De quem é a culpa durante o estupro­?Da roupa curta?Ou do estuprador?

Padrão

A resposta é simples:a culpa é dos criminosos estupradores quer sejam homens,mulheres hetero,homens e mulheres homo,etc que estupram alguém adulto ou alguma criança por um desejo perverso.Somente as feministas que adoram inventar coisas para provar as suas idéias e teorias parecem incapazes de entender isso em alguns casos.

O estupro na verdade já é crime e não é tido como algo legal na sociedade como propagam as feministas com uma revolta enorme como se o mundo fosse contra elas.Estupro é um crime que deve ser denunciado e aonde o estuprador deve ser punido pelas leis.Talvez poucas saibam mas dentro da cadeia o estuprador sofre da lei do¨com ferro feriu,com ferro é ferido¨,ou seja um estuprador na cadeia em geral é estuprado pelos detentos. Enfim, ninguém pode afirmar que o estupro é algo nobre na sociedade ou fica sem punição,como fazem as feministas. E como mulheres somos, contra o estupro e contra estupradores por motivos bem claros.

O que o feminismo parece não entender é que a luta  contra o estupro na sociedade ocidental e na oriental em muitos casos já é algo existente (leis contra o estupro). O que deve ficar claro e falamos isso por sermos imparciais(diferente das feministas é que o crime de estupro,assassinato entre outros são crimes importantes que mudam vidas e devemos ter cuidado com falsas acusações. TUDO DEVE SER bem  INVESTIGADO e PROVADO antes de inocentar ou punir qualquer pessoa. Devemos deixar a latinidade brasileira made in Portugal de lado e pensar com muita calma.

Sobre a tal questão da roupa curta que causa o estupro e que feministas adoram falar: a culpa nunca é da vítima ao ser estuprada pois ninguém quer ser estuprada ou estuprado. Devemos ter cuidado com questões de ego e fanatismo feminista e negligenciar questões de segurança básica para ¨provar¨o ponto de vista que todas mulheres e homens podem tudo¨ como feministas adoram fazer pois pensam serem as dona do mundo com o seu enorme ego.

Devemos é deixar de sermos cegas e vitimistas.Existem roupas para cada lugares.Não podemos ir trabalhar peladas como na época das cavernas porque hoje o mundo mudou.Não podemos impor gostos pessoais muitas vezes vulgares para chocar o bom senso e ética como fez a egocêntrica Geisy Arruda na sua universidade e depois culpa um suposto sistema opressor.Vulgaridade nunca foi classe e isso não tem nada  a ver com extremismos religiosos. Bom senso basta para entendermos isso.

Sabemos que o mundo anda cada vez mais violento, sabemos que existem áreas  perigosas,sabemos que drogas deixam as pessoas mudadas,sabemos que muitas vezes não temos tempo de conhecer bem as pessoas, sabemos que a polícia não pode estar em todo o lugar então nada mais justo que tomarmos medidas de prevenção não contra a neurose feminista sobre o machismo(que também existe mas não é o tema aqui) mas contra ataques  de psicopatas e péssimas pessoas. Para que OSTENTAR o que meliantes, assaltantes ou estupradores querem na frente deles se em alguns casos podemos evitar? Seria assim tão difícil em alguns casos usar da discrição ao invés de querer fazer o mundo todo engolir as próprias idéias? Usar de senso comum e segurança de base. A culpa nunca é da vítima mas a vítima para a sua própria segurança pode ajudar a prevenir um ataque a si mesma e em alguns casos.

Atenção, feministas,isso não é machismo ou porque ¨somos mulheres machistas a favor do patriarcado¨, isso é sermos práticas e termos consciência do mundo atual ao invés de fugir da realidade como as feministas adoram fazer.

Uma garota feminista (cujo pai deve pagar tudo e nunca passou dificuldades na vida mas arrota essas coisas como se vivesse no século VI) se revoltou no nosso grupo pois ela gostaria de fazer o que quisesse da vida dela,ser livre,pois como mulher feminista teria o direito de ir aonde quisesse na sociedade machista insegura para as feministas.

Um rapaz postou uma frase parecida com isso:¨Sou alto,forte,sou homem e pratico alguma luta marcial e mesmo assim nem eu consigo ir em todos os lugares que quero e nunca achei isso culpa do machismo.Isso é a vida,a sociedade em que vivemos, o mundo¨.

Dei um exemplo um tempo atrás sobre uma amiga minha que na cidade aonde mora foi assaltada e teve o celular roubado 5 vezes. Pois bem, essa minha amiga sempre continuava a comprar celulares de última moda e continuava a usar eles na rua em uma zona central perigosa. Os culpados com certeza eram os assaltantes mas ela poderia ter prevenido muitos desses ataques se usasse um celular mais simples ou usasse o celular mais moderno em lugares  com mais segurança.

Aqui entram outra várias questões:não seria misandria dizer que todo homem é um possível estuprador como já foi dito pela tal guru feminista Lola e outras adeptas? Meu pai,meus irmãos,tios,etc entre outros nunca me estupraram e conheço outras mulheres que nunca passaram por isso também.Não seria isso algo mais entre homens bons x homens maus do que contra homens?Não seria isso generalizar,feministas?

Outra coisa,o feminismo não seria um causador indireto do estupro ao pregar que deveríamos fazer como os homens canalhas fazem(transar com pessoas que não conhecemos bem para se autoafirmar)?Pela lógica pessoas que não conhecemos direito e nem o passado destas poderiam nos violentar e desaparecer. Não seria melhor conhecer melhor as pessoas antes?

Deveríamos ver se as coisas realmente são culpas do machismo, dos homens, das mulheres contra o feminismo ou se tudo é mais complexo e envolvem fatores como o descaso com a segurança, impunidade, leis brandas, favorecimento ao vitimismo-assistencialismo barato que gera votos,desigualdade social e falta de vontade política. E aqui o feminismo também entra com o seu relativismo cultural e a falta de atitude em questionar o errado muitas vezes. Afinal se elas dizem que nada é errado e tudo deve ser permitido, o que dizer de crimes e viver em uma sociedade sem regras e leis? Mas isso é outra história.

A primeira foto foi retirada do filme francês Irreversível que possui uma cena de estupro contra a mulher forte,uma quase cena de estupro masculino,traição e outras coisas.

Provérbio Chinês : Dominar a arte da discrição é melhor que usar a eloquência.

