Você é moralista? O relativismo moral atual feminista para mulheres e homens.

Padrão

Você é uma moralista. O grupo de vocês é moralista.

Assim as feministas nos chamam. Assim elas taxam. E elas possuem frases prontas para isso:

“Ninguém pode nos julgar”, “Alguém paga as minhas contas?”, “Eu dou para quem eu quero porque a buceta é minha”, O que é certo e errado depende de cada um”,  etc e etc. Outras chamam isso de inveja ou hipocrisia. Note, nunca ninguém é culpada/o de nada mesmo errando em muitos casos.

Isso tem um nome e chama-se o relativismo moral, uma arma muito usada por feministas. Como ninguém pode ser julgada/o e tudo é permitido segundo o tal relativismo moral feminista, certas festas são deturpadas, tudo vira arte (até lixo cultural), nenhuma mulher ou homem podem ser julgados (no futuro talvez pessoas criminosas?) e quem sabe um absurdo como fazer sexo no meio da rua seja uma modernidade contra o sistema opressor ultrapassado.Ou ensinar a filha de 8 ,9 anos dançar um funk vulgar como postamos no facebook seja uma nova forma de educar.

Lembrem-se: NADA PODE SER JULGADO POIS NADA é CERTO OU ERRADO. Ninguém pode julgar o outro, segundo o feminismo, isto é moralismo “careta, antiquado, ultrapassado”. Bom mesmo é essa vida moderna que levamos e aonde as pessoas agem de tal modo porque QUEREM mas que segundo o feminismo é culpa do sistema. O feminismo e feministas inclusivem apoiam pessoas ou ideologias que elas afirmam ser contra.

Fotos abaixo retratam isso:

215917_562712947076430_1189381733_n

Contra-capa do CD de uma tal pseudo-artista defendida por Lola e outras feministas que dizem lutra contra isso. Reparem nos nomes” das obras de “arte”. Existe a necessidade destes nomes ou isto chama-se oportunismo ligado ao feminismo? Lembre-se, NADA pode ser jugado.

140224

Natal, uma festa familiar? Ajudando a ser contra o sistema e o opressor Papai Noel, religiosas, conservadoras, escravas, submissas e quem for contra o feminismo que tem algo “contra o corpo feminino” nada melhor que ficar quase nua sem necessidade. Afinal, o que é certo e errado, quem pode nos julgar? Isto vale para mulher ou homem, ok?

popozuda catra

O tal MC Catra que canta funks absurdos e é ovacionado por algumas mulheres e homens na sua parceria com a tal Popozuda (que as feministas apoiam). Lembrem-se, nada pode ser julgado. Nem as letras destes “artistas”. Tudo é permitido.

Mas afinal, o que é ser moralista? Um moralista é uma pessoa que defende  a moral, valores importantes e a coisa antiga que hoje virou piada no modo de se expressar, os bons costumes.  Com um modo de propaganda feminista marxista cultural, feministas afirmam que quem discorda delas é contra o sexo, o prazer, a liberdade e tudo o mais e adora ridicularizar quem discorda delas. Nunca fomos contra o sexo, a sexualidade, o prazer, a liberdade desde que usados com responsabilidade. Simples.

A moral muda de lugar para lugar como Oriente e Ocidente e possui outros fatores relevantes que ajudam a formar os valores morais locais. Mas em geral a moral ocidental é similar. Chamar alguém de moralista é um tanto estranho pois existe a boa moral (bons valores) e o inverso (maus valores). Ou seja, a moral ajuda a definir o que é CERTO e ERRADO. Se alguém é contra a moral, esta pessoa quer ter o direito de nunca ser julgada, afinal, nada é certo ou errado e tudo é permitido. O tal relativismo moral. Um bom lugar para se esconder sem assumir responsabilidades.

Claro que ninguém é perfeita/o e vai fazer a coisa certa sempre. O problema é criar desculpas para não fazer a coisa certa porque quer e colocar a culpa em alguma coisa ou alguém, algo muito comum hoje. E isto em muitos casos é o que o feminismo prega.

Quem são as primeiras pessoas a nos ensinarem valores e a diferenciar o certo e errado?  Mamães e papais. Estes dois seres são o nosso primeiro grupo social a nos ensinar algo desde o berço. E aqui, vai de sorte de cada um a possuir pessoas que lhe ensinem bons valores. O problema é o jogo de probabilidades. Hoje, mais casais se separam, as pessoas se enxergam como inimigos (homem x mulher), crianças são criadas sem figuras que lhe ensinem o certo e errado. E isso a longo prazo é muito pouco animador criando cada vez mais uma onda de seres pensantes que deixaram de pensar sobre o que é certo e o que não é. Podemos notar isso ao vermos jovens da nova geração, rica em tecnologia mas pobre em outras coisas. Cada vez mais tudo é “relativo”.

Ao longo do tempo, fora os nossoa pais, amizades, o ambiente em que vivemos e outras coisas irão nos ajudar a saber o que é certo e errado.

