuimos vantagens neste quesito em relação aos homens (mas elas afirmam lutar por igualdade). Precisamos definir quem é homem ou mulher para serem modelos para as nossas crianças pois para elas é importante, precisamos definir isto preservar nossas identidades como espécie, para preservar costumes, para demonstrar que sabemos viver com pessoas diferentes ao invés de forçar uma igualdade da sociedade feminista nascida da utopia, etc. Algumas pessoas podem discordar disso pois querem viver em um mundo utopia modo ON para sempre, sem regras, sem leis, sem fronteiras, sem nomes. Mas as coisas não funcionariam. Esta é a verdade.

Devemos aceitar o diferente para ajudar e proteger as minorias de VERDADE, pois muitos podem ficar desprotegidos e se estes ficarem , em muitos casos  a lei do mais forte vai imperar e provavelmente iremos seguir o exemplo da natureza na sua parte mais cruel.

Devemos respeitar as minorias como seres humanos que são e sempre foram pois isto é o que se espera de uma democracia e sociedade civilizada. As minorias devem (ou deveriam) respeitar as leis igualmente, sem regalias por serem minoria. Deveriam ser protegidas somente se injustamente atacadas e não privilegiadas. Pessoas como Barbara devem ter o direito como tem hoje de viver sem sofrer. Mas não é porque Barbara provavelmente apoie o feminismo é que ela é ora quem sofre (vitimismo), ora é a  super alguma coisa ou não tem defeitos que devem ser criticados.

Aqui entra um porém. Em grande parte da sociedade de hoje politicamente correta feministas, grupos como o feminismo generalizam baseando-se em si mesmas ou em uma minoria como Barbara, extrapolando seus objetivos e querendo impor perante uma maioria os seus desejos, gostos e interesses. Querem impor perante outras pessoas suas teses mascaradas de “igualdade, liberdade, amizade e todas coisas bonitinhas”. Todo este discurso de coisas bonitinhas é para atrair mais seguidoras e seguidoras, em uma espécie de populismo de ideologias. Observe a falta de objetividade em muitos casos do feminsmo sobre isso. Nada é certo ou errado segundo as feministas como citamos em posts anteriores mesmo em casos claros. E aqui, estas ditas intelectuais invertem o jogo e querem que pessoas como Barbara (que deve ser respeitada) vire a regra quando não são e nunca foram maioria. A maioria real? Deve se envergonhar de ser o que é. Homem deve ter vergonha de ser homem, mulher de ser mulher. E quem pensa assim é taxado de uma pessoa “preconceituosa”.

Uma pergunta deve ser feita baseada no que as feministas demonstram com seus discursos: elas querem copiar homens em tudo. Tudo, sem questionar se é certo ou errado. Um homem faz, elas querem fazer também. E a foto bizarra talvez explique isso, talvez explique esta idéia cega de acabar com o diferente, de socialmente criar um gênero somente.  Talvez o relativismo moral delas seja para evitar que sejam julgadas por quererem se transformar em homens de qualquer modo, mediante cirurgias, aparelhos,etc Seria isso um sentimento de inveja feminista sobre os homens? Seriam as feministas aquelas que querem agir como homem em uma relação? Seria o feminismo uma raiva complexada com fundo de amor? Ou seria o feminismo a exaltação do masculino em um corpo diferente, sendo elas mais misóginas que qualquer cara problemático, visto quererem acabar a qualquer custo com qualidades tidas como femininas com a falsa propaganda de “igualdade, liberdade, amizade, alegria e tudo o mais”?

Na verdade é tudo uma farsa das feministas. Poucos se preocupam com mulheres, crianças, homens ou até mesmo a Barbara. Usam tudo isso como propaganda e criam uma revolta e raiva de um grupo de pessoas contra o outro. Algumas pessoas com cérebro lavado (massa de manobra barata) ou que possuem interesses mais obscuros para conseguir os seus interesses fazem este movimento andar porque uma parte ainda se nega a falar a verdade ao que enxergar este movimento “amiguinho de todos” que defende alguns e algumas.

O feminismo mediante feministas nada mais é que uma propaganda que vende o mundo perfeito segundo elas para todo o mundo. Na teoria é um movimento mentiroso, baseado em utopia e que nunca foi o que prometeu ser, perdeu os seus objetivos ao decorrer do tempo e quer ditar como as pessoas devem se comportar baseando em um modelo DITATORIAL de minorias. Sim, o feminismo é uma DITADURA. Herdaram todo esse modo de agir marxista cultural do famoso Karl Marx, que nunca foi chegado a responsabilidades, de viver no mundo real e nunca foi muito adepto de aceitar o diferente.