»

  1. pois é. Segundo sua “excelente” lógica (NOT), acho que a personagem da Monicca Bellucci não foi “consciente do mundo atual” (!!!), ela usou roupa inadequada pois estava num lugar suspeito e não tomou medidas de prevenção (!!!) básicas… Essa mulher deve ter ouvido algum discurso neurótico feminista de que era normal e direito dela estar bonita, bem arrumada e usando vestido adequado para sair para uma festa (que inclusive, facilita o estupro, o correto é usar uma calça, com o máximo de botões, zíperes e cintos possível) E pior: olha que falta de prevenção básica: de salto! Assim fica difícil de correr! Use sempre tênis. Não se trata de se privar da liberdade/direito de usar salto, mas vc tem que ter consciência do mundo atual, neh? não vamos facilitar.
    E o que ela estava fazendo ali, um lugar obviamente perigoso? Ela deveria ter ido por outro lugar, ou de carro, ou contratado um segurança! Realmente…fazendo tudo errado como ela fez, tava pedindo pra ser estuprada…deu no que deu… Aliás, vamos aproveitar para outras conscientizações sobre o mundo atual: sequestraram seu filho? O que ele estava fazendo sozinho? Faltou prevenção, hein? Te assaltaram? mas vc estava fazendo o que com dinheiro na carteira e celular nba mão em público? Assim vc pede pra ser assaltado! Mantenha seu dinheiro no banco SEMPRE, NUNCA ande com mais de alguns trocados, não importa a justificatibva, ainda mais de noite, em “certos lugares” (sim, pq vc nunca será roubado em outros lugares, só nos suspeitos.
    Roubaram seu carro? Tá vendo? Você não tomou medidas de segurança base como pagar um estacionamento… É gente, assim fica difícil….vocês facilitam! O negócio não é prevenir a vbiolência na sociedade, condenar o crime e prender os criminosos. O negócio é a gente viver com medo, abdicar de direitos e liberdades, deixar de fazer o que às vezes é inevitável, meter grades, alarme, gastar rios de dinheiro, não sair, não viver, não ser, não ter. Essa é a solução: aprisionar, limitar, castrar e “conscientizar”(Não é culpar, viu, feministas neuróticas egóicas) as vítimas, pois é preciso se prevenir. Sim, porque todo mundo que sofre com crimes fez algo de errado, falhou em prevenção e cuidados base.. foi alienado à sociedade atual… Todo crime pode ser evitado com simples atitudes da vítima! Logo, conclui-se que, se não fosse pela vítima, não existiriaa o crime. Afinal, é a ocasião que faz o ladrão, a mulher que faz o estuprador. Mesmo se seu pai te estuprou… deve ter sido pq ele te viu pelada tomando banho com 5 anos. Vc deveria saber que não se fica pelada na frente de homem. Vc pediu por isso, não se preveniu, agora não reclame! Parabéns, excelente texto. só que não. Esse movimento seu “mulheres contra o feminismo” deve entrar pra história como um grande desserviço e um dos movimentos mais desnecessários (pq a sociedade já pensa assim, vc não precisa fazer nada). Recomendo: http://naotenhopreconceito.tumblr.com/

    • Feminista revoltada Denise:

      Escrevemos claramente no texto que a mulher estuprada,homem estuprado,criança estuprada nunca possuem culpa no crime de estupro.Infelizmente a sociedade anda cada vez mais violenta como tu afirmou e também escrevemos isso no texto.Mas que em alguns casos podemos tomar medidas preventivas,podemos, quer sejam votos,escolhendo amigos,ambientes,etc.Não porque isso é machismo ou isso ou aquilo,mas porque o mundo hoje é infelizmente o que é e para sobrevivermos,necessitamos nos prevenir de fatores que possam tirar as nossas vidas ou acometer a nossa segurança.Aconselho a ler a frase retirada de um rapaz no texto acima,que foi muito sensata.O mundo hoje infelizmente é assim mais violento.Leia melhor o texto.

      Paz e amor para a tua alma.

    • Gostaria de saber se a coleguinha feminista leu o outro texto sobre a situação da vulgarização extrema da mulher na Itália.Será que nossa sábia coleguinha vai dizer que não tem nada ver?E mais:já observou que a roupa da mulher é sempre mais erotizada que ado homem,ou também não tem nada ver?E já tentou coprrer de salto alto?
      Feminista não pensa,vem sempre com as mesmas respostas prontas.

      • Mesmo que a mulher saia NUA, NINGUÉM tem o direito de fazer nada com ela!
        Só chame a polícia, pois ela talvez não esteja bem.

      • Toda pessoa tem o direito de andar na rua sem sofrer qualquer tipo de ato violento, mas infelizmente no mundo real isto nem sempre acontece. Uma pergunta: como andar nua vai ajudar uma mulher? Devemos voltar a andar nuas como na época das cavernas?

      • Meu pai amado… nunca li tanto lixo na vida. O que a minha roupa tem haver com o estupro? Só porque eu uso minissaia, short, calça ou burca não dá direito a alguém de abusar do meu corpo. Sinceramente, acho que viver o tempo das cavernas é aceitar essas opiniões machistas de que uma mulher não pode se vestir do modo como deseja porque pode ser estuprada, a mulher deve obedecer a um padrão de roupa salvador de estupro, imposto por essa sociedade que vive e aceita essa cultura do estupro. E sim, se eu quiser andar nua na rua ninguém pode abusar de mim, se vai ajudar as mulheres em alguma coisa… provavelmente não, mas a questão é: e dai? Ajudando ou sendo indiferente, Ninguém tem o direito de fazer algo comigo que eu não queria. Mulheres: sejam vulgares, sexys, alternativas, conservadoras… Sejam tudo o que quiserem, mas sejam vocês! A culpa não é e nunca vai ser da sua roupa se um DOENTE tentar te atacar (desejo eu que isso nunca aconteça). Só para constar: não sou extremista de nada (feminista ou machista), apenas achei revoltante o seu texto quase que completamente desajuizado e o comentário da Ana Lúcia completamente desajuizado.

      • Leia o texto novamente. Nunca afirmamos no texto que a culpa é da pessoa que foi estuprada. Deixe de se fazer de cega. Postamos um outro texto falando sobre estupro que inclusive JA é crime. Deixe de vitimismo e leia antes de comentar. Opinar é bom mas desde que com base.