As feministas usam de uma  estratégia muito marxista cultural: Ridicularizar quem defende valores e idéias seguindo uma objetividade moral baseada em sensos comuns. Querem ser as diferentes, contra o sistema. Fazem isso pelo motivo de tentar atrair mais pessoas (afinal, é tentador viver aonde tudo é permitido sem regras) e ridicularizar o lado oposto como moralista ultrapassado ( segundo elas quem tenta combater o feminismo, sendo mulher ou homem). Para propagar mais este mito elas pegam como exemplo falsos moralistas ou pessoas que usam da moral para ganhar dinheiro. Logo, na mente feminista, melhor nada poder ser julgado sobre certo e errado desde que sirva a elas.

Todas as pessoas possuem valores. Todas. E todas possuem uma certa base do que é certo e errado. Sem isso em uma sociedade, nos tornariamos coletivamente primatas sem regras, sem leis. Os valores e a moral foram quem formaram a base da civilização a longo prazo e nos permitiu sobreviver e darmos um salto em muitas coisas.

Mas o que querem dizer realmente as feministas com as frases “Ninguém pode nos julgar”, “Alguém paga as minhas contas”, “Eu dou para quem eu quero porque a buceta é minha”, O que é certo e errado depende de cada um” e outra mais?

Traduzindo, eu posso errar porque quero ou por outro motivo, posso querer errar de novo e não quero ser julgada/o por isso.

Se você concorda conosco e discorda das fotos, você segundo as feministas é uma moralista. Ou parece estar acordando sobre o que realmente o feminismo prega com o seu relativismo moral para nunca poder ser julgado, tentando assim atrair mais pessoas com um populismo barato mesmo que reclame dos problemas criados por este relativismo  moral no futuro.

»

  1. Relativismo moral é o curinga de qualquer covarde intelectual que se recusa a assumir a responsabilidade pelo que fala. Relativismo moral é artimanha para fugir da verdade dos fatos. E o único motivo deles terem permissão para pregar as idiotices deles é o silêncio das pessoas de bem. Por isso é muito importante desmascarar esses charlatões covardes para livrar a sociedade de seus efeitos maléficos.

    Excelente trabalho!

  2. Nunca vi nada tao ridiculo!!! Voces sao tudo velhos tentando ressucitar o passado machista, ninguem deve ser julgado!!! Por causa desses moralistas a sociedade ta cheia de preconceito, eu faço o que quero a vida e minha, posso dar minha buceta, posso fazer alienaçao parental, posso deixar os traficantes cuidarem do meu filho, enquanto vou pra balada faze mais um,e nao quero ser julgada pq sou feminista so o que importa pra mim sou eu mesma, posso fazer tudo que eu quiser mesmo que prejudique os outros nao podem me julgar…
    E assim que uma feminazista deve pensar!

  3. A Liberdade tem seu lado bom e seu lado ruim. Nem todos são bons entendedores, nem todos tem uma boa educação.
    .
    A lei é para quem pratica o que não convém, quem tem boa educação, não precisa, pois já a pratica com naturalidade. Se todos os motoristas tivessem consciência de segurança, de limites, de ordem, não existiria Semáforos, para isso ele existe, ordem, segurança, mas nem todos são, imagina um mundo com total liberdade. Seria um caos…
    .
    Se não existir lei, será um mundo perdido sem regras e limites, sem respeito.
    .
    A base é a educação. Hoje, os valores estão se perdendo, hoje a mulher é tratada como objeto, cachorrona e coisas do tipo, o respeito está acabando.
    .
    Devemos ser feliz do modo como deve ser, não como queremos, pois até nos tempos de ignorância, temos desejos vãs e errôneos por causa do egoísmo de ” eu quero ser feliz do jeito que eu quero” como se não existisse a maldade e o errado. O que importa não é o princípio das coisas, mas o fim, se vivermos num mundo onde existe total liberdade sem educação, é um mundo perdido.
    .
    É de grande valor ensinar as crianças e os jovens os bons valores.
    .
    Que não nos tornemos frustrados por nos considerar sábios e entendidos e no final, sofrer por uma escolha que tomamos por causa de nosso entendimento ser corrompido.
    .
    Belo texto… Primeira vez que entro.

  4. Penso que ser falso moralista, ou ficar pregando moralidade o tempo todo não é saudável, mas também deixar de fazer as coisas certas da maneira certa também não é saudável como o texto diz de forma bem clara. Podemos ser pessoas de bom caráter mesmo o mundão não dando valor ao caráter e sim a reputação. Podemos ser pessoas que fazemos o que é certo sem precisar ninguém ver ou saber, ficar só entre nós e Deus, porque se você for ver a nossa vida se resume apenas em nós e Deus. No final das contas, quando morrermos as únicas coisas que iremos levar será a nossa boa índole, o nosso bom caráter dado por Deus, a forma como tratamos as outras pessoas e o conhecimento que adquirimos.

  5. Num mundo onde o respeito já não mais existe, onde as mulheres que não se dão o valor e que sentem prazer de serem chamadas de cachorras são as que são valorizadas, com certeza me obriga a ser moralista, hoje o mundo está de cabeça para baixo, por isso quanto mais eu pregar e ensinar coisas saudáveis para a minha família, para meus vizinhos, para meus colegas, melhor será para o meio em que eu vivo.
    Quero um homem que me respeite e quero ser respeitada não pelo que eu tenho, mas pelo que sou. Hoje as pessoas mentem e enganam como se fosse algo muito normal e natural, mas para Deus nunca foi! Como eu quero fazer a diferença, vou ser moralista na medida certa com toda certeza!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s