Arquivo do autor:Mulheres contra o feminismo

Novos protestos das feministas peludas: do pessoal para o político.

Padrão

Erin Pizzey, mulher antifeminista e trabalhadora social especialista em violência doméstica sempre denunciou o falacioso argumento feminista cuja frase se resume em: Do pessoal para o político. Usando de inúmeros argumentos marxistas mulheres que tiveram suas vidas frustradas querem espalhar a sua frustração para todas as outras pessoas e usam de muito coletivismo, chantagem emocional, vitimismo, amargura e inveja para isso. Claro, colocando sempre a culpa no homem ou em mulheres que discordam delas.

A moda de “protesto feminista” agora é ficar pelada e mostrar que feministas não se depilam. Como isso vai ajudar para mudar a sociedade realmente para a melhor ainda é um mistério para meros mortais que trabalham para pagar as contas e sustentar as próprias famílias. Mas para as iluminadas feministas que defendem o incesto, transar com pai, mãe e filha ou quebrar universidades por nada isso é o “evolução feminista lésbica”.

Reparem o que dizem as feministas que querem ser peludas:

“….Ensaio político-poético, composto de imagens, que se propõe a causar reflexão sobre a naturalidade dos pelos em nossos corpos. É necessário pensar por que são geradores de tanto asco e por que nos mutilamos frequentemente para nos livrarmos deles. Compreendemos que vivemos em uma sociedade permeada por um machismo que corrói nossas relações e comportamentos, que define opressão cruel às mulheres…..”

Olhem a loucura destas psicopatas marxistas:

-Ensaio político-poético? Marxistas filhas de Gramsci sempre usando a cultura para pregar idéias esquerdistas (marxismo cultural) e pousando como “revoluças”. Adicionem aqui também um pouco de Herbert Marcuse;

-Cortar pelos é mutilação? Mas hein? Vamos parar de cortar cabelo então. E meninos parem de fazer a barba. Vamos parar de cortar as unhas também.

Este movimento feminista sempre foi uma piada e foi ao longo dos anos piorando cada vez mais. Não nos representam. Pior é vermos mulheres que se dizem defensoras da família e filhos e se deixarem levar por um bando de amarguras marxistas que pregam o aborto, possuem inveja de homens, odeiam tudo que é feminismo e querem doutrinar crianças em escolas e universidades. Outras ainda detestam crianças mas querem nos ensinar como devemos educar os nossos filhos  na maior hipocrisia misturada com pura engenharia social.

Reparem na cara do trabalhador machista cristão que oprime vendendo batata frita para quem tem fome. Que vida fácil, hein?

PELOS PELOS Ensaio político-poético, composto de imagens, que se propõe a causar reflexão sobre a naturalidade dos pelos em nossos corpos. É necessário pensar por que são geradores de tanto asco e por que nos mutilamos frequentemente para nos livrarmos deles. Compreendemos que vivemos em uma sociedade permeada por um machismo que corrói nossas relações e comportamentos, que define opressão cruel às mulheres. pelospelos.com.br

Feministas urinando em pé porque “querem fazer o que os homens fazem”.

Padrão

feministas invejosas urinando em pé

A inveja sempre foi um dos pilares do esquerdismo e do feminismo. Renegar a realidade, fatos, o conforto, a civilização Ocidental e a natureza sempre fez parte do esquerdismo e do feminismo. Este vídeo demonstra mais uma vez isso.  E mais uma vez o feminismo se comporta como um movimento marxista escroto feito por e para mulheres nojentas, vitimistas e desonestas intelectualmente.

Vejam feministas imitando homens e urinando em pé aqui. Cliquem aqui http://vimeo.com/89661582

Filhas de Marcuse: Estudantes feministas fazendo vandalismo na UFRN

Padrão

 

 

 

 

 

 

 

Não bastam as feministas defenderem o sexo entre pais e filhos e irmãos, não bastam as feministas ameaçarem de estupro quem discorda delas, não bastam elas defenderem o assassino regime marxista, não bastam elas querer ameaçarem injustamente qualquer homem de estupro. Claro, que não. Para psicopatas e sociopatas como as feministas qualquer tipo de crime e destruição nunca é o bastante.