    • Duas observações devem ser feitas em relação aos comentários da feminista adestrada, Denise: a primeira é a de que a violência e a insegurança vivenciada pela sociedade civil no Brasil de hoje é fruto da defesa escancarada do banditismo por parte dos ideólogos do politicamente correto, dentre os quais estão inseridas as feministas. Se um ser humano, homem ou mulher, independentemente da sua cor ou sexualidade, já não pode usar os seus pertences preferidos onde quiserem, é por causa das monobras de determinados grupos com sede de poder e de controle sobre a maioria da sociedade, que adestram inocentes já vazios de sentido,nas universidades e nos bares, como se fossem os cães de Pavlov,adestrados em laboratórios, manipulando mentes humanas para nelas implantarem o ódio de classes,entre homens e mulheres, brancos e negros, empregados e trabalhadores, ricos e pobres, heterossexuais e homossexuais, para assim extraírem proveitos culpando a sociedade capitalista e exploradora; a segunda observação é a de que esses mesmos psicopatas, manipuladores de mentes, com seus interesses bem evidentes ao público que ainda possue a mente sã, sob o pretexto de acabar com os males da desigualdade provocada pelo capitalismo, na verdade seduzem as mentes robotizadas para imporem as suas psicoses e fraquezas sobre os valores e costumes da sociedade civil brasileira, na medida que procuram estabelecer, por fina força, a igualdade entre o que não pode ser igual, e ainda por cima conforme lhes convém,pois quando não convém procuram criar leis para estabelecer diferenças entre homens e mulheres. Há uma neurose entre as feminista em acreditar que é possível se estabelecer, além da real e justa igualdade de direitos sociais,uma igualdade biológica entre homens e mulheres.É só ler os infidáveis artigos de autoras desse movimento, todos contendo sempre as mesmas fontes ditas “cientificas”, para constatar que elas acreditam realmente que homens e mulheres possuem as mesmas necessidades e interesses sexuais e que a sociedade patriarcal, capitalista, é favorável aos homens e desfavorável a mulher, nesse aspecto, o que é algo irreal e prejudicial as mulheres, pois sobre o pretexto de acabar com o machismo, que já não mais existe como padrão social, faz com que o homem contemporâneo, macho, cada vez mais se deixe dominar por seus instintos naturais e primitivos, devido a sedução provocada pelo modo de se vestir e agir da mulher contemporânea, que é levada cada vez mais a negar os seus instintos naturais e se tornar presa fácil do homem das cavernas que ainda reside em cada um de nós. Para demonstrar que essa igualdade entre homens e mulheres em todos os aspectos, bem nos moldes dos delírios de Lennon, não passa de uma “imagine”, cito apenas um dentre os inúmeros casos já conhecidos não só por mim, do dia em que uma colega de trabalho me contou que ficou inicialmente em estado de torpo só por ter flagrado da varanda do seu apartamento um homem completamente nu que se encontrava no quintal da sua residência e que depois de passar o estado de perplexidade correu assustada em direção ao marido aos gritos de que “um homem estava nu e passou a pegar na genitália, quando a viu”. Ora, na maioria desses casos esse é o comportamento da mulher diante do ato,isso é da natureza feminina e não cultural como dizem as feministas. Mas imaginemos agora se fosse o marido dessa minha colega que avistasse uma mulher nua, pegando na genitália dela e oferecendo ao macho “troglodita”, hein? Certamente a reação daquele homem jamais seria a mesma, o máximo que poderia acontecer nesse caso seria o marido da minha colega ser convicto em sua “famigerada” moral judaico-cristã ou mesmo um assexuado ou até um não chegado ao encanto das “curvas femininas”(que machismo de minha parte,desculpe mas não deu para segurar…rs ), e não dá um minímo sequer de atenção para o ato vulgar daquela fêmea no cio, pois que para ele não passaria de mais uma vadia a tentar seduzir-lhe, na espectatitva de pegá-lo pelo “calcanhar de aquiles” e se “dar bem”. Foi assim na sociedade primitiva e assim sempre será, pelo fim dos séculos,amém! Queiram ou não os psicopatas.Seria bastante produtivo para as mulheres em geral se elas rogassem a Deus pedindo-LHE serenidade as feministas para aceitarem o que jamais poderá ser mudado, nem mesmo pela crença cega na bandeira da foice e do martelo, hoje de forma camuflada, é verdade,mas que continua levando homens e mulheres ao mesmo destino: ao abismo!

      • eu posso detestar feminsitas,mas essas falácias masculinistas,”sociedade primitiva” ..também são difíceis de aturar!Só falta esses sujeitos alegarem que não gostamos de sexo,que não podemos gostar,que temos que aturar traição,espancamento…afee ><!

      • Estude só um pouquinho de biologia e sobre a natureza masculina para você entender,pelo menos em teoria, o que disse em minha postagem. É claro que na prática,infelizmente, é quase impossível para você entender como é que um homem observa uma mulher, a não ser que você faça como uma lésbica que tomou hormônio masculino, ficou masculinizada, e começou a agir como um homem dando cantadas em mulheres e afirmando que fazia isso usando dos mesmos meios que ela detestava quando era abordada por homens. Sim, o homem e a mulher da sociedade primitiva ainda reside dentro de cada um de nós, basta observar a realidade como ela é e não como as feministas gostaria que fosse. Aceitar esse homem e mulher primitivos, dentro dos limites exigidos pelo homem (espécie) civilizado, não é diminuir em hipótese alguma o valor da mulher na sociedade, mas é reconhecer que é exatamente por serem naturalmente diferentes, que homens e mulheres possibilitam a preservação da espécie humana e ao mesmo tempo abrem o caminho para a construção de relações sólidas, calçadas na realidade, e não numa contrução de um mundo imaginário de igualdade de gêneros como querem as feministas, do tipo “mulheres têm o mesmo desejo sexual dos homens, a sociedade patriarcal, machista,capitalista, é que as oprimem”. E assim vejo mulheres reais, em carne e osso, a se queixarem de que “homens não querem compromisso”, “homens só pensam em sexo”, “homens são animais”, ” homens são estupradores em potencial”, ” Tá faltando homem” , “O produto tá escasso”(imagine só se fosse um homem dizendo que o “produto”(mulher) está escasso…seria um bombardeio de discursos de feministas raivosas a dizerem que mulher não é pedaço de carne, não é mesmo?).Na realidade desde que o mundo é mundo, o que vejo é homens pagarem prostitutas (aliás isso hoje é profissão, coisa que não era durante o surgimento do feminismo, que diz ser porta voz dos “direitos” das mulheres”, inclusive de não ser vista como objeto, não é verdade?) para aliviarem as suas tensões sexuais e os seus aborrecimentos do dia, sem que fiquem constrangidos ou deprimidos depois.O homem pensa em sexo quando está com problemas,e o sexo pode ser realmente um alívio para ele.Mas, e a mulher? Não conheço uma sequer que procure garotos de programa para aliviar o seu desejo sexual( e se pagam para isso, é inevitável o ..vazio, a depressão posterior…isso é fato, pois elas desejam o compromisso afetivo… o dia seguinte).Nem mesmo procuram sexo com o seu companheiro nos momentos em que se encontram com problemas, seja em relação ao próprio companheiro ou qualquer outro tipo de problema. Mulher não cogita sexo quando não está bem afetivamente com o seu companheiro ou em outros aspectos da sua vida. Isso é cultural? Se for, qual a sociedade humana em que o inverso se deu? Não vão encontrar…Isso é que é falácia!

  2. “Mulheres contra o feminismo”, vocês faz muitas confusões ao tentar argumentar as coisas. E para ficar um pouco menos embaraçoso, bastavam algumas leituras mais atentas de outros blog´s, mas ficar na ignorância é uma escolha sua.

    Sei que alguém que dedicou o seu tempo como você, fazendo um blog para reafirmar os valores de nossa sociedade, dificilmente, está aberta a mudar de opinião… mas acho que vale a pena deixar um recado aqui, assim, os seus leitores podem ficar com outro ponto de vista que não o seu.

    Refutando as partes mais críticas do seu texto:

    - Estupradores não são acometidos por um desejo perverso que faz com que eles saiam as ruas sedentos por um buraco aonde satisfazer os seus “desejos” ou “instintos” sexuais. Estupradores, abusam de suas vítimas, por uma questão de poder, de subjugar e humilhar outrem aos seus comandos, isso não acontece por tesão, e sim por violência.

