Popozuda:a feminista funkeira incoerente que apela para a vulgaridade.

Padrão

Muitas de nós,mulheres, não nos sentimos representadas pelos movimentos feministas em 2012.Combatemos esses grupos por achar quem em 2012, com o livre direito de escolha que quase todo o ser humano na nossa sociedade possui,fazer o papel de vítima como as feministas e simpatizantes modernas adoram fazer é algo pouco nobre e uma grande mentira.Existem sim vítimas indefesas pelo planeta ,desde crianças,animais,mulheres e até homens.Ao nosso ver as pessoas deveriam avaliar,investigar,defender os indefesos que não possuem meios de se defender.Mas isso é longe de ser vitimismo como pregam as feministas.E convenhamos,um vitimismo um tanto estranho aonde a sociedade permite tudo,inclusive manifestações “culturais”como dessas” pessoas” das fotos desse post.

Lendo uma revista esses dias descobri que uma mulher desse tipo que nos envergonha.Uma  funkeira,”cantora” que afirma ser feminista e fez uma música com um “cantor”que é a vulgaridade em pessoa.Tal obra de arte intitulada”Mama” refere-se ao sexo(feministas sempre falam de sexo em tudo).Tal “cantora” de “funk” possui silicone na bunda porque quer,mostra o corpo a toda hora nos seus shows porque quer,fala palavras vulgares,baixas,etc e etc.E claro,é feminista de carteirinha pois faz com o”corpo dela o que quer e isso é ser mulher forte em 2012″.E ela ainda diz ser vítima.O cantor que a acompanha é um homem que defende a promiscuidade,defende a marginalidade e atitudes realmente machistas.Mas a cantora feminista o apoia.Por qual motivo?$$.

Muitas feministas até questionam porque estrada caminha essa movimento.Conhecemos algumas ex-feministas que se arrependeram de ter entrado nessa conversa por enxergarem coisas como essa acima e a carga de raiva que o movimento estimula contra os homens e mulheres antifeminismo.O corpo humano é uma obra de arte mas muitas vezes é usado para fins tendenciosos como faz essa”mulher de verdade”.E tais “mulheres de verdade”por desconhecerem argumentos ou criarem fantasias de sociedades perfeitas querem na verdade é ganhar dinheiro,chocando e apelando.Infelizmente,tais monstros ganham até seguidores e pessoa de cabeça fraca. Mas que esse movimento e mentalidade nunca foram nobres e puros como afirmam é um fato consumado. 

A funkeira acima é claramente uma feminista convicta,uma mulher mais interessada em ganhar dinheiro e usa do coletivismo para atrair seguidoras,que usa o corpo como arma vulgar mas diz ser nobre,que quer chocar mas tampouco aceita críticas de ser incoerente e sem senso comum.Pior,afirma que ser mulher de verdade e mulher forte é o que ela faz,ser vulgar,baixa.Quem discorda dela e das suas simpatizantes é “mulher submissa”.Talvez elas desconheçam a palavra discrição e odeiem pessoas que não queiram chamar a atenção.Talvez para elas quem não deseja mostrar os ovários e os seios a toda hora e obtenha reconhecimento por isso não possa ser considerada mulher.Democracia pura estilo feminista.Culpe o mundo e nunca responsabilize quem faz as péssimas escolhas livremente.

Discordamos da marcha das vadias ou vagabundas.Discordamos porque o nome é vulgar,apelativo e muitas mulheres não se enxergam com tal. Discortamos dessa conversa antiga do Patriarcado em 2012 para ficar nua por nada e exigir palmas por isso.Discordamos porque as/os manifestantes fazem coisas apelativas,vulgares,baixas.Discordamos porque pode-se protestar de modo inteligente e sem usar o corpo com gestos apelativos mas querer um reconhecimento de nobreza,pureza,de uma alma inteligente.Discordamos porque usam crianças para propagar o ponto de vista tendencioso delas.Homens também prostestam entre eles e contra a sociedade.Mas o engraçado é que homens protestam de modo diferente e nunca vimos homens pelados em protestos pela economia ou pelo planeta.

Muitas de nós, possuem filhos,possuem irmãos e  não enxergamos eles como inimigos e sabemos respeitar diferenças e limites que cada ser humano tem.E muitas de nós sabem que mulheres erram como qualquer ser humano e devem ser responsabilizadas por seus atos,como qualquer um em uma sociedade que diz ser igual.Infelizmente,as feministas discordam e procuram responsabilizar as outras e os outros e nunca elas mesmas,além de alimentarem uma guerra contra todos que discordem delas.Esse é o feminismo da liberdade e que diz amar a livre escolha e a democracia.

Talvez o mundo enlouqueceu e pessoas que discordem desses novos “valores” venham a perder.Mas nunca iremos ver virtude em apelar para a vulgaridade,baixaria e falta de classe.Isso nunca foi ser mulher de verdade.

»

  1. Este texto deveria ser divulgado novamente. Concordo plenamente com suas palavras, pois mulheres promíscuas, de vocabulário chulo, que falam de sexo tão abertamente e vulgarmente, também não me representam. Acho mesmo que o mundo evolui e mudanças ocorrem, mas não é por isso que devemos nos comportar de forma tão baixa. Sinto vergonha quando vejo essa ”cantora compor” o que ela chama de arte, música e trabalho. É um absurdo como ela desvaloriza as mulheres, joga nosso sexo na lama e ainda diz que nos representa. Pra mim, não apenas mulheres vulgares me entristecem, homens também. Confesso que sinto vergonha do funk atual, no Brasil, pois só diz respeito ao dinheiro e ao sexo explícito, enquanto destrói a imagem do nosso país.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s