Arquivo mensal: julho 2012

Conversa de mulher:motivos para não se tornar ou apoiar mulheres do movimento feminista

Padrão

As feministas descobriram o nosso blog e como sempre ameaçam mulheres que são contra as suas idéias.Embora saibam que muitas mulheres discordam delas,insistem em afirmar que mulher que questiona ou luta por algo é feminista ou que elas são as reais representantes das mulheres, numa clara amostra de ego e mentiras vazias. Pois bem,afirmamos em claro e bom tom: Não apoiamos feministas ou simpatizantes desse movimento vergonhoso, nojento que afirma falsamente representar nossas idéias e necessidades como mulheres. E aqui embaixo iremos escrever os motivos desta atitude:

a)Feminismo não prega a paz embora diga ser um movimento contra pessoas violentas. A verdade é que o feminismo e muitas de suas “gurus” pregam atitudes violentas contra homens por serem homens, contra crianças(fetos), contra outras mulheres que discordam delas, taxando-as de submissas ou isso ou aquilo. Para conseguir mais apoio tentam unir forças com outros grupos, sem realmente apoiar ou pensar nesses.

Leiam o que as gurus feministas dizem (vergonha de saber que tais seres dizem ser mulher):

Valerie Solanas-“Subsistem ainda fêmeas com mente cívica, responsáveis, em busca de emoções fortes e prontas a subverter o governo, eliminar o sistema monetário . . . . e destruir o sexo masculino.”

Robin Morgan-“Sinto que o ódio aos homens é um acto político nobre e viável, e que os oprimidos possuem o direito de ódio de classes contra a classe que os oprime.”

Andreia Dworkin:”Quero ver um homem espancado até sangrar e com um salto alto enfiado na sua boca, tipo uma maçã enfiada na boca de um porco.”

Movimento feminista prega a paz?Aonde?

 b)O feminismo na verdade detesta e odeia a diversidade.Suas idéias são contra o diferente, principalmente o homem e a relação entre homem e mulher. Como postamos anteriormente, o feminismo tem gurus que pregam o fim do sexo masculino. E aqui entra o fato da maternidade sobre filhos homens. Leiam mais sobre isso abaixo.

c) Feministas odeiam na verdade serem mulheres.

Quando uma pessoa sente-se bem, é alegre,emociona-se,diverte-se e não precisa tentar racionalizar tudo. Assim é a vida. Se uma mulher é assim e sente-se bem, se cuida, é moderatamente vaidosa, carinhosa, meiga e mesmo assim trabalhe,cuide da casa e é feliz,para as feministas tais atitudes são uma afronta. A sua infelicidade é sempre competir com um homem, copiar tudo o que um homem faz,etc. Querem vestir-se como homens, não se depilar, não usarem maquiagem, não saberem fazer tarefas domésticas, renegam a maternidade,etc. E tentam passar esse rancor para muitas outras mulheres. Quando não proclamam-se profetas mesmo vivendo sozinhas, mal humoradas, com raiva do mundo e fingindo sere as coitadas que ninguém consegue entender;

Recomendamos procurar na internet um texto sobre a feminista Alice Walker chamado “A história de Rebecca Walker e da sua mãe feminista.” Tal monstruosidade que essa mulher faz com a sua filha para provar o seu ponto de vista é algo que somente feministas malucas conseguem explicar com sua frieza animal e seu ego arrogante.

 d) Feministas querem mudar o modo de educar as crianças baseadas na sua falsa idéia de igualdade. A igualdade feminista na verdade é transformar a todo o custo o menino em uma menina, inibindo a sua masculinidade com a mentira da igualdade. Garotos afeminados é o verdadeiro sonho das feministas ou então homens que nunca discutam com elas. E ainda sobra para as meninas..;

e) Criam uma sociedade com meninas sofrentes por tentarem serem homens,sem ter sucesso.Feministas com suas idéias e seu fanatismo hoje criaram um novo tipo de criança: meninas que deveriam estar brincando com jogos e brincadeiras infantis mas que graças ao feminismo devem tentar se igualar ou competir com os garotos. Como cada um dos sexos possui qualidades e defeitos por serem diferentes, as garotas em alguns casos não irão ter sucesso por causa dessa fixação feminista que não deixa as garotas aceitarem-se como são por causa do racionalismo e fanatismo feminista e sua obsessão em querer ser homem;

f) A marcha das vadias, um falso movimento que não representa a mulher e sim as feministas. Não importa se o nome foi ironia. Muitas mulheres que estão conosco não consideram-se vadias,vagabundas,etc. E muitas dessas mulheres não acham justo protestar tirando a roupa, mostrando os seios por qualquer motivo e dizer que isso é ser mulher. Além disso, tal marcha desrespeita quem deveria brincar(crianças),quem fica na sua(religiosos), quem gosta de ser uma pessoa discreta(muita mulheres),etc

g)Feminismo fala de falta de liberdade mas….

Sinceramente,sejamos francas, existe essa tal falta de liberdade que o feminismo diz existir?

As feministas com sua liberdade, apoiam a funkeira Valeska cuja liberdade é cantar vulgaridades, baixarias, pornografia, mostrar o corpo a toda hora e diz que isso é ser mulher de verdade. Nada contente, a tal funkeira é parceira do “compositor” Mc Catra, um homem realmente machista que canta a mesma sonoridade bizarra. Mas nos parece estranho uma feministas se aliar a um machista para cantar bizarrices e ainda ser a inocente do sistema. E não são as feministas que a imagem da mulher como objeto? Como apoiam uma mulher vulgar dessas? Faltam apoiar as BBB e dizer que a vulgaridade de tal programa é culpa de alguém como mulheres de bem e não das participantes pois isso é feminismo.

h) Sexo e orgasmos.

Claro que nós mulheres gostamos de sexo e temos orgasmos. A grande diferença é que nós mulheres de verdade,que sabemos escolher os nossos parceiros somos discretas e não precisamos ficar contando para amigas ou gritando para todo mundo sobre a nossa vida sexual.

I)Feministas usam as mulheres que entram nessa conversa feminista e não se importam nenhum pouco. O coletivismo feminista não possui espaço para casos diferentes da ideologia feminista. Algo similar a uma ditadura que quer provar o seu ponto de vista custe o que custar. Aqui podemos falar sobre o aborto, sobre casos de mulheres que querem afeminar filhos homens e masculinizar meninas, sobre campanhas para promover partos mais inseguros, sobre a vulgarização da nossa imagem como mulher, sobre misandria, sobre o eterno vitimismo que nega a responsabilidade pelos seus atos, sobre a guerra que ajuda a aumentar entre mulheres e homens, sobre o combate a diversidade,etc.

j)Todas feministas pensam igualmente pois foram doutrinadas para pensarem de modo padronizado. Logo assim feministas radicais pensam semelhantemente a feministas menos radicais porque o pensamento feminista é radical. Podem tenter justificar dizendo que feminismo é diferente de femismo ou que algumas feministas  são menos radicais mas pensando na vida como ela é, nada muda.

Enfim, podemos afirmar que o machismo é violento e criminoso, mas o feminismo não deixa por menos.