Uma “estudanta” feminista decidiu fazer vandalismo no banheiro masculino da UFRN. O que uma doente destas acha que vai conseguir alguma coisa invadindo e vandalizando (o que é um delito, só para deixar bem claro) um banheiro masculino de uma universidade que é paga com os nossos impostos? Tem coragem de mostrar os peitos, a bunda e um pedacinho da vagina, mas não tem coragem de mostrar a cara para a família se orgulhar?

Isso tudo é no mínimo frustração em todos os quesitos aonde uma gangue de dois destrói patrimônio coletivo  e dificulta o serviço de um trabalhador /uma trabalhadora digno/a que vai ter que limpar a porcaria desta feminista.

Este é o tipo de estudantes que professores universitários marxistas que pregam Gramasci e Marcuse adoram doutrinar. Este é o tipo de profissional que vai ser formado. Não é de assustar que Lola ensine nas universidades e a piora cada vez mais da educaçao e da sociedade.

Feminista festeja a morte de Eduardo Campos. E outros esquerdistas seguem a onda de raiva, revolta e falta de empatia

Padrão

No que podia resultar uma forma de se ver a vida com base na  guerra de classes que sempre é sustentada por discursos esquerdistas de ódio? Em várias coisas, incluindo o feminismo.

Como exemplo do que gera este tipo de discurso de ódio contra os homens, assistimos o comportamento de uma tal Gabriella Jude no Facebook, festejando a morte de Eduardo Campos, pelo fato… dele ser homem.

É incrível como essas mulheres sempre estão ligada ao feminismo. E a frequência de casos assim cresce a medida que o feminismo cresce.

Mesmo assim, há pessoas desonestas que insistem em dizer que isso não tem conexão alguma com o feminismo. Ou que isso não é feminismo. Mesmo com tantas teóricas feministas e seguidoras pregando abertamente o ódio aos homens e sendo abraçadas pelo movimento. Feministas mentem e a desonestidade intelectual delas beira a loucura. Pregam o incesto, acusar homens de estupro sem serem culpados, pregam o aborto mas ficam de mimimi por cachorrinhos  e tartarugas, defendem regimes socialistas aonde muitas mulheres e meninas perderam a vida, etc. A lista poderia continuar pelas tamanhas loucuras que as feministas fazem.

Acreditamos que as poucas pessoas sensatas, bondosas e bem-intencionadas que antes se diziam feministas já abandonaram o termo “feminismo” faz tempo. Nenhum ser humano digno entra ou se mantém no mesmo barco ou sequer quer estar perto dessa gente doente que espalha o ódio e nega as aulas de biologia. Sequer um ser humano precisa de rótulos para ser uma boa pessoa.

É por isso que cada vez mais concluo que praticamente todas aquelas que ainda se declaram feministas são pessoas mal-intencionadas.

A tal Gabriella cinco horas depois, mesmo com muitas críticas, ela não se arrependeu. Ela demonstra falta de empatia, soliedariedade com familiares e tantas outras coisas como boa feminsita que é, Até rivais e pessoas que discordavam do falecido demonstraram respeito. Mas feministas sabem o que é isso? Mentes psicoptas feministas sempre causaram mais guerras embora mintam ser “paz e amor” (propaganda mentirosa)

gabriellajude_2

Para saber mais:

http://lucianoayan.com/2014/08/13/sede-de-sangue-blogueiros-de-extrema-esquerda-dizem-ja-vai-tarde-em-relacao-a-morte-de-eduardo-campos/

http://lucianoayan.com/2014/08/14/a-extrema-esquerda-segue-festejando-a-morte-de-eduardo-campos-agora-e-a-vez-de-uma-feminista/

Entendendo a ideologia política do feminismo de modo simples e claro.