»

  1. Como você disse(e muito bem), as feministas querem transformar as mulheres em homens. Não sou contra o feminismo. Pelo contrário, cada mulher deve se valorizar e exigir seus direitos, sem ter de aguentar opressões calada. Mas elas ultrapassam o sentido de “igualdade” ao querer ter mais privilégios que o homem. Isso também não seria uma forma de machismo? Falam que a mulher não é o sexo frágil, mas usam do vitimismo pra conseguir direitos, que é uma forma de inferiorização. O que me incomoda no feminismo é a reciclagem de argumentos. É impossível se fazer um comentário sem receber um “queria usar burka, apanhar do marido?”. Pra mim, são apenas mulheres frustradas por terem nascido mulheres, e usam de suas próprias experiências para “tocar o terror” em outras mulheres. Não é um movimento, é um vírus.

      • Não leio blog de seu ninguém. E não, não vale a pena ficar discutindo isto com gente de mente fechada. Eu nunca vou te convencer assim como você nunca me convencerá. Você sempre me refutará e eu sempre te refutarei. Simples assim.
        Continue sendo anti feminista, mudará muita coisa errada á sua volta. Você joga fora tudo que lutamos ha anos para conseguir. Você despreza e ri de todas que sofrem e sofreram com com isso.
        “clap clap clap”
        Meus parabéns

  2. Como sempre, adorei o texto, mas hoje me senti na obrigação de mudar o foco do comentário. Se eu entrasse no blog da Lola, por exemplo, e desse a minha opinião em algum post, todas as feministas cairiam matando em cima de mim, por isso eu prefiro não comentar sobre a hipocrisia que vejo nas palavras feministas, no espaço delas. Prefiro mil vezes discutir o assunto com quem pensa como eu, pois pra elas, se você não partilha das mesmas opiniões, é automaticamente a favor do estupro, pedofilia, racismo, homofobia, violência doméstica(igual já me acusaram, pelos simples fato de eu não me sentir feminista. Mas é mania de toda feminista tentar distorcer nossas palavras e nos colocar como os vilões da história) e etc. Se vocês feministas não concordam conosco, façam igual vocês mesmas falam: ”Respeitem a nossa opinião e o nosso espaço.” Esse falso moralismo que vocês têm de sobra é uma das coisas que mais me tira do sério quando o assunto é feminismo. No mais, adorei descobrir esta página no facebook e tenho acompanhado as postagens. :*

  3. A culpa do feminismo existir e “nossa” muitos homens foram maus com as mulheres, mas nem todos, entao as mulheres boas criaram o feminismo no seculo XX e ae livraram de alfuns males dos homen maus, nem todos, dps disso mulheres mas, nem todas, viram no feminismo uma ferramenta de poder, e passaram a usar esse poder pro mau, o feminismo e como o aviao, santos do mon invento ele para melhorar a vida humana e pessoas mas o transformaram em armas, das mais terriveis, quando santos dumond viu sua criaçao ser usada pro mau, chorou muito e se arrependeu de ter feito, o msmo acontece com o feminismo, as mulher que o criou no seculo XX se envergonharia se visse o femi de hoje, sendo usado pro mau, as feministas modernas dizem qhe vc deve a elas por ser livre ou ao femi moderno, mas na vdd vc deve pras femi do seculo passado, ate nisso as femi moderma abusa, rouba os creditos das unicas heroinas, e o mesmo querem fazer com o homem, roubar lhe tudo, donheiro, liberdade, ex de femi tira a liberdade do h: nao se pode dize nada contra o femi senao tu e machista nojentooo, cade a liberdade de expressao? Todo mundo pode e deve questionar tudo, ate o feminismo, ou voce assina sem ler?

  4. Cibelle menina garota, olhe para suas líderes, realmente você quer se tornar como elas? Você acha que elas são referências de feminilidade e bondade, afff voc~e acha realmente que ser homem é ter um bigode e pagar de machão? ser homem é ter valores morais e éticos perante o próximo, é ter compaixão com seres mais frágeis, essa imagem de homem macho poço de testosterona é uma imagem distorcida que o feminismo deu ao homem gneralizando todos, homem no feminismo só tem valor para vocês se forem seus escravos ideológicos e homossexual…os homens de verdade para vocês são monstros, sério mesmo de onde vocês tiram tantas loucuras assim? O FEMINISMO É UM CÂNCER MALIGNO E INCURÁVEL…PRECISAMOS COMEÇAR A COMBATE-LO NO INÍCIO, OU NEM QUIMIOTERAPIA FUNCIONARÁ!

    • 1°- Não tenho líderes
      2°- Usar caps lock é sinônimo de grito, gritar em uma conversa é sinal de ignorância (já começa por aí)
      3°- O feminismo não busca ser referência de feminilidade, até porque nele estão inseridas mulheres lésbicas e trans
      4°- Ser homem é muito mais que bigode e pau, e não sei onde, meu filho, você viu o feminismo defendendo a escravidão do homem ou qualquer absurdo como este. Se viu, não era feminismo, era femismo.