    - O fato de que estupradores (a pequena parcela dos presos e condenados) são estuprados nas cadeias, não é nem um motivo de alívio, nem um motivo de “exemplo assustador” para que homens não cometam esse mesmo crime. E muito menos um argumento de que a justiça é feita a esses criminosos. Além de centenas de homens ficam impunes diante de acusações de estupro, milhares desses homens não chegam nem a ser acusados, pois são criminosos dentro de um ambiente muito íntimo e particular, onde a vítima nem sempre consegue ter apoio ou forças para indiciar o seu abusador. Você realmente consegue de cabeça tranquila escrever que ninguém pode afirmar que esse crime fica sem punição!?

    - Você diz que nem você, nem meia dúzia das suas amigas sofreram abusos dos seus pais, tios, amigos, ou afins… O que te convence e te dá animo para encher a boca para falar que por isso, homens não são potenciais estupradores?
    Porque você não passou por isso, outras zilhares de mulheres não passam por isso cotidianamente? Esse tumblr http://projectunbreakable.tumblr.com/ é absolutamente triste e forte. Espero que você tenha sensibilidade o suficiente para lê-lo e sentir empatia por aquelas vítimas. Que sim, sofreram abusos das pessoas das quais elas mais confiavam, e hoje estão machucadas por isso.

    Eu nunca fui estuprada, nunca fui abusada. Mas tenho absoluta consciência de que os meus medos cotidianos de sair muito cedo de casa sozinha, andar numa rua a noite, beber numa festa ou até mesmo começar um novo relacionamento partem do meu medo de que qualquer homem seja capaz de fazer isso, (algum amigo seu tem esse temor DIÁRIO!??) e que isso pode acontecer a qualquer momento. A qualquer momento! No ônibus, na festa, no hospital, no cinema, em q-u-a-q-u-e-r lugar. E não venha me dizer, que a minha vestimenta vai influenciar isso, porque não vai. Se um cara estiver com uma faca na minha garganta, segurando minha cabeça e me mandando chupar o seu pau eu nada posso fazer, e vc?

    Você não sente esse pânico? E você não tem medo de que as pessoas olhem para você depois de passar por tudo isso e digam:” também, ela estava sem moletom num dia frio” você realmente acha que estar sem moleton num dia frio é motivo para ser estuprada? Porque quando vc diz que há roupas que são vulgares e outras que não, você está fazendo o mesmo raciocínio que esse do moleton, só que com uma roupa que VOCÊ julga vulgar, que você julga além dos limites. E se os parâmetros são pessoais, o seu estuprador define se para ele a sua vestimenta é suficiente para ele passar reto por você, ou te atacar?

    Assim, saio até convencida de que todas as mulheres estupradas nesse mundo estavam de decotão e sainha.

    Olha, o seu discurso sobre as brasilidades é realmente bastante conservador e direitista. Só espero que com essa sua revolta momentânea contra o feminismo você realmente ouça falar mais sobre ele. Para entender realmente, que o que ele faz é te empoderar como mulher, te dando liberdade, para circular, trabalhar, ser respeitada como indivíduo, em não como um conjunto de características que exigem que você seja assim e assado para ser mulher, “mulher de respeito” nos divergindo entre “puras” que merecem ser intocadas e as “impuras” que merecem ser estupradas.

    É sério, que o seu raciocínio é o mesmo que legitima o uso das burcas.

    E se for pra responder, responda com argumentos e não com xingamentos tipo boba-feia-mal-comida.

    • Outra que precisa ler mais sobre os efeitos da vulgarização da mulher na sociedade e sua inegável colaboração.,ou vai me dizer que vemos homens com bundas de fora rebolando e se oferecendo na mídia?
      E coleguinha femninsta,um conselho: não saia mais de casa.Se tem tantpos stupros assim,se nenhum lugar é segurpo,então ou fique trancada dentro de casa ou vá viver numa floresta,não venha aqui com suas neuroses alegando que todas nós deveríamos nos sentir da mesma forma!

      • “efeitos da vulgarização da mulher na sociedade”. Você é socióloga, psicóloga, trabalha com isso, já entrevistou algum estuprador? Por que “efeitos da vulgarização da mulher na sociedade” é algo bem abrangente, algo realmente profundo a se pensar. O que você leu? Com quem você conversou? Você tem consciência do que uma opinião sua pouco cautelosa pode causar? Não seria uma boa ideia você posta alguma citação, bibliografia de alguém importante em um texto cujo assunto é tão delicado?
        Só uma sugestão pacifica.

      • Ué,a feminista não é vc,minha querida? posta aí então! E será que precisa? Aquelas camisetas da Addidas é porque somos um páis de mulheres que se dão ao respeito,não é mesmo?

        Ainda se acham mais cultas que nós,”mulheres mortais” que devem sempre provar sobreo que falamos,sendo que eu nunca vi nenhuma bibliografia nas citações feministas por aqui

    • Belisa, você eu fiquei com vontade de responder, porque você foi educada e razoavelmente inteligente, e não partiu para a baixaria. Não sou a autora do blog, mas mesmo assim acho que você merece uma resposta, assim seu preconceito contra a direita política pode desaparecer. Mesmo que você não concorde, talvez possa deixar de pensar que os direitistas vivem na idade da pedra, porque numa democracia é preciso haver tanto direita quanto esquerda, tanto liberais quanto conservadores.

      “- Estupradores não são acometidos por um desejo perverso que faz com que eles saiam as ruas sedentos por um buraco aonde satisfazer os seus “desejos” ou “instintos” sexuais. Estupradores, abusam de suas vítimas, por uma questão de poder, de subjugar e humilhar outrem aos seus comandos, isso não acontece por tesão, e sim por violência.”

      Com base em quê você afirma isso? Sabe o maníaco do parque, por exemplo? Ele era frustrado, pois tinha fimose, seu pênis era muito mal-cheiroso, ele não conseguia ficar com mulher nenhuma, então buscava se satisfazer de outra forma. Ele não conseguia sequer manter um coito anal/vaginal. O estupro era a única maneira de ele obter algum prazer sexual. Não que o que ele fez é certo de alguma maneira. De jeito nenhum. Foi preso e teve o que mereceu. Mas sem dúvidas não foi a sede de subjugar a mulher que o movia, mas a simples vontade de compensar uma vida sexual frustrante.
      Existem perversões sexuais em que a pessoa tem prazer em subjugar a vítima. Como o sadismo, por exemplo, e tem gente que tem tara em fazer sexo a força. Mas não se pode dizer que isso é feito por “maldade pura”. A pessoa nasce assim, e se não consegue controlar SEUS INSTINTOS SEXUAIS, vai estuprar mesmo. É claro que é por tesão.

      “- O fato de que estupradores (a pequena parcela dos presos e condenados) (…). Você realmente consegue de cabeça tranquila escrever que ninguém pode afirmar que esse crime fica sem punição!?”