Padrão

partidos politicos feministas

Muitas pessoas não gostam de política quando falamos do feminismo. Tais pessoas inocentemente não perceberam que são manipuladas e por fecharem os olhos ao aspecto político apoiam o feminismo sem querer. Outras por outro lado dizem ser contra o feminismo da boca para fora mas apoiam toda a agenda   política feminista demonstrando desonestidade intelectual ou ignorância.

Mas afinal qual é a ideologia política do feminismo? Por quais partidos lutam e o que defendem?

O movimento feminista é um movimento marxista/socialista/comunista/esquerdista/vermelho e simpatiza com TODOS PARTIDOS DE ESQUERDA DO PT ao PSOL e PSTU. Toda feminista é esquerdista sabendo disso (militante, guru) ou sem saber (simpatizante em cima do muro). O feminismo é um movimento que se baseia no coletivo acima do indivíduo, da pessoa. Por isso elas agem em bando, atacam em grupo e NUNCA irão contra lugares governados por esquerdistas como Cuba, Venezuela ou Coréia do Norte. Feministas NUNCA irão lutar por mulheres oprimidas nestes lugares como foi o caso da Miss Venezuela Genesis Carmona, morta a tiros pelo regime socialista da Venezuela.

Ao mesmo tempo mulheres como Rachel Sheherazade, Erin Pizzey, Fernada Takitani e tantas outra como o nosso grupo que lutam contra o feminismo sofrem ameaças de morte, estupro e violência justamente por parte das feministas.

A agenda feminista prega a agenda marxista/socialista/comunista/esquerdista/vermelha prega: toda e qualquer atividade que acabe com a sociedade Ocidental e valores Ocidentais. Nada por acaso o modelo familiar Ocidental e valores do Ocidente sempre são atacado por feministas pois ESTA SEMPRE FOI A AGENDA ESQUERDISTA.

Mais informações e fontes abaixo. Aqui podemos ver nas palavras das PRÓPRIAS líderes feministas,  a eterna ligação entre gurus feministas e o marxismo cuja idéia base é destruir a sociedade atual perante a extinção do modelo familiar atual visto como a “família burguesa” (homem x mulher mais filhos e filhas).

1-”O Cáucaso das mulheres sanciona o pensamento marxista-leninista. (Robin Morgan, Sisterhood is Powerful, p. 597)“
2-O feminismo, o socialismo e o comunismo são a mesma coisa, e o governo socialista/comunista é o objectivo do feminismo.(Catharine A. MacKinnon, Toward a Feminist Theory of the State (First Harvard University Press, 1989), p.10).
3-Um mundo onde o homem e a mulher seriam iguais é fácil de visualizar uma vez que foi isso que a revolução soviética prometeu. (Simone de Beauvoir, The Second Sex (New York, Random House, 1952), p.806)”.
Também não é por acaso que os movimentos marxistas- esquerdistas como GLBT, MST, feministas e afins atuam, atacam, protestam, doutrinam e patrulham idéias de uma mesma maneira quem luta contra eles.  Antonio Gramsci, Lola, Maria do Rosário, Jean Wyllys e toda uma série de intelectuais e personagens que defendem idéias esquerdistas também defendem o feminismo e vice-versa.

feminismo é comunismo

marxismo cultural feminismo

A derrota para a Alemanha, o estereótipo brasileiro de andar de jegue e o nacionalismo socialista contemporâneo

Padrão

Depois da derrota para a Alemanha percebemos que muitas brasileiras e brasileiros torceram contra a seleção brasileira na derrota de 7 x 1 para a Alemanha. Tais pessoas não possuem síndrome do vira-lata, não são deslumbradas ou odeiam o Brasil, os atletas ou o nosso povo. Sabemos que o Brasil possui coisas lindas, tops de linha e nem tudo é defeito por aqui. Mas defeitos existem  e para melhorarmos o caminho é pensar com Autocrítica.

