O que aprender sobre o caso de estupro da Índia? Porque tratam tão mal suas mulheres?

Padrão

Que o governo indiano puna os culpados duramente  e SEM piedade.

Todo mundo nestes dias, mulher ou homem, viu ou leu algo sobre a jovem que foi estuprada coletivamente na Índia. A estudante de medicina e um amigo do sexo masculino que a acompanhava teriam sido atacados também com barras de ferro antes de serem jogados para fora do ônibus.

Ela sofreu ainda um estupro coletivo. Ou seja, foi espancada e estuprada por marginais. A jovem já havia passado por três cirurgias em Nova Délhi antes de ser transferida para Cingapura para ser melhor atendida. E veio a falecer depois, gerando uma onda de protestos mundial. De acordo com os médicos, a causa da morte foi dada como falência múltipla dos órgãos causada por severos ferimentos ao corpo e ao cérebro.

Podemos refletir sobre isso e tira algumas reflexões:

0- Imaginem este povo aqui no Brasil, na praia? Iriam querer estuprar todo o mundo pois na cultura deles ver mulher nua é raro e na nossa não? Ou seja, a cultura pode gerar um estupro? E quando duas culturas se chocam? E imaginem se estes psicopatas gringos viessem para o Brasil e nossas leis fossem mais oba-oba que agora, sem policiais  ou sem homens (uma feminista nos enviou um e-mail pregando acabar com os policiais e homens brasileiros)? O Chapolim iria nos defender ou seriam as feministas intelectuais? Quem iria fornecer segurança para o povo na sociedade feminista de utopia?

1-Quem acompanhou o post de uma leitora amiga de uma feminista sustentada pelo pai que adorava dizer que a Índia é um lugar “alto astral com boas energias” e desdenhava do Brasil “machista-patriarcal, etc” pode começar a refletir. A vida nunca foi novela da globo e filmes da TV com falsas propagandas. E muitas feministas deveria rezar aos céus por não terem nascido em lugares assim. Eu particularmente agradeço 🙂

2-Existem realmente lugares com extrema raiva contra a mulher (misogina total). Isto é um fato certo assim como existe o inverso ( no caso a Suécia para os homens). E aqui os homens revoltadinhos marginais como o idiota que se passa por  lobo e que posta fotos fazendo apologia ao estupro deveriam começar a pensar e olhar para o mundo, assim como as feministas. Ninguém pode justificar absurdos ou negar fatos monstruosos para defender a sua ideologia cega de modo extremista. Isto é um crime também;

3-Oriente Médio, Ásia, etc  possuem lugares anti-mulher ou anti-Ocidente (mas nem todos). Se alguém for viajar POR FAVOR tente se informar sobre a realidade local,das atualidades e dos costumes dos nativos. Isso vale para homem ou mulher como uma boa dica de viagem e segurança. Isto é sério e perigoso;

4-A dicotomia feminista sobre pessoas violentas: Um ato de punir duramente, certo? Com certeza. Ok, mas logo aparecem os direitos humanos geralmente tendo como porta vozes feministas. Que tal invandir este lugar como faz o Tio Sam e ocidentalizar os talebans que cometem crimes assim ou afins na base do tiro? Feministas sempre são contra os EUA, contra o capitalismo, o Ocidente que oprime, a igreja que estupra, contra  o lucro, etc. Devemos respeitar a todos, todas culturas, etc. Ou seja, o assunto é tenso, mas as feministas que “pensam” e possuem modos para solucionar tudo sempre demonstram-se incongurentes em casos complexos. Ou seja, feministas querem um suco de laranja mas muitas vezes sem descascar e cortar a laranja;

5-O mundo pode ser melhor e devemos lutar para isso. Mas um mundo perfeito e tudo o mais é utopia feminista e arma de propaganda das feministas. Aceitem que o ser humano é o animal mais cruel do planeta. Fazemos parte de uma espécie cruel e violenta infelizmente;

6-O mundo é violento até para os garotos. O garoto que estava junto com a garota também foi espancado e poderia ter sido estuprado também. Para bater em 6 marginais talvez o Anderson Silva. Se o garoto estivesse armado poderia ter salvo a menina. Mas as feministas são as primeiras a serem contra o porte de armas, da paz e amor e tudo o mais. Vi uma reportagem também que me chamou a atenção por mostrar o quanto a vida hoje vale pouco e pode de certo modo ser relacionada a esta coisa absurda. Um rapaz que foi assassinado pelo dono de uma churrascaria por reclamar que a conta veio com 7 reais a mais. Fim dos tempos 😦  Leia aqui.