      A maioria dos crimes, seja estupro ou não, fica sem punição no Brasil. Isso se deve a leis brandas, a polícia ineficiente, a um judiciário travado… MAS dentre os criminosos que chegam a ser presos, nenhum é tão marginalizado quanto o estuprador. Nenhum crime tem uma reprovação social tão grande quanto o estupro. Estupradores não são apenas estuprados na prisão, são geralmente mortos. Como é que se pode dizer que a sociedade tem que ensinar a não estuprar se é justamente isso que ela faz, dia e noite? Eu digo para meus amigos que o único crime no Brasil punido com pena de morte é o estupro. Você pode ter certeza que IMPUNIDADE não é privilégio dos estupradores. Isso é um problema crônico no Brasil, e acabar com ela passa por parar de tratar bandido como coitadinho, seja ele estuprador, assassino, ladrão ou traficante.

      “- Você diz que nem você, nem meia dúzia das suas amigas sofreram abusos dos seus pais, (…) Que sim, sofreram abusos das pessoas das quais elas mais confiavam, e hoje estão machucadas por isso.”

      Eu tenho nojo de quem diz que homens são potenciais estupradores. Eles são tanto potenciais estupradores quanto você é uma potencial assassina. Isso é preconceito, e preconceito do brabo. Você acha que todos os homens são simplesmente iguais? Apenas uma pequena minoria seria capaz de estuprar alguém. A maioria acha isso abominável.

      “Eu nunca fui estuprada, nunca fui abusada. Mas tenho absoluta consciência de que os meus (…)segurando minha cabeça e me mandando chupar o seu pau eu nada posso fazer, e vc?”

      Como eu disse, vivemos numa sociedade violenta. Todos temos medo de sermos roubados, sequestrados, assassinados, estuprados… Inclusive os homens.
      Acho que você também vive no Brasil. Andar com uma camisa da Mancha Verde no meio da Gaviões da Fiel vai aumentar seu risco de ser assassinada. Andar com um Rolex na Praça da Sé vai aumentar o risco de você ser roubada. Andar de Ferrari por aí vai aumentar seu risco de ser sequestrada. Andar sozinha num beco escuro à noite vai aumentar seu risco de ser estuprada. Claro que pode acontecer todas essas coisas sem você assumir esses comportamentos temerários, mas fazer isso aumenta a probabilidade de dar merda.
      Claro que é triste termos nossa liberdade restringida, mas é o preço que se paga pela impunidade, por tratar bandido como coitadinho, etc.

      “Você não sente esse pânico? (…) E se os parâmetros são pessoais, o seu estuprador define se para ele a sua vestimenta é suficiente para ele passar reto por você, ou te atacar?”

      Toda mulher tem medo de ser estuprada. Todas sabemos do risco, todas sabemos o quão terrível e humilhante deve ser. Solidarizo-me com as vítimas, ponho-me no lugar delas.
      E justamente por ter esse medo, procuro diminuir os riscos. Claro que deixar de usar uma minissaia que deixa a bunda a mostra não vai me livrar do risco de ser estuprada. Mas usar uma dessas vai aumentar o risco. E ponto.

      “Assim, saio até convencida de que todas as mulheres estupradas nesse mundo estavam de decotão e sainha.”

      … Eu não sei se isso é má-vontade sua, se você vive na Islândia, se não conhece o Brasil, ou talvez seja limitação intelectual mesmo. Sem dúvidas nem todas as pessoas que foram roubadas estavam exibindo notas de cem no centro da cidade, mas esse é um comportamento temerário, que aumenta deveras o risco de ela ser roubada.

      “Olha, o seu discurso sobre as brasilidades é realmente bastante conservador e direitista. (…) “mulher de respeito” nos divergindo entre “puras” que merecem ser intocadas e as “impuras” que merecem ser estupradas.”

      1) Mulheres têm o direito de serem direitistas e conservadoras. Não somos iguais aos homens? Então temos direito a opinião própria.
      2) Mulheres não têm o direito de trabalhar, têm a OBRIGAÇÃO de trabalhar. Simplesmente porque sua inserção forçada no mercado de trabalho diminuiu pela metade o salário médio das pessoas. Então agora ela é FORÇADA a conciliar trabalho com criação dos filhos. Esse é tipo de favor que o feminismo nos faz? Bela liberdade. Seria mais livre se meu marido me sustentasse, e eu pudesse ter a opção de trabalhar apenas se eu quisesse. Assim teria mais tempo inclusive para estudar e me engrandecer intelectualmente. Ou então poderia ficar solteira, e aí sim trabalhar à vontade.
      3) Existem mulheres puras e piriguetes sim. Nada de relativismo moral por aqui. Ficar com 100 mil por noite não é um comportamento louvável, seja para homem, seja para mulher. É errado. Se quer fazer, que faça, mas não exija aprovação social. Ah, e claro que nem isso justifica o estupro.

      “É sério, que o seu raciocínio é o mesmo que legitima o uso das burcas.”

      Assim como o seu raciocínio é o mesmo que legitima o genocídio de homens. Mas somos inteligentes o suficiente para não cairmos em extremismos, correto? Eu pelo menos sou.

    • E por falar nisso, belo tumblr que vc postou. Um monte de modelos ou pessoas querendo aparecer segurando uma placa não torna o conteúdo que está escrito verdadeiro. Não tem senso crítico não? Gostaria de saber qual a % daquilo que é verdadeira. Acho que uns 10 ou 20%. Deixa de terrorismo.

      • Brilhante resposta,só isso aqui que não,né? convenhamos..

        “Como o sadismo, por exemplo, e tem gente que tem tara em fazer sexo a força. Mas não se pode dizer que isso é feito por “maldade pura”. A pessoa nasce assim, e se não consegue controlar SEUS INSTINTOS SEXUAIS, vai estuprar mesmo. É claro que é por tesão.”
        Ou vc gostaria de ser vítima de um cara desses nenhuma de nós merece tal tratameto.

        bjs

  3. – Você diz que nem você, nem meia dúzia das suas amigas sofreram abusos dos seus pais, tios, amigos, ou afins… O que te convence e te dá animo para encher a boca para falar que por isso, homens não são potenciais estupradores?

    R: O problema de vocês feministas é que culpam TODOS OS HOMENS como se todos eles fossem culpados pelo que uma MINORIA FAZ. Se você pensas assim, então eu vou-te culpar pessoalmente por todas as mulheres que mataram os seus filhos, visto que tu és mulher como elas. Aceita?