Mas porque algumas pessoas torcem contra?

A resposta é  muito simples.Estas pessoas não querem que  o governo marxista-feminista use de um ufanismo  nacionalismo socialista  para vencer as eleições. Tais pessoas sabem que depois dessa derrotas nossos governantes não poderão usar “a Copa das Copas” como arma de guerra política. Sabemos que grande parte do povo ainda vai no embalo da maioria e fica cego pelo futebol em relação a assuntos mais importantes. Com esta derrota talvez uma parcela do povo venha a pensar sobre o que é realmente importante para todas as pessoas que vivem no Brasil.

Por isso esta derrota foi importante. Provavelmente estas pessoas sofrem perseguição por enxergarem algumas coisas além dos demais.  Os marxistas-socialistas usam sempre de nacionalismo socialista contemporâneo cego com estereótipos vergonhosos sobre o que é ser brasileira/o como uma forma de censura, perseguição e patrulhamento.

Um exemplo pode ser visto aqui no blog do Luciano Ayan. Segundo o site do PCO (Partido da Causa Operária), a seleção brasileira pode dormir tranquila depois dos vergonhosos 7 gols tomados da Alemanha. O texto “Eles conseguiram… e agora?” diz que toda a culpa da derrota é da direita e seus aliados.Vejam mais aqui. Este é o mesmo tipo de gente como a “defensora dos direitos humanos” que queria a morte do zagueiro colombiano negro, estupro da sua mulher, etc por este ter feito a falta em Neymar. Esquerdista é psicopata mesmo e usa deste nacionalismo socialista para enganar a massa.

temculpaeu

Infelizmente a grande maioria do povo cai nesta conversa. Para eles se alguém não gostar de futebol, samba, carnaval, festa, calor e não ser uma pessoa desgraçada e sem condições mas “feliz” não é sinonimo de ser brasileira/o. Estas são as mesmas pessoas que ficam bravas quando o Brasil não anda pra frente ou tem um presidente que ao invés de ter autocritica e fazer melhorar a nação em todos os setores diz que devemos andar de jegue ou que o SUS é top de linha quando ele anda de avião e se trata nos melhores hospitais do Brasil.

Apoiamos que ainda tem atitude de questionar o que é certo nesta terra. Nunca iremos apoiar este ufanismo nacionalismo socialista ou estereótipos do Brasil (dentre os quais muita brasileira é vitima mas apoia). Com o povo desiludido com a copa, talvez comecemos a questionar os gastos absurdos, a cegueira coletiva em assuntos importantes como no caso do viaduto que caiu e tantas outras coisas.

Sobre a partida em si queremos desejar parabéns aos jogadores do Brasil como Davis Luiz e tantos outros. Muitos foram exemplos dentro e fora do campo. Queremos parabenizar aos jogadores da Alemanha pela vitória. Futebol é só um esporte. Essa derrota não vai mudar nossas vidas. Ficamos com mais penas das crianças que irão chorar e choraram muito ao ver os seus heróis derrotados. Mas este é o esporte imitando a vida. Lutar para vencer sempre mas sabendo perder.

Vale lembra que  os alemães vieram ao Brasil e mostraram como se constrói um complexo esportivo na Bahia em 6 meses, mostraram como se faz uma festa sadia e sem brigas entre torcidas (sabemos que existem brigas em outras lugares do planeta, ok?), mostraram como se respeita um pais seu hino e o povo que os acolhe, e hoje nos ensinaram como se joga futebol. Os alemães também possuem problemas na própria terra com certeza mas superam muitos lugares na Europa em muitos quesitos importante assim como superam o Brasil.  O Brasil deveria  esquecer este nacionalismo socialista idiota do que ser brasileiro de verdade pensa só em futebol,  carnaval e samba  e pregar mudanças culturais  para tentar enxergar as  nossas verdadeiras prioridades.  E fazer como os alemães fizeram. Tudo isto com simplicidade, sem arrogância, sem coitadismo e sem choro. Talvez esse seja o maior legado da copa.