7-O Brasil é DIFERENTE e apesar dos pesares ainda é um lugar livre (muitas vezes até demais). Leiam os posts antigos sobre absurdos da liberdade aqui no Brasil. E sem cair na propaganda feminista que todas feministas adoram fazer e querem agora comparar o Brasil com eles, somos bem diferentes da Índia. O mesmo vale para o Ocidente comparado a alguns lugares perdidos pelo mundo afora, embora casos assim existam também no Ocidente mas bem menos. Se existe um lugar aonde o tal patriarcado existe é na Índia. Somos um extremo e na Índia, Afeganistão eles parecem ser outro;

8-TODAS feministas com seu discurso de “defendo a Valesca pois é mulher forte, defendo o direito de dar, quero provar que sou mulher dando” e outras frases prontas, deveriam fazer algo de utilidade na vida e se mudar para a Índia. Este lugar precisa realmente de muitos protestos e tudo o mais pois a sociedade indiana demonstra-se sureal;

9-Nada contra religião nenhuma mas fazendo um lembrete para quem é adepto de criticar o cristianismo pois as mulheres são “escravas e abusadas” (em geral ateus ou simpatizantes como o povo da esquerda que devem nunca ter ouvido falar de Maria e de como ela é idolatrada ou outras mulheres), na Índia a religião base ainda é o hinduísmo. Ou seja não é somente algum praticante  do cristianismo que faz absurdos como é modinha marxista cultural dizer hoje. Se alguém quiser pesquisar sobre o estupro em regimes “racionais” que adotaram o Ateísmo como filosofia, também vai achar dados de estupros elevados em lugares como China, URSS. Muitos chefes destes regimes como Che Guevara, Mao Tsé e outros eram monstros estupradores. Sempre algum praticante de qualquer  filosofia ou ideologia comete estupro. Ninguém escapa;

10- O uso do aborto pode virar contra o feiticeiro. Crianças meninas na Índia em muitos casos são abortadas tamanho a raiva que sentem delas. O estado que controla sabe disso tudo e quer quebrar  o Ying e Yang para ter somente Yang. O estado cava a sua cova sozinho sem aceitar o diferente  e o que o complementa;

No país, não são raros os casos de aborto de fetos femininos, assim como os de assassinato de meninas recém-nascidas. Deixando o estado controlar tudo, o perigo destes absurdos aumenta. A prática levou ao assombroso desequilíbrio númerico entre gêneros no país. As que sobrevivem enfrentam discriminação, preconceito, violência e negligência ao longo da vida, sejam solteiras ou casadas.

Muitas pessoas que adoram os animais devem ver isso e começar a desconsiderar a espécie humana como racional. A falta de um pingo de empatia ajuda a causar estas coisas. O extremismo e pessoas psicopatas nascem disso.

»

  1. O homem, quando fala mal das mulheres, é porque está aborrecido com elas, que devem ter feito alguma coisa ruim para ele achar ruim. Misoginia é uma palavra muito forte. É uma dor que muitas vezes, pode ter ou não cura. Se nós homens tratamos mal as mulheres é porque: ELA, NÃO QUER MAIS ser submissa: ELA, NÃO QUER MAIS obedecer seu homem: ELA, NÃO QUER MAIS ser ESCRAVA SEXUAL dele. E se ELA BATE em homem, ELE acaba DEVOLVENDO O TAPA. Se EU fosse ELE, eu REVIDAVA IMEDIATAMENTE, pois, em NOME DA IGUALDADE como diz a Constituição Brasileira de 1988, somos TODOS IGUAIS PERANTE A LEI. Mas como a Lei Maria da Penha é ANTIBÍBLICA e DESTRÓI a união entre homem e mulher, se protege as mulheres da violência como dizem, mais essa LEI ASSASSINA, NÃO tem mulher para NENHUM de nós homens, NÃO tem mais namoro, NEM casamento, NEM ter filhos podemos ter, onde quer que esteja. E se a mulher tem TPM ou TRANSTORNO BIPOLAR, ela merece ser MALTRATADA. Até mesmo a MORTE, por ser uma ASSASSINA COMO TODAS AS MULHERES. Agora, no caso do ESTUPRO, ela deve ter PROVOCADO, provavelmente com ROUPAS COLADAS AO CORPO, o que dá para entender o motivo do estupro. O que está escrito nos meus olhos, faço questão de justificar TODA A VERDADE em relação à isso. As mulheres de respeito NUNCA EXISTIRAM, por isso é que eu CHOREI, de tristeza, ao reconhecer QUEM são ESSAS MULHERES DE AGORA!

    • Lembrando ao amigo que homem de respeito não trata a mulher como escrava.Até na Bíblia fala sobre isso,portanto não blasfeme.Não sei como permitem as postagem de um sujeito que alega que devemos aceitar ser escrava sexual e demais manifstações de ódio contra nós,sendo que a própria postagem fala contra.

      Se eu viesse aqui com ódio dos homens,me condenarim,então,por que homens com ódio contra nós pode?

  2. As meninas são abortadas na Índia em razão do dote, eles ainda tem isso por lá. Até onde eu sei não se aborta meninas puramente por ódio, mas é que mulheres custam muito caro e homens fazem dinheiro. O certo seriam as mulheres daquele país fazerem um movimento a favor da emancipação feminina (muitas mulheres podem não trabalhar em razão das circunstâncias sociais mas devem ter aquelas que simplesmente não querem, como talvez, as mulheres das castas mais altas), para que não vejam o trabalho feminino como uma desonra para ela, para a família ou para o esposo.
    Eu me pergunto apenas por que isso não foi feito até hoje.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s