    – Porque você não passou por isso, outras zilhares de mulheres não passam por isso cotidianamente? Esse tumblr http://projectunbreakable.tumblr.com/ é absolutamente triste e forte. Espero que você tenha sensibilidade o suficiente para lê-lo e sentir empatia por aquelas vítimas. Que sim, sofreram abusos das pessoas das quais elas mais confiavam, e hoje estão machucadas por isso.
    Eu nunca fui estuprada, nunca fui abusada. Mas tenho absoluta consciência de que os meus medos cotidianos de sair muito cedo de casa sozinha, andar numa rua a noite, beber numa festa ou até mesmo começar um novo relacionamento partem do meu medo de que qualquer homem seja capaz de fazer isso, (algum amigo seu tem esse temor DIÁRIO!??) e que isso pode acontecer a qualquer momento. A qualquer momento! No ônibus, na festa, no hospital, no cinema, em q-u-a-q-u-e-r lugar. E não venha me dizer, que a minha vestimenta vai influenciar isso, porque não vai. Se um cara estiver com uma faca na minha garganta, segurando minha cabeça e me mandando chupar o seu pau eu nada posso fazer, e vc?
    Você não sente esse pânico? E você não tem medo de que as pessoas olhem para você depois de passar por tudo isso e digam:” também, ela estava sem moletom num dia frio” você realmente acha que estar sem moleton num dia frio é motivo para ser estuprada? Porque quando vc diz que há roupas que são vulgares e outras que não, você está fazendo o mesmo raciocínio que esse do moleton, só que com uma roupa que VOCÊ julga vulgar, que você julga além dos limites. E se os parâmetros são pessoais, o seu estuprador define se para ele a sua vestimenta é suficiente para ele passar reto por você, ou te atacar?
    Assim, saio até convencida de que todas as mulheres estupradas nesse mundo estavam de decotão e sainha.

    R: Se a sociedade funcionasse da forma histérica que vocês feministas querem, ninguém tomaria precauções para nada. Bancos e lojas não precisariam investir em segurança, ninguém precisaria ficar preocupado em andar em bairros perigosos usando roupas caras, um torcedor com a camisa do Palmeiras não ficaria preocupado em entrar na torcida do Corinthians. E se algum polícial falasse para colocar segurança em sua loja, para não andar em bairros perigosos a fim de evitar furtos e para não entrar com a camisa do Palmeiras na torcida do Corinthians para evitar um lixamento, ele poderia processar o homem que o avisou e dizer que os seus “direitos” foram violados” apenas e só porque alguém lhe disse “toma cuidado!”.

    Vocês feministas têm que entender a diferença entre o que é e o que deveria ser:

    O que deveria ser: nenhuma mulher deveria ser violada.

    O que é: muitas mulheres são violadas.

    Vocês focam-se no que deveria ser mas esquecem-se do que é. Todos os homens (exceto os violadores) concordam que nenhuma mulher deve ser abusada. Mas elas continuam a ser abusadas. A forma de reduzir isto não é focar-se no que deveria ser (porque não vivemos num mundo perfeito) mas sim no que é. Como as mulheres, infelizmente, vão continuar a ser abusadas por uma minoria de homens, o melhor é a mulher precaver-se e proteger-se.

    – Olha, o seu discurso sobre as brasilidades é realmente bastante conservador e direitista. Só espero que com essa sua revolta momentânea contra o feminismo você realmente ouça falar mais sobre ele. Para entender realmente, que o que ele faz é te empoderar como mulher, te dando liberdade, para circular, trabalhar, ser respeitada como indivíduo, em não como um conjunto de características que exigem que você seja assim e assado para ser mulher, “mulher de respeito” nos divergindo entre “puras” que merecem ser intocadas e as “impuras” que merecem ser estupradas.

    É sério, que o seu raciocínio é o mesmo que legitima o uso das burcas.

    E se for pra responder, responda com argumentos e não com xingamentos tipo boba-feia-mal-comida.

    R: Você diz que o movimento feminista dá liberdade as mulheres. Atualmente as mulheres pode ser tudo menos mãe em período integral, ser pró-familia, conservadora ou ser contra o feminismo. Então a tal da liberdade que o feminismo diz que dá as mulheres é uma ilusão, porque são as próprias feministas que ditam o que as mulheres devem fazer, pensar ou agir. E caso alguma mulher for contra seus conceitos será uma inimiga da causa.

    Como disse a feminista “Sheila Cronan”.

    “The simple fact is that every woman must be willing to be identified as a lesbian to be fully feminist.” (National Organization for Women Times, Jan.1988)

    “A realidade dos fatos é que toda a mulher tem que estar disposta a ser identificada como uma lésbica de modo a ser uma feminista plena.”

    Portanto Belisa, se tu queres ser uma “boa feminista”, tens que violar a tua natureza feminina, e submeter o teu corpo ao homossexualismo.

  4. Que vergonha alheia!!!! você realmente se superou em? achei que não dava para ser mais ridícula e no entanto você me surpreendeu!!! quer dizer que se eu estiver com a roupa “inadequada” para o local e for estuprada a culpa é minha? Ai você vai me dizer que não disse isso, mas foi exatamente isso que deu a entender nesse trecho “Devemos é deixar de sermos cegas e vitimistas.Existem roupas para cada lugares.Não podemos ir trabalhar pelados como na época das cavernas porque hoje o mundo mudou.Não podemos impor gostos pessoais muitas vezes vulgares para chocar o bom senso e ética como fez a egocêntrica Geisy Arruda na sua universidade.Vulgaridade nunca foi classe e isso não tem nada a ver com extremismos religiosos.” Quer dizer que temos que nos curvar diante das barbáries que vem acontecendo… já que tem muito ladrão não posso ter isso ou aquilo, já que tem estuprador não posso usar essa roupa. só faltou dizer: já que tem muito pedófilo solto por ai as pessoas deviam parar de ter filhos só para prevenir… esta certo isso querida? Lógico que não.E claro que você tinha que citar a Lola de novo, que tara em menina!!! não tem outra pessoa para você falar… cuidado vão começar a pensar que você esta gostando dela… eu e meu movimento não vemos nenhum problema nisso afinal as pessoas tem de ter LIBERDADE é um DIREITO de todos nós. já o seu patriarcado machistóide não pensa assim então vão te julgar muito mal queridinha…. Só para matar a sua curiosidade eu sou hétero assim como a maioria das feministas que conheço inclusive minha mãe que pasmem casou e teve filhos. olha que descoberta, feministas também casam e tem filhos acredita??? Quanto a Geisy vulgar ou não vulgar todos temos o direito de nos vestirmos como der vontade. isso não dá o direito a ninguém fazer o que fizeram.
    O seu texto só mostra o quanto você é intolerante e incapaz de respeitar o direito de ir e vir das pessoas. Sabia que usar burca não faz ninguém ser mais respeitado? pelo contrario de uma olhadinha no oriente médio.Também não diminui o numero de estupros a diferença é que lá fazem justamente o que você fez em seu texto culpam a vítima.

    • 1-A culpa é sempre do bandido e do estuprador.
      2-Existem lugares perigosos e estes devem ser evitados pois o mundo é perigoso infelizmente.
      3-O estuprador pode estuprar qualquer uma.Fato.Mas quem ele achar mais atraente pode ser presa com mais facilidade infelizmente.
      4-Infelizmente o mundo é assim:(
      5-Estupro faz um bom tempo é considerado crime.O feminismo chove no molhado com essa conversa.
      6-”Reaca” foi Che Guevara que fuzilou muitas pessoas.
      7-O exemplo da expor algo por vaidade,gosto,moda,vontade,etc que criminosos querem foi um exemplo de segurança de base aonde prevenimos o crime por tentar antecipar o que deseja o criminoso.Isso serve com escolha de companhias,escolha de lugares aonde frequentar,etc.Vi uma campanha do Reino Unido sobre isso muito interessante na internet.Sabemos da diferença entre um estupro,um roubo etc.Novamente o mundo infelizmente é um lugar assim.Melhor prevenir que remediar,seja para homem ou mulher visto como as leis funcionam no Brasil.