O Brasil passa por um momento tenso quase se encaminhando para o regime cubano. Pessoas andam morrendo, sem acesso a muitas coisas enquanto os revoluças apoiado por grupos que defendem a agenda marxista (como feministas) vivem no meio do luxo e conforto. Aprender a questionar estes valores errôneos  que colocamos na nossa cultura e eliminar o ufanista nacionalismo socialista esterotipado com autocrítica é o maior presente que esta derrota nos trouxe.

Feminista do PT deseja morte de jogador da Colômbia no Twitter usando da cegueira do povo brasileiro pelo futebol.

Padrão

stern1

Todo esquerdista se auto proclama o defensor das minorias e socialismo mesmo que fedam a hipocrisia como Caetano e Chico (cobram caro, vivem bem longe de Cuba e gostam de dinheiro/conforto ). Usando de utopia, fazendo apologia a pobreza (como se falta de dinheiro fosse coisa boa), coletivismo e propagandas marxistas eles defendem grupos tidos como minorias e usam dos falaciosos movimentos sociais para pregar “a bondade coletivista esquerdista”.  Tudo isso com dinheiro do governo e  com muito conforto. Observem o caso desta feminista Luisa Stern, militante dos direitos humanos, dos transexuais, feminista, etc (ela é o clássico exemplo de esquerdista que defende toda a agenda da esquerda).

A esquerda (como o grupo das feministas) tem a mania de se definir como militantes dos “direitos humanos”, pois sabem que o frame “direitos humanos” evoca sensações positivas na plateia (propaganda emocional). Mas isto é também hipocrisia. Para elas/es, no entanto,  “direitos humanos” é sempre um par de palavras vazias, principalmente por que suas ações são sempre focadas em discursos de ódio para criar a guerra entre classes aliado a um nacionalismo socialista emocional. Fazem sempre o oposto do que dizem. Mas nada melhor que partimos direto para uma demonstração  pegando o caso da feminista Luisa Stern.

Observem o primeiro Twitter de Luisa contra Zuñiga (o zagueiro colombiano que deu a joelhada em Neymar):

stern2

stern3

stern4

stern5

Ou seja, a feminista petista defensora dos “direitos humanos” prega que o jogador seja morto. Além de achar isso normal ela quer censurar quem discorda dela. Se alguém a repreende por ela ter desejado a morte de alguém, ela lança um ataque torpe e covarde: dizer que o outro está “defendendo a agressão do Zuñiga”. Como toda feminista ela se comporta de maneira desonesta.

O que podemos tirar como conclusão destas frases escritas por esta feminista:

-Toda esquerdista (feministas e afins que defendem a agenda esquerdista) fazem propaganda mentirosa de serem paz e amor. Na realidade defendem regimes assassinos como cubanos, chineses, norte-coreanos, russos, etc porque tais regimes ideologicamente são a fonte do feminismo (leiam mais aqui);

-Imaginem como a esquerda agiria se uma pessoa branca não esquerdista citasse algo. Processo, racismo, mimimi. Aqui a feminista petista branca e seus seguidores ufanistas pregam um discurso de ódio por uma partida de futebol e contra um jogador negro e ninguém da esquerda fala NADA . Quem mostra a realidade para este povo? Pessoas que não são da turma da esquerda que adora fugir da realidade;