      O mais engraçado que vi até agora são pessoas que pensam* que sabem alguma coisa sobre feminismo, lendo alguma baboseira na internet ou ouvindo de algum amiguinho. Não se dão ao trabalho de ler um livro de história, sociologia, não se dão ao trabalho de assistir uma porra de um documentário sobre o assunto
      Vocês demonizam o feminismo como um padre que demoniza um herege, se fazendo de ~vítimas~ de uma falsa opressão imposta pelas ~bruxas feministas~

      Então vamos falar de coisas sérias.

      Vamos ver quantas mulheres apanham de seus maridos.
      Vamos ver quantas mulheres são estupradas.
      Quantas são hostilizadas por não se depilarem
      Quantas são hostilizadas por não quererem alisar seus cabelos
      Quantas ganham menos que os homens tendo a mesma função de trabalho
      Quantas são chamadas de putas por terem vida sexual ativa (enquanto pro homem isso é uma boa qualidade)
      Quantas são hostilizadas por não serem ~femininas~, como se isso fosse uma obrigação
      Quantas são chamadas de loucas por simplesmente não quererem ter filhos
      Quantas tem que aguentar os “Ei, Gostosa!” na rua, no ônibus, no metrô, tendo que ficar quietas pra não arrumar confusão.
      E não venham me dizer que isso é normal e aceitável, pois duvido que vocês homens se sentiriam bem ouvindo esse tipo de nojeira de um grupo de gays, por exemplo. Duvido que iriam achar gostoso estar andando na rua e um cara passar a mão na sua bunda como se vocês fossem seus objetos de prazer.
      Isso sem contar as propagandas de carro, cerveja e outras que colocam uma bunda de mulher pra vender seus produtos.

      Não importa o quanto ~bravinhos~vocês fiquem, não há como negar que essas coisas existam.
      E mais, Pão e circo, tenho uma novidade pra você: Isso não vai acabar. O feminismo foi e é um enorme movimento social por direitos iguais, tanto os legislativos quanto os culturais. Enquanto houver uma mulher hostilizada por ser mulher, o feminismo não acabará.
      Não precisamos de sua aprovação.

      A propósito, não sou menina e nem garota, sou uma mulher muito bem formada

      • Cibelle, chego a rir muito ao ver feministas como você repetindo sempre as mesmas coisas como uma fanática religiosa, mas criticando duramente os religiosos ou fazendo comparações e analogias usando figuras de religiosos. hipocrisia pouca é bobagem, hein?

        A despeito dessa observação deixe-me falar o que é real: o feminismo é sim uma praga. E ao se fixar num conceito retórico falso recusando-se a ver a realidade ao ser redor, como é possível constatar pelas suas colocações vitimistas sobre as mulheres, nem você, nem as outras feministas se dão conta do quanto ele é prejudicial para vocês próprias até o dia em que vocês mesmas serão atingidas e derrubadas por ele. Então beleza, continue defendendo uma ideologia egocêntrica, infantil, individualista, sexista e supremacista, acreditando que defende direitos iguais… Só não venha chorar depois quando descobrir que foi enganada!

        E não, não viemos aqui escrever por “achismo” ou baseados em alguma “baboseira dita por um amiguinho”. Pelo que tenho debatido com feministas, isso é bem a cara de vocês! Então gostaria que não se projetasse nos outros: assuma-se como realmente você é! Nós lemos os livros e teorias feministas. O mesmo pode ser dito sobre as obras comunistas, livros de história, sociologia, biologia, teses de mestrado e doutorado. E comparando todas essas fontes com o que se vida na vida cotidiana, a premissa de luta por igualdade é apenas uma fachada, que vocês repetem à exaustão como uma forma de lavagem cerebral para induzirem a si mesmas ao auto-engano!

        E não leve a mal… Mas esse lance de vitimismo já deu na telha! Ninguém aqui discorda que a maioria das coisas que você listou acontecem de fato, mas as mulheres não são as únicas vítimas de violência, assédio (sexual e moral), de ameaças e afins. Homens e mulheres, crianças, adultos e idosos, todos sofrem com a falta de valores morais de uma sociedade cada vez mais decadente! O feminismo infelizmente só olha para o lado das mulheres em idade fértil/ produtiva. E resto da sociedade? Dane-se? É essa a sua ideia de “igualdade”? Sem falar nessa mentira que mulheres ganham menos que homens trabalhando na mesma função. Aqui no Brasil? Em nenhum emprego por que passei eu vi isso. e conheço muitas mulheres trabalhadoras que irão prontamente discordar de você!

        Enfim, se você deseja viver de ilusão, acreditando ser livre e que está lutando por uma sociedade igualitária, bem, é um direito seu escolher viver sob uma ideologia que te tiraniza e te restringe as escolhas sob a fachada ilusória da “liberdade e igualdade”.

        É isso!

      • Ai ai…… já vai fazer um ano essa discussão hein!
        Fiquem com suas ideias então, que fico eu cá com as minhas. Pronto? Tá combinado? Beleza então. Já cansei. Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s