      • “3-O estuprador pode estuprar qualquer uma.Fato.Mas quem ele achar mais atraente pode ser presa com mais facilidade infelizmente.” Ta, as pessoas estupram crianças você acha mesmo que roupa é motivo e que colocar roupas compridas muda algo?

    • Outra coleguinha feminsita ignorante…vcs feminsitas é que não respeitam nosso direito de discordar e negar esta ideologia vulgar.e ainda vem com um discursinho debochado,o que invalida ainda mais este movimento.

      E agora é proibido falar na tal da Lola? Mas ela pode criticar todo mundo naquele blog medíocre,mas quando ela é mencionada,o mundo vem a baixo.Que bela democracia vcs feminsitas defendem….além do mais,não pasa de mais uma revoltadinha analfabeta funcional: onde tem no texto alguém defendendo estupor ou crimes? o texto termina sugerindo uma análise no sistema penal e de segurança.
      Se revoltam quando mulheres vulgares são julgadas mas se acham no total direito de julgar os hoemns e as mulheres que discordam delas…..

  5. O texto está tão claro, e as feministas-revoltadas se esforçam até a última gota pra fingir que não entenderam o ponto de vista, só pra ter o prazer de pagar de “justiceira” e vir comentar com argumentos que, se tivessem lido o texto com atenção, não veriam a menor necessidade de escrever.

    Pra quê, minha gente?

    Ou na pior das hipóteses, deviam chamar um professor particular de interpretação de texto pra essa galera, porque né…

  6. Feminista se acha a salvação da humanidade,e as loucuras delas são sempre o que todas devemos aceitar.O que mais façlta nestas “senhoritas” é conhecimento de causa e bom senso.Não é a toa que este movimento não tem boa organização e nem chega ás grandes masas,como o movimento dos negros.E as “senhoritas” nem ao menos refletem sobre isso,negam que a maioria das mulheres sentem nojo delase de suas idéias vulgares,preferem acreditar que são todas” machistas reacionárias”.

    Só o fato daquela “super dotada” da Lola ser a guru intocável ( ela pode xingar,insultar,debocjar de todo mundo,mas o contrário,é sacrilégio)delas é a grande prova do baixo nível intelectual deste movimento falido.

  7. Parabéns ”mulheres contra o feminismo”! É bom saber que nem todas mulheres concordam com esse tal ‘movimento feminista’. Elas lutam por ”direitos iguais”, agora, que direitos iguais são esses? veja bem: lutam pelo aborto, pelo direito ‘da escolha’, mais os homens não podem ter esse ‘direito de escolha’. Se o homem não aceitar a criança, corre o risco dele passar uma boa temporada na cadeia. Agora elas (feministas) podem abortar né? Segundo elas o corpo é delas, e elas fazem o que quer, se elas fugir da responsabilidade de ser mãe, pode. Agora o pai não pode nem cogitar essa ideia.

    Lutam ”pelo direitos iguais”, mais não abrem mão de se aposentarem mais cedo, não brigam pelo alistamento militar obrigatório, para ambos os sexos, enfim, são tantas coisas que me fugiu a memoria. Fica a pergunta: As feministas lutam mesmo ”por direitos iguais”, ou querem mais beneficios que os homens.

    E só pra finalizar, segundo a grande guru feminista LOLA: Até que se prove o contrário todos são uns possiveis estupradores. Com a sua ”cultura do estupro”.

  8. Vocês apagaram o meu comentário, mas eu volto a insistir em dizer. A culpa é da ROUPA CURTA SIM! Mulher que usa roupa curta, colada ao corpo (incluindo calça jeans ou qualquer tecido colante), cavada, transparente, lascada, decotada, o que dá para entender claramente que elas querem ser estupradas. Mulher que usa esse tipo de roupa, para provocar qualquer um por aí, e ainda se fazendo de santinha inocente, vai sofrer muito na vida. E essas FEMINISTAS SATÂNICAS são tão CÍNICAS, que tive vontade de MATAR TODAS ELAS. E EU sou CONTRA O FEMINISMO! FEMINISTAS DO DIABO!!! Ô, ÓDIO!!!

    • Amigo Dausther, posso colocar uma questão para você pensar um pouco?
      Você tem alguma noção da porcentagem de estupros ocorridos dentro de uma prisão masculina? E a porcentagem em comparação ao estupro feminino que se vê nas ruas? Você sabe se é muito alta, se e muito baixa…
      Amigo Dausther você é um cara esperto. Por isso eu vou te passar este link aqui para você dar uma olhada: http://papodehomem.com.br/homens-estuprados/
      Você acha que os detentos estuprados usam roupa colada? Que tipo de roupa eles usam? Qual é o tipo de vítima que o estuprador de dentro da prisão prefere na sua opinião?
      Você sabia a grande fantasia do estuprador, em primeiro lugar, é a certeza de que a vítima irá reagir e lutar?
      Se você fosse parar na prisão por qualquer motivo você seria uma vítima em potencial ou estuprado?

  9. Embora a maioria das mulheres JAMAIS apoie algo como estupro assim como muitos homens, boa parte também não se foca na pregação feminista da irresponsabilidade pessoal feminina.Em ALGUNS casos a vítima de certa forma assume tais responsabilidades, obviamente que nenhuma mulher prostituta ou não e nenhum homem mereça ser violado. Mas se eu tranco minha casa, meu carro é justamente pra EVITAR não ser assaltada,se eu presto atenção á quem está á minha volta na rua justamente é para EVITAR ser abordada por um assaltante, o mesmo vale para estupro. Eu evito andar em determinados lugares sozinha, evito usar determinadas roupas em alguns lugares. Isso tudo para EVITAR Mas é difícil pra uma pessoa que pensa que pode fazer o que quiser e nunca ser responsabilizada por nada entender que liberdade e responsabilidade devem ser equilibrados.

    PS: As feministas pregam que todo homem é um estuprador em potencial mas ao mesmo tempo dizem que roupa curta não é convite para estupro. Bem contraditório.

  10. Se corremos riscos de qualquer coisa, pq ir contra a ideia de nos prevenirmos? Não vejo mal nenhum nisso. Se sabemos que podemos ser assaltadas ou estupradas por irmos a algum lugar perigoso, pq ir pra lá? Se sabemos que numa festa existem milhares de riscos, pq encher a cara e mal se aguentar em pé, se tornando um alvo fácil? Se sabemos que o mundo não está pra brincadeira, pq insistir na ideia de sair por aí se oferecendo feito um pedaço de carne no açougue, com roupas vulgares? A evolução da humanidade depende de cada um olhar para seu próprio umbigo e perceber que está errado. Não depende do feminismo, pois vcs também erram em muitos aspectos. O feminismo não é a salvação da humanidade, por isso, minhas caras, parem de tentar colocar na cabeça das pessoas que elas podem viver da forma que querem, pois isso não é verdade e nem 100% certo. Existem limites e vidas a serem zeladas. Além disso, esse papo de cultura do estupro é podre, tanto que, não me darei ao trabalho de comentar sobre essa asneira.