–Toda esquerdista (feministas e afins que defendem a agenda esquerdista) fazem propaganda mentirosa sobre defenderam negros, mulheres, gays. Na realidade defendem destes grupos que sejam aliados a agenda esquerdista. Mulheres como Erin Pizzey, Rachel Sheherazade ,Michelle Eliot, negros contra o falacioso movimento negro  ou gays como Clodovil ou o blog Gay de direita que eram/são contra a agenda do movimento gay não são defendidos ou apoiados pelos movimentos feministas, movimentos da consciência negra ou GLBT e afins. Motivo? Estes movimentos defendem uma agenda marxista guiada por mentores esquerdistas. Se você não é do partidão, DANE-SE ;

-Tais grupo usam de violência física e assassinato de reputações  para atingir os seus objetivos. Do MST as feministas até terroristas como os Black Block tudo é liberado desde que se faça parte de um grupo esquerdista. Nesta luta por “um mundo melhor” tais pessoas egocêntricas e psicopatas usam e abusam de desculpas para suas maldades. Quebrar, ameaçar, bater tudo é permitido e apoiado com muito relativismo moral e cultural;

-Os esquerdistas estão usando (desonestamente) a seleção brasileira como um símbolo. É o eterno truque “Brasil, ame-o ou deixe-o”, “brasileiro de verdade gosta de futebol, carnaval, samba, funk, bossa nova”etc onde o ufanismo é usado para esconder as chagas de um governo e do nosso povo sem a mínima autocritica (leiam mais aqui).  Devido ao relativismo moral, esquerdistas como esta feminista não se importam em dopar a população, não com o futebol, mas com um discurso torpe e vergonhoso dizendo que “a vitória do Brasil é a vitória do PT”.

-Com medo de que uma derrota do Brasil no mundial prejudique as intenções de voto para Dilma, eles passam a visualizar como inimigo qualquer que os atrapalhe neste sentido. Agora, resolveram lançar discursos de incitação ao crime contra Zuñiga. Isso muitas vezes acontece com brasileiras e brasileiros que detestam futebol, Copa do Mundo, carnaval ou tudo aquilo que proclame a “falsa brasilidade do que é ser brasileira/o”;

-Futebol é um esporte. Os atletas ganham milhões para jogarem futebol. Sofrem lesões e sabem disso. Ninguém é criança como os politicamente corretos ufanistas cegos por futebol pensam e fazem disso questão de morte.  Longe de defendermos o colombiano aqui mas Zuñiga deve ser punido pelo que fez mas pelas regras da FIFA. Simples;

Outra coisa deve ser comentada. Ocorreu uma tragédia em Belo Horizonte, onde vidas foram perdidas e várias outras afetadas em maior ou menor escala. PEDIMOS A TODAS AS PESSOAS QUE RESPEITEM O MOMENTO das famílias, do estado, da cidade e do país. Ao mesmo tempo evitem o calor das discussões virtuais e meditem com autocritica. Meditem sobre a triste realidade que os valores se inverteram no nosso país de Norte a Sul, um lugar que foi dominado por pseudo- intelectuais vermelhos que adoram $$ e pagam de defensores do povo, que lavam a mente de milhares de jovens em escolas, universidades, teatros e cinemas. Um lugar que que condena o bem, a capacidade, a justiça, a meritocracia, procedimentos objetivos e o real intelecto para fazer apologia a “carnaval, samba, futebol”, praia, calor, bunda, jeitinho, vitimismo e apologia a tudo o que existe de pior. Um lugar aonde ser analfabeto, criminoso, bandido, corrupto, prostituta e uma pessoa incapaz de seguir regras virou algo “cult”. O que esperar de um lugar assim? De pessoas que nunca assumem a responsabilidade de seus atos? De quem apoia isso de maneira desonesta, coletivista e psicopata? Tais pessoas falam mais de futebol e outras futilidade do que sobre fatos importantes:

Para terminar mais uma das feministas da Marcha das vadias em Curitiba fazendo a depredação do patrimônio público. Mas isso não é nada para um movimento terrorista que prega transar com o pai, irmão, mãe (leiam aqui) e ameaça outras mulheres e homens de morte (saibam mais aqui e aqui).