  11. Estupro não é culpa da vítima…nunca!

    Mas existe uma coisa chamada prevenção, vamos supor que… se eu andar de lamborghini no meio da favela com meu rolex pra fora do carro, isso não da o direito de ninguém me fazer nada, eu não tenho culpa de ser rico, eu trabalhei para isso, tenho minhas coisas com muito suor e trabalho, mas…você acha sinceramente que eu vivo no mundo da fantasia? Que o céu é feito de chocolate e o mundo é justo com todos? Claro que não…a chance de eu ser sequestrado e roubado será aumentada em 1000% acordem meninas, roupas curtas não são motivo para estupro, mas quem disse que estuprador liga pro que você acha! Agora generalizar todos os homens como possíveis estupradores é a mesma coisa que dizer que todas as bilhões de mulheres grávidas no mundo foram estupradas por um homem!

  12. Qualquer mulher que faça um exame honesto de consciência sabe que o homem é geométrico, ele é atraído quando olha uma bela forma, um corpo definido. Vejo muitas mulheres dizerem que “homens são animais”, elas sabem disso, só não conseguem compreender isso por causa da desgraça do reducionismo feminista, que limita as diferenças reais entre homens e mulheres a valores meramente culturais. Sim o homem é um animal, um animal devotado ao sexo. A maioria dos homens [e aí não posso falar de particularidades] quando observa uma mulher a primeira coisa que pensa é em sexo: mira os seios, a vulva e/ou a bunda, e vão logo imaginando o que poderiam fazer com a mulher que acabaram de ver. Isso não significa de forma alguma que os homens vejam na mulher um “pedaço de carne” ou as trate como objeto, como se queixam as mulheres que não compreendem o mundo masculino. Isso faz parte do instinto primitivo e está na natureza do macho. Isso está presente em todo reino animal. Igualmente vejo homens se queixando de que as mulheres não gostam de sexo ou que elas querem primeiro “conhecer” para só depois ir para a cama [novamente digo que não falo de particularidades], isso por que a maioria das mulheres é devotada aos sentimentos, a mulher sempre foi um ser afetivo, ela é atraída pelo cavalheirismo, pela delicadeza, por bons modos, por uma boa conversa, por isso é verdade dizer que a mulher é auditiva, com uma simples frase ela pode ser conquistada. Você que é mulher [ainda que feminista] sabe que quando uma mulher observa um homem pelo qual despertou interesse, ainda que no primeiro momento sinta desejo sexual por ele, a sua forma de estimulo sexual não é a mesma do homem. Examine sua consciência e responda com toda sinceridade se a primeira coisa que você faz é olhar para a genitália e/ou para bunda do homem e logo encontrar-se imaginando fazer algo com ele na cama? Qualquer “tese” que afirme que homens e mulheres sentem as mesmas necessidades e interesses sexuais não passa de pura propaganda ideológica e não de algo científico, pois a ciência prova exatamente o contrário. O que vejo nas palavras das feministas é só propaganda ideológica, politicagem, pura desonestidade e revanchismo. Feminista nenhuma tem como objetivo defender os direitos das mulheres, pelo contrário, criam mesmo é uma confusão na mente delas e as jogam contra os homens como se eles fossem o maior de todos os males para elas ou até mesmo o único. Mulheres usadas pelo feminismo usam shortinhos minúsculos, alguns até parecendo minissaias [adivinhem a intenção], calças stretch e shorts supercolados que dividem a genitália feminina em Leste-Oeste, que humanamente falando impossibilita qualquer homem hetero de pensar em alguma coisa senão em sexo. E por i vai. Se a vocês feministas fosse possível tomar o corpo de um homem heterossexual e sentirem o que eles sentem na pele quando observam uma mulher nua ou seminua, vocês jamais aceitariam qualquer propaganda barata das feministas. Como sou homem posso garantir com toda convicção que qualquer homem precisa fazer um esforço profundo e inimaginável por qualquer mulher para resistir ao bombardeio de provocações ao instinto natural masculino que muitas mulheres de forma consciente ou não, usadas pelos estilistas gays ou feministas, aprontam para “pegarem” homens heteros e sadios [falo aqui de homens sadios, não me refiro nem mesmo aos doentes que não conseguem o controle de seus instintos] e depois os acusarem de estupradores, machistas, que só pensam em sexo e não querem compromisso, afora a barriga” intencionada para garantirem a esmola oriunda dos bolsões do governo ou do bolsão do homem rico, machista, cafajeste e explorador das “minorias” oprimidas pelo capitalismo. Não é assim que funciona?

    • Fico pasma quando vejo homens sabendo que saca pra cassete de mulher e só escreve m*….e ainda demostra ignorância em relação ao Rieno Animal! Então não existe fêmea com desejo? Recomendo que o amigo leia mais sobre os primatas,e em especial sobre Bononos e aqueles macacos do Japão.
      A existência do piriguetismo não anula o desejo sexual natural feminino que existe sim.Se não acreditas,não reclames por ser chifrado ou deixado,já que só pensa em si mesmo.

      • É muita ira e solilóquio feminista…rs..rs… Em nenhum comentário que fiz aqui disse que mulheres não gostam de sexo … Até mesmo por que se elas não gostassem, todos nós teríamos nascidos de “estupradores em potencial”, uma vez que elas seriam forçadas a fazer sexo.O que disse foi que homens e mulheres concebem a sexualidade de forma diferente, por serem ambos diferentes. Em relação a “sacar pra cassete de mulher” devo dizer que isso é uma honra, afinal curto “mulheres” e assim sinto a necessidade natural de conhecê-las cada vez mais. E você, como mulher, também curte mulheres? Se curte será um prazer trocar idéias com uma mulher que sabe muito sobre mulheres, embora naturalmente deveria saber muito mais acerca de homens, para não andar sendo injusta, pelo menos, com o esperma daquele homem que lhe gerou. Mas você “só pensa em si”, não é mesmo? Ao contrário do que você imagina, conheço muito bem o reino animal e nem é preciso fazer tanto esforço para tomar conhecimento de que há uma diferença substancial entre ser gente e ser macaco. Basta estar com o juízo em dia para saber que um macaco “pega” a macaquinha ou o macaquinho bononos ou japa quando ele bem quiser e vair logo “dançando” o lepo…lepo, na marra, com qualquer deles… Já o macho homem precisa da concessão da fêmea mulher ou do macho-fêmea para “dançar” o créu, sob pena de ser enquadrado na “lei maria da peia” ou na “lei da antihomofobia”… rs…rs. Aliás, aproveitando o ensejo, você gostaria de dançar o créu comigo, sem ao menos me conhecer? Eu,como macho-opressor-reaça-estuprador em potencial, não preciso de tanto cerimonial, para só depois de conhecê-la passar a pensar em “mil e uma noites de um creuzinho com você”…Mas tudo com a sua concessão, é claro! Afinal o macaco que reside em mim já foi domesticado e tem autocontrole mesmo diante de tanto bombardeio de provocações femininas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s